Adultério e Arrependimento


 

Pergunta:

 

Boa noite pastor, estou precisando me consertar com Deus. Eu me separei há quase um ano, mas não nos papéis. Na verdade eu pequei e sinto arrependimento.

 

Eu e meu marido tínhamos uma vida cheia de problemas, sem diálogo, sem uma vida a dois e eu acabei conhecendo um homem e me relacionei com ele. Eu estava fragilizada com o meu casamento e traí o meu marido e hoje me arrependo muito.

 

Fui a uma igreja evangélica com os meus filhos e eles pediram a Deus que eu e o meu marido voltássemos. Isso tocou meu coração, mas não sei se mereço, estou confusa.

 

Pastor, o meu desejo é que Deus me perdoe e o meu marido também. Quero muito voltar com ele e termos uma vida centrada no Senhor. O que devo fazer? Como consigo sentir o perdão de Deus? Me ajude pastor. Cristina

 

 

Resposta:

 

Filha, o perdão de Deus não é para ser sentido, mas crido. A Bíblia Sagrada diz que se pedirmos perdão, Ele nos perdoa. E Seu perdão é imediato. Está escrito e, portanto, é verdadeiro: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1:9).

 

Mas, para isso, é necessário que confessemos diante de Deus que pecamos mesmo. E que pecamos por nós mesmos, sem jogar a culpa noutra pessoa ou circunstância. Você traiu seu marido porque quis e não porque o casamento estava ruim. Conheço muitas pessoas cujo casamento está ruim e nem por isso elas traem o cônjuge. Conheço outras em que o casamento estava bom e ainda assim traíram.

 

Não fique se justificando, mas reconheça que pecou porque quis. Se você sondar seu coração, verá que, no fundo, alimentava alguma fantasia a esse respeito, seja por gosto, seja por vingança. Talvez até mesmo tenha tido uma ou outra experiência extra-conjugal antes. Não falo da relação sexual propriamente dita, mas de algo romântico, aventureiro, misterioso com algum colega de trabalho, vizinho, amigo. Isso também é adultério.

 

Não falo isso para lhe condenar, mas para ajudar. Jesus Cristo veio para salvar o pecador e Ele lhe ama e quer lhe dar o perdão e a paz no coração. Mesmo que seu marido não volte jamais para você, ainda assim, você terá paz porque foi perdoada.

 

E, se você tem paz no coração, anda com o senhor, faz-lhe a vontade, Ele pode até restaurar-lhe o lar, a família. Não significa que irá fazer, porque seu marido também precisa querer, mas que o Senhor tem poder para isso, tem. Não se trata de merecer, como você diz, mas sim que essa é a vontade de Deus: que todo lar, toda família, glorifique a Deus.

 

Confesse agora a deus que é pecadora, peça-lhe o perdão e um novo nascimento e comece a glorificá-lO. Procure seu marido (ou escreva-lhe, se for o caso) e peça-lhe perdão pelo adultério, assim como por todas as demais coisas que fez contra ele. Deixe o resto por conta de Deus. Comece a ler a Bíblia diariamente, a orar, a andar com Deus. Procure uma Igreja perto de sua casa e comece a congregar para que nela você seja edificada espiritualmente.

 

Para sua meditação: Leia Salmo 84.

 

Deus lhe abençoe com a plena restauração da paz, da alegria e do amor do marido e dos filhos.

 

Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva” (Sl 84:5,6).

 

 

José Adelson de Noronha

499 opiniões sobre “Adultério e Arrependimento”

  1. Pastor meu marido me abandonou gravida de cinco meses por uma mlr do travalho dele passou dois anos com ela e pediu para voltar ai voltamos mas viviamos brigando por conta dela ai ele voltou a trabalhar com ela no mesmo lugar ela comecou a dar presentes para ele ai brigavamos contantemente ai passamos dois anos juntos ai agora ele me abandonoi de novo r esta junto com ela nova mente oq faço minha filha esta sofrendo muito e eu tambem.

    Curtir

    1. Não sou pastora, mas vou deixar minha opinião. Amada, em primeiro lugar deve orar e muito em prol de seu casamento, para que seu marido caia em si e veja o mal que está fazendo a você e a filha. Já conversou com seu marido sobre as atitudes dele? Creio que só Jesus pode mudar esse quadro, já que ele está preso no adultério e a essa mulher. Ore pela conversão de seu marido, ele se convertendo a Jesus, vai mudar de vida, de atitude e só assim, poderá vir a ser um bom pai e um marido fiel. Um abraço.

