Tenho que confessar meu pecado à Igreja?


Pergunta:

A Paz do Senhor…

Namoro há algum tempo com meu namorado. Ele tem 40 anos e eu 26. Graças a Deus nos damos muito bem, mas não vigiamos e acabamos tendo relação sexual. infelizmente isso não aconteceu uma vez, mas acontece sempre e sempre que acontece me sinto muito mal, pois quero ser benção na vida dele e que ele seja na minha.

Temos orado a Deus pedindo que Ele nos dê força, está muito difícil, mas creio que vamos vencer essa batalha. Ontem tomamos a decisão de não ter mais relação antes do casamento. Graças a Deus estamos preparando as coisas para que possamos nos casar o mais rápido possível. Só que tenho uma dúvida: é verdade que temos que falar sobre isso com o pastor da igreja e pedir perdão para a igreja?

Por favor me ajude. Isso está me perturbando. Gostaria que o irmão me desse referências bíblicas. Fique na paz e aguardo o sua resposta. Elaine

Resposta:

Irmã, é como você disse: a falta de vigilância, de oração e o excesso de confiança leva as pessoas a conviverem com o perigo como se elas pudessem livrar-se dele á hora que desejarem. Não é assim, na vida real. Com Satanás não se brinca, pois ele é astuto, sedutor e depois acusador.

O pecado, especialmente na área sexual, atrai outros pecados, como por exemplo a mentira, o falso testemunho, uma vida nas trevas.

A Bíblia não diz que todo pecado deve ser confessado ao pastor e à Igreja, mas a tentação para repetição de um pecado se torna cada vez mais forte enquanto esse pecado permanecer escondido. Mas, uma vez confessado, ele se enfraquece, porque a vergonha toma conta do pecador e, principalmente, porque os verdadeiros fiéis irão interceder pelo pecador, para que o senhor conceda-lhe força para resistir às tentações.

Somente aqueles que não forem convertidos de fato é que irão julgá-la, pois pensarão que se encontram acima do juízo, o que não é verdade, pois todos somos “farinha do mesmo saco”. Todos necessitamos da misericórdia de Deus. “Porque Deus a todos encerrou na desobediência, a fim de usar de misericórdia para com todos” (Rm 11:32).

Você pode procurar uma irmã idosa, de confiança, discreta e contar-lhe, pedindo-lhe que a aconselhe e ore por você. Mas, o principal, é arrepender-se diante de Deus, pedindo-lhe perdão, e pedindo-lhe que a fortaleça na decisão de não mais cometer pecado. Deus a perdoará, certamente. “Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado…. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1:6, 7 e 9).

E seja firme na sua decisão, caso seu namorado fraqueje e a procure. Leia mais a Bíblia porque ela é o martelo de amaciar carne.

Que a graça e a paz do senhor Jesus esteja contigo.

José Adelson de Noronha

629 opiniões sobre “Tenho que confessar meu pecado à Igreja?”

  1. Amados, pastor A está de volta neste glorioso site para desmascarar Satanás, expor seus ardis,alertar sobre as obras das trevas e esclarecer as mentes dos incautos. JESUS SEJA SEMPRE LOUVADO. NELE, POR ELE E PARA ELE SAO TODAS AS COISAS. VOS AMO EM CRISTO JESUS.

    Curtida

    1. Ah não, ninguém merece. Será que não se toca não?
      O blog está(va) em perfeita paz, é só esse sujeito aparecer aqui para infernizar tudo com suas ideias malucas e julgamentos.
      Errado de novo. Está aqui apenas para causar discussão e discórdia entre os irmãos (não só aqui, como em toda igreja e em toda parte que vai né!). Vc respeita e louva mais o diabo que ao Senhor. Pensamos que tinha cumprido sua parte “no trato” de nunca mais voltar aqui se o tal dia do diabo 12/06 que tanto temeu e propagou e disse que seria tão grande e blablabla……..cadê agora???
      Acho que os 1000 livros de magia negra que leu te enganaram de novo, certo!

      Curtida

      1. Se até Jesus foi resistido e tachado de demonio que dirá eu, um humilde servo? Mas se muitos o ouviram muitos também ouvem seu servo. Vinicius, seu estilo é inegavel. qualquer dia vou ai na sua igreja te conhecer pessoalmente. Te amo em Cristo, meu irmao.

        Curtida

  2. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem argüidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus.” (João 3.16.21)

    Deus é amor, é misericordioso sim, tanto que entregou o seu Filho para morrer por cada um de nós. Mas quem aceita a Jesus como Salvador, andará na luz. A luz não mistura com trevas, mas como acima diz, os homens amaram mais as trevas do que a luz. Dá para entender que por trevas fala de maldade, pecado, tudo que é contrário ao que Deus desejou para a humanidade. Ele deseja salvar a todos, que ninguém se perca. Mas muitos tem desprezado os mandamentos de Deus, desprezado suas Palavras.

    “Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. ” (João 3.3-8)

    A resposta de Jesus a um homem chamado Nicodemos, serve para cada pessoa hoje. Se quisermos um dia morarmos com Deus, termos nossas almas salvas, herdar a vida eterna, devemos nascer de novo. Não ficarmos conformados com este mundo, concordando com as práticas pecaminosas. Para o mundo, o adultério pode ser considerado corriqueiro e normal. Mas um cristão que se baseia na Bíblia, sabe que não deve se conformar com este século e nem com as práticas pecaminosas que o diabo apresenta como “atraente e ingênuo”.

    Deus é amor e deseja que todos sejam felizes, mas dentro da Sua Palavra, dentro de seus princípios. Muitos são infelizes porque desprezam a Palavra. Mas apesar de todos os pesares, Deus CONTINUA SENDO AMOR E MISERICÓRDIA! Mas aquele que não nascer do Espírito não poderá entrar no reino de Deus.

    Abraço a todos!

