Entrada no Reino de Deus


Myriam Rebuzzi

  

“Se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus” (Mateus 5:20)

 

O reino de Deus ou o reino dos céus, que Jesus veio implantar na terra, não é o reino do mundo na sua origem. Não é político com limites geográficos ou de raças. É um domínio espiritual e moral no qual Deus é o Senhor.

 

Esse reino é para todos. O cidadão desse reino não é reconhecido por pertencer a esta ou aquela raça, mas sim, pela sua inteira obediência e submissão a Deus. É um reinado no coração dos homens.  Jesus disse aos fariseus que o interrogavam a respeito do assunto que o “reino de Deus está dentro de vós”.

 

Esse reino se manifesta a todos quantos buscam a Deus e O servem. É a transformação do caráter; é a mudança de atitudes; é a alegria de viver; é a regeneração da alma. Para alcançar esse reino é necessário que o homem se purifique, do contrário não poderá participar da glória desse reino.

 

Enquanto estiver ligado às coisas imundas e imorais contrárias aos padrões de Deus; enquanto transgredir as leis, sejam elas de ordem moral, espiritual ou física; enquanto viver para satisfazer seus desejos e prazeres carnais, o homem não entrará no reino de Deus. Jesus quer implantar esse reino em todos os corações mas “as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não ouça” (Isaías 59:2).

 

Ele está batendo à porta do seu coração e quer entrar para implantar esse reino dentro dele – “eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo” (Apocalipse 3:20).