Divórcio tem perdão?

Pergunta:

 

Pr., boa tarde. Eu queria um esclarecimento pois não consigo entender.

 

Conheci um rapaz que foi casado há 9 anos e neste casamento nunca foi feliz. A sua ex-esposa é uma pessoa revoltada e o humilhava. Ela odeia a família dele não aceitava que ele fosse visitá-la. Não era mulher submissa, o ofendia em palavras não permitia que ele tivesse cargos dentro da igreja, pois era tudo que queria, ter uma intimidade maior com Deus. Enfim, viveu esse fracasso.

 

Com tudo isso ela acabou afastando-o da igreja e jogou-o no mundo. Ele se tornou um homem muito infeliz pois o que adiantava viver uma falsa felicidade? A família dele o apoiou a sair de casa e o acolheram. Porém ele vive com aquela maldição em sua cabeça por ouvir as pessoas dizerem que será condenado por Deus para toda vida pois Deus não aceita o divórcio.

 

Agora me diz, Deus não é misericordioso? Sendo misericordioso, porque deixaria seu filho neste sofrimento? Ele não pode ser feliz em um novo casamento? Só quem vive essa angústia ao ponto de pedir a Deus pra morrer é que sabe o que ele está passando. Não concordo com pessoas que dão a sentença dizendo que pra esse pecado Deus não perdoa. Todos têm o direito de serem felizes na vida.

 

Gostaria de ser respondida. Agradeço desde já. Andrea

 

 

Resposta:

 

Irmã,

 

biblicamente ninguém, seja cristão ou não, pode divorciar-se e casar-se novamente, pois uma vez casado tornou-se uma só carne com seu cônjuge. O novo casamento não é um DIREITO assegurado na Bíblia. O divórcio por adultério sim, embora a vontade de Deus é que ninguém se divorciasse, mas sim que perdoasse e restaurasse a aliança conjugal.

 

O divórcio é pecado sim e Deus abomina o divórcio, assim como abomina a mentira. Uma só mentira, por exemplo, cujo autor não tenha se arrependido, pode levá-lo à morte eterna. Quantas mentiras falamos durante nossa vida? Milhares! Quantos divórcios uma pessoa pode cometer? Poucos. E ambos, divorciados ou mentirosos, que se arrependerem, terão o perdão de seus pecados: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1:9).

 

Deus é misericordioso sim e todo pecador pode encontrar a terna misericórdia do Senhor, caso se arrependa e O busque de todo o coração. E isso, amada, vale para todos os pecadores, sejam eles divorciados ou mentirosos, assassinos ou idólatras. O ÚNICO pecado imperdoável é o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo: “Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada” (Mt 12:31).

 

Filha, um segundo casamento não é algo que se planeje como um direito líquido e certo. Quando Jesus abriu a perspectiva do divórcio foi exclusivamente em caso de adultério, mas Ele não foi adiante na mensagem autorizando novo casamento. “Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar-se com outra comete adultério (e o que casar-se com a repudiada comete adultério)” (Mt 19:9).

 

Biblicamente, quem está disposto a divorciar-se, tem também que estar disposto a viver solteiro daí em diante. Solteiro e sem pecar. Mas, muitos não sabem disso, ou não sabiam antes da sua conversão, pois são ignorantes quanto à Palavra de Deus e por isso divorciam-se como se fosse algo normal. Infelizmente essa situação é muito frequente no Brasil e no mundo, segundo as estatísticas.

 

Os pastores que casam divorciados o fazem baseados na grande misericórdia de Deus, pois reconhecem que é melhor casar a pessoa do que deixá-la viver sempre abrasada e pecando por imoralidade, seja em atos ou pensamentos: “E aos solteiros e viúvos digo que lhes seria bom se permanecessem no estado em que também eu vivo. Caso, porém, não se dominem, que se casem; porque é melhor casar-se do que viver abrasado” (1 Co 7:8,9).

 

Mas, antes de buscar um novo casamento, esse rapaz que você conhece deve buscar a ex-esposa e perdoá-la, assim como pedir-lhe perdão, pois certamente ele também pecou frente a ela em muitas ocasiões. Deve ainda orar para que Deus a transforme e, havendo possibilidade, restaure o amor entre ambos. Isso não é impossível para Deus!

 

Ele precisa também voltar-se para Deus, pedir perdão pelo pecado, por ter saído da presença do Senhor que tanto queria. Casamento ruim, esposa “jararaca” não impede ninguém de buscar a Deus verdadeiramente. Afinal, o Senhor não está somente na Igreja. Não é necessário um cargo ministerial para se ter a presença de Deus no coração. Ele saiu da presença de Deus porque quis e não por causa da esposa jararaca.

 

E quanto a você, deve esperar pacientemente, que as coisas se arranjem, seja por um lado, seja por outro. E seja prudente, porque se esse rapaz não voltar-se para Deus verdadeiramente ele não será um bom marido, principalmente por estar tão machucado na alma.

 

Filha, um segundo casamento é muito mais difícil do que o primeiro e que nem sempre conseguimos realizar todos os nossos sonhos e desejos. É necessário muita renúncia por parte de ambos os cônjuges. Um segundo casamento envolve pessoas sofridas, falidas no relacionamento anterior, com traumas e feridas na alma, problemas não resolvidos, ofensas não perdoadas. E eles carregarão isso consigo por toda a vida. Um segundo casamento assim só dará certo, se for com alguém que ame mais a Jesus Cristo do que ao próprio cônjuge e filhos.

 

Também há muitas variáveis externas que afetam um segundo casamento, pois não se trata somente de duas pessoas, mas de muitas pessoas envolvidas: ex-esposa, ex-marido, filhos de um lado, filhos do outro lado, ex-sogras, ex-cunhados, etc. Isso sem falar das questões financeiras, como pensão para a ex ou para os filhos; despesas extras além da pensão; com quem ficam os filhos no final de semana, férias, etc..

 

Por isso, irmã, muita prudência e, principalmente, muita oração. Uma mulher “solteira” pode ser muito mais feliz do que uma casada. A mulher mal casada está encalhada, enquanto que a solteira é livre.

 

Que a graça e a paz do Senhor esteja com você.

 

José Adelson de Noronha

About these ads

109 comentários sobre “Divórcio tem perdão?”

  1. A paz do Senhor pastor gostei muito do seu blog,tenho duvidas sobre algumas coisas a respeito desse assunto pofavor me ajude a entender.Fui casada com u pastor que ja estava divorciado à 5 anos eles tiveram 3 filhos,eles se divorciaram por varias razões uma delas foi adulterio.a questao é que do meu casamento com ele nasceu um filho que esta com 6 anos,aconteceram varias situaçoes dificeis entre nós uma delas foi violência doméstica adulterio.estamos divorciados eu quero saber se o meu casamento com ele foi certo ? se posso me casar de novo?e se nosso filho recebeu alguma maldição desse relacionamento e posso ter esperança na restauração pois não queria me divorciar ,perduei tudo o que ele me fez ainda o amo e não sei se é certo orar para Deus restaurar meu casamento sedo que a primeira mulher ainda é viva.quero entender sou evangélica e ele é padtor,um abraço.

    1. Irmã, está tudo errado na vida deste homem e nos casamentos dele. Voltar com ele não é boa pedida e sua oração, nesse momento, deveria ser de gratidão a Deus por livrá-la do mal. Voltar com ele é voltar o mal em sua vida: adultério, violência, culpa.

      Seu casamento com ele foi um erro e foi pecado de adultério, pois casou-se com um homem casado. Seu filho não é maldito por causa disso, pois os filhos são herança do Senhor. No entanto, seu filho estava sendo criado num ambiente contaminado pelo pecado e pela violência doméstica, o que poderia acarretar a ele, no futuro, muitos problemas de caráter.

      Agora, separada, você tem a oportunidade de voltar-se para Deus, ser restaurada em sua alma e em sua espiritualidade, para assim saber educar seu filho nos corretos caminhos de Deus.

      Perdoe, de coração, as ofensas e traições sofridas, mas não busque reconciliação, pois seria continuar no adultério. Apenas exija do pai da criança a pensão devida ao sustento material dele e que ele dê ao filho o amparo psicológico e emocional que cabe ao pai.

      Não se envolva com outro homem, mas busque a Deus para sustentá-la emocionalmente, até que sua alma esteja curada e livre.

      O Senhor te guarde do mal, é minha oração a seu favor, em nome de Jesus.

  2. Encontrei este blog e fiquei estremecido
    Eu era solteiro e me afastei da igreja. Nesse meio tempo conheci uma mulher separada e de outra religião espiritualista.
    Anteriormente ela tinha vivido com outro homem por quase 20 anos (mas não se casou) e do qual teve um filho.
    Para não viver este relacionamento em pecado eu que era solteiro me casei com ela.
    Nosso casamento foi um tormento, embora nunca houvesse traição de nenhuma das partes e nos amássemos muito, as dificuldades financeiras, as brigas quase que diárias por ciúmes sem razão, e por fim as agressões físicas e morais por parte dela, enfim tudo isso e muito mais me levou a separar-me dela. Agora estou a ponto de entrar com o divórcio.
    Será que estou errado ou já errei quando me casei com ela por que ela já tinha sido mulher de outro homem (mas não era casada)?

    1. Irmão, o mais importante agora, não é o casamento e nem o divórcio, mas voltar-se para Deus.

      Volte-se para o Senhor e busque nele a sabedoria sobre como proceder, sem precipitação. Não tome nenhuma atitude quanto a divórcio, quanto a relacionamento afetiva com quem quer que seja, mas apenas submeta-se à ação do Espírito Santo. Deixe-se ser transformado, até que venha com clareza, da parte do Senhor, a revelação sobre o que fazer.

  3. A Paz Pastor..
    Encontrei esse portal através de uma busca pela internet e tenho uma dúvida..

    Tenho um filho de 1 ano e 9 meses com um rapaz que morei junto. Não Casei nem no papel e nem na igreja (sei que vivia em pecado, mas planejavamos casar). Ele era divorciado quando começamos a relação. Se separaram por causa de brigas e traições da parte dele.

    Essa foi uma relação difícil, porém, tentei de diversas formas fazer com que desse certo. Busquei em Deus a melhora e nada aconteceu. Ele também me traia. Acabou me deixando por causa de uma amante.

    Hoje se casaram no civil, mesmo depois dessa traição, pois mesmo não sendo casada com ele foi traição. Frequentam uma igreja e são obreiros. Se casaram 6 meses depois que ele saiu de casa.

    Deus abençoa essa relação e tem visão de casados, ou seja, de família, mesmo depois de ter acabado com uma família?

    Já tem nove meses que terminamos e ainda não consegui esquecê-lo. To firme e forte com Deus, mas preciso de uma resposta se essa é uma relação correta.

    Não sei s me intende, mas ainda tenho um pouco de esperanças em relação a ele, logo que temos um filho.

    Se Puder me ajudar agradeço.

    1. Irmã, esse homem não é confiável e esperar por ele não é uma boa coisa a se fazer. Ele traiu a primeira esposa, depois ficou com você sem querer casar-se, então traiu você também e agora escolheu outra mulher para casar-se.

      Deixe-o viver a vida dele, conforme ele escolheu. Ele rejeitou você e achou outra que, segundo os olhos dele, era mais digna de casar-se. Se Deus vai abençoá-lo ou se vai puni-lo isso é entre ele e Deus.

      Além disso, se Deus fosse exigir que ele voltasse à família, ele teria que voltar à primeira esposa e não a você. Mesmo tendo filho com você, é a primeira esposa a legítima, aos olhos de Deus.

      Quanto ao seu filho, ele tem a obrigação de ampará-lo, tanto material, quanto emocionalmente. Se ele não estiver fazendo isso, você tem o direito legal de exigir que o faça, por meios judiciais.

      Viva sua vida cristã, buscando a Deus em primeiro lugar, cuidando da educação espiritual do seu filho e edificando seu lar com os princípios cristãos. Veja mais a esse respeito nas mensagens no site na categoria Casamento.

      O Senhor te abençoe com paz no coração e com discernimento de espírito, para não cair em falsas esperanças, é minha oração a seu favor, em nome de Jesus.

  4. Pastor por favor me tire uma dúvida..

    Já estive aqui outras vezes..acredito que vá lembrar de minha história.
    Bom.. como sabe o meu marido me deixou.. decidiu se divorciar..
    A pergunta é a seguinte.. quando casamos.. casamos somente no religioso.. quando era pra fecharmos no cartório e pegar a certidão ele (meu ex) resolveu esconder o documento (detalhe: só descobri isso depois) ele dizia não estar preparado ainda para casar no cartório. Fiquei muito decepcionada no momento e depois acabei aceitando por amor a ele.
    No meu caso… tenho consciencia de que eu ainda por viver triste, infeliz.. não pedi o divorcio porque sabia que tinha um Deus à nosso favor e que nosso quadro poderia sim ser transformado pelo Poder de Deus. Mas ele fez o que achava certo e até hoje sofro com tudo isso.

    Pastor.. perante Deus somos casados?

    Deus lhe abençoe! Fico no aguardo!

    1. Filha, é uma sucessão de erros em sua vida, trazendo-lhe tristeza e decepção. Mas esses erros podem ser benéficos a você, no futuro (ou não, dependendo de como trata com eles).

      Seu marido, já foi casado no passado, com outra. Por isso, diante de Deus, o casamento válido dele foi com a primeira mulher. O Senhor permitiu que ele se casasse com você apenas por misericórdia e não por direito. E mais: diante das leis dos homens você nem casada é, pois ele não registrou em cartório o casamento.

      Quando vocês se casaram, depois que ele teve alta no hospital, foi no altar? Foi um pastor quem ministrou a cerimônia? Seus pais estavam presentes, abençoando vocês? Se essas coisas não aconteceram, nem diante de Deus vocês foram casados. estavam apenas em pecado de fornicação e de adultério.

      Irmã, você tem uma bênção nas mãos, que é sua filha. Viva sua vida com ela e esqueça esse homem. Agradeça a Deus por ter livrado você dele, pois sua vida seria um inferno em terra, caso continuasse ligada a ele. Viva para o Senhor agora e para sua filha. Volte a congregar e deixe esse homem no mar do esquecimento.

      Procure um advogado que cuide das causas legais como por exemplo: a separação oficial de corpos, pensão alimentícia a você e à menina, etc e viva no temor de Deus daqui para diante.

      Que o Senhor a console e fortaleça, é minha oração a seu favor, em Nome de Jesus.

      1. sim Pastor.. o casamento aconteceu na igreja com a benção do Pastor, a presença de testemunhas, com a benção dos pais..
        Então, perante Deus eu nunca fui casada é isso?

        Eu sei que a bíblia não aconselha um segundo casamento, mas nós casamos depois que o divorcio dele saiu.

        1. Irmã, você foi casada sim, pois Deus é misericordioso, longânimo e bom. Agora é aguardar que as providências legais quanto á separação sejam resolvidas pelo seu advogado e o dele.

          E quanto à sua vida espiritual, é tempo de você aquietar-se na presença do Senhor. É tempo de deixar que Ele lhe fortaleça, lhe edifique, lhe traga paz. Não faça nada para prejudicar seu ex-marido, perdoe-o pelas ofensas e agressões morais e psicológicas, Não fale mal dele para sua filha, para preservar a formação moral dela.

          E principalmente, não se envolva com homem algum, nem mesmo um simples romance, namoro, etc. Você está debaixo da misericórdia do Senhor e é no temor do Senhor que deve pautar sua vida emocional.

  5. Tenho uma duvida eu não queria divorciar e meu marido pediu divorcio, porque estava com outra mulher, neste caso quem cometeu o pecado aos olhos de Deus foi só ele ou nós dois?