    Curtida

  3. Amada, Deus não quer o sofrimento dos seus. Eles estão apaixonados e nunca serão felizes com outras pessoas. Não queira ser justa, santa demais. Quem le entenda. Jesus disse que não adianta coar um mosquito e engolir um camelo. Ele nunca será feliz com a atual mulher e nem ela com outro e culpada será voce se ela seguir seu conselho. Claro que primeiro ele tem que estar livre para assumir um compromisso com ela. Deus é pai não é carrasco.O PIOR É ESTAREM COM PESSOAS QUE NÃO AMAM. ISSO É COAR UM MOSQUITO E ENGOLIR UM CAMELO NO ENTENDER DE JESUS; ISSO É QUERER SER JUSTO DEMAIS E SE DESTRUIR ANTES DA HORA. A VIDA E O AMOR VEM ANTES DE REGRAS.JESUS ÃO SEGUIA REGRAS FIXAS MAS SEGUIA E PREGAVA A LEI DO AMOR…

    Curtida

      1. Ah, a lei do amor…então pode adulterar, matar, roubar, se prostituir…Deus não irá ligar…

        Amado, você não tem base bíblica nenhuma para argumentar. Você usa versículos distorcidos. Primeiro: Quando alguém ama a Deus (cumpre a lei do amor) e ama a seu próximo, irá obedecer aos mandamentos de Dele! Não adianta ficar tentando apoiar pecado, porque a Bíblia não apoia pecado em momento nenhum!

        A moça em questão, já é grandinha e adulta para decidir o que irá fazer. Mas que ela não se engane, ficando com o pastor, ela estará em adultério sim! Não estou sendo má, santa demais ao afirmar isso, estou baseada no que diz a Bíblia.

        “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 Coríntios 6. 9-10)

        Pessoas como você, que distorce a Bíblia, infelizmente a própria Bíblia já alertava sobre os tais “falsos profetas”.

        “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.” (2 Tm 4.1-5).

        Curtida

        1. Deus não quer ver o sofrimento de ninguém mesmo, mas Ele deu o livre arbítrio as pessoas, cada pessoa deve escolher qual caminho andar e toda escolha tem consequências! Não acredito também que esse “pastor ” e essa moça sintam amor de verdade um pelo outro. Isso é paixão ilícita colocada no coração de ambos pelo Inimigo para tirar ambos da presença de Deus. Depois, tem a esposa do pastor. Acha que ela não tem sentimentos? Que ela merece ser descartada como um lixo? Acha que Deus aprovará tal prática? Não.

          Infelizmente, você apesar de se dizer “pastor” demonstra ignorância sobre a Bíblia. Agora mesmo vai dizer que se alguém tem a “lei do amor”, tudo bem desobedecer tudo que a Bíblia diz… Infelizmente, muitos pastores hoje, estão preocupados somente em ficar pedindo ofertas e dízimos nos cultos, fazendo shows arranjados de “milagres” e não ensinam Bíblia. Tenho visto igrejas “novas” essas que estão com programas na TV, que tem mostrado que os pastores de tais igrejas, só sabem pedir dinheiro, falar de demônios e cura…mas pergunto: onde fica o ensino bíblico? As mensagens? Os tais “pastores” não sabem interpretar a Bíblia, distorcem versículos ao bel prazer e o povo ingênuo que se lasque.

          Infelizmente, por causa dessas tais igrejinhas com seus “pastores”, igrejas sérias, que pregam e ensinam a Bíblia de fato, “pagam o pato” e levam a fama! Por que os evangélicos estão com má fama? Por causa desses “pastores” que escandalizam, fazem comércio com a Obra de Deus e não pregam a Verdade. Deixam o povo na ignorância, como disse: “não suportam a sã doutrina”.

          O que posso dizer? Lamento e muito por você e pelos membros de sua igreja! Como falei, além de deturpar o evangelho, ainda arrasta contigo uma multidão. Se as pessoas ao invés de darem ouvidos a toda “ladainha”, fosse estudar a Bíblia, não seriam enganados por falsos profetas, pastores. Ainda há pastores sérios, mas estes sofrem pelo mau testemunho de “pastores” que se preocupam só com shows de exorcismo, pedição de dinheiro para isso e aquilo, e que só querem enriquecer às custas dos fieis. Mas não pense que tais pastores ficarão impunes! Não sou santa, tenho defeitos, mas uma coisa eu digo: o que eu falo às pessoas aqui, é baseado na Bíblia. Eu estudo a Bíblia com afinco e não isolo textos e distorço tudo para apoiar pecado. Temo ao Senhor!

          Curtida

          1. Mais uma coisa, Pr A, não serei culpada pela escolha de ninguém aqui no blog, afinal, eu dou respostas de acordo com a Bíblia e não forço as pessoas a seguirem o que digo. Apenas respondo a quem pergunta e a pessoa é que irá fazer o que bem entender. Minha parte é ajudar as pessoas segundo à luz da Bíblia.

            Eu entendo que você quer me atingir, mas quer saber? Não me importo. Como falei, eu sinto muito porque vejo que é um homem sem temor a Deus, que acha que tudo pode se é para felicidade do homem…mesmo que a felicidade de duas pessoas sejam a infelicidade de outra ( a esposa do pastor). Um conselho amigo: comece a tirar tempo para estudar a Bíblia, mas antes ore a Deus, peça ao Espírito Santo para te ajudar a discernir o que a Bíblia diz. Não isole textos, leia a Bíblia buscando todo o contexto, medite bem nas palavras de Jesus e cresça no conhecimento.

            ” Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou.” (João 14. 23.24)

            Quem ama a Deus, guarda seus mandamentos! A Lei do amor é essa. Ou acha que ao resumir a lei no amor a Deus e ao próximo Ele abriu brecha, deu permissão para adultério, assassinato, roubos, pedofilia, etc? Teu entendimento está estreito, “pr A”.

            “Felizes as pessoas que lavam as suas roupas, pois assim terão o direito de comer a fruta da árvore da vida e de entrar na cidade pelos seus portões! Mas fora da cidade estão os que cometem pecados nojentos, os feiticeiros, os imorais e os assassinos, os que adoram ídolos e os que gostam de mentir por palavras e ações.” (Ap.22.14-15)

            Reflita! Ainda está em tempo de mudar e compreender de verdade as Escrituras Sagradas! Quem tem que sentir receio de levar culpa nas decisões de alguém aqui, é você, pois não usa a Bíblia corretamente para responder. Responde segundo seus “achismos” e a Bíblia que se dane! Mas como falei…ainda dá tempo de mudar! Deus não tolera pecados! Ele perdoa àqueles que se arrependem e DEIXAM o pecado! Quem confessa e deixa, alcança misericórdia de Deus! Isso é amor e justiça! Cada um receberá a recompensa de acordo com as suas escolhas.

            Um abraço.