      Obs:Infelizmente, o conselheiro do site está enfermo e não pode aconselhar, ele saberia te ajudar muito bem. Ore pelo José Adelson, pela sua recuperação, pela cura de sua enfermidade.

      Curtir

    1. Jane, para deixar o pecado, somente abandonando-o, ou seja, termine o relacionamento adúltero, peça perdão a Deus com arrependimento (sem arrependimento não há perdão), se é casada, peça perdão ao seu marido e viva uma vida daqui para frente segundo a vontade de Deus.

      “O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros”. (Hebreus 13:4)

      Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.(Tiago 4:4).

      Deus a abençoe e lhe dê forças para deixar a prática do adultério para trás. Um abraço.

      Curtir

  2. A paz do senhor cacau quero pedir um conselho eu amo meu esposo e ja disse isso a ele so que por motivos do passado dele ele me disse que nao acredita mais nisso pois ja sofreu demais.mashontem disse a ele o que adianta dizer que o amo se ele nao acredita em mim mas ele me surpriendeu com a simples resposta que. Acreditava sim o que eu faço sera que nunca vou ouvir um eu te amo dele

    Curtir

    1. Amada, eu como mulher entendo que é o desejo da maioria das mulheres ouvir o marido dizer que a ama, um “eu te amo” e até os homens desejam ouvir que é amado, afinal todo ser humano quer ser valorizado e se sentir especial. Pelo jeito parece que ele no passado sofreu desilusão amorosa, talvez uma traição ou algum outro problema que o afetou a tal ponto de o ter deixado sem crer no amor.

      Mas é um bom começo, ele ter dito na conversa que tiveram que acredita em você. Pode ser que um dia ele diga o que você quer ouvir: “eu te amo”. Mas enquanto ele estiver magoado, preso às lembranças do passado, dificilmente se abrirá com uma declaração, para se poupar de novas decepções. Mas não fique tão frustrada por ele não dizer que a ama. Tem muita gente que não diz “eu te amo” por serem mais tímidas ou por não fazer o estilo, mas elas demonstram amor nas atitudes, ações, compreende? Muitas vezes uma atitude de carinho vale mais do que um “eu te amo”. Mas ore e peça a Deus para Ele limpar a mente de seu marido das desilusões do passado, para que possa viver uma vida plena com você. Vale lembrar que a base de um bom casamento não é apenas sexo, mas também diálogo, muita oração e disposição de um compreender o outro, de resolverem as diferenças. Procure sempre que puderem fazerem uma oração juntos pelo casamento de vocês, sempre conversarem (todo casal tem que ter uma DR: discutir a relação, de vez em quando). Porque é conversando que podem melhorar os pontos negativos da relação e manter os pontos positivos, é conversando que as coisas melhoram.

      Procure verificar as atitudes de seu marido, de repente ele não diz “eu te amo” para você, mas demonstra o amor de outras formas. Conheço pessoas que nunca disseram me amar, mas que através de pequenos gestos me demonstram isso e por isso sei que me amam, mesmo nunca tendo ouvido uma declaração verbal delas. Há pessoas que são mais expansivas e falam mais, põe para fora o que sentem com facilidade e há pessoas mais tímidas, travadas que não conseguem expor em palavras o que sentem no coração. Não ouvir um “eu te amo” nem sempre significa que a pessoa não ama, apenas não sabe por algum motivo colocar isso para fora em forma de palavras. Espero que tenha me feito entender.

      Que o Senhor a abençoe e derrame paz, amor e união no seu casamento. Um abraço.

