De deserto a jardim de Deus


José Adelson de Noronha  

 

Sonhei certa noite, há alguns anos, que estava abrindo covas para plantio, morro acima, numa terra muito dura e sem nenhuma vegetação. Meu propósito era plantar ali alguma coisa. Mas a terra era tão dura que a alavanca batia na terra e saltava para cima, sem nenhum resultado. Então, cansado de cavar e não havendo conseguido nenhuma cova, por pequena que fosse, parei suado e olhei para trás. Para minha surpresa, a área atrás de mim estava repleta de covas abertas e cheias com um adubo rico em nutrientes. Olhei de novo e vi ao meu lado dois sacos de sementes, cheios até à boca. Meu papel era só lançar as sementes nas covas.

O que aquilo queria significar? Várias interpretações vieram ao meu coração, e todas elas com sentido. Mas agora, penso ter tido meus olhos um pouco mais abertos a respeito da mensagem de Deus.

Vida cristã é confiar cem por cento na Graça de Deus: “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte. Tenho-me tornado insensato; a isto me constrangestes” (2 Co 12:9:11).

O homem nada pode fazer por seu próprio esforço (ou força) para vencer o pecado e ter uma vida moral de excelência, santa. É a graça de Deus que nos fortalece e ela só pode agir quando reconhecemos que nada podemos fazer. Enquanto quisermos tentar, Deus permitirá, porém sabendo que será em vão. Quando, porém, paramos, Deus age. Graça é confiança em Deus. A Graça de Deus nos basta. O meu poder se aperfeiçoa na fraqueza, para que o poder de Cristo se manifeste protegendo-me contra o pecado, dando-me vitória nas tentações. O diabo, meu adversário, anda em derredor, como leão, rugindo e procurando devorar-me, em várias áreas. Mas é o Senhor quem pode me aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar na Rocha, Jesus Cristo. Todo o domínio de minha vida deve ser entregue a Ele, para que d´Ele eu receba toda a graça. “Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. A ele seja o domínio, pelos séculos dos séculos. Amém!” (1Pe 5:10,11)

Se o Senhor não operar em meu coração, é impossível lançar uma só semente na terra, pois ela cairá sobre terreno desértico, endurecido e se queimará sob o sol da justiça e jamais produzirá fruto. Mas Deus pode transformar o que é deserto num jardim maravilhoso, num jardim de bênçãos, num pomar frutífero, regado, adubado, e rico em “ouro e pedras preciosas” (Gn 2:8).

 

O que preciso fazer

 

O que, então, eu preciso fazer? Ser sóbrio e vigilante, resistir aos dardos inflamados do diabo com o escudo da fé (1 Pe 5:9). Vigiar, orar, ler a Palavra (lançar as sementes dos dois sacos – AT e NT) nas covas já abertas. E quais são estas covas? Toda revelação que o Espírito Santo me trouxer a respeito de falha no meu caráter cristão é uma cova que já foi aberta, rasgada e preparada para receber a Semente (Palavra). Meu papel é único e exclusivamente lançar a Semente na cova

É Deus quem opera no meu coração através da Palavra lançada. Essa semente vai germinar, nascer, crescer, fortalecer-se e produzir fruto, tudo no devido tempo, sem necessidade de intervenção da minha parte. “O reino de Deus é assim como se um homem lançasse a semente à terra; depois, dormisse e se levantasse, de noite e de dia, e a semente germinasse e crescesse, não sabendo ele como. A terra por si mesma frutifica: primeiro a erva, depois, a espiga, e, por fim, o grão cheio na espiga. E, quando o fruto já está maduro, logo se lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa” (Mc 4:26-29).

Por isso, tenho só que descansar no Senhor (Is 30:15), ouvir a Palavra do Senhor (Is 1:19), entregar-me ao Senhor Jesus como uma criança se entrega no seio de sua mãe, tocando o coração da mãe com o seu próprio coração (Sl 131). Tenho só que permanecer no Senhor e deixar que suas sementes permaneçam em mim (Jo 15:7). Só preciso amar o Senhor, pois Deus só quer de mim o amor, não o meu esforço. “Pedro, tu me amas?”.

