Medo e Imaginação


 

José Mateus

www.reavivamentos.com

 

 

1. Os medos fazem as pessoas imaginarem coisas, tal como a avareza coloca sonhos na cabeça dos sonhadores. Qualquer medroso vê perigos onde não existem e perde a sua cabeça onde eles, realmente, existem. A sua própria cabeça e imaginação são os seus principais inimigos. “O receio do homem arma-lhe laços”, Pv 29:25.

 

2. “A criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe”, Pv 29:15. Nem seria necessário comentar esta verdade. Mas, quantos pais e mães dizem que devem deixar os seus filhos decidirem por eles, fazerem o que querem, aprenderem o que querem ou quando desejam, estudar ou comer quando querem? A criança tem experiência de vida suficiente para tomar decisões de conduta ou decisões para o futuro? Você é um daqueles pais que abandona à sua sorte os filhos que Deus lhes confiou, deixando-as por conta própria e à deriva como um barco num mar tempestuoso?

 

3. É preciso haver um mentiroso para haver quem acredite em uma mentira, um iludido para crer em alguma ilusão e um verdadeiro de coração para detectar a verdade na boca de alguém. As coisas ou as pessoas do mesmo tipo sempre estarão de acordo, pois, existe sempre cumplicidade entre eles.