    1. Nesse caso foi ele. Você não deveria pedir o divórcio, mesmo ele estando com outra. E mesmo que você pedisse o divórcio, em caso de adultério, não estaria pecando. Mas se ele pediu, não há pecado em conceder-lhe, para que você tenha paz no coração. “se o descrente quiser apartar-se, que se aparte; em tais casos, não fica sujeito à servidão nem o irmão, nem a irmã; Deus vos tem chamado à paz” (1 Co 7:15)

  6. GOSTARIA DA RESPOSTA DESTA DECLARAÇÃO.
    ATT, Anderson

    Suely
    11 abril,2012 às 3:28 pm
    Acho que seja uma forma de suicidio mental, se cobrir de senso de culpa o porque de um ter se casado e, infelizmente ter dado errado, e o pior de tudo, chegar a um divorcio. Deus odeia o divorcio justo? se um cristao se divorcia, nao deve mais casar, senao é adultero!!!! Foram escolhas erradas? com certeza. Os motivos? infinitos!!! A familia tem culpa? com certeza. E a igreja? segundo as minhas experiencias pessoais, sim. Pois, encuca muito na cabeça dos jovens que se chegam a uma certa idade e nao casaram, ficam pra’ titia ou titio. Talvez namore uma jovem ou um jovem, que sirvam e amam a Deus, entao os irmaos dizem, ah viu? eles devem se casar!!!se casam, e depois veem que nao foi o amor, mas a vontade de servir a Deus. sao argomentos infintos, exemplos que nao acabariam nunca!!! Uma jovem pode se apaixonar por um jovem, acham ser amor, se casam, e assim vai, se separam. Nao é uma historia de tv, é a vida real!!! Eu pelo menos, penso que tudo esta’ relacionado aos sentimentos de um homem e uma mulher, cristao ou nao. Claro, Deus quem colocou o pensamento da eternidade e a capacidade de amar a todos os seres humanos.Nao vejo a amizade, o namoro, noivado e o casamento serem exclusivos de uma igreja, instituiçao, seja la’ qual for. Pois, tirando os olhos da igreja, vemos muitos exemplos positivos de casais que se amam até a velhice e nunca foram cristaos, nunca entraram em qualquer igreja seja catolica ou evangelica, ou tb cristao com nao cristao, mas se amam, se respeitam,sejam casais ateus, hippies, budistas, etc.. eles podem nao saber que tenha sido Deus a dar a capacidade de amar a cada coraçao. Mas o que deve unir é o amor, nao o amor que Corintios relata, mas o que Deus deu para cada um de nos. Assim, nao é um amor perfeito, nos nao somos perfeitos. Fazemos escolhas erradas, como Eva tb desobedeceu a Deus, e é o maior exemplo de casamento. Hoje nao acredito que Deus prepara a pessoa certa para nos, na propria Biblia tem poucos exemplos de Deus ter unido, vejo Adao e Eva, Isaque e Rebeca, que ilustra o encontro de Jesus com a esposa, pois Deus nos predestina a salvaçao, mas qto à vida aqui, nos deixa escolhas a tomar, certas ou erradas, claro, se erradas, Ele disciplina, corrige a quem ama. , desde o antigo testamento nos mostram pessoas escolhidas pelo proprio Deus, imperfeitas, mentirosas, enganadores,traiçoeiras, adulteras, foram corrigidas, disciplinadas,, mas amadas e escolhidas por Deus!!! Nao digo nada para desculpa de quem se divorcia, claro que precisa de um stop.Nao se casa e depois se der errado, separo. Mas, se um casal ve que nao da’ mais e se separam, nao aceito usarem as Escrituras para julgar as pessoas, tao usando demais a Biblia para dizerem o que Deus quer falar. No V.T, nao sera’ que os homens podiam repudiar as suas mulheres como bem queriam? até mesmo por uma comida que nao gostasse, abandonavam a mulher, e para nao ser vista como adultera, Moisés deu a permissao da carta do divorcio? seriam todas essas mulheres abandonadas pelos homens? qual o fim de cada uma? prostituiçao? jogadas de um lado a outro sendo apedrejadas? os homens podiam ter outras mulheres, e trocavam como se trocam de camisa. Coitadas das repudiadas!!! Com a queda, Deus ja’ saberia de toda essa confusao, nao daria tb soluçao a isso? No novo testamento Jesus nao estaria falando com os fariseus que tb faziam as mesmas praticas, ou seja, repudiavam como e qdo quisessem as mulheres.?Precisava de algo para acabar com isso. E o que o apostolo Paulo escreveu teria sido tb o que todos interpretam? acho que ta’ na hora de acabar de destruir as pessoas divorciadas, Isso a igreja catollica tb faz!!! Entao, Deus mandou seu unico filho pra’ que? para que todos que infelizmente depois de tantas tentativas, nao da’ se separa, se divorcia, ficar num completo abandono? sentimentos de culpas? destruiçao do proprio ego? serem vistas dos irmaos em Cristo como adulteros? mas os adulteros nao entrarao no reino dos céus!!! Sera’ mais facil levar as pessoas nesses pensamentos? todos que acusam e dao a sentença? assim diz o Senhor, a Palavra de Deus diz, se voce se divorcia, nao se case mais? quem, graças a Deus, nao passou e espero que nunca passe por isso, poderia tentar se por no lugar e tentar imaginar a vida? claro que os filhos sofrem, sao culpa dos adultos em volta e da propria sociedade e da igreja que colocaram o divorcio como o pior crime da vida do ser humano. Entao, melhor matar? assim tem o perdao de Deus , e podendo se casar novamente? Salvaçao é individual, Deus fala conosco individualmente, tem casos e casos. Deus salva, perdoa, limpa o coraçao , a mente e a alma, esquece os pecados e joga no fundo do mar!! Menos o divorcio? Tem algo errado aii!!! A sociedade esta’ destruida por causa dos divorcios? ou por causa de tudo de ruim que acontece? A propria igreja esta’ destruida e dando exemplos que nem um divorcio chega a ser tao horrivel!!! Deus julga e condena, nao o homem. Diziam que os filhos dos divorciados, eram os drogados, assassinos, etc, mas se ve claramente que nao é assim. O mundo precisa de Deus, e de homens e mulheres que preguem a Deus! O Deus que liberta, salva, cura, limpa a mente e o coraçao mas tb disciplina!!! Nao precisamos da condenaçao do homem usando a Biblia para dizer se uma pessoa deve ou nao se casar novamente, por favor basta né? chegou a hora que nao da’ mais pra aceitar isso. Historinhas reais!!! Casei, me divorciei , me recasei e se alguém vem com conversa de adultera ou que precisavo ficar no celibato, melhor pensar duas vezes, pois nao foi isso que Deus falou comigo !! Vao dizer que digo isso para me desculpar? quem pode condenar e julgar? eu terei que comparecer diante do tribunal de Deus, eu que terei que ouvir o vinde a mim, nao quem queria dizer o que fazer ou nao, sera’ que podem mesmo dizer isso? nao dizem que a igreja esta’ cheia de pessoas imperfeitas? mas o divorciado pode dar ofertas e dizimos justo? casar novamente nao!!! Mas que Deus injusto é esse? E o meu filho, graças a Deus é uma bençao! em todos os sentidos e sabe o que uma criança de apenas 7 anos me dizia? mae, porque as pessoas querem que eu sofra ou chore? pois viviam dizendo o qto ele sofria pela separaçao, que era um menino infeliz, mas ele chorava sim, pois nao aguentava mais ouvir isso das pessoas que mentiam em dizer que ele era infeliz, sao as pessoas com as mentalidades manipuladas da sociedade e da igreja tb que fazem o quadro piorar!!!
    Sinto o amor de Deus, o perdao, sinto a mao tb da disciplina, da correçao, pois Deus corrige a quem ama, viu? Deus ama os divorciados, aos Seus filhos!!! Se um me pergunta sobre o divorcio, sou a primeira a dizer de procurar todos os meios, oraçoes, dialogos, mas nao sou hipocrita ao dizer, deve ficar, pois vc escolheu, agora nao pode largar. Ore, busque em Deus soluçao e paz para tomar a decisao certa. Desculpe, sei que escrevi muito, mas cansei de ver as pessoas divorciadas serem atacadas de todos os lados, sabendo que Deus busca, perdoa, limpa, purifica, e depois vem os lideres com a igreja e joga a condenaçao nelas usando as Escrituras, pois so’ quem tem muito estudo, conhecimento, sabe o que o Espirito Santo fala através das palavras de Moisés, Paulo e de Jesus, nos, povo sem estudos teologicos nao!!! Com todo respeito a quem tem, quero respeito e respeito, mas nao aceito o que dizem! Muito obrigada pela paciencia

    1. Irmão Anderson, eu não respondi na época porque concordei com o que a comentarista Suely disse. Se não com tudo, mas com quase tudo o que ela escreveu. Por favor, leia mensagens minhas (e comentários adicionais) publicadas no site na categoria CASAMENTO, principalmente as que falam de divórcio, segundo casamento, etc.

      O Senhor lhe abençoe.

  7. Estou separado da minha esposa desde Dezembro de 2012, fui infiel com ela no meu casamento, lhe pedi perdão e cheguei a conversar com meu pastor assumi o meu erro e reconheço tal… mas, ela esta disposta a não voltar mais para viver ao meu lado, enquanto isso eu estou em uma peleja com Deus para que possa haver uma restauração na minha família pois temos uma filha de 1 ano, estou pagando o preço pelo meu erro, mas, oque gostaria de saber é se estou fazendo certo em estar orando por uma restauração quando pode haver do outro lado uma oração contraria da parte dela! oque Deus pode fazer?

    1. Irmão, você está corretíssimo em orar pela restauração. Mesmo se sua esposa estiver orando em contrário, dificilmente será atendida, pois Deus deseja a restauração das famílias, dos lares.

      Sua esposa pode até não aceitá-lo mais, mesmo você orando fervorosamente, pois ela tem liberdade de escolher que tipo de vida quer levar. Essa liberdade Deus não vai tirar dela, embora vai falar insistentemente a ela que deve perdoar você, que deve aceitar você de volta. O Senhor vai falar ao coração dela, mas não vai forçá-la a fazer o que ela não quiser.

      Mas, irmão, mais do que orar, você deve tomar atitudes práticas também, principalmente nas suas obrigações de marido e pai, como por exemplo, prover o sustento material da esposa e filho. Prover também o apoio psicológico e afetivo ao filho.

      E, principalmente, deixar bem claro à esposa que mudou de vida. Que não mais se interessa por qualquer outra mulher, mas apenas por ela. Não se relacione com mulher alguma, mas espere pela esposa, o tempo que for necessário. Se ela não aceita conversar com você, escreva-lhe uma carta pedindo perdão e reconciliação.

      Quando sua esposa reconciliar-se contigo, dê glória a Deus!

      Spurgeon, em sua obra chamada “Pondo pés nas nossas orações”, ensinou como ter sucesso em glorificar o nome de Deus:
      1) orar fervorosamente, como se tudo dependesse de Deus;
      2) trabalhar fervorosamente, como se tudo dependesse de nós;
      3) entregar toda glória pelos resultados a Deus.

      O Deus da esperança lhe encha de gozo e paz, segundo a sua fé no poder que o Espírito santo tem de operar em todos os corações, é minha oração a seu favor.

    2. Irmão Wagner, tente reconquista-la novamente, mande flores, escreva cartas, faça elogios, faça ela se apaixonar por você novamente e esquecer os seus erros, e acima de tudo, faça como o pastor lhe recomendou, mostre a ela que você mudou, e não tem olhos mais pra nenhuma outra mulher, só pra ela, ore pela restauração do seu casamento sempre, e não faça isso apenas pelo seu filho, mas pela sua esposa também. Deus abençoe!

  8. Boa tarde, tenho 21 anos e sou divorciada, juntei com meu ex aos 16 anos e por tanto me dizerem que estava em pecado, acabei me casando certinho na igreja e cartório. O casamento era horrível, e fiz tudo o que esteve ao meu alcance para restituir (até mesmo o casamento). A pergunta é a seguinte, mesmo tendo planos e sonhos de constituir família não posso me casar novamente? Tenho que viver sozinha e infeliz para o resto da vida? Ao que sei temos a liberdade de nos arrependermos de tudo que façamos, e não acredito em um Deus que quer ver seu filho infeliz, não amo meu ex marido mais, e não quero me reconciliar, ele só me fazia mal e não quero viver aquela vida novamente. Porem tenho o sonho ainda de ter uma família e ser mãe. Então não há outro jeito?

    1. Jéssica, por favor leia novamente a mensagem acima, meditando e voc~e obterá sua resposta. Leia também a mensagem no site intitulada “A Graça de Deus é Suficiente”. Leia também outras mensagens (e comentários adicionais) sobre casamento, divórcio e segundo casamento.

    2. Queria ler a resposta da sua pergunta tbm, pois acho o mesmo, Deus não que ver NINGUÉM infeliz, até mesmo aquele q tira a vida de uma pessoa, e pq uma pessoa como vc não pode tbm ser feliz?

  9. NO CASO DE UM RAPAZ DESCRENTE QUE SE CASA, E DEPOIS SE DIVORCIA.ENTÃO CONHECE A CRISTO, MAS NÃO PODE RECONCILIAR-SE COM SUA EX .TENDO EM VISTA QUE A MESMA CONSTIUIU UMA NOVA FAMÍLIA COM OUTRA PESSOA. O QUE ESSE JOVEM FAZ FICA SOZINHO A VIDA INTEIRA????

    1. Por favor, leia a a mensagem no site intitulada “A Graça de Deus é Suficiente”. Leia também outras mensagens (e comentários adicionais) sobre casamento, divórcio e segundo casamento.

  10. Olá!
    Namorei 12 anos e há 4 anos moro com essa pessoa.
    Porém nada dá certo entre nós,nada mesmo!Sinto que não o amo mais,apenas sinto gratidão e costume.

    Se eu me separar dele,estarei eu em pecado do divórcio,uma vez que ele foi meu 1º homem,e estamos juntos há 16 anos?

    Não nos casamos na igreja nem no papel.
    *E apesar de ter sido criada em lar evangélico,apresentada na Assembléia de Deus qnd nasci,não tinha conhecimento que divórcio é pecado.

    Obrigada desde já!

    1. Irmã graça e paz!

      Infelizmente vc já está vivendo em pecado, pois na verdade não está casada, Nem diante de Deus e dos homens, está vivendo abrasada e é pecado. Se vc o ama e tem certeza que é ele que Deus preparou pra vc, casasse com ele. Se vc se separa não está se divorciando, peça perdão pra Deus e busque ser feliz com uma pessoa preparada por Deus. Não caia no mesmo erro.

      1. Pr Leandro,a santíssima Paz do Senhor!

        Muito obrigada por responder.
        Sim,eu sei que estou em pecado sendo amasiada,mas Deus já está no comando,mostrando me a direção,se é para nos casarmos ou ou não,ou se é outra pessoa que Ele têm pra mim.

        Peço oração por mim.
        Deus lhe abençoe!!!!!!!!!!!!

  11. A Paz do Senhor:José Adelson.

    Por favor me responda:Se Deus odeia o divórcio,pq ele mandou que seu povo demitisse suas mulheres por serem estrangeiras?

    E Davi,que em momento algum foi penalizado por ter se ”separado” de Mical,e muito depois mandou buscá la senda ela já de outro marido.

    Assuero,”dispensou” Vasti,e tomou Estér como primeira esposa.
    Ora,ele não estava divorciado de Vasti ”legalmente” perante Deus,uma vez que ela dispensou a não por adultério (a única concessão para o divórcio)?

    1. Primeiro aqueles homens já estavam vivendo em pecado, pois o mandamento de Deus era que NÃO se casassem com estrangeiras. Aquilo foi necessário para não contaminar a linhagem do Messias que viria. Portanto não era uma União feita por Deus.

      Davi cometeu vários pecados, adultério, homicidio, divorcio, Deus reprovou todos, enviou o profeta Natã para repreende-lo, Seu filho morreu, e sua família foi destruida e o reino dividido.

      Assuero, não era Judeu, não tinha as Leis de Deus como regra de fé. Ester era uma escrava, tinha que aceitar este casamento.