      Curtir

  3. Meses atrás pedi uns conselhos aqui e foi bom para minha ficha cair e eu perceber meus erros. Agora quero pedir oração para minha filha Mel. Ela infelizmente está mal, fez uma cirurgia de alto risco, mas ela não está bem, está correndo risco de vida e eu estou me sentindo péssimo. Hoje é o dia das mães, ela passou o dia sem o filhinho dela. Ela mesmo sendo mãe desde muito novinha, nunca pôde comemorar o dia das mães (já que o menino maior dela foi educado com outra família e tem outra mulher como mãe). Agora, que teve o bebê, também não pôde comemorar porque está na UTI. É normal depois de uma cirurgia dessa magnitude ficar uns 2 dias na unidade intensiva, porém, no caso dela vai passar mais dias na UTI e ela não está bem nenhum pouco. Eu estou pagando todos meus pecados já faz um tempo: pagando pelas minhas mentiras, minha mania de querer tudo do meu jeito (por ser perfeccionista pressionei minha filha ao máximo pra ver se ela conseguia ser uma boa profissional, pra ela ser como os filhos de meus amigos, ser igual seus primos etc). Hoje eu sei, que apesar de amar minha filha, a pressionei até no seu limite, cobrei muito estudo, cobrei inteligência, cobrei muitas coisas… Até que veio a “bomba”: a realidade de sua condição mental e intelectual é diferente das outras pessoas. Pressionado pela minha mulher eu e ela cobramos muito dela, desde a infância, sendo que ela nunca conseguiu corresponder nossos anseios (meus e de minha mulher). Agora, ela está correndo risco de vida. Minha vida sempre foi de mentiras, cobranças, etc. Agora, não sei como reparar tanto mal que causei, ou se vou ter tempo para isso. Se puder me dar uma palavra agradeço. Obrigado.

    Curtir

  4. Paz do senhor, pastor sempre fui uma menina adorável dedica e fiel. Conheci poucas pessoas e me casei com 18 anos. Estou casada a 2 anos, mais nos relacionamos a 5 . Tenho uma vida agitada, trabalho estudo e sempre dou muitos conselhos para meu marido, que mudou o comportamento pelos meus ensinamentos e meu exemplo de vida. Só que as vezes eu tinha muita dúvida sobre o que ele sentia por mim, sempre fui muito ciumenta e desconfiada, vivia buscando pretextos para insinuar que ele me traia. Passei em um processo seletivo e fui trabalhar na mesma empresa que meu marido tudo ia muito bem, ate que observando o jeito meigo dele tratar as pessoas fiquei muito enciumada e comecei com amizade com um colega do meu setor. Nas nossas conversas eu sempre perguntava discretamente ago sobre o meu marido, e aos poucos ele me disse que eu era muito especial. Acabou acontecendo eu trair meu marido, sempre me sentindo culpada, esse ”AMIGO” falou pra eu não me sentir culpada pois meu marido me traia e não era santo, foi ai que a raiva me subiu a cabeça e achei q tudo que fiz era certo. Briguei muito com meu marido jogando a culpa nele, pensei em terminar mais não consegui pois meu amor é muito grande. Ate que meu marido descobriu o que eu fiz, eu me senti um lixo, por realmente meu marido não me traio o menino apenas inventou essa história, e agora eu sou a vilã. No desespero eu menti muito, e agora meu marido não confia em mim e joga tudo na minha cara, não sei mais o que fazer. Ele diz que me perdoa mais toca constamento no assunto querendo saber detalhes, estamos sofrendo muito. A culpa esta como um peso em minhas costas estou sendo mau vista por todos, não sei como entrei nessa situação, eu sempre fui um exemplo para todos e agora me sinto a pior pessoa do mundo, perdi a vontade de viver… Por favor me ajude…

    Curtir

    1. Irmã… É muito difícil tratar de um assunto desse por mensagem de texto. Isso é muito delicado e serio. Mas quero te ajudar, pois recebi muito do Senhor exatamente Nessa área. Você poderia me escrever por e-mails? lottiheitor@hotmail.com
      E vamos ver um jeito de podermos nos falar por telefone, ok?