            Curtida

            1. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem argüidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus.” (João 3.16.21)

              Deus é amor, é misericordioso sim, tanto que entregou o seu Filho para morrer por cada um de nós. Mas quem aceita a Jesus como Salvador, andará na luz. A luz não mistura com trevas, mas como acima diz, os homens amaram mais as trevas do que a luz. Dá para entender que por trevas fala de maldade, pecado, tudo que é contrário ao que Deus desejou para a humanidade. Ele deseja salvar a todos, que ninguém se perca. Mas muitos tem desprezado os mandamentos de Deus, desprezado suas Palavras.

              “Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. ” (João 3.3-8)

              A resposta de Jesus a um homem chamado Nicodemos, serve para cada pessoa hoje. Se quisermos um dia morarmos com Deus, termos nossas almas salvas, herdar a vida eterna, devemos nascer de novo. Não ficarmos conformados com este mundo, concordando com as práticas pecaminosas. Para o mundo, o adultério pode ser considerado corriqueiro e normal. Mas um cristão que se baseia na Bíblia, sabe que não deve se conformar com este século e nem com as práticas pecaminosas que o diabo apresenta como “atraente e ingênuo”.

              Deus é amor e deseja que todos sejam felizes, mas dentro da Sua Palavra, dentro de seus princípios. Muitos são infelizes porque desprezam a Palavra. Mas apesar de todos os pesares, Deus CONTINUA SENDO AMOR E MISERICÓRDIA! Mas aquele que não nascer do Espírito não poderá entrar no reino de Deus.

              Curtida

                1. Pr A, não irei discutir com você. Não distorci nada, aliás, eu apresentei embasamento bíblico. Você quer que uma um “pastor” largue sua mulher para viver com uma jovem e serem “felizes” juntos. Isso é certo? Não. Não é mesmo. Pode continuar pensando o que quiser de mim, mas eu me embaso na Bíblia, enquanto você usa de achismos. Sou convertida, amado, quem é você para me questionar? Logo você que apoia adultério? Porque você querer que o homem largue a esposa dele para ficar com uma mulher bem mais jovem é o que?

                  Já pensou? Se eu me cansar de meu marido, eu posso então deixar ele para ficar com outro que bem entender? Ou vice-versa? Perante os homens a resposta pode ser “sim”, mas perante a Bíblia a resposta é um NÃO bem redondo. Não é certo alguém aconselhar alguém a ficar com alguém que é casado e não é certo aconselhar alguém a largar seu cônjuge para ficar com outra pessoa, isso perante a Bíblia é pecado. Para mim o assunto está encerrado!

                  Curtida

                2. Amados, quanto ao divórcio Jesus disse que essa palavra nao é para todos. ALIAS, PECADO MAIOR DO QUE DIVÓRCIO É VIVER COM QUEM NAO SE AMA. E SE O MARIDO FOR VIOLENTO E COLOCA EM RISCO A VIDA DA ESPOSA, TAMBÉM É PROIBIDO O DIVÓRCIO

                  Curtida

                3. Claro que há sim circunstancias em que é melhor se separar.É TAO ERRADO PROIBIR SEMPRE O DIVORCIO QUANTO APOIAR SEMPRE O DIVÓRCIO. HÁ CIRCUNSTANCIAS EM QUE ELE É A ÚNICA SAIDA.VAI NEGAR, NÉ.

                  Curtida

                4. Pr A, tenho bons argumentos para derrubar tua tese distorcida. Aqui ni blog mesmo, eu já alertei uma mulher que sofria maus tratos. Claro que quando há riscos de vida, a situação é outra. Bem diferente do caso aqui apresentado e discutido.

                  Poderia prolongar com bons argumentos….mas a verdade é que já estou com preguiça desse assunto. Vocé quer me atazanar apenas e está voltando com as palhaçadas todas.

                  Curtida

                5. Voce se perdeu em seus próprios argumentos e ficou sem saída, voce própria caiu em contradiçao. resumindo, as regras sao para preservar a vida e nao a vida para preservar as regras. Jesus disse isso quando falou: o sabado foi feito para o homem e nao o homem para o sabado Sinto muito amada.

                  Curtida

                6. “Pastor A”, eu estava na rua e portanto, sem tempo para continuar nessa discussão interminável, por isso disse estar com “preguiça” de continuar o assunto.

                  Primeiro: o divórcio é reprovado por Deus sim e Ele só tolera por causa da dureza do coração do homem. Quem está distorcendo tudo, para me “atacar” (coisa que está óbvia desde que começou a comentar no blog) é você. O caso discutido, em questão é o do “pastor” casado que ficou com a mãe da jovem e depois resolveu ficar com a própria jovem mesmo sendo casado (ou seja, adultério, amplamente condenado na Bíblia).

                  Segundo: O divórcio só é aceito na Bíblia em caso de adultério, assim, a “vítima” tem o direito de pedir o divórcio e de refazer sua vida. Em casos de agressão física, o cônjuge agredido pode se afastar para poupar a sua própria vida e a de terceiros : filhos etc.

                  Terceiro: Se divorciar apenas porque se cansou ou apaixonou por outra pessoa é pecado sim! Se eu amanhã acordar pensando que já não gosto do marido e que o “Ricardão” é mais sarado e gostosão e que por isso vou me separar do meu marido e ficar com o “Ricardão”, estarei caindo em pecado. Porque aquele que se divorcia sem ser por adultério, sexo ilícito, ao se casar de novo, está em adultério e o que casa com o repudiado também está em adultério perante Deus. (Não são meus achismos próprios, é o que a Bíblia diz).

                  Quanto às regras… impossível viver uma vida sem regras! Claro que há regras que não se aplicam mais hoje (caso do sábado, embora há os que defendam que é necessário guardar o sábado até hoje, mas o assunto discutido aqui é outro e não entrarei na questão do sábado, até porque essa seção é para discutir outro assunto). Mas só para citar um exemplo, que você mencionou dias atrás sobre a lei do amor. Se formos achar que por ter a lei do amor, não preciso mais obedecer regras da própria Bíblia, logo um homossexual pode lutar para ficar com seu parceiro e casar-se na igreja em nome da “lei do amor”, afinal o amor está acima das regras! Veja como ao dizer que a lei do amor não tem regras, está abrindo espaço para apoiar toda forma de pecado.

                  No mais, é isso! Não sei qual o teu prazer em ficar tentando me rotular como incrédula ou como santa demais! Até nisso você se contradiz: hora me diz para converter e hora me chama de “santa demais” rsrs.

                  Tudo que eu comento no blog, é seguindo princípios cristãs, amado, portanto, acho que antes de tentar ficar me atacando por tentar seguir a Bíblia, deveria era fazer parte dos que ajudam a Obra com a Verdade da Bíblia. Você age como se fôssemos inimigos e isso é lamentável, mais lamentável, é quando vejo você distorcendo trechos da Bíblia para apoiar seus achismos próprios! Será que vai dar para por um ponto final nesse assunto? Ou está difícil ?