      Na minha opinião, Divorcio é pecado quando não ouve adultério, Mas se a pessoa buscar o perdão de Deus, com certeza ele vai encontrar e Deus vai abençoar o segundo casamento.

    2. A.R.A, eu não disse que Deus odeia o divórcio, mas sim que abomina.

      Divórcio é uma figura da apostasia, isto é, repúdio, rejeição, afastamento. Como Deus é amor, tudo o que é contrário ao amor é abominação para o Senhor.

      Quanto aos seus argumentos, o pr. leandro já lhe respondeu muito bem.

  12. Boa tarde.
    Lendo estes relatos, só me faz pensar uam coisa…nos casais onde um dos cônjuges, morrem brutalmente assassinado pelo próprio marido ou pela esposa…Me desculpem, mas existe muita hipocrisia nesse mundo, então é melhor viver do lado de um homem que espanca a mulher, humilha, mata, ou viver ao lado de uma mulher que humilha o marido, despreza ao invés de divorciar-se e cada um refazer a suas vidas com outro alguém. Não esqueçam que o mesmo Deus que condena o divorcio, também diz que os assassinos não herdaram o reino dos céus.
    Então é melhor ser hipócrita e infeliz vivendo um casamento falido e destruído ao invés de ir cada um para o seu lado refazer suas vidas!!!?Meu Deus quanta hipocrisia, quanta religiosidade é muita hipocrisia!!! A vida da gente é feita de escolhas, devemos sim nos envolver com pessoas que são da mesma fé, mas ultimamente nas igrejas existem muitas pessoas que sao verdadeiros sepulcros caiados, por fora lindo e por dentro podre e morto, por fora cordeiro mas por dentro lobo devorador. Sou a favor que os casais vivam em paz, mas se isso não é possível sou a favor do divórcio sim e que cada um procure ser feliz com ou sem outra pessoa.
    Mônica.

    1. Mônica, nossas vidas não podem ser baseadas no que pensamos, sentimos mas apenas no que diz a Palavra de Deus, que é a Bíblia Sagrada. Você e incontáveis pessoas podem ser a favor do divórcio e novo casamento, porém procurem balizar-se pelas Sagradas Escrituras.

      Veja mais a respeito de casamento, divórcio, novo casamento e salvação na mensagem: A Graça de Deus é Suficiente – http://verboeterno.wordpress.com/2009/03/30/a-graca-de-deus-e-suficiente/

  13. Divorciou sem respaldo bíblico já era. A palavra de Deus é irrevogável. Conheço muitas mulheres que deixaram seus maridos e maridos que deixaram suas mulheres sem o respaldo dado pelas escrituras sagradas. O interessante é que ninguém está satisfeito com o novo relacionamento, há que se dizer que algumas têm grandes regalias financeiras, mas dariam tudo pra recomeçar e fazer diferente desta vez. Não se escolhe quem amar, mas Deus diz: Foge das paixões da tua mocidade, ele não diz foge do amor da tua mocidade. “Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.” (II Timóteo 2 : 22). O que é pior, Deus nos cercou de todos os lados, só se ama uma vez, você pode aprender a respeitar outro parceiro ou outra esposa mas, não amá-la. Em relação ao casamento Jesus nunca ponderou em relação ao adultério, a não ser em caso de traição ou morte.

  14. Acho que seja uma forma de suicidio mental, se cobrir de senso de culpa o porque de um ter se casado e, infelizmente ter dado errado, e o pior de tudo, chegar a um divorcio. Deus odeia o divorcio justo? se um cristao se divorcia, nao deve mais casar, senao é adultero!!!! Foram escolhas erradas? com certeza. Os motivos? infinitos!!! A familia tem culpa? com certeza. E a igreja? segundo as minhas experiencias pessoais, sim. Pois, encuca muito na cabeça dos jovens que se chegam a uma certa idade e nao casaram, ficam pra’ titia ou titio. Talvez namore uma jovem ou um jovem, que sirvam e amam a Deus, entao os irmaos dizem, ah viu? eles devem se casar!!!se casam, e depois veem que nao foi o amor, mas a vontade de servir a Deus. sao argomentos infintos, exemplos que nao acabariam nunca!!! Uma jovem pode se apaixonar por um jovem, acham ser amor, se casam, e assim vai, se separam. Nao é uma historia de tv, é a vida real!!! Eu pelo menos, penso que tudo esta’ relacionado aos sentimentos de um homem e uma mulher, cristao ou nao. Claro, Deus quem colocou o pensamento da eternidade e a capacidade de amar a todos os seres humanos.Nao vejo a amizade, o namoro, noivado e o casamento serem exclusivos de uma igreja, instituiçao, seja la’ qual for. Pois, tirando os olhos da igreja, vemos muitos exemplos positivos de casais que se amam até a velhice e nunca foram cristaos, nunca entraram em qualquer igreja seja catolica ou evangelica, ou tb cristao com nao cristao, mas se amam, se respeitam,sejam casais ateus, hippies, budistas, etc.. eles podem nao saber que tenha sido Deus a dar a capacidade de amar a cada coraçao. Mas o que deve unir é o amor, nao o amor que Corintios relata, mas o que Deus deu para cada um de nos. Assim, nao é um amor perfeito, nos nao somos perfeitos. Fazemos escolhas erradas, como Eva tb desobedeceu a Deus, e é o maior exemplo de casamento. Hoje nao acredito que Deus prepara a pessoa certa para nos, na propria Biblia tem poucos exemplos de Deus ter unido, vejo Adao e Eva, Isaque e Rebeca, que ilustra o encontro de Jesus com a esposa, pois Deus nos predestina a salvaçao, mas qto à vida aqui, nos deixa escolhas a tomar, certas ou erradas, claro, se erradas, Ele disciplina, corrige a quem ama. , desde o antigo testamento nos mostram pessoas escolhidas pelo proprio Deus, imperfeitas, mentirosas, enganadores,traiçoeiras, adulteras, foram corrigidas, disciplinadas,, mas amadas e escolhidas por Deus!!! Nao digo nada para desculpa de quem se divorcia, claro que precisa de um stop.Nao se casa e depois se der errado, separo. Mas, se um casal ve que nao da’ mais e se separam, nao aceito usarem as Escrituras para julgar as pessoas, tao usando demais a Biblia para dizerem o que Deus quer falar. No V.T, nao sera’ que os homens podiam repudiar as suas mulheres como bem queriam? até mesmo por uma comida que nao gostasse, abandonavam a mulher, e para nao ser vista como adultera, Moisés deu a permissao da carta do divorcio? seriam todas essas mulheres abandonadas pelos homens? qual o fim de cada uma? prostituiçao? jogadas de um lado a outro sendo apedrejadas? os homens podiam ter outras mulheres, e trocavam como se trocam de camisa. Coitadas das repudiadas!!! Com a queda, Deus ja’ saberia de toda essa confusao, nao daria tb soluçao a isso? No novo testamento Jesus nao estaria falando com os fariseus que tb faziam as mesmas praticas, ou seja, repudiavam como e qdo quisessem as mulheres.?Precisava de algo para acabar com isso. E o que o apostolo Paulo escreveu teria sido tb o que todos interpretam? acho que ta’ na hora de acabar de destruir as pessoas divorciadas, Isso a igreja catollica tb faz!!! Entao, Deus mandou seu unico filho pra’ que? para que todos que infelizmente depois de tantas tentativas, nao da’ se separa, se divorcia, ficar num completo abandono? sentimentos de culpas? destruiçao do proprio ego? serem vistas dos irmaos em Cristo como adulteros? mas os adulteros nao entrarao no reino dos céus!!! Sera’ mais facil levar as pessoas nesses pensamentos? todos que acusam e dao a sentença? assim diz o Senhor, a Palavra de Deus diz, se voce se divorcia, nao se case mais? quem, graças a Deus, nao passou e espero que nunca passe por isso, poderia tentar se por no lugar e tentar imaginar a vida? claro que os filhos sofrem, sao culpa dos adultos em volta e da propria sociedade e da igreja que colocaram o divorcio como o pior crime da vida do ser humano. Entao, melhor matar? assim tem o perdao de Deus , e podendo se casar novamente? Salvaçao é individual, Deus fala conosco individualmente, tem casos e casos. Deus salva, perdoa, limpa o coraçao , a mente e a alma, esquece os pecados e joga no fundo do mar!! Menos o divorcio? Tem algo errado aii!!! A sociedade esta’ destruida por causa dos divorcios? ou por causa de tudo de ruim que acontece? A propria igreja esta’ destruida e dando exemplos que nem um divorcio chega a ser tao horrivel!!! Deus julga e condena, nao o homem. Diziam que os filhos dos divorciados, eram os drogados, assassinos, etc, mas se ve claramente que nao é assim. O mundo precisa de Deus, e de homens e mulheres que preguem a Deus! O Deus que liberta, salva, cura, limpa a mente e o coraçao mas tb disciplina!!! Nao precisamos da condenaçao do homem usando a Biblia para dizer se uma pessoa deve ou nao se casar novamente, por favor basta né? chegou a hora que nao da’ mais pra aceitar isso. Historinhas reais!!! Casei, me divorciei , me recasei e se alguém vem com conversa de adultera ou que precisavo ficar no celibato, melhor pensar duas vezes, pois nao foi isso que Deus falou comigo !! Vao dizer que digo isso para me desculpar? quem pode condenar e julgar? eu terei que comparecer diante do tribunal de Deus, eu que terei que ouvir o vinde a mim, nao quem queria dizer o que fazer ou nao, sera’ que podem mesmo dizer isso? nao dizem que a igreja esta’ cheia de pessoas imperfeitas? mas o divorciado pode dar ofertas e dizimos justo? casar novamente nao!!! Mas que Deus injusto é esse? E o meu filho, graças a Deus é uma bençao! em todos os sentidos e sabe o que uma criança de apenas 7 anos me dizia? mae, porque as pessoas querem que eu sofra ou chore? pois viviam dizendo o qto ele sofria pela separaçao, que era um menino infeliz, mas ele chorava sim, pois nao aguentava mais ouvir isso das pessoas que mentiam em dizer que ele era infeliz, sao as pessoas com as mentalidades manipuladas da sociedade e da igreja tb que fazem o quadro piorar!!!
    Sinto o amor de Deus, o perdao, sinto a mao tb da disciplina, da correçao, pois Deus corrige a quem ama, viu? Deus ama os divorciados, aos Seus filhos!!! Se um me pergunta sobre o divorcio, sou a primeira a dizer de procurar todos os meios, oraçoes, dialogos, mas nao sou hipocrita ao dizer, deve ficar, pois vc escolheu, agora nao pode largar. Ore, busque em Deus soluçao e paz para tomar a decisao certa. Desculpe, sei que escrevi muito, mas cansei de ver as pessoas divorciadas serem atacadas de todos os lados, sabendo que Deus busca, perdoa, limpa, purifica, e depois vem os lideres com a igreja e joga a condenaçao nelas usando as Escrituras, pois so’ quem tem muito estudo, conhecimento, sabe o que o Espirito Santo fala através das palavras de Moisés, Paulo e de Jesus, nos, povo sem estudos teologicos nao!!! Com todo respeito a quem tem, quero respeito e respeito, mas nao aceito o que dizem! Muito obrigada pela paciencia

  15. Pastor gostaria de saber o seguinte,meu esposo antes de se casar comigo,morou junto por alguns meses com uma moça,ele ja tinha um relacionamento de 2 anos com ela,e mantinham relaçoes sexuais,porem ela engravidou,ai eles foram morar juntos,na epoca ela frequentava uma igreja evangelica,estava começando,no dia q eles foram morar juntos a familia dela fez um almoço,e a noite o pastor fez uma oraçao por eles,porem eles ficaram juntos apenas alguns meses,e se separaram,5 anos depois eu o conheci,namoramos,noivamos e casamos,minha pergunta e,o fato de ele ter morado junto com ela ,e de o pastor ter orado ou abençoado nao sei,fez disso uma casamento???estou em adulterio???ele so e casado legalmente comigo,tenho me sentido pertubada e com medo…por favor me responda…

    1. Filha, o casamento dele com a outra moça só teria validade se o pastor os tivesse declarado marido e mulher e os tivesse abençoado como casal. Isso aconteceu entre eles na época?

      E com você? estão casados diante de Deus ou somente no civil?

  16. PAZ SEJA CONVOSCO
    MEUS AMADOS,SE UM HOMEM E UMA MULHER SE CASAM,MAS ELE NÃO A RESPEITA,BATE NELA,TRAI ELA COM OUTRAS MULHERES”DIZ ISSO A ELA”.ELA PEDE DIVÓRCIO,COM O TEMPO ACEITA JESUS,SE CONVERTE É UMA BENÇÃO”DIVORCIADA”,ELE NÃO A AMA E NÃO QUER IR PARA A IGREJA, JÁ ESTA COM OUTRA MULHER.

    ELA NÃO PODERÁ CASAR,E PARTICIPAR DA COMUNHÃO DA IGREJA?
    OS IRMÃOS E IRMÃS TEM INDIFERENÇAS POR ELA SER DIVORCIADA,NÃO DEIXAM ELA PARTICIPAR DAS ATIVIDADES DA IGREJA,EXCLUEM ELA POR UM ERRO QUE JESUS PERDOOU.

    ISSO ESTA ACONTECENDO NA NOSSA IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS”ME ENTRISTECI E MUITO”;IRMÃOS JUÍZES,HIPÓCRITAS.
    QUEM MORREU POR NOSSOS PECADOS?

    VOU DIRETO AO PONTO CONHECI UMA MULHER DIVORCIADA,QUE É REPUDIADA POR NOSSA IGREJA;EU SOU SOLTEIRO;ELA DIVORCIADA
    QUERIA PODER DAR UMA VIDA ABENÇOADA PARA ELA,ELA QUER SER MISSIONÁRIA,COOPERAR NA IGREJA,MAS ISSO A IMPEDE;POR QUE ESTÁ SOBRE A MALDIÇÃO DO DIVÓRCIO”ISSO IMPOSTO POR MEMBROS DE NOSSA IGREJA”.

    PREGAMOS IGUALDADE,QUE JESUS NÃO LEMBRARÁ DOS PECADOS;QUE AS COISAS VELHAS SE PASSARAM E TUDO SE FEZ NOVO;MAS SERÁ QUE VIVEMOS ISSO?O QUE VOCÊ ME DIZ DISSO?

    EU QUERO SABER,SOU PREGADOR E VOU DIZER O QUE?
    TUDO FOI PERDOADO,ESTA FALTANDO MATURIDADE CRISTÃ,PEGAM VERSÍCULOS ISOLADOS,E VEM ME FALAR EM UNIÃO.EU AMO A DEUS E AMO MINHA IGREJA” ASSEMBLÉIA DE DEUS”;MAS NÃO CONCORDO COM ESSA INDIFERENÇA.
    ELA QUER SAIR DA IGREJA,POR QUE O MUNDO ACEITA ELA,VAMOS FICAR AFASTANDO IRMÃOS DA IGREJA.

    COMO PREGAR A UM DIVORCIADO MUNDANO?”ELA ESTAVA NO MUNDO,QUANDO CASOU”;VENHA PARA JESUS,ACEITA A CRISTO;MAS NÃO PODERÁ PARTICIPAR DE NADA,FICARÁ NO BANCO;POR QUE VOCÊ É DIVORCIADA.SE QUISER SER ACEITA NA IGREJA E PARTICIPAR DA IGREJA,ACEITE O MARIDO QUE TE BATIA E TE TRAIA E PODE VIR;É ASSIM?

    1. Alexsander, Deus perdoa sim, porém a própria pessoa tem que por sua alegria em Deus e não em cargos ou ministérios eclesiásticos.

      Quem disse que um convertido, para ser feliz, precisa ser aceito pela congregação? Ou ter cargos na igreja? Ele tem que ser aceito é pelo Senhor e isso já foi feito, lá na cruz do calvário.