      Jesus seja contigo

      Curtir

    2. Amada sua historia e muito parecida com a minha. Também sempre fui um exemplo para todos, como uma mulher de Deus. Sempre amei meu esposo porém ele nos momentos de raiva dizia que não me amava e que casou comigo por pressão. No meio disso tudo um amigo dele, que frequentava minha casa se aproximou de mim e dizia que meu esposo falava q nao me amava e que so estava comigo pela igreja e usava de palavras lisonjeiras dizendo que existia alguém que me amava e que eu não merecia isso ate declarar seu amor por mim. Me iludi e acabei caindo em adulterio embora não tenha tido relação sexual pra gloria de Deus com esse individuo, que descobri depois que inventava coisas para jogar eu e meu esposo um contra o outro. Enfim, meu marido descobriu e espalhou p muitos .Hj as pessoas me olham como se tivesse lepra e embora ele tenha me perdoado as vezes tambem me acusa e quer saber detalhes. Também desejei a morte muitas vezes mais sei que fomos perdoadas por Deus através do sacrifício de Jesus e que oq sentimos hj e a acusação de satanás para nos fazer sofrer e desistir da nossa fé. Mas a bíblia diz em romanos 8:33 Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Tenho fé em Deus que tudo irá passar.Também estou sofrendo muito mais creio que Jesus me dará a vitória. O tempo irá apagando aos poucos. Continue orando, buscando que so Deus pode mudar a nossa história.
      2 Crônicas 7:14 e se esse meu povo, que se chama pelo meu Nome, se humilhar, orar e buscar a minha face, e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e seus erros e curarei a sua terra.

      Curtir

    1. Amada, eu não sou pastora e não tenho resposta pra tudo (o irmão José Adelson, saberia te responder com clareza), converse com alguém mais entendido do assunto, não quero que desanime no propósito de batizar-se, ore pelo seu esposo e sua conversão. Leia a matéria aqui no site que te indiquei. Um abraço de sua irmã em Cristo.

      Curtir

  5. CACAU JÁ QUE ELE ESTÁ DOENTE, ME RESPONDE UMA PERGUNTA. EU SOU CASA NA IGREJA CATÓLICA COM UM VIÚVO PAI DE 4 FILHOS E OS MESMOS JÁ ESTÃO TODOS ADULTO E BEM SUCEDIDOS GRAÇAS A DEUS MAS QUANDO CASEI O CASAL MAIS NOVO TINHA 12 ANOS,E HOJE JÁ TEM 24 ANOS AMO MUITO ELES, MAS A PERGUNTA NÃO É ESSA, A PERGUNTA É QUE E COM SEIS ANOS DE CASADA ME CONVERTI NA IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS MISSÃO, TENHO VONTADE DE BATIZAR MAS DIZ QUE NÃO POSSO SÓ SE CASAR CIVIL, MAS MEU ESPOSO É CATÓLICO E PENSIONISTA E NÃO CASA COMIGO POR QUE PERDE A PENSÃO E NEM QUE NÃO TIVESSE PENSÃO ELE NÃO CASARIA SÓ PRA EU NÃO BATIZAR E O MAIS PIOR ELE NÃO GOSTA DE CRENTE E NÃO QUER NEM VER. EU QUERIA TANTO ME BATIZAR O VC ACHA?

    Curtir

    1. Amada, eu arrisco vez ou outra comentar as questões mais fáceis… Mas no seu caso específico é complicado… Cada igreja tem suas regras, se você está na AD e lá só se batiza pessoas casadas, creio que terá que se submeter às regras da igreja em que está.

      Legalmente falando, você não é casada, se casou no religioso na igreja católica, mas no civil não é casada… Aqui no site mesmo, tem uma matéria intitulada: “Amigados podem batizar-se?” Digite essa frase no “pesquisar no site” (lá há um espaço para digitar). Desculpe-me não ter como responder com mais clareza. Ore a Deus pela conversão de seu companheiro, coloque o nome dele no Círculo de Oração. Deus a abençoe.

      Curtir

    1. Amada, eu não tenho contato pessoal com o irmão José Adelson (só o conheço por aqui mesmo, do blog), o que sei é através do site, ele deixa as informações na seção “mensagens mais recentes” em “Pedido de Orações” (a mensagem mais recente).

      Entre lá de vez em quando pra ter alguma informação. Ontem, ele deixou a informação de seu estado de saúde e suspeita médica (problema na medula). Dá uma passada lá e leia as informações dadas por ele e as mensagens e orações de irmãos. Ore sempre por ele, irmã e que Jesus conceda saúde para ele. Deus a abençoe.

      Curtir

    1. O irmão José Adelson (quem aconselha no blog) se encontra enfermo, veja o pedido de oração dele em mensagens recentes e ore por ele.

      Vou dar minha opinião, ok? Sempre que há arrependimento e abandono das práticas ilícitas para cristãos, há o perdão de pecados. Confesse a Deus seus pecados, peça perdão e viva uma vida pautada na Bíblia daqui por diante. Para herdar a salvação basta crer em Jesus e andar conforme a Sua Palavra. Leia sempre a Bíblia. Deus o abençoe.