                  Um abraço.

                  Curtida

                7. Aliás, veja como você “viaja”, pegou o assunto de sábado, porque não mostra embasamento bíblico para falar do divórcio e adultério, que é o assunto em pauta aqui? Quem é conhecedor da Bíblia, verá que fui coerente nos meus comentários, mostrando versículos dentro do contexto e dentro do assunto apresentado, coisa que você não fez até agora!

                  Você só sabe repetir que não deve ser justo demais, que a lei do amor é o que interessa e que regras não são para seguir…ok, são suas palavras…mas cadê o embasamento bíblico dentro do contexto e sem distorções e sem “fugir” para outro assunto? Até agora só vi sua opinião pessoal, baseada em versículos distorcidos para “acalentar” pecado. Dose, hem? E depois eu é que tenho que me converter?! As pessoas lendo tudo devagar e tranquilamente, poderão tirar suas próprias conclusões. Espero ter encerrado o assunto (já deu, não acha?!)

                  Curtida

                8. Amada, há tantas coisas piores do que adultério que justificam um divorcio. tanto que o próprio Jesus disse que essa palavra nao é para todos.

                  Curtida

            2. Pr A, não é porque existem pecados “piores” que o adultério deixa de ser pecado. A questão, amado, é que pecado é pecado e pronto. Me admira você, um “pastor” (vai saber se é mesmo, começo a duvidar), continuar insistindo em “acariciar” pecado.

              Amado, do mesmo jeito que um assassino e estuprador irá para o inferno se não se converter dos maus caminhos, o mentiroso e adúlteros que não se arrependerem dos maus caminhos também irão para o inferno. Pode parecer dura a mensagem? Mas está na Bíblia, não sou eu que digo isso por opinião particular. Tanto o pecado brutal, quanto o pecado aparentemente “pequeno” levam a pessoa ao inferno se não se converter. Onde na Bíblia está escrito que Deus aprova o divórcio e adultério? Pode citar referências? Não pode e sabe por quê? Porque a Bíblia é clara quanto a isso. Você também não deve achar grave a mentira, mas também leva ao inferno se não se arrepender, assim como QUALQUER pecado pode levar à perdição eterna.

              Não confunda o fato de Deus ser amor, com Ele ser apoiador de pecados. Em várias partes na Bíblia fala que Deus abomina o pecado. Por pecado entende-se desde a mentirinha pequenininha, até o adultério, assassinato, etc. Você acha que o divórcio e adultério não é grave? Quantas famílias são destruídas por isso? Quantos filhos são afetados e enchem consultórios por causa de depressão infantil ? Amado, o adultério é abominação para Deus. Davi pecou, mas ele teve o caráter de se humilhar depois e reconhecer seu erro. Foi perdoado, mas a que preço? Primeiro, foi a morte do filho que Bate-Seba estava gerando: “o SENHOR feriu a criança que a mulher de Urias dera à luz a Davi; e a criança adoeceu gravemente” e “ao sétimo dia morreu a criança” (2Sm 12.15,18).

              Depois, surgiram outras consequências. O Senhor por intermédio do profeta Natã, profetizou que a espada jamais se afastaria da casa de Davi. Assim como Urias foi morto de forma violenta, assim também a violência não se apartaria da casa de Davi. Então, tempos depois, seu filho Absalão, assassinaria seu próprio irmão Amnom, como vingança, por ter este estuprado a irmã deles, Tamar (2Sm 13.1-36). Isso fez com que Joabe matasse Absalão (2Sm 18.14-15).

              A história de Davi e Bate-Seba, de suas escolhas erradas e consequências trágicas, permanece por todos os tempos, como um alerta para todo crente na hora de fazer suas escolhas.

              Vai dizer que o adultério é “leve” ou “menos pior” que outros pecados? Errar é humano, mas aquele que reconhece o erro é inteligente, agora quem erra e permanece no erro é um tolo. Não sou santa, tenho falhas, mas jamais vou apoiar pecado e ir contra a Bíblia.

              Curtida

              1. Talvez você seja um homem divorciado e por isso, tenta a todo custo defender o divórcio. É certo um homem que se diz “pastor” e é casado, trair a esposa com uma mulher bem mais jovem e deixar a esposa para enfim, poder ficar de vez com a jovem? Na sua cabecinha pode, mas isso é errado sim. E já está chato para caramba sua insistência em continuar apoiando o erro dos outros. Se você gosta de viver numa vida corrompida, saiba que o fato de você achar que não é pecado, não te livrará das consequências…Uma hora Deus se cansa de tanta teimosia.

                “Foi dito: ‘Aquele que se divorciar de sua mulher deverá dar-lhe certidão de divórcio’. Mas eu digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério. ” (Mateus 5:31-32)

                “O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros. ” (Hebreus 13:4)

                “Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: “É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo?” Ele respondeu: “Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’ e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe”. Perguntaram eles: “Então, por que Moisés mandou dar uma certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora?” Jesus respondeu: “Moisés permitiu que vocês se divorciassem de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio. Eu digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério”.
                (Mateus 19:3-9)

                “Quem se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher estará cometendo adultério, e o homem que se casar com uma mulher divorciada estará cometendo adultério. ” (Lucas 16:18)

                Não são minhas palavras, está na Bíblia (livro inspirado pelo Espírito santo). Você não está me contestando, amado, está contestando a Palavra de Deus. Para você pode não ser grave, mas saiba que é. Você busca estratégias (dadas pelo diabo), para distorcer a Palavra de Deus e buscar “portas” para acolher pecados. Triste!

                Curtida

                1. No caso de uma mulher que sofre agressão do marido, ela pode se afastar para poupar a vida dela e dos filhos, essa é uma situação que seria correr risco. Agora, é bem diferente o caso apresentado aqui, onde um “pastor” casado, ficou com a mãe de uma jovem e depois, ficou com a jovem, sendo casado. Você defende isso, porque é machista e ainda não nasceu de novo. Passa tanto tempo falando do diabo que esquece de estudar a Palavra direito ( dentro do contexto).