      A Graça de Deus é suficiente para todos nós.

      Se a congregação discrimina, não dá chances de se ter funções na igreja, seja submisso e faça o que Jesus mandou: pregue o evangelho a todas as criaturas que encontrar: parentes, amigos, vizinhos colegas, etc. Para isso não é necessário autorização da congregação, pois quem mandou é superior a todos os níveis hierárquicos de qualquer igreja, em qualquer lugar do mundo: Jesus Cristo, o cabeça da Igreja!

      Além disso, o ministério de oração e intercessão pode ser exercido em casa, na rua, no trabalho, sem necessidade de se ter cargo ou função na igreja. Na verdade, Deus está atento é ao coração da pessoa e não nos títulos que ela possui. Muitos homens e mulheres de Deus, na sua humildade e simplicidade, são mais valiosos aos olhos do Senhor que grandes líderes, pois no silêncio de seus quartos se colocam na brecha a favor de pessoas oprimidas e incapazes de se recorrerem à misericórdia de Deus. Os intercessores fazem isso em lugar delas.

      Por isso, amado, incentive essa sua amiga a permanecer na congregação, com gratidão e alegria pela salvação já alcançada. E a fazer o que Jesus realmente mandou que fizesse: “ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”.

      O Senhor abençoe vocês com o pleno entendimento do grande amor de Deus por ambos.

    2. A Paz, vc disse bem meu irmão, Jesus perdoa sim todos os nossos pecados mas tb foi bem claro “Vá e não peques mais”, Ora se um homem ou uma mulher adultera jesus perdoa desde que ele se arrependa e não volte a cometê-los.Isso é bem claro.

  17. Aqueles que se dizem homens de Deus e aconselham seus membros a se divorciarem estão decretando sua própria morte eo pior a morte daqueles que vão procurar ajuda e aconselhamento.Infelizmente existem muitos pastores divorcistas que estão no segundo e até no terceiro casamento, isso é triste.Todos se apegam no texto de mateus, mas no se pode se apegar apenas em um texto e, cujo conteudo, ao longo dos tempo foi modificado, alterado, é necessário verificar todo o contexto biblico.O que posso afirmar é que o 2º casamento só é permito no caso de viuvés.Por favor procurem pessoas com o conhecimento da palavra, não caiam em ciladas.A paz do Senhor.

  18. Me desculpem todos mas a palavra de Deus é única e genuína.Ela é clara, o divórcio é abominado por Deus e, o divorciado que se casa novamente e quem casa com ele(a) é ADÚLTERTO, e os adúlteros não herdarão o reino de Deus.Quanto a alegação de que não se conhecia a palavra na época que se divorciou e casou novamente, para Deus isso não procede (Levítico 5:17).Ora, dizer que não o amo mais, que ele(a) me humilhava, e tantas outras desculpas e muito simples são alegações para alimentar o desejo da carne.Jesus, liberta e muda carater, desde que o busque e a Ele seja fiel.Dizer ao contrário seria dizer que nosso Deus é limitado.Muitas provas vem, muitos desertos aparecem e isso Jesus nunca nos escondeu.Mas a prova e o deserto serve para nos moldar , nos fazer achegar mais ao Senhor.

  19. pastor jose adelson

    gostaria de saber , hoje vivo com uma mulher , ja foi casada,e faz 3 anos que ela separou no papel,no juiz, o ex- dela ainda e vivo e casou faz 3 anos tambem em uma igreja evangelica, eles tem uma filha de 21 anos que mora com nos, ja moro com ela faz 8 anos, e aceite jesus como senhor da minha vida de verdade, faz muito tempo que sempre ia em igrejas tanto catolica como evangelicara sempre li a bibilia sempre tive certeza, que um dia ia ser crente,pq DEUS sempre foi meu supermem, meu heroi, perante DEUS nesta situaçao que estou,mesmo casado, com ela na igreja, estarei em adulterio e pecado e nossas vidas sempre tera maldiçao, mesmo servindo DEUS em espirito e verdade, nao vale o tempo dela de ignorancia que nao conhecia a DEUS, de jaco, de isaque e israel,nao tera misericordia e compaixao de nos,DEUS

  20. preciso de um conselho:
    antes eu preciso começar do começo criei meus filhos dentro da igreja, uma igreja rígida a vista de muitos irmaos ,quando a minha filha mais tinha 16 anos ela começou um namoro com um rapaz nao crente. eu e o pai dela fomos contra mais ela insistia que amava ele e nao vivia sem eles casaram na igreja depois de 5 anos de namoro, mais ele sempre bebeu muito e jogava todo o dinheiro que ganhava, mais mesmo assim a ninha filha era frequente na igreja durante 4 anos de casamento a rotina da minha fiha e do meu genro era a mesma ele no buteco e ela no trabalho. devido as brigas constante deles a minha filha ha 3 anos perdeu a filha de 8 meses de gravidez. em janeiro de 2010 a minha filha mesmo contra a minha vontade pos nao concordo com separaçao ela se separou de seu marido. 4 meses depois dela ter separado começou a namorar um rapaz que estava freguentando a igreja mais ele tambem naõ é crente eu e meu marido vamos totalmente comtra mais assim ela foi com esse homen em maio de 20010. agora em 18 de abril ela teve um filho desse homem e naõ esta divorcida do seu 1º marido, eu naõ quis ir ao hospital e naõ fui ver o meu neto ainda. sei que a criança naõ tem culpa, sõ naõ cosingo aceitar a atitude da minha filha, por isso eu peço um conselho pois amo a minha filha mais sei que pela palavra de Deus ela está no pecado. muitos da minha familia estão contra mim diz ,a minha mãe disse que a minha atitude não e atitude de uma mãe cristá será que estou agindo tão errada?

    1. Irmã Lázara, você está errada sim, pois a síntese da vida cristã resume-se em amar. Jesus nos deu um novo mandamento, dizendo: assim como eu vos amei, que vos ameis uns aos outros. E como Ele nos amou? Dando Sua vida por nós, pecadores. Este é o mandamento de Jesus para nós: que, se necessário, entreguemos nossas vidas pelos pecadores.

      Sua filha está em pecado sim, mas é justamente nessa condição que ela mais necessita ser amada e ter a compreensão, no coração, do quanto ela é amada por Deus.

      E, o mais importante, irmã, é você saber claramente que não tem autoridade para julgar sua filha. Ou você nunca pecou? Se você nunca pecou, então pode julgar e condenar sua filha. Se você não tiver pecado, pode atirar pedra nela e condená-la. Mas, irmã, se tiver pecado, então você está numa grande enrascada, pois com o mesmo critério e peso que está julgando sua filha, você também será julgada por Deus.

      Você não deve concordar com o pecado dela, mas jamais deve deixar de amá-la. Mesmo se não fosse sua filha, ainda assim o mandamento de Deus é para que amemos aos pecadores.

      Vá lá, se humilhe e peça perdão à sua filha. Ame-a assim como você foi amada por Deus nos seus próprios pecados e transgressões. Ajude-a na criação e educação do neto e na edificação espiritual da vida dela. Dê exemplo de vida misericordiosa, pois é o próprio Senhor quem diz: “Misericórdia quero e não sacrifícios”.

      O Senhor lhe abençoe com quebrantamento no coração.

  21. Boa noite e que jesus lhe abençõe, muito obrigado por suas palavras de conforto e sabedoria, cada vez ele esta vindo mais ver a nossa filha, vejo que ele esta triste,minha filha sempre diz que ele é muito triste, cada vez eu oro mais por ele para que ele seja liberto,mais que seja feita a vontade do pai, se for para minha felicidade e a dele que ele volte transformado e restaurado no amor de nosso senhor jesus. fiquei muito feliz em receber sua resposta fique com deus. Eu creio que deus esta no controle de tudo. fico sempre na minha não procuro saber nada da vida dele, e se alguem vem falar algo dele a minha resposta é ,que deus o abençõe e não quero saber de nada. que a paz esteja com o senhor amem.

  22. Boa noite Pr., hoje venho lhe dizer que com o poder das minhas orações,cada dia que passa eu vejo que o meu marido que esta com outra, ele esta se aproximando mais de mim e de nossa filha, ele não vinha mais aqui em casa e agora esta vindo mais com frequencia, sempre pergunta a minha filha por alguma coisa que ele deixou aqui em casa se esta guardado, não sei o que ele quer peguntando por coisas que não interessa como por ex. ferramentas. estou muito triste porque ele não bebia e agora esta bebendo, o ultimo sabado que ele veio , veio com cheiro de bebida, não sei o que esta acontecendo com ele, so peço a deus que o liberte o transforme e o salve e que ele seja curado, de todo o mal amem. Que deus lhe abençõe e fique na paz do senhor Pr.

    1. Filha, é como lhe disse antes: a vida dele está ficando cada vez mais difícil com a outra. Eles estão em conflito e discussões e isso o tem levado à bebida, assim como o tem levado a ter saudades da família e do lar.

      Receba-o com paciência e brandura, sem discussão e sem cobrança. Seja dura, no entanto, na questão da bebida. Não concorde com esse vício, pois ele pode destruir mais ainda a vida de seu marido, assim como a paz em seu lar. Se for para voltar, que seja liberto da bebida, pois caso contrário, melhor ficar sem marido.

      Que o Senhor lhe abençoe com sabedoria.

  23. Ola Pastor, o senhor é uma benção, ter este saite que nos fortalece a cada dia com suas palavras de conforto, hoje passei por aqui para lhe pedir mais uma palavra. quero lhe dizer que continuo orando para que se for da vontade de deus ele toque no coração do meu marido para que ele volte para casa.hoje as 15:45 o meu marido veio aqui em casa ver a minha filha ,fazia um ano que ele não entrava em minha casa, hoje para honra e gloria do senhor ele entrou e ficou muito tempo dentro do quarto da minha filha conversando com ela, fiquei sem saber o que faria mais agradeci ao senhor por ele esta em minha casa, fiquei sem palavras ,o que faço quando acontecer outra vez? que deus lhe proteja e lhe ilumine amem.

    1. Filha, suas orações já estão surtindo efeito. Esta visita de seu marido já é um bom sinal de que ele poderá retornar em definitivo.

      Certamente que a mulher com quem ele está agora vai cobrar explicações dele. Ela deve ter ficado muito brava com ele por ter ido à sua casa, pois isso para ela é uma grande ameaça. E nesse processo de discussão, pode haver um início de ruptura da relação de ambos.

      Por isso, espere com paciência, em oração. Se ele for novamente (e eu creio que irá) não cobre nada dele, mas seja gentil e educada somente.

      Deus poderá mostrar a ele as diferenças entre você e ela e fazer com que ele se arrependa e volte ao lar. Continue orando, tanto por ele, quanto por ela, para que ela também se arrependa e volte ao seu próprio lar.

      “Bom é aguardar a salvação do SENHOR, e isso, em silêncio” (Lm 3:26)

  24. Olá, que deus lhe abençõe, so tenho que lhe agradecer pelas palavras de conforto, o senhor é uma benção, as suas palavras me fortalece e me engrandece na fé, eu a cada dia que passa eu creio mais no poder de nosso senhor sei que ele é o unico que não me abandona em momento em algum,jamais vou desistir de lutar pelo meu marido, estou fazendo a minha parte perseverando sempre em minhas orações e não desistir nunca, eu creio se for da vontade do senhor , deus vai colocar o meu marido de volta na minha vida, eu creio que deus é o deus do impossivel, eu creio na palavra do nosso senhor, e procuro segui-la sem restrinção, porque deus é meu meu salvador, que deus seja louvado amem.

  25. Hoje passei nesse site e gostei muito,de ler os testemunhos gostaria de uma orientação e uma palavra de conforto, ha cinco anos o meu marido conheceu uma mulher casada e se envolveu com ela , e nos deixou eu e nossa filha eramos uma familia de deus, eramos muito felizes. ja sofri bastante mais entreguei na mão do senhor, sei que ele vai resolver a minha situação,porque eu creio no poder de nosso senhor sei que deus não abandona um filho seu, ele me despreza e a minha filha, mais com todo desprezo eu o amo e ja o perdoei pela traição, oro todos os dias para que ele se liberte e seja tocado pelo o espirito santo, não sei mais o que fazer ,peço que me ajude a continuar lutando, me de uma orientação por favor, espero respostas ,que deus lhe abençõe amem.

    1. Filha, a orientação que posso dar-lhe é que persevere em oração, crendo que Deus é poderoso para falar ao seu marido do pecado dele e também do erro que está cometendo em abandonar a família.

      Se ele convencer-se do seu pecado e arrepender-se, poderá retornar para você e sua filha. Mas, mesmo que isso não aconteça, saiba que há um Noivo lhe esperando no céu, que é Jesus: fiel e amoroso e que nunca lhe decepcionará, nem lhe causará a menor tristeza.

      Continue na presença do Senhor e não se envolva com outro homem, aguardando a graça de Deus em sua vida e no seu lar.

      “E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo” (Rm 15:13)

  26. Rute, li o seu testemunho com muita dor, pois sei como é passar por tudo isso… mas posso te dizer com CERTEZA varoa: ele te traíu, adultério!!!Traição!!! e você assim mesmo, ô perdôou e pediu pra voltar….você fez a sua parte de cristã…. está livre pela Palavra do Senhor: “Mateus 5, 31 e 32:
    31 Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher, dê-lhe carta de desquite.
    32 Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.
    Amém? fique tranquila: ore ao Senhor para por um varão de guerra em sua vida abençoada!!! que ele te faça MUITO Feliz abençoada!!! que te respeite e te ame de todo coração e com toda a fé e respeito para com você e com Cristo Jesus!!! O que está aqui, vale para todos que estão passando pela mesma situação ou parecida!!! Se casou? é para SEMPRE IRMÃOS E IRMÃS, A NÃO SER POR MORTE OU POR TRAIÇÃO, amém? Glórias à Deus!!!

  27. Carlos, sem dúvida é possível sim. A Deus tudo é possível.

    Vá até sua esposa e peça-lhe perdão pelos seus pecados contra ela, assim como perdoe-a pelos pecados dela e comece a orar a Deus pedindo restauração da aliança entre vocês.

    Que o Senhor lhe guarde de todo mal.

  28. OI EU TO SEPARADO DE MINHA ESPOSA E 9 MESES BEJEI OUTRA MULHER E TIVEMOS MUITAS BRIGAS E DISCUÇÃO E SEPARAMOS A FAMILIA DELA ME ODEIA EU AINDA AMO ELA TEMOS UMA FILHA DE 1 ANO E 3 MESES É POSSIVEL MEU CSAMENTO SER RESTAURADO?

  29. Bom…meu divórcio sai daqui 2 meses…sou evangélica há 12 anos…Casei-me com tudo certo, como se dizem:”como manda o figurino”…foram 5 anos de muita dor, rejeição, humilhação, agressão física e emocional…mts mais. Era mandada embora constantemente de casa e meu ex marido dizia sempre que nunca me amou e nem sabia pq havia casado comigo. Chegou a dizer com a Bíblia na mão que iria fazer de tudo para eu errar no casamento para que assim ele pudesse sair livre nessa história. Me mandava procurar “homem na rua” e dizia que eu teria 3 casamentos frustrados, como havia acontecido com minha mãe (que ainda não é convertida à Cristo). Até que fui agredida pela última vez por ele há um ano atrás e depois me mandou embora de casa. Decidi sair de casa e pedi a separação e nesse pequeno tempo conheci alguém, onde tenho consciência e confissão do meu pecado.
    Estou ainda sofrendo muito porque eu não sei verdadeiramente o que pensar….no que mereço, no que posso fazer…naquilo que posso seguir…Vi meus sonhos irem embora…Sei que Deus me perdõou…mais o que posso esperar realmente da minha vida…Posso constituir família de novo?
    Deixo claro que sei que divórcio desagrada o coração de Deus…mais sei também que não há possibilidades de volta…Tenho muito medo dele e de suas ameaças..a última foi que gostaria de acabar com minha vida e a vida da pessoa que hoje estou caminhando para um novo relacionamento….Quero paz…e fazer o que Deus quer que eu faça.

