Humilde de Espírito


“Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo: Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mt 5:1,2)
Uma pessoa humilde nunca é soberba, vaidosa, prepotente. Ela é simples no seu coração. É sóbria, modesta. A humildade é uma virtude de quem reconhece suas próprias limitações.
O humilde de espírito é aquele que reconhece seu estado pecador e sua incompetência em mudar tal estado por si só. Ele sabe que necessita desesperadamente de alguém com autoridade superior à dele e que tenha poder para operar em sua vida. Essa pessoa não resiste à voz de um espírito superior que, terna e amorosamente, lhe convence de suas limitações. E, de bom grado, rende-se, submete-se à voz e ação do Espírito Santo em sua vida. