O Aperfeiçoamento é Contínuo


 José Mateus

www.reavivamentos.com

 

 

1. Por norma, quando as coisas são feitas porque a consciência pressiona, tudo aquilo que deveria ser feito de imediato e de todo coração, acaba sendo feito de forma parcial ou mal feito. Ainda que a tarefa seja bem completada e levada até ao fim, não havendo sido feita de imediato, revela que a pessoa ainda precisa ser aperfeiçoada. Tem essa necessidade. As obras são feitas para as pessoas e não as pessoas para as obras. Então, a falta de perfeição mostra que as obras se repetirão até que a pessoa seja aperfeiçoada.

 

2. “A maldição sem causa não virá”, Pv 26:2. Quantas pessoas culpam Deus daquilo que deveriam culpar todos os pecadores? Deus teve culpa que Adão comesse do fruto da desobediência? Tem culpa que as moças jovens engravidem devido à promiscuidade? Tem culpa de que as criaturas que criou vivam longe d’Ele, desprezando-O e ignorando-O?

 

3. “Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito”, Pv 25:28. Muitos olham para este versículo e logo o associam à ira e à impaciência. Não é mau associá-lo a tais pecados. O mal é associarem-no somente a tais pecados. Quando você não controla os olhos para desejar tudo que não precisa ou não lhe pertence; quando se entrega a uma tentação, seja de preguiça ou outra coisa qualquer; quando se entrega à tristeza por razões vazias e egoístas; quando se deixa enganar por pensamentos ruins; tudo isso pode e deve ser visto como uma forma de não conter o espírito e de permitir descontrolar-se escorregando na mentira e no engano. Pecado é engano.