    1. Alessa, o divórcio é permitido somente em caso de adultério. Caso de violência deve ser tratado na polícia, sem divórcio.

      A esposa tem direito a se defender das atitudes violentas do marido, chamando a polícia, mas deve continuar casada com ele, mesmo que separada de corpos. E, se ele for preso, por causas das agressões, ela continua casada e deve fazer tudo o que for ao seu alcance para dar um bom testemunho.

      Continuar o relacionamento com essa outra pessoa é pecado de adultério.

      Que o Senhor seja o resgatador de seu marido e que haja paz e harmonia no seu lar

    2. Alessa, o que direi nao é para ser pego como exemplo, mas como reflexao. Ninguém pode julgar, condenar ninguém. Pois fazendo assim, tomaria o lugar de Deus, Pois so’ Deus sonda os nossos coraçoes..Numa situaçao horrivel como a tua, ou até mesmo pior, so’ quem passa é que pode saber se pode aguentar ou nao estar ao lado da pessoa. Orar, esperar uma resposta de Deus ao teu coraçao, claro que o desejo é de largar e viver a vida como todos nos merecemos ser felizes. Mas, qdo a pessoa em oraçao, lendo a Palavra, sentir a paz e Deus resolver a situaçao. Nao vou usar o verso Deus odeia o divorcio, pois na Biblia que leio, esta’ escrito repudio…So’ sei que terminar um relacionamento, tentando começar um outro, fica dificil resolver um como o outro, Eu fui casada com um pastor, ou seja, os dois cristaos, chegamos ao ponto de vermos nao existir mais o amor, depois de muitas tentativas, nos separamos, depois de alguns anos,nos divorciamos. Ele casou novamente, e eu tb…. O que dizer, somos adulteros? sera’ Deus a julgar e condenar. Ele continua no ministério? sim.. a igreja o ama e o respeita. Eu casei novamente? sim…..o meu filho, fizemos de tudo para protege-lo da maldade que o circulava, ou seja, os proprios adultos, sao eles a criarem duvidas e problemas nas crianças, ja’ a separaçao é dolorosa, mas as pessoas podem piorar!! O meu filho com 7 anos, chorando veio a mim e disse: mae nao aguento mais essas pessoas que me olham e dizem o qto sofro, o qto sou infeliz e o qto choro! mas isso nao é verdade!! vou acabar sofrendo mesmo!!! Entao, me afastei dessas supostas amizades ou parentes, onde querem ver um triste fim num divorcio… Nao digo a ninguém para se divorciar, mas ver todos os meios e recursos, sem o medo da condenaçao da igreja que coloca nas mentes das pessoas as duvidas, os medos, o senso de culpa, e ai a pessoa em vez de sentir a paz que Cristo da’, sente sim, a condenaçao!! Eu tb penso se um ou os dois veem que nao da’ mais, pois chegando às violencias fisicas, acabou o respeito! E é caso de policia sim, e nao vou ser eu a dizer que vc deve perdoar e ficar com ele, visitar, levar bolo e uma flor. Perdoar sim, mas ficar juntos, nao digo, isso vc quem deve sentir e ver se ainda existe o amor…Precisa de muita sabedoria e nao se deixar manipular, pois nesse estado em que vc se encontra, é facilmente manipulada por todos os conselheiros da vida, sejam quem for. Busque em Deus a soluçao!!! E ve se ainda existe amor. Hoje nao sinto senso de culpa, nao me sinto condenada por Deus e nem o pai do meu filho. Ele é feliz no novo casamento, no ministério…. Deus julga cada um e cada situaçao! A igreja julga e condena, em nome de Deus, se for preciso, mude de igreja e procure uma que seja menos dura e esteja no lugar de Deus. Te desejo paz, calma, tranquilidade e soluçao. Mas, unica coisa que posso dizer mais uma vez, que é complicado resolver uma situaçao com outra situaçao no meio…Nisso sim, qdo a pessoa é sozinha com Deus, resolve mais rapido e melhor, pois corre o risco de pensar que achou alguém melhor e so’ trocar… Mas nao, procuramos o perdao e ajuda de Deus, Deus te abençoe!!

  30. Muitas vezes a Palavra de Deus e radical e nao podemos mudar nem um til do que foi escrito. O que deve governar a nossas vidas e o amor, porque o amor encobre uma multidao de pecados. Por outro lado, devemos guardar todos os preceitos de Deus, porque aquele que tem os seus mandamentos e os Guarda, este e que o ama. Nao podemos criar doutrinas que nao existem ou pregar o que ja foi pregado, nem satisfazer o desejo de todos usando a Palavra. Jesus disse que o julgo d’Ele e suave e leve, mas a dureza dos nossos coracoes impede que troquemos estes julgos, pois nos acostumamos facilmente com o pecado. A misericordia de Deus triunfa sobre o juizo e oxala a nossa tambem, contudo, nem todos os casos de divorcios ou separacoes estarao dentro desta “lei divina” porque o homem e conveniente demais. Portanto, se necessario obedecer as regras basicas, quando nao se sabe da profundidade de cada caso. Que Deus possa nos ajudar a se conscientizar acima de tudo, pois cada um sabe de sua vida com Ele, contudo, devemos nos lembrar que, so existe um Deus para todos e nao cada qual com seu deus…Deus abencoe a todos.

  31. Irmãos a responsabilidade de quem aconselha é muito séria, temos tendência para atar pesados feixes sobre os ombros das pessoas, somos maus usando o nome de Jesus, os divorciados estão desesperados, criamos uma nova heresia anti-bíblica, pena de morte para quem errou escolhendo mau o seu conjuge, condenação ao selibato, também está escrito é melhor casar do que andar abrasado, há vários contextos bíblicos, em Esdras o próprio Deus manda repudiar as mulheres estranhas, Deus julgará caso a caso, julgará os reais motivos da separação, Ele é Juíz, não sai condenando todo mundo, nunca devemos colocar ponto final em casos polemicos, quando Jesus diz “a não ser por relação sexual ilícita” não diz que sim e nem que não para o novo casamento, creio que o fato de sermos radicais, estamos destruindo vidas e Deus nos pedirá contas disso.

  32. Ana, li o seu relato. Me parece que voce e uma pessoa sincera e mais ainda que teme ao Senhor, pois, tem a preocupacao de saber o que a Palavra Diz a respeito de casos como o seu. Seu caso e o de muitos, inclusive tenho amigos vivendo o mesmo problema, contudo, a sua pergunta esta chegando um tanto tarde demais, nada que nao de para contornar, mas se voce realmente deseja fazer a vontade de Deus e se essa e realmente a sua determinacao, voce tera que ser forte, pois a Palavra de Deus nao deixa duvidas quanto a novo casamento nestas circunstancias, ou seja, para ser mais claro, biblicamente voce nao deveria nem estar noivo deste rapaz. O que acontece e que as pessoas se envolvem primeiro e perguntam depois, isso e comum quando queremos ouvir um sim onde nao cabe tal resposta. As pessoas comecam os relacionamentos de forma totalmente errada quando o padrao e a Biblia, primeiro se relacionam no sentido CORPO+ALMA+ESPIRITO, enquanto na verdade deveria ser exatamente o oposto, ESPIRITO+ALMA+CORPO, desta forma a chance de erros sao muito limitadas, porque o namoro que comeca assim e regado com muitas oracoes. O espirito humano nao se envolve com a alma ou o corpo, antes luta contra eles buscando a presenca do Senhor, pois a Palavra diz que a carne e fraca, mas o espirito esta sempre pronto. Pronto a exaltar o nome de Jesus e dar louvores a Deus atraves das nossa vidas. Quando o namoro comeca no Corpo ou na Alma, a situacao comeca a complicar, pois e pessoa se atira numa rede de paixoes, admiracoes e consequentemente nao suportam a espera e quebram um principio de Deus. A Palavra casamento quer dizer Coito, ou sendo mais claro, relacao sexual. O Homem ou a Mulher se tornam UM quando se casam, se relacionam, fazem sexo, isso tudo esta previsto no plano de Deus. Mas voce, que e uma pessoa livre, apesar de nao ter falado ao seu respeito, poderia procurar uma pessoa nas mesmas condicoes que voce, desta forma voce estaria livre diante de Deus, contudo, se voce se casa com uma pessoa divorciada quando ele foi a razao do divorcio, nao ela, voce se torna adultera tambem. Gostaria de usar outro termo, mas contudo, biblicamente falando nao existe. Quanto ao moco, nao existe impossivel para Deus, se ele lutasse pelo seu casamento diante de Deus, com toda certeza ele estaria reatado com ela, ianda mais que segundo voce ou ele, nao houve envolvimento sexual, mas o fato de nao ter havido envolvimento sexual, nao o exclui de haver cometido adulterio, pois Jesus disse, que para ser um adultero bastaria se imaginar com a pessoa e ja teria cometido este pecado. Mas parece que no caso nao houve so a intencao dele, ouve tambem um envolvimento emocional que chegou ao conhecimento do conjuje, o que sem duvida agrava mais o problema. Sinto muito por voce Ana, porque Deus ama a sua vida e a vida dele tambem. Gostaria com toda a sinceridade do meu coracao, apesar de nao ser ninguem que voce conheca, mas apenas um servo do Senhor, de te dizer para voce se casar com ele, pois sei que e o que voces querem, mas infelizmente a Biblia nao da essa opcao para voces.
    Desculpe a minha posicao diante do seu caso, sou seu irmao em Cristo e dou esta posicao com muito temor no meu coracao. Que Jesus te abencoe muito e faca voce entender que na Palavra d’Ele existem principios que sao imutaveis, este do casamento, no seu caso, por exemplo e um deles.

    Vander Guerhardt.
    Florida – USA.

  33. Olá Pastor
    O Senhor é uma bênção e o site tenho certeza que ajuda a muitas pessoas que não têm com quem se aconselhar.

    Tenho uma grande dúvida que aflige o meu coração. Conheci um rapaz divorciado há cinco anos. Ele é crente e a sua ex esposa também era crente. Eles se separaram por motivo de traição da parte dele. Embora não tenha havido relacionamento sexual dele com a pessoa, envolveu-se emocionalmente e a esposa ficou sabendo e não quis perdoá-lo. Divorciaram-se e cinco anos depois o conheci e estamos noivos. É uma pessoa maravilhosa que arrependeu-se, sofreu muito com o fim do casamento, porque participava ativamente da obra do Senhor e com o Divórcio não pôde mais participar e acabou sendo disciplinado pelo envolvimento emocional com outra pessoa. Tem um amor muito grande a Deus e quer realmente casar comigo, porém eu estou com dúvida se casando com ele estarei em adultério. O que fazer? ele deve permanecer sozinho para toda a vida, já que a ex esposa não quis mais reatar o relacionamento? A graça de Deus permitirá que ele tenha uma nova vida ou devemos acabar com o noivado?
    Aguardo uma resposta

    1. Ana, certamente vocês estarão em adultério, pois aos olhos da Lei de Deus, ele continua casado. O que se espera dele é que continue orando a Deus pela restauração do casamento. O Senhor pode operar a favor dele, visitando a esposa e convencendo-a do pecado de não perdoar, do pecado de abandonar o marido às tentações da carne.

      Ele não tem DIREITO a um segundo casamento. Isso só poderá acontecer se Deus tiver misericórdia dele, vendo-lhe o desejo sincero de reatamento com a esposa e vendo a irredutibilidade dela. Deus conhece os corações das pessoas e somente Ele sabe quem dizer se esse homem está verdadeiramente arrependido, se a esposa está de fato decidida a nunca mais retomar o casamento e também se é impossível ao homem permanecer só, sem pecar sexualmente.

      Nesses casos, a misericórdia de Deus triunfa sobre o juízo. E ele saberá que Deus está usando de misericórdia se as coisas começarem a fluir naturalmente, sem necessidade de batalhas, sem necessidade de se forçar a barra, sem sofrimento da parte dos envolvidos. A misericórdia do Senhor é terna.

      Filha, você é livre para casar-se com quem quiser. Ore ao Senhor, pedindo que conceda-lhe a graça de casar-se com alguém livre também e assim vocês possam constiuir um lar feliz, sem lembranças tristes, sem traumas ou acusações de quem quer que seja.

      Que o Senhor lhe abençoe com graça, paz e sabedoria no coração.

  34. Rute,

    que a paz do Senhor Jesus esteja em seu coração. Li com carinho todo o seu testemunho e compreendo a sua aflição com relação à sua situação.

    Filha, nem todos os que estão nas igrejas são nascidos de novo. Nem todos os que estão nos púlpitos são filhos de Deus, mas sim filhos das trevas. Nem todos os que pregam, ensinam são ungidos pelo Senhor.

    O próprio Espírito Santo é quem nos alerta a esse respeito, conforme 1 Tm 4. Existe joio no meio do trigo. Existem demônios usando “líderes espirituais” nos púlpitos. Por isso a nossa obrigação (todos nós) de lermos a Bíblia para que possamos julgar tudo o que ouvimos ou que lemos. Não podemos julgar a pessoa, mas devemos julgar o que ela fala ou escreve.

    Esse homem, pelo que você relata, nunca nasceu de novo. É um pobre coitado, como tantos outros que estão condenados pelo seu pecado. O que ele faz, se não se arrepender, o condenará no Grande Tribunal.

    Não lhe aconselho a orar pela restauração de seu casamento, mas sim, exclusivamente pela salvação da alma dele. A situação conjugal dele está tão complicada que só Deus tem uma solução. Biblicamente, ele deveria voltar para a primeira esposa e não para você. Mas é a Deus que cabe dar a palavra final, devido ao tamanho da confusão em que ele se meteu. E, se Deus for restaurar o seu casamento, que seja depois que seu marido tiver nascido de novo, nova criatura. Verdadeiramente arrependido, transformado. Caso contrário, você estará vivendo um inferno novamente, em jugo desigual.

    Filha, você está corretíssima em continuar mantendo toda a sua fonte de alegria no Senhor e não em homem algum. Nem mesmo ministério pode ser maior do que a alegria pela nossa salvação. E essa já a temos. Portanto, mesmo em grandes tribulações, o cristão tem a obrigação de ser feliz, porque já recebeu do Senhor tudo o que ele precisa.

    Continue na sua prática cristã diária, orando pelos que sofrem, aconselhando, sendo sal e luz em todos os seus relacionamentos. E ore por esse homem, pelas mulheres com quem ele se envolveu ou está envolvido, mas ore também pelos líderes dele, que estão cegos.

    E filha, seja paciente, porque o Senhor pode mudar sua vida, porque Ele é misericordioso e compassivo. Ele nos consola, nos trata com grande ternura.

    “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus. Porque, assim como os sofrimentos de Cristo se manifestam em grande medida a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo” (2 Co 1:3-5).

    Minha oração é que o Senhor lhe abençoe e guarde de todo o mal. Que Ele faça resplandecer o Seu rosto sobre você e tenha misericórdia do seu sofrimento. Que o Senhor levante o Seu rosto para você, contemplando o seu sofrimento e lhe dê paz no coração.

  35. Eu queria que os amigos me explicassem o que é absoluto? quando se lê a biblia podemos verificar que há questoes de tempo e cultura. Então isso implica em dizer que a verdade absoluta é o amor de DEUS; e que o amor de Deus ultrapassa as barreiras e principalmente os nossos julgamentos. conheci muitas igrejas que nao batizavam algumas pessoas porque estes nao eram casado civilmente. e essas pessoas passaram a vida toda na igreja, adorando, vivendo uma vida de piedade, mais nao vao para o céu porque para igreja estao em pecado. Ai vc chega em um campo missionario africando aonde o casamento civil não existe… e ai? quantas pessoas nao foram excluidas e condenadas ao infernos porque algum tempo atras assistiram televisao, porque o tv para os crentes do passado era o objeto de satanas! ai o televisao se converteu, hj pastores e mais pastores tem programas etc. o que eu quero explicar é: quem somos nós para julgar ou condenar alguem pelo segundo casamento ou divorcio… se vcs vivessem no campo missionario, vcs saberiam que lá o amor ultrapassa tudo!!! as vezes penso que o amor de alguns pais é maior que o amor do Deus pregado em algumas igrejas… mais graças a Deus que o amor Dele ultrapassa nossos julgamentos… em fim, para mim aqueles que sao casados em amor sejam felizes, porém não condenarei aqueles que passaram por um divorcio e hj estao em um segundo casamento…. o importante é que Deus não vê como o homem vê, Ele vê o coração… e nos amam. e como missionario o meu desejo é ver todos no céu.