                  E depois ainda acha que exagero quando falo de falsos pastores, profetas que nas igrejas ficam só no show de exorcismo e pedindo ofertas e dízimo…Depois acha ruim quando digo, talvez por vestir a carapuça. Pastor tem o dever de se esforçar em crescer no Evangelho de Cristo, porque um dia terão de dar conta perante Deus sobre as almas das pessoas que conduziu. Claro que há pastores honestos e sérios e conheço graças a Deus. Mas por conta de pastores que se autointitulam de bispos, pastores, apóstolos, o evangelho está sendo envergonhado. São homens e mulheres com olho grande somente nas coisas materiais, amantes de si mesmos e egocêntricos e por esses, os pastores sérios e com verdadeiro dom para dirigir igreja e trabalho missionário, levam a fama dos falsos profetas! Antigamente (minha avó conta), quando um homem dizia que era pastor, era respeitado. Hoje quando um homem se diz pastor, é logo associado com ladrão, corrupto e enganador. Não exagero em minha análise, apenas faço observação de que se os pastores dedicassem tempo em crescer na Palavra, tirassem tempo para entender a Bíblia como de fato é…não haveriam tantos escândalos no meio evangélico. É com pesar que digo isso. Não estou acusando ninguém, mas vista a carapuça a quem servir!

                  Curtida

              2. Mais uma vez vc torce o que eu digo e usa contra mim, quem torce tudo é vc amada. EU NAO DISSE QUE ADULTÉRIO NAO É PECADO OU QUE DEIXA DE SER PECADO POR EXISTIREM PECADOS PIORES. O QUE EU DISSE É QUE HÁ MOTIVOS PIORES PARA JUSTIFICAR DIANTE DE DEUS UMA SEPARAÇAO. UM DESSES É A VIOLENCIA PRATICADA CONTRA A MULHER COMO VC MESMA DIZ. COMO ENTAO SÓ POR MOTIVO DE ADULTÉRIO PODE HAVER DIVÓRCIO. VOCE QUER LEVAR A BIBLIA AO PÉ DA LETRA MAS NEM VC FAZ ISSO AO ABRIR UMA RESSALVA NO CASO DE INFIDELIDADE. TENHA MAIS COERENCIA AMADA. OU NAO PODE HAVER DIVORCIO EM HIPOTESE ALGUMA, EXATAMENTE COMO ESTÁ NO TEXTO BIBLICO; O QUAL DEVE PASSAR POR UM PROCESSO DE INTERPRETAÇAO E VC O FAZ DIZENDO QUE EM CASO DE VIOLENCIA PODE HAVER SEPARAÇAO; OU ENTENDEMOS QUE É PERMITIDO EM CERTOS CASOS É PERMITIDO A SEPARAÇAO, POIS HÁ COISAS BEM PIORES QUE ADULTÉRIO E VIOLENCIA FISICA E PSICOLOGICA, NAO É SÓ CITAR TEXTOS, TEM QUE VER O CONTEXTO E ESTE É QUE OS JUDEUS LARGAVAM SUAS MULHERES MAIS VELHAS POR OUTRAS MAIS NOVAS SEM UM MOTIVO JUSTO O QUAL ERA A INFIDELIDADE COMO DIZIA ALEI MOSAICA. NAO SEJA BURRA. NAO BASTA VC LER A BIBLIA, TEM QUE INTERPRETA-LA. E NAO TE RESPONDO MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO. VÁ ESTUDAR HERMENEUTICA E EXEGESE.

                Curtida

                1. Eu quiz foi dizer: nem vc que quer levar a Biblia ao pé da letra faz isso ao abrir uma ressalva em CASO DE VIOLENCIA CONJUGAL PARA QUE POSSA ASSIM HAVER DIVÓRCIO. DAQUI A POUCO VAI ESTAR DIZENDO PARA OS QUE SE MASTURBAM QUE ARRAQUEM SEUS OLHOS E SUAS MAOS E JOGUEM FORA PORQUE JESUS DISSE ASSIM MAS VOCE LEVA TUDO EXATAMENTE AO PÉ DA LETRA.

                  Curtida

                2. Pr A, a Bíblia tem suas regras, agora quem está bancando o “espertinho” mais uma vez distorcendo tudo é você de novo! O divórcio é um assunto polêmico mesmo e gera discussões intermináveis. Mas o que estamos discutindo (estávamos, espero que cumpra a parte de parar com o assunto) era o caso aqui apresentado do “pastor” casado com a tal jovem que pediu ajuda. Nesse caso, você apoiando os dois a ficarem juntos está errando, entendeu? Sei que entendeu sim, mas se faz de bobo quando convém! A Bíblia não fala sobre a mulher que sofre violência do marido, mas segundo o que está na Bíblia sobre divórcio, entendemos que caso a mulher precise se separar sem ser por adultério, deverá permanecer sem se casar de novo ou se reconciliar com o marido depois. Claro que em casos de violência não irei dizer a uma pessoa para permanecer com o cônjuge e não estou indo contra a Bíblia nisso. O que estava dizendo é que apoiar divórcio só porque se apaixonou por outra pessoa, não tem respaldo bíblico para se casar de novo! Se você acha que adultério é pecado, porque então apoiou o divórcio do “pastor” para ficar com a moça? Estariam em adultério! Em nenhum momento você pensou na esposa do “pastor” (do caso apresentado). Em caso de infidelidade, amado, a Bíblia dá a oportunidade sim de haver divórcio (Mateus 19.3-9). Apenas o final do texto para ver que em caso de infidelidade pode haver divórcio!

                  “Eu digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, EXCETO por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério”. Esse “exceto”, significa que no caso de infidelidade (imoralidade sexual, adultério), a pessoa “vítima” da infidelidade pode pedir separação.

                  E você está equivocado ao dizer que levo a Bíblia ao pé da letra em tudo! Eu entendo bem estudando a Palavra o que é para ser seguido e o que é “comparação, ilustração etc”. E sabe muito bem que de burra não tenho nada! O que acontece é que deve ter servido a carapuça e agora está de recalque comigo! Quer saber? Não me importo com o que você pensa de mim! Quanto a quem se masturba ter que cortar a mão…Huummm, interessante você mais uma vez tentar correr pra outro assunto! Claro que ninguém vai cortar e furar os próprios olhos, embora tenha casos verídicos de homens que se “caparam” para parar de pecar rsrsrs! O teu problema é que sempre foge do tema principal, e pega assuntos secundários, que nada tem a ver com o caso discutido! A Bíblia deve ser entendida dentro do contexto e claro que certas afirmações não são para levar ao pé da letra. Mas no caso do divórcio, acho que está bem claro. Em circunstâncias difíceis que não seja o adultério, a pessoa pode até se divorciar, porém, deve permanecer sozinho, sem novo casamento. Sei que não deve concordar…mas fala sério! Para mim, já deu! E não discutirei esse mesmo assunto de novo aqui! Chega!