      Curtir

    2. Não entendi direito sua pergunta, querido…

      Olha… o sangue de Jesus é poderoso. O preço que Ele pagou por você foi muito alto. Não vai ser isso que vai fazer Ele se afastar de você.

      Em Romanos 8 lemos: “o que nos separará do amor de Cristo?” – a resposta é: NADA. Não há nada que você faça que irá fazer Ele te amar menos, e não há que você faça que poderá fazer Ele te amar mais. O amor dEle por você é maior do que tudo que você possa imaginar.

      Você só vai perder a salvação se deixar de ama-Lo, se manda-Lo embora de sua vida… e mesmo assim essa é uma questão polêmica que não vem ao caso.

      Então olha: Jesus disse assim: “vá, e não peques mais”. Segue esse conselho. Se você se arrepende você já está perdoado. Apenas busque ter diante dEle uma vida santa, honrando-O através de seu corpo.

      Jesus te abençoe.

      Curtir

    1. O motivo de estar aqui é para desabafar, pois estou a ponto de explodir e escrevendo estravazo. Estou vivendo uma das piores fases de minha vida, cheguei a pouco tempo do hospital, depois de visitar minha filha. Ela está mal, não sei se vai melhorar, em todo caso um dos médicos me disseram que se ela sobreviver, a vida dela será com mais limitações e que os remédios vão acompanhá-la até o fim da vida, isso, remédios no plural (e vai aumentar os remédios), e aí ainda tem os remédios controlados dos problemas psiquiátricos que ela tem que tomar também. Para complicar o que já estava complicado, ela está com problema nos rins. A situação dela está ruim que ontem sedaram ela, ela agora está em coma induzido, com medicações. Está com débito cardíaco, também apresenta pequeno problema em um dos pulmões (devido a complicação pós-operatório). Eu raramento choro, mas hoje, desde que cheguei do hospital estou chorando, é homem chora sim. A Mel, minha filha, é sempre a chamei assim, pelo segundo nome, está numa situação difícil. Minha mulher, durante todo esse tempo, só entrou para visitá-la três vezes, ela fala que não gosta de hospital. Gostar ninguém gosta, mas qualquer mãe iria fazer de tudo para entrar em todas as visitas, mas ela não, ela é diferente. Ela não perde uma noite de sono, eu acordo de madrugada, fico revirando na cama pensando na Mel, e quando olho para o lado, vejo minha mulher dormindo tranquilamente,isso sem tomar remédios ou calmante (ela não toma remédio nenhum). Eu não fico um dia sem ver minha menina, mas hoje desabei. A Mel fica como um anjinho dormindo, parece tão frágil, pequena, e o pior é não poder fazer nada. Quando segurei a mão dela, tão pequena na minha mão, eu apertei e me veio na cabeça cenas de toda uma vida. Era como se visse cenas em minha mente. Cenas da Mel criança, andando cambalendo em minha direção dizendo “papai”, cenas dela maiorzinha e sem os dentes da frente, correndo e pulando no meu colo e dizendo “eu te amo, papai”. Cenas dela na adolescência em que tinha pesadelos à noite devido aos traumas passados, em que eu ia e ficava no quarto dela até que as crises de pânico terminassem. Cenas dela no dia do seu casamento, vestida de noiva, linda, a noiva mais linda que já vi, com a mão enluvada segurando meu braço… Enfim, numa fração de segundo como um filme, cenas de toda uma vida foram se passando. A mãe adotiva de meu neto mais velho, me ligou ontem, para dizer que sente muito e que sente culpa de não ter vindo com o garoto no tempo certo, para que a Mel pudesse ter tido a oportunida de ter visto o garoto. Ela falou um monte de coisas arrependida, disse que todos os dias ora pela Mel e que o garoto também ora antes de dormir pela Mel, a mãe biológica dele. Meu outro neto, o bebê da Mel, está em minha casa. É uma criancinha saudável, nasceu grandinho e quando o seguro no colo, é como se voltasse pouco mais de vinte anos atrás. A Mel era um bebezinho lindo também, porém bem menorzinha, ela nasceu abaixo do peso e prematura também devido à vida desregrada da mãe biológica. A Mel desde novinha foi frágil, sempre foi uma garota triste, isso é o que me corta o coração, eu sei que ela nunca teve felicidade