    1. Parabéns…. otima palavra! Sinceramente nao é comum ouvir palavras edificantes como estas, pois em muitos blogs o que mais estou lendo sao palavras de condenaçao eterna… julgamentos! Muitos lideres sentaram no trono de Deus e estao julgando! E claro, muitos membros reptindo o que aprendem dos pulpitos. Quem dera o senhor pudesse ir em varios outros blogs e dar este testemunho do verdadeiro amor de Deus. Agradeço a Deus pela sua vida…..

  36. Quanto a mim Vander, é como disse nos escritos acima, não deixo em momento nenhum de acreditar que Deus faz um manancial em meio ao deserto. E ah… como eu acredito nisso!!!
    A questão é que no meu caso, e por isso, coloquei aqui exposto, meu ex-marido já teve várias situações destas e portanto, constitui-se em prática durante anos, seja antes de ser crente ou pós ser crente e hoje, eu conheço as ex-mulheres dele que somente Deus foi as que manteve de pé. Inclusive conheço as que depois de se dizer servo, ele enganou e destruiu, com os mesmos passos.

    Então, eu não posso querer que Deus restaure a minha vida e meu casamento só porque eu desejo isso, uma vez que as mulheres para trás também desejam. Seria egoísmo da minha parte.
    Por isso, é que digo que acredito firmemente que Deus restaurará a minha história, porque com Deus a minha Aliança está firme. Assim, como sempre esteve firme e intacta com meu ex-marido, porém, ele quebrou e hoje, ele já fez novas e novas alianças após a nossa história, inclusive de viver maritalmente com outras mulheres.

    Creio que Deus restaura a história de quem fica e que em cada situação o próprio Cristo teve sabedoria de analisar cada caso.

    Muitas vezes queremos que as pessoas ajam ou façam coisas que nem mesmo o próprio Cristo orienta.

    As atitudes do meu ex-marido dentro de casa, em especial, em relação ao casamento, foi sempre de deboche. Estar em cima do púlpito ou fora dele, sempre foi motivo de falar que faria o que quisesse, inclusive quando Deus o advertiu por várias vezes de maneira pessoal, ele sempre dizia que não via problema de abrir mão do casamento… e somente depois de um tempo, quando descobri todo o plano dele, foi que entendemos o porque que para ele casamento tanto fazia, porque isso já era prática.

    Eu hoje tenho um ministério de aconselhamento e realmente, seja antes ou depois do início do ministério, já vi por várias vezes Deus brotar água em meio a deserto, casamentos que estavam desfeitos, hoje serem refeitos, mas nunca esqueça que casamento também é um aliança.

    E por isso, falei em relação ao povo do Egito.
    O povo foi liberto do Egito, mas o coração ficou no Egito e embora, todas as tentativas de Deus de reconciliação com o povo, as promessas não foram alcançada por todos, apesar de ter sido prometidas para todo o pvo, e isso não aconteceu não porque Deus não fez, ou não quis, mas porque o povo não quis… a promessa continuou para outra geração que teve coragem e obediência a cumprir aos mandamentos de Deus para conquistá-la.

    O casamento não foge a real referência que a bíblia faz de aliança. É tanto que simbolicamente a aliança é usada pelos noivos.

  37. Meu Deus fico preocupado quando vejo tanta gente precisando de ajuda na area do casamento e, ainda fico muito triste de ver que o divorcio virou uma disputa, onde as pessoas, desesperadas para solucionar seus problemas de relacionamento conjugal, tentam achar na Palavra de Deus, algum versiculo, nem que seja isolado, para sair dessa aflicao. Parabenizo o Pastor Jose Adelson porque ele em momento nenhum se mostra irredutivel ou trata deste assunto com ferro e fogo, mas manifesta a graca do Senhor ao mostrar as pessoas afligidas por este mal do seculo, o caminho tracado na Palavra de Deus para solucionar o que parece as vistas dos leitores impossivel, ou seja, a reconciliacao, alias, e para isso que fomos chamados, para o ministerio da reconciliacao, nunca para trazer separacao. Existe um mandamento que diz claramente …” o que Deus uniu, nao separe o homem…” sabio e quem segue os preceitos de Deus. Problemas sempre existiram e sempre existirao, mas se renovamos a nossa mente com a Palavra de Deus, vamos experimentar, a Boa e perfeita vontade de Deus em nossas vidas. Eu sei que isso parece facil para mim que tenho um casamento maravilhoso, mas tenho me colocado na posicao de voces e vejo como e dificil estar nesta posicao. Acredito como sempre aconselha este pastor sabio, que a reconciliacao e o caminho, pois nao podemos nos conformar com as coisas desse mundo, ou seja, usar a forma mundana, para julgar os nossos problemas. Nao nao precisamos andar assim, temos um Deus maravilhoso que a tudo ve e se manisfesta para aqueles que o busca e sacrificam a propria carne para se santificar, pois, como tenho usado romanos 12, apresentemos os nossos corpos como sacrificio vivo a Deus, isso, so e possivel, se renovarmos a nossa mente, do contrario, faremos, exatamente o oposto. Acredito, que muitos ate ja sabem as respostas das suas perguntas, mas no desespero procuram apoio para aplacar as suas insatisfacoes. So sei de uma coisa, Deus ama muito a sua vida e quer que voce se reconcilie-se com o seu conjuje esta e a palavra….”pois o que para o homem e impossivel e possivel para Deus…” Ja vi muitos casamentos restaurados, e que estavam totalmente destruidos, sem vida, sem vigor, afundado num mar de magoas, onde nao se via amor algum, mas Deus o criador do amor, fez mais uma vez o amor brotar no meio de um coracao desertico e o fez florescer…coisa incrivel! coisa que so Deus pode fazer. Portanto, nao diga que Deus nao pode restaurar o seu casamento que eu nao tenho nem o direito de nao acreditar nisso.
    Que Deus abencoe a todos os irmaos e os fortaleca em Cristo Jesus.

    Vander Guerhardt.
    Florida – USA.

  38. A paz do Senhor pastor José Adelson.

    Bem, conheci este site há pouco tempo e já li muitas coisas que aqui estão registradas e, graças a Deus, o maior intuito é a Graça do Senhor. Louvo a Deus por sua vida.

    Gostaria de pedir algumas orientações, acerca das suas colocações feitas sobre a questão do novo casamento… e pediria que para resposta, avaliasse o resumo da minha história abaixo.

    Fui casada durante 9 meses (atualmente, estou separada jucialmente).

    Quando conheci meu ex-marido, sabia que ele tinha sido casado, porém, o casamento e divórcio dele aconteceu antes de qualquer contato dele com Jesus. Quando o conheci ele já era separado há 5 anos.

    E aí quando namoramos, noivamos e casamos, levei em consideração que tudo para trás que aconteceu na vida dele, foi antes de ter Jesus na vida dele.

    Sempre tive no meu coração de me casar e este ser para sempre, porque creio na Palavra do Senhor.

    Meu ex-marido era pastor intinerante da nossa congregação e eu era sua ajudadora em tudo, porque apesar de esposa de pastor, a obra do Senhor é algo quisto por mim, antes dele. Quando me uni a ele, isso agregou valores e ganhou forças para eu continuar algo que antes existia com certeza e ação.

    No início do nosso casamento, com mais ou menos 1 mês, muitas coisas começaram acontecer. Quando eu o abraçava, eu parecia que abraçava um “porco espinho”. Aproximava-me e logo ele abria repulsa.
    Procurava fazer o possível para contornar a situação, porém, com o tempo a situação foi se tornando pior.
    Comecei a notar que ele tinha alguns hábitos de dores na cabeça, dor no estômago, dor na perna e sempre dormia muito tarde e ele fazia tudo para cooperar para que isto piorava. Tipo: tomava café na madrugada (sem necessidade). Comia tudo que não devia. Fazia esforços nas pernas que só gerariam mais dor.
    Enfim, comecei a notar que muitas coisas estavam erradas e orava muito por tudo isso, procurando cumprir em tudo meu papel de esposa, ajudadora.
    Um dia sentei no computador da nossa casa e tinha muitas e muitas fotos pornográficas e todas fotos salvas por ele no computador.
    E eu orava muito para ter sabedoria em lidar com tudo isso.
    Ele era um tipo de pessoa, que se envaidecia muito, em especial quando pregava, quando alguém o chamava de homem de Deus. Diariamente ele vivia dando caronas para várias irmãs, em especial, para uma irmã nova convertida casada que ajudávamos. E esta irmã passou a idolatrá-lo.
    Enfim, ele já era ausente… e a cada dia se tornou mais ausente.

    Ele vivia se masturbando, vivia em sites pornográficos e quando tinha relação sexual comigo, chamava-me de nomes horríveis. Era como se eu fosse um vaso e ele uma plantinha.
    Como eu era o vaso, a plantinha viveria normalmente sem o vaso.

    Enfim, cada dia era uma luta. Para ele nunca foi problema passar a tarde e noite em site pornográfico e logo após ir servir a Santa Ceia.

    Por sinal, ele só levava tempo de dizer tudo de ruim sobre mim.

    Ele não gostava de conversar, dialogarmos, a não ser sobre como foi a pregação dele e do quanto o negócio dele era trabalhar para Deus.

    Era uma situação complexa e muito rica em detalhes. Cada coisa encaixava-se na outra.

    Devido ele dormir sempre tarde (4 horas da manhã), um dia vi uma conversa intima dele com uma pessoa gravada no computador.
    Eu perguntei e ele me justificou de uma maneira super louca e sem nexo.

    Deixei para lá e continuei a orar.

    Ele vivia dizendo que ia dá umas voltas, viajar.
    Dizia que eu poderia ir embora, que para ele tanto fazia.
    Sempre dizia que viveria tranquilamente sem a minha presença.

    Diariamente, o Senhor dizia no meu coração que não temesse, que Ele estava comigo. Deus falava comigo na Palavra, em sonhos. Enfim, Deus sempre esteve comigo, dando-me direção.

    Ele começou a me dizer que eu era louca, desequilibrada, dizer que eu tinha sido criada de maneira errada, acusava-me de coisas que nunca faziam sentido.

    Ele dizia que abriria mão de mim por Deus, como se eu tivesse abrindo concorrência com Deus ou como se não fosse prazer meu servir ao Senhor.

    Era algo de gente perturbada.
    Mas, que todas as vezes que eu tinha qualquer conversa com ele, ele não queria falar, dizia que queria se divorciar.

    Ele me deixava em casa trancada e saia e voltava horas depois como se nada tivesse acontecido.

    E eu ainda tinha que sorrir na igreja ao lado dele.

    Um dia sentei novamente no computador porque senti Deus me guiando.

    E então, eu descobri a senha do e-mail dele e descobri várias e vários relacionamentos que ele mantinha. E todos ele colocava Deus, o Espírito Santo no meio.

    Algumas pessoas eram jovens, outras mais senhoras, mas todas ele gerava um relacionamento de romance.

    Em todas ele dizia ser um homem livre.

    Ele tinha vários cadastros em sites de relacionamentos… as mensagens eram as mais apaixonadas possíveis.
    As mensagens eram diárias e todas eram desde antes do nosso casamento.

    Eu disse para ele sobre o que vi e ele disse, que fazia da vida o que quisesse.

    Enfim, fora estas coisas, muitos telefonemas, marcava encontros, eu saia e ele levava mulheres lá em casa.

    Aconselhava sempre sozinho.

    Enfim, eram muitas as brigas, até que ele disse que não aguentava mais e que queria se separar.

    Ele levantou o braço para me bater por duas vezes e disse que se pudesse me dava uma surra. Era como se tivesse desejo de destruir minha vida.

    Levamos o caso ao conhecimento do pastor presidente.

    Ele simplesmente zombava de mim e não acreditou em nada do que falava, mesmo eu dizendo que tinha provas.

    Guardei todas as provas dos e-mails, mas neste dia não mostrei.

    Ele simplesmente disse que eu podia ir embora e depois de uma situação insustentável, eu tive de sair de casa, se não ele me matava de ódio sem motivo.

    A casa desmoronava e ele só ia para internet todo dia, a toda hora.

    Depois de alguns dias que sai de casa, eu descobri que ele estava de encontro marcado em outro estado com uma irmã que ele conheceu na net, ele foi embora e até hoje, desde este dia vivem juntos.

    Na localidade que moro, ele me caluniou e me difamou na igreja e de lá tive de sair. Fui reconstruir minha vida em outra igreja. E ele foi embora do estado.

    Três meses depois que me separei de corpo, uma pessoa me procura, até aonde eu sabia, esta pessoa tinha sido uma namorada antiga, porém, ela me revela que eles viveram juntos durante 9 meses e que ele destruiu a vida dela em todas as áreas.

    Quando ela relatou a história vi que era a mesma minha história.

    Ela abandonou o Senhor, eu não. Ela se desviou dos caminhos do Senhor.
    Ele roubou ela, destruiu a reputação dela e espalhou que ela era louca.

    Esta mulher era psicóloga e mesmo assim, teve depressão seríssima.

    Ela me relatou que ele tinha vários relacionamento enquanto vivia com ela, inclusive alguns que descobri era desde a época dela.

    Depois da nossa conversa, ela viu que diante de uma mesma situação podemos ter atitudes diferentes e então, ela voltou para os caminhos do Senhor e retomou a vida.

    Hoje somos amigas.

    E ele, vive junto com esta irmã, prega normalmente nas igrejas e dias depois que nos separamos logo queria o divórcio.

    O divórcio sai em alguns meses.

    Eu creio que Deus usou minha vida, para antigir a vida desta mulher que viveu com ele.
    Eles tinham na época declaração de união estável, por isso, nunca descobri.

    A mulher que ele vive atualmente, eu cheguei a falar com ela, mas ela mostrou acreditar em mim, mas mesmo assim dias depois se encontrou com ele e hoje vivem este romance.

    Psicologicamente, acho que ele é um doente.
    Não tenho raiva, oro a Deus pela vida.

    Ele já fez isso com várias pessoas e sei que Deus o julgará.

    Meu coração tem paz.

    Vejo que a minha história com ele, foi igual a de todas as outras antes de mim e só fiquei sabendo disso depois.

    Creio num Deus que restaura casamentos, mas qual ele restaurará? Não posso pedir que seja o meu, só porque a minha vida está em jogo.

    E desta mulher que ele enganou e que só conseguiu se situar na vida, depois que conheceu a minha história e viu que ele é doente.

    Descobri que a mulher que ele foi casado há 5 anos, também aceitou a Jesus depois que casaram. E hoje serve a Deus. Se esta mulher tiver orando a Deus para o casamento ser restaurado?

    Ele tem feito um crime em série.
    A sequência é a mesma.
    O estado do Brasil é diferente.
    Mas, o plano é o mesmo.
    O alvo é o mesmo: destruir vidas espirituais.
    Esta mulher que viveu com ele, antes de mim e que não sabia, ela passou tempos distante do Senhor, numa situação delicada, tentando entender as coisas estranhas que ele fazia e dizia e que ninguém acreditava nela.
    Assim foi comigo também.

    Não quero justificar um novo casamento com o relato da minha história.
    Mas, acredito firmemente, que Deus restaurará a minha vida, como assim tem feito. Nunca desistir de servir ao Senhor.
    Cada lágrima representou um escrito diante de Deus.
    Desde a minha separação não tive e nem terei nenhum relacionamento com ninguém, nem mesmo de simples interesse, porém, creio verdadeiramente, de que Deus não nos chamou para servidão.