                  Em lugar nenhum eu disse que sou santa, não sou e aqui no blog eu inclusive digo várias vezes que todo ser humano está sujeito a cair, assim como Davi era segundo o coração de Deus e caiu. Mas é tolice permanecer no erro. No caso apresentado aqui, não há motivo sério para o divórcio, para o “pastor” poder ficar com a jovenzinha. Entendeu? E sei que entende, mas como tem prazer em ficar na “contestação”… Mais explicado e esmiuçado sobre o assunto, como coloquei, impossível! Não estou tentando passar a imagem de “santa e perfeita”, porque não sou. Eu só incentivo a pessoa que errou ( e errar é humano e não condeno ninguém), a sair do pecado e buscar uma vida pautada nos princípios bíblicos. Se no caso apresentado, fosse um caso de violência doméstica e tivesse dito para ela se divorciar, eu entenderia! O que não deu para concordar é que na questão apresentada não há nada que justifique um divórcio (como você incentivou). Lembrando que esse “pastor” se casou com uma mulher bem mais velha porque quis e sendo assim, deveria respeitá-la. E a jovem que pediu ajuda, ela já se sente longe de Deus e do Espírito Santo, isso quer dizer que ela não está feliz! E dizer que é paixão, a paixão evapora rápido (dura no máximo 2 anos e há pesquisas que comprovam). Então, um relacionamento para dar certo é preciso amor, o amor é duradouro e maduro! No caso apresentado, o divórcio seria errado e se após continuassem juntos, perante a Bíblia estariam em adultério!

                  Quanto a citar versículos, faço isso para mostrar em que estou baseada! É bom termos referências quando discutimos um assunto, pode achar desnecessário, mas eu não acho. Assim como na universidade precisamos dar referências de onde pesquisamos e citar a fonte, por que com a Bíblia seria diferente?

                  E só uma coisinha: escrever em letras maiúsculas significa que está “gritando” nervoso! rsrs Seu nervosismo se dá por achar que iria me “dobrar” e como não conseguiu, está mais uma vez fazendo seus julgamentos conhecidos de: “você é burra” e etc. O divórcio dependendo do caso até pode ser tolerado por Deus, mas no caso em específico e aqui discutido, não tem base bíblica (entendeu? falo do caso discutido aqui). Espero que realmente tenha encerrado o assunto! Não pedi em momento nenhum para você responder, ou pedi?! Não. E pode deixar, eu estudo exegética e hermenêutica faz tempo! Fica com Deus.

                  Graaaaande abraço, “Pr A”.

                  Curtida

                3. Correção: eu quis dizer do caso do “pastor” casado, que está ficando com a jovem que pediu ajuda. Ele não é casado com a jovem, mas na pressa de digitação, saiu emendado.

                  Curtida

                4. Quanto ao divórcio por infidelidade (a parte traída pode pedir divórcio) é permitido na Bíblia. Ler em Mateus 19.9. E em caso de violência doméstica a mulher pode se separar, desde que permaneça sem casar-se de novo (1 Coríntios 7.10.11).

                  “Ora, aos casados, ordeno, não eu, mas o Senhor, que a mulher não se separe do marido (se, porém, ela vier a separar-se, que não se case ou que se reconcilie com seu marido); e que o marido não se aparte de sua mulher.”

                  Curtida

                5. Explicando que em Mateus 5. 29-30, Jesus usa de hipérbole. Ele não está esperando que ninguém arranque os olhos e corte as mãos literalmente. Ele usa expressão forte para mostrar que os cristãos devem ser radicais contra o pecado.

                  Curtida

                6. Cont. Podemos aplicar o texto hoje da seguinte maneira: “tirando” nossos olhos de tudo que é pecado: pornográfica, violência etc), assim como não devemos usar as mãos como instrumento de satanás para roubar, matar, etc.

                  Curtida

  4. Querida, o que fazer, é o que todos nós devemos fazer como pecadores que somos, é se afastar da fonte de tentação, se arrepender, quando isso acontecer, a pessoa precisa sentir um certo “nojo e aversão pelo pecado”, pois enquanto o pecado parecer ser atraente, algo está errado! Em certo ponto é normal as adolescentes nessa fase, sentir uma certa atração por pastores e líderes em evidência, depois geralmente essa fase passa.

    E todo pastor com um pouco de sabedoria deveria saber bem reconhecer e fugir de tentações desse tipo, evitar cair em ciladas emocionais como essa, pois isso acontece sempre, quanto mais ele se deixa envolver emocionalmente, mais ele fica presa fácil de cair em pecados assim, portanto esse pastor não tem sabedoria, do mesmo jeito que ele caiu com sua mãe, e agora com você, ele cai com qualquer outra mulher!

    É preciso se afastar desse pastor, fugir da tentação, não precisa ser grossa, mas evite ao máximo, não dê mais motivos para continuar com uma relação que jamais deveria nem ter começado! Renuncie essa paixão carnal e até mesmo diabólica, esse sentimento perverso, isso não vem de Deus. Acho que você já sabe pela bíblia o tamanho do pecado de um adultério, a bíblia adverte severamente e muitas vezes os adúlteros, isso é coisa grave! E por causa disso, muitos já morreram até, Deus é bom sim, mas não convêm abusar.

    Você é nova e poderá ter uma vida de felicidades com outra pessoa de Deus. Que o Espírito Santo te convença do pecado, que você tome as atitudes necessárias e volte a ter plena comunhão com o Senhor, Ele te aguarda pela sua volta filha, Ele tem saudades de Ti!