nessa vida. Meu netinho nasceu saudável, com mais de 3 kg apesar de todos os problemas e frustrações durante a gravidez. Sei que eu não fui um pai muito compreensivo, fui mandão, exigente além da conta, isso me dá mais arrependimento ainda. Se remorso matasse, eu já estaria morto. Eu estou muito abalado agora, e me cobro, como eu fui capaz de ter feito vista grossa aos problemas psiquiátricos da Mel? A conversa que tive com a Mel, um dia antes dela internar, me deixa a sensação de despedida. Eu estava na casa dela, ela estava sentada perto do marido dela ouvindo eu, minha mulher e seu marido conversando. Ela estava incrivelmente calada e quieta. Acho que já devia estar sentindo alguma coisa, mas ficou quieta. Lembro que o bebê chorou e ela ficou imóvel sentada ao lado do marido, minha mulher pra não perder o costume brigou com a menina, (dizendo que ela era uma péssima mãe e lembro que chamou a menina de tartaruga por ser devagar), que tinha que ir ver o bebê. Meu genro falou que a Mel era boa mãe, lembro que ele a abraçou carinhoso (ele ama minha filha de verdade dá para perceber) e falou que a Mel só estava cansada, e ele falou que ia ver o bebê, mas a Mel levantou na frente e falou que podia deixar, ela ia. Foi rápido, mas notei que ela ficou ofegante com único esforço de se levantar. Antes de ir embora, ela chegou perto de mim e me abraçou, ela disse meio rindo que estava mais cansada que o normal, que o bebê estava deixando-a exausta. Na verdade ela já estava era passando mal. Lembro que eu alisei os cabelos dela e falei para ela se cuidar, porque estava visível a canseira dela. Sem mais nem menos ela falou mais ou menos assim:”Pai, se algum dia acontecer de eu não estar aqui, me promete uma coisa?” Lembro que eu ri e falei que sim, encarando como brincadeira dela, ela sempre foi meio meninota e achei que era mais uma de suas “viagens”. Ela então me olhou e falou:”Vamos aproveitar que a mãe e meu marido estão distraídos com o bebzinho”. Ela abaixou a voz e disse:”Se chegar esse dia, promete que olha direitinho meu bebê? Que você ajuda meu marido a cuidar dele direitinho?” Eu ri e falei que ela estava viajando, mas ela séria puxou meu braço e falou: “Promete também que não deixa a mãe ser com ele como sempre foi comigo?” Lembro que para satisfazê-la eu prometi na brincadeira (mal eu sabia que no dia seguinte ela estaria internada em estado grave). Lembro que a Mel sorriu, ela tem covinhas no rosto, e me deu um abraço pendurando no meu pescoço e me deu vários beijos no rosto e disse baixinho:”Eu te amo, papai”. Eu retribui dizendo que a amava também (ela sempre foi carinhosa e nem pensei em nada sério). Agora estou encarando como despedida, não falei isso com meu genro pois ele está na pior. O coitado até orando de madrugada está, está numa agonia tremenda. Mas estou achando que a vida de minha menina, que sempre foi sofrida e de decepções, está se encerrando. Meu genro disse que não vai se conformar com a morte dela de jeito nenhum. Ele fica repetindo perto do ouvido da Mel para ela lutar para viver por ele e seu bebê. Ele ora segurando a mão dela, ele está de fato arrasado, é nessas horas que percebo que a Mel se casou com o homem certo, ele é bem mais velho, muita gente critica, mas um rapaz da idade dela, (vai fazer 22 anos no final do mês) não iria suportar o tranco. Apesar da família dele ser meio da “pá-virada”, ele é um bom homem, em meio a tribulação, ele ainda tenta me consolar e confortar. Ele é um homem forte não só fisicamente, mas emocionalmente também, é um homem forte e de fibra em todos os sentidos. Sei que ele é sem dúvida a pessoa que mais ajuda e cuida bem da Mel, ele fez e faz bem mais do que eu fiz pra minha filha.Peço oração pela Mel, pra um milagre ocorrer e a Mel viver, porque hoje os médicos disseram que ela precisa quase de um milagre para sobreviver. Uma enfermeira cristã me disse que sente que a Mel está lutando para viver e que isso é importante, ela ainda não entregou os pontos. Desculpe meu desabafo e ore por ela.

      Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s