    E que Ele sonda o meu coração e sabe que sempre vi o casamento como algo projetado no coração de Deus, que não representa brincadeiras e que família é pedra angular.

    E por isso, eu creio que os olhos do Senhor me alcançarão.

    Gosto de louvar, pregar e ensinar .. e vou aonde o Senhor me chamar.

    Sei que posso fazer isso sozinha, como solteira, mas creio que o Senhor avaliará a minha história e que a misericórdia dele me alcançará.

    Deus é um Deus de Alianças e todas as alianças que Deus fez e/ou faz, deve cumprir o seu papel de aliança.
    Aliança é acordo, ajuste feito em no mínimo entre duas partes e para que fique válida, deverá ser preservado o acordo.

    Deus prometeu a terra para o povo que ia com Moisés e fez com eles uma aliança, mas eles não chegaram a conquistar a terra prometida, quebraram a aliança, corromperam-se e somente a geração, guiada por Josué, possuiu a terra.

    Eu creio que meu casamento foi baseado em Deus, eu orei antes de tudo isso, mas creio que somos os únicos responsáveis pelo não cumprimento dos planos de Deus para as nossas vidas.

    Portanto, eu creio que Deus tinha planos para as nossas vidas, porém, meu ex-marido não quis e aqui não consiste em deixar de crê que Deus é poderoso para fazer, mas, considerando que o que ele tem escolhido é o crime em série e permitir ser usado pelo diabo… a quem o Senhor atenderá se seguirmos os pedidos pessoais? A mim? A mulher que foi casada antes de mim?
    Meu ex-marido fez uma semeadura dolorosa e terá muito a colher, isto é um fato.
    E ele em nenhum momento de todos estes anos, não acha que está errado, ele se acha com direito a privilégios em Deus, direito a erros, com abonos.
    Não se acha desviado, não acha que tem necessidade de conserto e ninguém, em todos estes anos, o chamou para reflexão.

    Todas as mulheres foram as loucas.

    Então, eu creio que os planos do Senhor não serão frutrados na minha vida. Continuo firme no Senhor. E os planos de Deus é o que aguardo.

    E eu creio verdadeiramente, que ainda casarei novamente, porém, não tenho pressa, como não tive para casar anteriormente.

    Creio que Deus não tem preferidos, mas tem àqueles que O preferem mais, então, sou serva à disposição de Deus.

  39. Para: José Adelson de Noronha
    Querido Irmão,
    Gostaria muito de falar-lhe, procuro ajuda. Meu Casamento acabou (para mminha esposa, pois a 1 ano se separou judicialmente de mim). Por favor se puder entre em contato por este e-mail que informei.
    Paz seja convosco!
    Obrigado.
    Ronaldo.

  40. “Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo. Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.” 1Co 6.18-20
    “Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação.” 1Ts 4.3-7

  41. AMADOS, PEÇO AJUDA PELO AMOR DE DEUS.
    SOU A MESMA PESSOA QUE HA ALGUM TEMPO ATRAS BUSQUEI ACONSELHAMENTO COM O PR. [CASAL TEMENTE] CASAMENTO COM DIVORCIADO. SENTI PAZ COM O ACONSELHAMENTO DO PR. APESAR DE DEPOIS TER FICADO MAIS E MAIS PERTURBADA COM A ORIENTAÇÃO DA IRMÃ ALBA QUE APESAR DE DURA PARECE-ME TOTALMENTE BIBLICA SUAS CONVICÇÕES.

    DESCREVI NOSSO RELACIOMENTO COMO UM BOM RELACIONAMENTO, MAS DIGO COM TODA CERTEZA E SEM NENHUMA INSATISFAÇÃO, QUE VIVEMOS FRIAMENTE COMO CASAL. NÃO CONSEGUIMOS TER PAZ EM NOSSO RELACIONAMENTO E POR CONTA DA GRANDE DIFERENÇA DE PENSAMENTOS, IDEAIS ETC. SOMOS TOTALMENTE DESLIGADOS E LONGE DE PARECER UM VERDADEIRO CASAL. APENAS TEMOS UMA OTIMA APARÊNCIA P/IGREJA/FILHOS/AMIGOS ETC. RECONHEÇO E CONFESSO QUE CASEI-ME POR MEDO E COSTUMO DIZER INCREDULIDADE POIS NÃO DEI TEMPO P/AVALIAR OS PROS E CONTRAS. NÃO COMBINAMOS EM MUITA COISA E P/COMPLETAR TEMOS UMA VIDA SEXUAL SEM SENTIDO, SEM MESMO SENTIDO.

    CONFESSO QUE A RENUNCIA DELE FREQUENTEMENTE AO RELACIONAMENTO ME DEIXA PERTURBADA POIS TENHO DESEJOS NORMAIS E ATRAÇÃO POR ELE. MAS ELE GARANTE QUE VIVO NA CARNE E QUE AGORA PODERIAMOS VIVER MUITO BEM SEM PRECISAR DESTE TIPO DE CONTATO. ENFIM FICO PERTURBADA POIS SINTO NECESSIDADE SEXUAL. TENHO PEDIDO A DEUS ATÉ P/QUE ADORMEÇA ISTO EM MIM, MAS SOU TENTADA SEMPRE. MUITO POUCAS VEZES TEMOS RELACIONAMENTO.

    POR CONTA DISTO NÃO VEJO SENTIDO ESTAR COM ELE. NÃO SÓ ISTO MAS TAMBEM A FALTA DE CUIDADOS COMIGO É TERRIVEL APESAR DE APARENTEMENTE PARECERMOS UM MARAVILHOSO CASAL. SEI QUE NOSSO CASAMENTO COMEÇOU ERRADO DESDE PRINCIPIO. PENSO EM TER CORAGEM DE DEIXÁ-LO, MAIS TEMO DISCORRER O MESMO ERRO DELE POIS SEM ADULTERIO DELE NÃO PODERIA NUNCA CASAR DE NOVO. COMO JA DISSE FUI VIUVA, E SEMPRE SONHEI COM UM CASAMENTO FELIZ E REALIZADO. HOJE SOU INDECISA, INFELIZ E MUITO ARREPENDIDA.

    ESPERO QUE POSSAM ME ORIENTAR. O QUE DEVO FAZER? CONTINUAR NESTE PECADO DO CASAMENTO APARENTE, SABENDO QUE ESTAR CASADA COM ELE É ESTAR ADULTERANDO. SINTO-ME ANGUSTIADA POIS SOU MUITO POPULAR E AMADA PELA COMUNIDADE QUE ME TEM POR BOM EXEMPLO NO EVANGELHO. TAMBEM TENHO FILHOS QUE ESPERAM UM BOM EXEMPLO, TEMOS TAMBEM A FAMILIA DELE QUE TEM ESPERANÇA QUE EU CUIDE DELE, JÁ QUE TEM UMA PEQUENA DIFERENÇA EM NOSSAS IDADES.

    ENFIM, SOU UMA MISSIONÁRIA, BUSQUEI ORIENTAÇÃO DOS AMADOS PASTORES A RESPEITO DO CASAMENTO, SÓ QUE RECONHEÇO MINHA PRECIPITAÇÃO E GRANDE ERRO. ME SINTO POR VEZES ADÚLTERA, POIS SINTO DESEJO DE ME RELACIONAR COM ALGUEM ESPECIAL.

    PERDOE-ME A TOTAL SINCERIDADE. ESTOU ANGUSTIADA, AFLITA, INSEGURA E O PIOR INFELIZ. QUE DEVO FAZER? SEI QUE A CADA VEZ QUE TEMOS RELACIONAMENTO BIBLICAMENTE ESTOU ME CONTAMINANDO. AJUDE-ME EM ORAÇÃO. TENHO PEDIDO AO SENHOR QUE ME TIRE TODA ESSA NECESSIDADE FISICA P/QUE NÃO PRECISE MAIS SENTIR ESTAS NECESSIDADES JÁ QUE ELAS ME LEVAM A TENTAÇÃO.

    AGRADEÇO AO AMADO PR NAS SUAS COLOCAÇÕES, APESAR DE TAMBEM ADMIRAR AS CONCLUSÕES DA IRMÃ ALBA. E AGORA O QUE FAÇO? AGUARDAREI ANSIOSA PELA RESPOSTA.

    A PAZ.

  42. È muito complicado porque não tem diáconos, nem ancião só presbitero, mas não tem voz ativa e eu graças há Deus eu não me contamino com as fofocas da igreja nem em contendas eu só fico triste porque verdadeira mente eu quero buscar há Deus, mas desse geito só em outra igreja mesmo.
    Muito obrigado! Que Deus te abençõe.

  43. Eliana, é uma situação complicada na qual você não deve envolver-se sozinha. A Igreja de vocês não têm um Conselho? Não têm um corpo de auxiliares, anciãos ou diáconos a quem vocês possam recorrer?

    Se tiver, busque a eles e peça-lhes que dêm sua posição. que ajudem ao pastor com seus conselhos, baseados na Palavra de Deus. Ninguém, numa Igreja, está acima da Palavra de Deus.

    Enquanto isso, não se envolva em fofocas, intrigas, contendas. Isso não é de Deus, mas do diabo.

    “Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e sim deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente, disciplinando com mansidão os que se opõem, na expectativa de que Deus lhes conceda não só o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, mas também o retorno à sensatez, livrando-se eles dos laços do diabo, tendo sido feitos cativos por ele para cumprirem a sua vontade” (2 Tm 2:24-26).

    Que o Senhor traga paz ao coração de todos vocês.

  44. Retificando o trecho onde digo que a Sra.Hilda está em adultério devido ao fato de ter se casado com um divorciado,peço desculpas pois fiz confusão com um outro relato lido anteriormente.
    Aliás,agradeçamos à Deus por ela não ter cometido esse pecado.
    O melhor é previnir-se sempre,consultando a bíblia,antes de tomar quaisquer decisões.
    A paz!

  45. Peço desculpas pela intromissão mas devido a essa pequena frase no final do correto conselho para Sra Hilda: Jesus permitiu o divórcio por causa de adultério, mas “não liberou” o direito a um segundo casamento…,permito-me corrigir e mostrá-los algo sobre a palavra de Deus:

    Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, “não sendo por causa de fornicação”, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério(Mateus 19:9).

    Nenhuma exceção é dada àquelas pessoas cujos divórcios não envolveram traição. Nenhuma exceção é dada àqueles que receberam o divórcio.
    A exceção é dada somente àqueles que se divorciaram por motivo de traição do outro cônjuge.

    Em 1 Coríntios 7:10-11, Paulo deu duas escolhas ao que estava divorciado,sem ser por traição: permanecer descasado ou então se reconciliar com o seu par.

    Novo casamento de divorciados,”exceto por traição, é adultério. É adultério para aquele que se divorcia de seu par (Marcos 10:11-12), para aquele que está divorciado (Mateus 5:32) e para aqueles que se casam com pessoas divorciadas (Lucas 16:18).
    De acordo com Romanos 7:2-3 o adultério continua enquanto se está casado com um segundo par e o primeiro ainda vive.

    Portanto,a Sra.Hilda está em adultério devido ao fato de ter se casado com um divorciado,necessitando arrepender e separar-se do atual marido para que Deus a perdõe.E caso queira casar-se novamente procure um parceiro ou solteiro,ou viúvo,ou divorciado por causa de adultério da parte da ex-esposa..Porém,Deus ficará mais contente se a Sra.perdoar e voltar com o seu primeiro marido.

    Que a paz de Jesus esteja convosco!

  46. Gostaria de ajuda: meu pastor se separou da esposa, bom simplesmente ela falou que não gostava mais dele e saiu de casa. Não teve traição, e ele falou que não vai aguentar muito tempo ficar só, que vai casar com outra mulher. Eu falei pra ele que divórcio não era de Deus e ele falou que não pode ficar sozinho, que precisa de uma mulhar pra o ajudar a fazer a obra. Eu não concordei e falei que ele vivia na carne, que aqueles que vivem na carne são inimigos do espirito.

    E depois que tudo isso aconteceu a igreja se tornou uma contenda, irmão briga com irmão, as almas estão perecendo. Eu estou muito preocupada, porque eu busquei pela minha familia e todos estão hoje nessa igreja, mas estão enfadados de tantas fofocas e invejas. Eu falei pra nós procurarmos outra igreja, porque se o pastor não governa bem sua própria casa, como vai governar um rebanho?

    Me dê uma palavra de auxílio. Estou muito angustiada, desde já te agradeço e fica na paz.

  47. Hilda, qualquer envolvimento entre vocês, seja afetivo, seja físico, é pecado de adultério. Que pode tornar-se também pecado de prostituição.

    Esse homem que você conheceu é casado e tem mandamento de Deus para perdoar a esposa, mesmo estando ferido, magoado, triste.

    Deve perdoá-la e orar por ela, para que ela se arrependa e volte para o lar, para a família. Ele deve confiar que Deus é poderoso para fazer novas todas as coisas, inclusive um casamento feliz.

    Você, igualmente, embora divorciada, tem que perdoar seu marido e orar por ele. O Senhor pode (tem poder) para redimí-lo do adultério. Jesus permitiu o divórcio por causa de adultério, mas não liberou o direito a um segundo casamento.

    Que o Senhor lhes livre de cair em tentação e os guarde de todo o mal.

  48. olá , PAZ!
    Estou com uma dúvida amarga! fui casada por dois anos , e por adultério da parte de meu esposo eu busquei o divórcio, mas só qdo tive certeza que podia por causa da traição dele para comigo.Agora encontrei uma pessoa especial,ele tb foi casado mas vivia infeliz no casamento, foi casado por 5 anos, e só teve felicidade nos dois primeiros, a mulher dele o deixou por duas vezes, indo embora mesmo, saindo de casa,mas, desta segunda vez ele não suportou e disse que não há mais volta, estamos tanto ele qto eu apreensivos, pois temos medo de pecar contra o Senhor, ele diz que foi muito ferido, magoado, ela o ofendia muito e ele agora num deseja mais estar com ela , ele como faz parte de um ministério em nossa igreja , teme a Deus e num quer errar…estamos muito envolvidos,porém ele ainda está casado somente no papel ,até pq nunca casou-se na igreja , diferente de mim que já estou separada judicialmente. Amo muito este homem e sinto que o mesmo tem muito afeto por mim, queremos muito ficar junto mas não queremos ir de encontro a vontade do Senhor. Por favor oriente-nos! Deus abençoe! PAZ!

  49. Aurélio,

    o homem é o sacerdote do lar. Se as coisas não estão bem, se sua esposa é incompreensível, se seu casamento é um constante fracasso, cabe a você, como sacerdote, ir até Deus e entregar-lhe essa questão.

    Consagre sua vida a fazer sua esposa feliz, mesmo que à custa de muitos dos seus desejos e planos e o Senhor operará a seu favor. As coisas podem até não mudar de imediato, nem a curto prazo, mas certamente haverá recompensa e galardão para você.

    Não abandone sua esposa, nem seu lar. Lute em oração. Lute, colocando-se na brecha a favor dela, pois você tem uma aliança com ela e não pode abandoná-la, justamente quando ela não tem as mesmas armas celestiais que você tem.

    Essa sua luta não é contra a esposa, mas contra os principados e potestades malignas. Suas armas, portanto, têm que ser as armas de Deus: fé, Palavra, verdade, justiça, viver o evangelho, com gratidão pela sua salvação.

    “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis. Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça. Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz; embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Ef 6:10-18).

    Deus lhe abençoe com espírito manso e perseverante e um lar harmonioso e feliz.

  50. Sou casado a 14 anos, e nunca fui feliz ja me separei muitas vezes, ai depois que me converti pensei que as coisas iriam mudar, mas ja me separei mais 2 vzs, parece que minha vida nunca vai mudar, fico 2 dias bem com minha esposa e 3 brigados, ela é muito incompreenssivel, já tentei me envolver mais na igreja, tentei de tudo, sou obrigado a viver infeliz pro resto da vida? Não aguento mais. às vezes acho que é melhor ser condenado do que viver em desespero.