    Curtida

  5. Paz pastor. E com muita vergonha q venho expor isso mais preciso de ajuda! Tenho 21 anos e acabei me apaixonando por um pastor casado, só que eu o conheço desde os meus 8 anos e ele não era casado na epoca, eu era só uma menina q não tinha maldade. Minha mae tinha se separado do meu padrasto e ela tava super mal. O pastor foi ajudar ela c a esposa dele, nessa época eu tinha 13 anos e considerava ele como pai. Só q infelizmente minha mae se apaixonou por ele e eles acabaram caindo. Só q ele na época saíram de casa e os dois pagaram um alto preço. Devido a isso me afastei dele. Só q tinha um carinho de filha pot ele enorme. Mais tudo mudou quando minha mae faleceu. Ele abaixo de Deus foi um sustento p mim, pois ele sabia q eu não tinha mais pai e minha falecida ele me ajudou muito. O problrma q eu não era mais uma menina já era uma mulher, nesse período d reaproximação pra onde eles iriam me levavam ao ponto d eu morar na casa dele. Só que eu o via como pai Deus sabe disso e ele me afirmava q me via como filha. Mais eu comecei a enfraquecer espiritualmente e comecei a ver ele se aproximar cada vez mais. Só que eu não notava q ele pudesse ta se apaixonando por mim pq eu via ele como pai. Porém uma manha onde ficamos a sós ele me falou q estava apaixonado e eu comecei a sentir uma atração enomer por ele e acabamos ficando, desde esse dia nada foi como antes eu sair da liderança da mocidade, chorei MT mais já estava muito apegada, começamos a nos encontrar cada vez mais. E a esposa dele sabia. Ele tem 30 e ela 49. Nos apaixonamos perdidamente e agr ela pensa em ficar definitivamente comigo. Só q eu lembro quanto minha mae sofreu e não queria causar sofrimento mais eu amo muito, e não consigo pensar em outra pessoa na minha vida q não seja ele. To sofrendo muito pq sei q estamos impuros diante de Deus. To sentido a ausência do espírito santo é a pior ausência não sei oq fazer. Me ajude

    Curtida

    1. Cristina, seu caso é sério! Não deve “acariciar” pecado, entendeu? Fico perplexa de pensar que o sujeito ainda continua sendo “pastor” depois de ficar com sua mãe e depois com você. Para o bem de sua alma, você deve se afastar dele e ele se quiser também se salvar, deve pedir perdão a esposa pela traição, entregar o ministério de pastor e viver uma vida de cristão de verdade. Se afaste desse homem, porque perto dele, sempre ficará tentada, sabe que o diabo não perde chances de induzir pessoas às paixões proibidas…Ore e vigie!

      Leia a Bíblia, amada, tire tempo de oração, confesse seu pecado e peça perdão a Deus e viva de acordo com a Palavra. Jesus está voltando, veja os sinais…fico triste quando vejo jovens sendo levados por qualquer sentimento ilícito. Você tem 21 anos, já é adulta e sabe que se quiser ser abençoada por Deus, deve agir de conformidade com a Palavra de Deus. Pare de “acariciar” o pecado. O irmão Marcos disse algo legal, deve mesmo se afastar do pastor, para seu bem espiritual. O pecado deliberado leva à morte espiritual e à apostasia.

      Um abraço.

      Curtida

      1. Obs: O Espírito Santo se entristece com o pecado e se afasta mesmo da pessoa que peca e não se arrepende. Melhor voltar-se para Deus e voltar a sentir a presença do Espírito Santo, do que ficar com o homem casado e ainda correr o risco de Jesus voltar e te achar em falta… Não brinque com o pecado. Seja firme e se afaste desse homem, procure uma igreja com pastor sério para frequentar. Uma coisa: por mais que a tentação seja forte, a pessoa tem o poder da decisão e está nas suas mãos resistir ao pecado e dizer ” não”.

        Curtida

        1. Minha filha, peça perdao e seja feliz com esse pastor, nao jogue a sua felicidade fora. Se concerte com Deus, ele nao he carrasco.E vao ganhar almas juntos, Nao dá certo é mulher bem mais velha com homem mais novo, as diferenças acabam surgindo e ele sempre a deixa por outra mais nova.

          Curtida

          1. Anônimo, com todo respeito à sua opinião, eu discordo. Sua opinião particular nåo está de acordo com a Bíblia. Esse pastor é casado e deve respeitar a esposa independente da idade dela. E a moça deve sim se afastar do pastor se quiser andar na presença de Deus.

            Além do mais, homens com o perfil desse “pastor”, depois de certo tempo na farra, se cansa e vai atrás de outra novidade ou seja outra mulher.

            O adultério e divórcio pode até ser considerado normal para o incrédulo, mas um cristão deve fugir de tais coisas. A moça deve buscar relacionamento com jovens cristãos solteiros. Infelizmente, sua opinião está equivocada perante a Bíblia.

            Um abraço.

            Curtida

              1. Se essa jovem fosse ficar com esse pastor, perante Deus ambos serão adúlteros, mesmo o pastor largando a esposa. Os dois iriam escandalizar o evangelho e enganariam as “almas inocentes”.

                A jovem deve ter amizades sadias com jovens solteiros e quando for a hora certa, se relacionar com um jovem cristão e solteiro. Um cristão agir como o incrédulo é triste, porque está desprezando a Palavra de Deus revelada na Bíblia.

                Deus é justiça, anônimo, e Ele julgará a cada um de acordo com sua conduta de vida. Ele é amor no sentido de que pode perdoar quando a pessoa se arrepende e deixa o pecado. Quem confessa seus pecados e deixa, alcança misericórdia de Deus.

                Curtida

                1. A biblia também diz; nao queira ser justo demais porque isso te destruirá antes do tempo. mas pelo visto isso só vale para pastores.

                  Curtida

                2. Amado, acho que achou ruim eu discordar de tua opinião, mas se você conhecesse de fato a Bíblia, entenderia que apoiar adultério é errado. Quanto à passagem que você citou, está equivocado mais uma vez.

                  “Não sejas demasiadamente justo, nem demasiadamente sábio; porque te destruirias a ti mesmo?” ( Eclesiastes 7.16)

                  Este versículo que você citou, deve ser interpretado à luz de Provérbios 3.7 que diz:

                  “Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal”.

                  Aqueles que dependerem das suas boas obras para a salvação, e aqueles que se julgam sábios em si mesmos, acabarão se arruinando. O homem necessita da justiça que procede de Deus para regenerar seu coração, e igualmente, da verdadeira sabedoria da parte do Espírito Santo, para compreender a Palavra de Deus. Para entender um versículo, é preciso entender todo o contexto apresentado. Nossa justiça e sabedoria deve vir de Deus e não de nós mesmos. Quando deixamos de lado a orientação bíblica, e passamos a agir de acordo com nosso próprio entendimento, aí sim vem a destruição, porque quando passamos a agir segundo nossa vontade e “achismos”, abrimos brecha para apoiar pecados e a agir contrário ao que diz a Palavra de Deus.

