Porque Jesus Falava por Parábolas

Pergunta:

 

Por que Jesus falava por parábolas? Guilherme

 

 

Resposta:

 

Irmão, o próprio Jesus é quem vai responder à sua pergunta: “Então, se aproximaram os discípulos e lhe perguntaram: Por que lhes falas por parábolas? Ao que respondeu: Porque a vós outros é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas àqueles não lhes é isso concedido. Pois ao que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. Por isso, lhes falo por parábolas; porque, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem, nem entendem. De sorte que neles se cumpre a profecia de Isaías: Ouvireis com os ouvidos e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis.  Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados. Bem-aventurados, porém, os vossos olhos porque vêem; e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não viram; e ouvir o que ouvis e não ouviram” (Mt 13:10-17).

 

A parábola é um recurso interessantíssimo à disposição de um bom mestre, pois revela quem é discípulo de fato. Desde tempos antigos que existem falsos discípulos em volta dos mestres, procurando facilidades, receitas prontas do tipo “10 passos para…” São pessoas que não se dão ao trabalho de pensar, que não se esforçam para entender a lógica das coisas. Querem somente facilidades.

 

Muitos israelitas estavam vivendo assim, desde seu estabelecimento na terra prometida e Deus não queria isso de forma alguma. O Senhor desejava que todos, em todo o tempo dedicassem-se a conhecê-lo na intimidade, por meio da fé e meditação no Seu poder.

 

Os pais tinham a obrigação de passar, de geração em geração, tudo o que haviam visto, ouvido e aprendido, para que todos, sem exceção, pusessem em Deus a sua confiança: “O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do SENHOR, o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos; e que não fossem, como seus pais, geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus” (Sl 78:3-8).

 

O Senhor já havia profetizado, nesse belíssimo salmo 78 (um verdadeiro poema), escrito por Asafe, que Jesus usaria de parábolas entre os israelitas. “Escutai, povo meu, a minha lei; prestai ouvidos às palavras da minha boca. Abrirei os lábios em parábolas e publicarei enigmas dos tempos antigos” (Sl 78:1,2).

 

No tempo do profeta Isaías o povo já estava com o coração endurecido e o Senhor profetizou que Jesus usaria de parábolas. Então quando Jesus veio ensinando a respeito do Reino de Deus, as profecias se cumpriram: Sacerdotes, escribas, fariseus, saduceus e até gente do povo vieram ouví-lo, mas não com o propósito correto, isto é, arrependimento de pecados. Eles queriam aprender a respeito da manifestação do reino de Deus em Israel e não nos seus corações.

 

A salvação deles não poderia ser por meio de conhecimento, entendimento, mas exclusivamente pela fé na Graça de Deus. As parábolas serviriam para revelar que era

discípulo verdadeiro de Jesus, o cordeiro de Deus e quem buscava o reino de Deus por interesse.

 

Nas parábolas Jesus revelava claramente tudo o que se precisava saber a respeito do reino de Deus, mas quem estava com o coração endurecido para o arrependimento de pecados ouviria e não entenderia.

 

Assim é conosco também. Muitos se declaram convertidos, vão à igreja, lêem a Bíblia, fazem ofertas, mas sem o temor de Deus no coração. Sem um arrependimento genuíno no coração. Amado, ninguém será salvo pela quantidade que conhece das Escrituras, mas pela fé.

 

Quem tem temor de Deus no coração, tem também o espírito de sabedoria e por isso recebe revelações profundas por meio de simples parábolas, quase que ingênuas. São mistérios ocultos desde a fundação do mundo que o simples de coração recebe e se regozija. Mas quem não tem temor, até o que pensa ter (sabedoria), lhe é tirado, pois ouve revelações profundas e não entende nada.

 

O Senhor lhe abençoe com pleno entendimento dos mistérios maravilhosos do reino de Deus. O capítulo 13 de Mateus é riquíssimo, pois possui várias parábolas. Igualmente os capítulos 10 a 16 de Lucas.

 

José Adelson de Noronha

About these ads

8 comentários sobre “Porque Jesus Falava por Parábolas”

  1. Cleonice Assim como nem todos recebiam milagres de cura por onde JESUS passava, também os que ouviam as parábolas e não procuravam
    entender, somente queriam a cura e nada mais, não mereciam tais bençãos.

  2. Jesus não ensinou a falar em parabolas e quanto menos autorizou, então por que muitos falam? O povo ao aprender falar em parabolas “aprenderam Jesus” espiritualmente falando literalmente. Foi como se fosse um ” E dai que o Pastor faltou, também sei pregar”. Foi um desonrrar a autoridade e posição de Jesus diante os povos. Por esse motivo, até o fim haverá guerra entre os povos.

    1. Irmão Hélio, por favor, cadastre-se para seguir o site e você receberá email sempre que uma nova mensagem for publicada. Você também poderá enviar email com seu endereço completo e assim lhe enviaremos um curso bíblico gratuito.

      O Senhor lhe abençoe

    1. Obrigado, irmão. Ao Senhor Jesus, toda honra e glória. Continue conosco e indique o site aos amigos, colegas e irmãos. O Senhor lhe abençoe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s