  51. Tati, Jesus abriu a possibilidade de divórcio sim, em caso de adultério, mas não abriu, automaticamente, o direito a um segundo casamento. Mas, mesmo tendo a possibilidade de divórcio, o que o Senhor espera mesmo, é o perdão e a reconciliação.

    Veja mais conteúdo nas mensagens (e comentários) a esse respeito na Categoria Casamento.

  52. Pr Adelcio em Mateus 19
    10 Disseram-lhe seus discípulos: Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar.

    Aki os dicípulos estavam dizendo isso por causa das palavras de Jesus em MT 19:09
    Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério.

    11 Ele( Jesus ), porém, lhes disse: Nem todos podem receber esta palavra, mas só aqueles a quem foi concedido .
    Então Jesus aki abre uma brecha para o segundo casamento.

  53. Ricardo, a confissão deve ser a ambos, pois o pecado foi contra ambos.

    Mas há casos em que uma confissão ao cônjuge, num momento inadequado e da forma errada, pode fazer com que a situação fique pior e o que deveria ser para conserto se transforma numa desgraça maior ainda.

    Por isso, ore pedindo ao Senhor perdão e sabedoria para você e um quebrantamento para sua esposa para que a confissão seja para restauração da aliança. Se possível procure seu pastor e confesse a ele, pedindo-lhe orientação e ajuda.

    “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus” (2 Co 1:3,4).

  54. Minha pergunta é a quem devemos confessar um pecado de traição a Deus e a pessoa traída ou somente a Deus?
    Me referendo a uma traição conjugal

    Por favor se possível gostaria de receber uma resposta

    Cordialmente Ricardo

  55. Anônimo, li com carinho seu desabafo e só posso concluir que você não crê no poder de Deus em mudar qualquer situação.

    Deus não pode fazer nascer amor num deserto? Pode, é claro, pois Ele ressuscita até morto de quatro dias. Os impossíveis para o homem são possíveis para Deus.

    Se você sabe que é pecado divorciar-se e já está decidido a divorciar-se, o que você quer que eu diga? Não posso dizer outra coisa que esteja fora da Palavra de Deus.

    E depois, me diz, o que você vai fazer? Buscar outra namorada (se é que já não está com uma agora ou não tem uma em vista), segurar-se sexualmente para não pecar e viver, não se sabe por quanto tempo, na dependência de Deus ter misericórdia de você, que O desobedeceu conscientemente.

    E a moça, estará disposta e esperar também, pacientemente, em santidade, sem tentá-lo?

    Irmão, meu conselho é que você continue como está, mesmo que morando com seus pais, mas em oração, aguardando que o Senhor mesmo lhe conceda solução. Não tente resolver sua situação pela lei humana, desrespeitando a Lei de Deus.

    Lembre-se: tanto Pedro quanto Judas pecaram, traindo ao Senhor Jesus, mas Judas tentou resolver a situação por si mesmo, devolvendo as moedas, e como não foi bem sucedido, precipitou-se, perdendo-se eternamente.

    Pedro, ao contrário, chorou amargamente pela pecado, mas, mesmo tendo o coração pequenininho, nada fez. E, por isso mesmo, foi perdoado e restaurado. O próprio Senhor Jesus tomou a iniciativa de restaurar a alegria no coração de Pedro.

    Que o Senhor tenha misericórdia de você e lhe conceda fé no poder do Espírito Santo, para resolver qualquer situação, mesmo aquelas que para você pareçam impossíveis.

  56. Pr. a paz!
    Quando estava namorando, mesmo sendo crente, aconteceu de eu ter relação sexual com minha namorada e por causa disso tive que casar com ela. A principio eu não aceitei o fato de ter que casar porque tinha acontecido isso. Eu e minha namorada procuramos o pastor dela e falamos pra ele o que tinha acontecido e ele sabiamente disse que se tivessem certeza de que era aquilo que nós queriamos então que se casassem, porém, senão não deveriam se casar.

    Mas o problema foi que tanto a minha família como a família dela são evangélicos e me obrigaram a casar. Como eu disse antes a principio eu não aceitei, mas como crente quiz acreditar que fosse dar certo e acabei aceitando e casando mesmo com pouco tempo de namoro e não conhecendo o suficiente a pessoa com quem eu ia me casar.

    Passei trê anos casado e hoje estou separado. Eu só posso afirmar uma coisa: que foram os três piores anos da minha vida. Eu entrei em depressão e perdí totalmente a vontade e o sentido de viver, parei de ir para igreja e cheguei a ver o suicídio como uma solução atraente para o meu sofrimento.

    Uma coisa eu tenho certeza hoje, mesmo não havendo traição de nehuma das partes, eu tenho certeza que eu nunca a amei e nunca vou amá-la como esposa. Eu tinha desistido totalmente de buscar a Deus e acreditava que ele tbm não queria saber de mim, porém o unico motivo de eu estar aqui hoje é o amor desse Deus que no mais profundo do abismo que eu me encontrava ele conseguiu dar um novo sentido para minha vida e hoje eu voltei a buscar a Deus e eu tenho mais sede do que tudo em buscar a Deus, porém eu ainda estou separado e esse é o meu grande dilema.

    Eu estou preste a me divorciar, mas biblicamente eu não encontro respaldo para isso. Mas eu não quero de forma alguma reatar esse casamento, voltar a conviver com uma pessoa que eu nunca amei, eu sei que vou acabar voltando pro meu estado de angustia e amargura que eu me encontrava se eu voltar pra ela.

    Sinceramente, eu estou numa duvida terrivel, já tentei sair de novo da igreja, correr desse Deus por que só assim eu me divorciaria sem ressentimento algum e viveria minha vida, mas por mais que eu tente, ele me busca, por mais que eu corra, ele me traz e a unica certeza que eu tenho é que voltar pra esse casamento eu não volto. Só eu sei o que eu passei e não culpo ninguem por isso pq o culpado sou eu mesmo, mas só estou hoje aqui tentando esclarecer essa duvida é pq ainda existe um pouco de fé nesse Deus que é misericordioso. Uma coisa eu sei: eu vou me divorciar sem duvida alguma, mas será que vou viver sempre condenado por esse divorcio? Será que a misericordia de Deus não vai me alcançar, por que não houve adultério?

    Confesso a vcs se fosse por mim eu já não estaria aqui tentando esclarecer essas duvidas, quer dizer não estaria nem na igreja nem tão pouco buscando a Deus, mas não sei por que ele ainda insiste em mim.

  57. Pr. José Adelson,

    Gostei muito de sua colocação em relação à misericórdia de Deus, inclusive sobre o exemplo do pastor que não casava divorciados e acabou vivenciando um caso em sua própria família. Com certeza essa é uma experiência que fará o mesmo refletir a respeito de sua maneira de proceder.

    Não estou aqui levantando a bandeira do divórcio para os cristãos, muito pelo contrário, quero deixar bem claro que não sou à favor do divórcio, a não ser em caso de adultério, o único justificável biblicamente. Ainda assim, acredito no poder restaurador do nosso Deus de reconstruir lares destruídos.

    Que a paz do Senhor Jesus Cristo esteja contigo também, Pr. José Adelson, aliás, com todos nós que frequentamos o Verbo Eterno.

  58. Amei as colocações acerca do divórcio em casos de adultério e realmente o Sr. José Adelson está correto ao dizer que a Palavra de Deus diz que no caso de adultério o cõnjuge traído pode dar carta de divórcio, mas isto não é condição para ele fazer um outro (segundo) casamento. Ele até diz que a carta de divórcio foi dada pela dureza do coração do homem. Isto se deve ao fato de que Deus tem compromisso não só com aquele casal, mas também com os frutos daquela união. Deus tem responsabilidade com a posteridade, com os filhos deste casal e Ele quer que os filhos dêem credibilidade ao lar santo e sem mácula. É por isto que hoje em dias há jovens que já se casam pensando em divórcio, porém como Deus pode conceber tal coisa??? Por isto devemos pensar muito antes de se aceitar um divórcio, além de que devemos exercitar a mesma misericórdia que Deus teve para conosco. E olhem, sou casada com uma pessoa descrente, minha vida tem sido de batalha espiritual, pois não conhecia Jesus quando jovem, conhecia apenas de ouvir falar, o que é diferente de anadr com Jesus. Levanto a bandeira pelo casamento indissolúvel, pois o que “Deus uniu não separe o homem”. Sou evangélica, e olha que neste aspecto, os católicos são bem mais firmes, pois os padres não casam divorciados. Mas também não é minha pretensão julgar o servo fiel que resolveu se casar de novo, isto cabe a Deus. Só sei de uma coisa: bom mesmo é estar de espírito tranquilo por querer fazer a vontade de Deus!!!! E “a vontade Dele é sempre boa, agradável e perfeita para o homem.”

  59. Mia, perdoe-me se minhas palavras doeram, mas não consigo aceitar quando qualquer pessoa fere a doutrina da graça. Agora entendo o que você quis dizer sobre perdoar ou não. Você está certa. Você tem muito entendimento a respeito da Palavra de Deus. Parabéns.

    Quanto ao direito de casar-se novamente, ele não existe na Bíblia. quem casa-se novamente o faz por causa da misericórdia de Deus que é grande. Maior até do que a justiça, do que o direito. “Porque o juízo é sem misericórdia para com aquele que não usou de misericórdia. A misericórdia triunfa sobre o juízo” (tG 2:13).

    Conheço pastor que nunca aceitou casar um divorciado, por misericórdia, que sofria abrasamento (e não tinha domínio próprio para vencer as tentações) e que agora está sofrendo porque seu próprio filho (também pastor) divorciou-se.

    Quem só exerce justiça, será julgado com a mesma justiça. Mas quem exerce misericórdia não peca, porque Deus é misericordioso.

    Que a graça e a paz do Senhor esteja com você.

  60. Pr. José Adelson,

    Usei a expressão “valer à pena perdoar” no sentido de viver com a pessoa novamente. É óbvio para qualquer cristão que o perdão tem que ser concedido, mas isso não significa que um cônjuge, ao perdoar, deve aceitar o outro cônjuge de volta. Perdão é diferente de aceitação. Eu perdoaria, porém, não aceitaria viver mais com uma pessoa que não honrou o compromisso de ser um só corpo e uma só carne, a não ser que notasse mudanças, um verdadeiro milagre de Deus.
    Como cristã eu sei que devo liberar perdão em qualquer situação. Perdoar é retirar a mágoa do coração, é ter paz de espírito, mas para que isso aconteça, não é necessário viver juntos novamente. Sei que posso me reconciliar com o infiel, assim como sei que posso não querer mais viver com o mesmo. Estou errada?
    Me expressei de forma que houve dúbia interpretação no comentário acima. Doeu ouvir que estou errada…rsrs.

    “Biblicamente, quem está disposto a divorciar-se, tem também que estar disposto a viver solteiro daí em diante.” Por que? Isso eu não consegui entender… Será que o fiel deve pagar o preço pelo erro do infiel? Muitos não conseguem ficar sós e não tem culpa de serem desonrados. Esse é o meu ponto de vista, não é embasamento bíblico.

    Abraço.

  61. Raquel, o pecado de adultério é cometido contra Deus e contra o cônjuge. Deve ser confessado, portanto, aos dois: Deus e o cônjuge.

    Mas há casos em que a confissão ao cônjuge, na hora errada, pode piorar a situação do casamento em muito. Pode até trazer um desastre completo.

    Por isso, é preciso muito quebrantamento de ambas as partes, para que a confissão seja debaixo de oração e do mover de Deus, para que o conserto seja abençoado e não amaldiçoado.

    Aconselho a você que não tome nenhuma iniciativa de contar à sua amiga, mas deixe isso a cargo do pastor dela, quando ele julgar oportuno. Ele é quem deve aconselhá-los, tanto ao marido adúltero, quanto à esposa.

    Se o marido dela continuar traindo, a ponto de colocar em risco o lar, os filhos, a saúde da esposa, então você deve procurá-lo e conversar com ele. Se ele lhe ouvir e parar, então está tudo resolvido. a Confissão virá no tempo certo. Se não lhe ouvir e continuar com o mesmo comportamento, então você deve chamar uma outra testemunha para falar com ele. E, continuando, vá ao pastor. E deixe a cargo dele.

    Que o Senhor lhe conceda paz no coração e sabedoria para não tomar nenhuma iniciativa precipitada.

    Ore diariameente pelo homem e pela sua amiga. Ore pelo lar deles.

  62. Preciso de um esclarecimento: quando uma pessoa casada trai a mulher, ele pode confessar só para o pastor ou tem que confessar para sua esposa? Eu conheço alguem que traiu a esposa e não confessou para ela e o pior é que ela é minha amiga. Eu sei e não posso falar nada. Me ajude. Estou com a cabeça confusa. Me respode o mais rapido possivel. obrigado.

  63. Muito obrigado pelas suas palavras e presença conosco, Alvacir.

    Continue buscando e o Senhor lhe honrará, especialmente no ministério de evangelização.

    Pregue sempre o perdão de pecados, pois foi isso que Jesus nos mandou fazer: anunciar o evangelho:

    “Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão. Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (1 Co 15:1-4).

  64. Gostei muito.Quero aprender pois faço um trabalho de evangelização no presidio e preciso aprender para ensinar! Muito obrigado. Que Deus abençoe! amemmmm!

  65. Mia/anônimo, você está errada. Primeiro em relação ao perdão, onde você diz que a pessoa pode optar por perdoar ou não. Perdão não é opção. É obrigação, pois quem não perdoa não é perdoado. Quem julga, será julgado com a mesma medida: “Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também” (Lc 6:37,38).

    O cônjuge traído tem que perdoar ao traidor. Pode até divorciar-se, mas sem reter o perdão.

    E quanto a casar-se novamente Mateus 19:9 não respalda esse direito. Definitivamente isso não é um direito bíblico, mas somente pela misericórdia de Deus.

    Mateus 19:9 respalda somente o divórcio em caso de adultério. Nunca um novo casamento. Esse só é possível pela misericórdia de Deus! “Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério e o que casar com a repudiada comete adultério” (Mt 19:9).

  66. “Biblicamente, quem está disposto a divorciar-se, tem também que estar disposto a viver solteiro daí em diante” (retirei esse dizer da resposta do Sr. José Adelson de Noronha).
    Não é isso que a bíblia prega. Há um único respaldo para um segundo casamento, afirmativa essa que se encontra em Mateus 19:9 e que foi explicada no comentário da Mia. Em caso de prostituição, adultério, pode-se repudiar e casar novamente.

    Abraços a todos.

  67. Amados,
    A palavra de Deus em Mateus 19:9 já diz tudo:
    “Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de prostituição, e casar-se com outra comete adultério”.
    A parte que diz: “não sendo por causa de prostituição” é uma afirmativa de que se um dos cônjuges traírem, o que foi fiel pode refazer a sua vida. Deus é misericordioso e não fadaria uma pessoa a viver tamanha humilhação para sempre. Deus nos dota de capacidade para analisarmos se realmente em caso de adultério vale a pena perdoar, até mesmo pq não estamos aqui para sofrer. Devemos buscar felicidade sim!
    Racionalmente falando, o que devemos saber é que não podemos tratar o ser humano como se fosse um lixo, um ninguém… as pessoas tem que se conscientizar que não podem sair por aí traíndo as outras, até mesmo pq existe um compromisso não só perante Deus, mas perante a lei dos homens. Portanto, cada qual pense bem antes de fazer suas escolhas, seja para um casamento, seja para uma traição.
    Deus é justo e usa de sua misericórdia para com todos, mas nesse caso em especial, principalmente para com os traídos.
    Enfim, casamento é um só, desde que não haja adultério.
    Isso é fato! Está na bíblia.
    Desculpe a franqueza.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s