                  Não sou pastor, aliás, sou uma irmã em Cristo (uma jovem mulher) que busca viver de acordo com a Bíblia. A Bíblia é clara quanto ao pecado de adultério, então, não poderia de jeito nenhum concordar com tua opinião sobre o “pastor” e a moça. E se for um cristão sincero, irá entender minha posição e não guardar rancor por isso.

                  Um abraço.

                  Curtida

                3. Cacau, voce esta tirando a biblia de contexto, pois o texto diz; vi justo se destruir na sua justiça e vi impio viver bem, prosperar na sua impiedade por isso concluo; nao seja justo demais porque isso te destruirá antes do tempo… o conselho é ser moderado para nao se destruir. Que essa irmã seja sabia e nao jogue a sua felicidade fora querendo ser justa demais pois isso destróe a pessoa. Tá na Bibla.

                  Curtida

                4. “Pastor A” (Pr Luciano), desde o início sabia que era você…Amado, não estou fora de contexto de jeito nenhum (já participei de seminário sobre o assunto). Querido, a irmã se quiser ser salva, terá que deixar o pecado (adultério com “pastor” casado). Falsos profetas (pastores) é que distorcem tudo da Bíblia para “acariciar” pecados como adultério, homossexualidade, etc. Onde na Bíblia está escrito que o adultério é permitido? Que a pessoa não deve buscar ser justa? Querido, a pessoa não pode querer ser justa demais, sábia demais, segundo o próprio entendimento.

                  Não se engane “pastor A”, achar que pecado não tem importância te levará ao inferno e responderá por aconselhar pessoas a permanecer no erro, “porque ser justo demais destrói” como disse…Absurdo!

                  “Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1.14-16)

                  Você quer me contestar porque desde o início não foi com meu estilo aqui no blog…Mas não irei concordar com ninguém que esteja contrário a Bíblia, mesmo sendo alguém que se diz “pastor”, mas distorce a Bíblia e apoia pessoas a permanecerem no erro! Aliás, o divórcio também não é aprovado na Bíblia, portanto ao dizer para a moça ser feliz com o “pastor” casado, está querendo que o homem deixe a esposa para ficar com outra mulher! Lamentável um “pastor” agir assim, dizendo palavras vindas do “próprio entendimento”.

                  Curtida

                5. Aliás, só para concluir: o que você diz que diz “vi justo se destruir na sua justiça…” é aquilo que já disse: a sabedoria do cristão, a justiça do cristão, deve vir de Deus, claro que a justiça e sabedoria vinda da própria pessoa, do entender do homem, pode ser equivocado. Buscando a justiça, a sabedoria de Deus, a justiça e sabedoria será perfeita. Claro que todo mundo tem pecados, mas pecados deliberados, que a pessoa comete voluntariamente (segundo sua própria justiça e entendimento), é errado e pode levar a pessoa ao inferno se não se arrepender. Busque a justiça de Deus (seguindo a Bílbia) e não será destruído, mas prosperará na vida espiritual.

                  O que o texto que citou quer dizer é que muitas vezes, o ímpio (o incrédulo), pode viver bem aqui na vida terrena, entendeu? Muitos andam com várias mulheres, bebendo, se prostituindo, mas mesmo assim possui bens materiais, talvez riquezas e aparentemente “vivem bem” e melhor do que o justo ( o crente). Muitas vezes o crente anda segundo a vontade de Deus, mas padece problemas, lutas (na área financeira, saúde etc). Mas isso é apenas na esfera terrena. O ímpio pode ter glória e vida boa aqui na terra, mas quando morrer irá para a perdição eterna (inferno). O justo pode padecer dores e aflições aqui na terra, mas quando morrer, irá gozar de paz e alegria eterna ao lado do Pai. O que vale mais? Ter o mundo inteiro ao seus pés aqui neste mundo e depois ir para o inferno, ou padecer algumas aflições e perseguições por ser justo aqui no mundo e depois morar para sempre ao lado de Jesus? Eu prefiro a última opção!

                  “Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca de sua alma? Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos. ” (Marcos 8.34-38)

                  Curtida

                6. Conclusão: “No mundo, comumente parece que o mal triunfa e que os pecadores escapam ilesos, sem castigo (Sl 73). Deus, porém, nos assegura que chegará o dia do justo castigo dos malfeitores (pecadores, ímpios).

                  “Ainda que o pecador faça mal cem vezes, e dos dias se lhe prolonguem, eu sei com certeza que bem sucede aos que temem a Deus, aos que temerem diante dele. Mas ao ímpio não irá bem, e ele não prolongará os seus dias; será como a sombra, visto que ele não teme diante de Deus. Ainda há outra vaidade que se faz sobre a terra: há justos a quem sucede segundo as obras dos ímpios, e há ímpios a quem sucede segundo as obras dos justos. Digo que também isso é vaidade.” (Eclesiastes 8.12-14)

                  O texto que citou anteriormente sobre não ser demasiado justo, não está dizendo que é permitido uma dose de injustiça na vida. Aliás, é como já expliquei acima, em comentários anteriores. Os pecadores não conseguem encontrar a verdadeira sabedoria porque estão dominados pela iniquidade, mas os que agradam ao Senhor mediante a fé e a obediência obtém a sabedoria divina e se libertam da escravidão do pecado.

                  A Bíblia exorta a buscar uma vida reta e longe do pecado, e um dia TUDO será julgado por Deus.

                  “Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” (Eclesiastes 12.14)

                  Essa mensagem final desse livro de Eclesiastes faz nos lembrar de uma verdade inalterável: a prestação de contas do ser humano perante Deus, por todos os seus atos. O Senhor julgará a todos nós, crentes e incrédulos, todos nossos atos, bons e maus (Rm 14.10-12, 2 Co 5.10, Ap 20.12-13).

                  Quem negligenciou ou rejeitou a graça redentora de Deus não estará justificado no dia do julgamento.

                  Portanto, “pastor A”, reveja seu modo como encara o pecado e não vá achando que uma dose de injustiça (pecado) não fará mal. Também não arraste com você, pessoas que querem mudar de vida, que estão buscando Deus. Além de ir para o inferno se não se arrepender, ainda levará junto contigo as almas inocentes que conseguir “engabelar”. Busque a justiça e sabedoria de Deus, amado, não fique nessa de achar que não tem importância o adultério e divórcio, porque tem para Deus. O divórcio só é tolerado em caso de adultério, fora disso é pecado. E o adultério é pecado, aliás, um homem casado só de cobiçar uma mulher em seu coração, já é considerado adúltero perante Deus ( a Bíblia assim o diz).

                  Um abraço.

                  Curtida

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s