Deus tem operado grandes e maravilhosas coisas no mundo nestes tempos do fim, principalmente no campo geopolítico, na cosmovisão mundial, mas o maior milagre é, e será sempre, a salvação de cada alma individualmente. A operação do Espírito Santo na minha vida é algo digno de todo espanto e adoração, pois é maravilhoso demais. Isso sim, é milagre! Pegar um coração duro, árido, que por tantos anos rejeitou a Cristo, um coração que pecou e tinha prazer no pecado e, sem forçar, sem impor, sem agredir, transformá-lo num adorador é um verdadeiro milagre! Isso é que é Deus!

É a Graça de Deus que tem poder para transformar num adorador um coração duro e pecador, que falha, que cai em pecado, que tenta fazer as coisas por sua própria vontade e à sua maneira. “A minha graça te basta” é a Palavra do Senhor para todos nós.

A Graça de Deus é dinâmica. Não somente salva, mas vivifica quem está sendo destruído pela lepra do pecado, capacitando-o a viver em santidade. Ela é o remédio que cura, mas é também a vacina que previne. Mas para que ela faça efeito, precisa ser tomada, ingerida. E o mais importante, é de graça.

A Graça de Deus não apenas ensina os homens a rejeitarem a concupiscência da carne, a impiedade e a injustiça, mas também os capacita a viver de forma a agradar a Deus.

Durante toda a minha vida, tentei sempre fazer as coisas da melhor maneira, tentei combater e anular as minhas fraquezas pessoais, principalmente as de caráter, e nunca consegui sucesso pleno. E isso até mesmo depois de convertido, de nascido de novo, tem base? Muitas vezes caí em pecado, arrependi-me, pedi perdão e fiz o propósito de não pecar mais, nunca mais. Mas pouco depois estava pecando novamente, e sofrendo tanto a dor do arrependimento quanto as consequências do pecado.

O máximo que eu conseguia era um domínio próprio sobre a tentação, por algum tempo, postergando o ato do pecado. Mas não dominava o desejo de pecar. Pecava com o coração.

Mas agora compreendo que não é o meu esforço que me dará vitória sobre a dureza do meu coração, mas a bendita Graça do Senhor, se eu permanecer nele em fé. O que tenho que fazer é permanecer tendo comunhão com Ele através dos dois sacos de sementes (a Lei e a Graça). Se o pecado abundou em minha vida, a Graça superabundou. Mas se a Graça é abundante, por que não continuar pecando? De forma nenhuma, pois a Graça ratifica a Lei (Rm 6). E é pela Graça do Senhor que posso andar confiante, de fé em fé, pois o justo viverá pela fé. Não pelas obras, nem mesmo em meu próprio caráter, pois, caso contrário, teria com que me gloriar.

Se pudesse me gloriar seria tão e unicamente em conhecer o caráter do Senhor assim como em minhas fraquezas, pois quando sou fraco, impotente, então é que sou forte (2 Co 12:9). E quanto mais fraco eu me tornar, mais terei que depender de Deus, dizendo “Aba, Pai, ajuda-me”.

A excelência moral só pode vir pelo Senhor. A santificação é Ele quem opera em nós. Eu devo só amá-lO e ter prazer na sua comunhão. O cristão deve confiar na Graça de Deus ou irá morrer em seus esforços inúteis de salvação. É como alguém que está se afogando e necessita entregar-se ao “guarda-vida”, confiar nele, para ser salvo.

“Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido” (Sl 1:1-3)

Te amo, meu Senhor, meu Salvador!

4 opiniões sobre “De deserto a jardim de Deus”

  1. Pastor, Deus continue te capacitando com o dom da evangelização. É benção e semente que brota nos corações daqueles que estão sedentos da palavra de Deus!

    Curtir

  2. Lindomar,

    sua participação conosco é bem vinda. Procuraremos colocar sempre novas mensagens para a edificação do Corpo de Cristo. Continue conosco e indique o site aos seus amigos e colegas.

    Que o Senhor lhe abençoe é nossa oração.

    Curtir

  3. Amei esta matéria, e, gostaria de receber mensagens, neste sentido, com intuito de aprender um pouco mais., agradeço aos bondosos irmãos, e, fiquem na luz da sabedoria Universal e amor de Deus.

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s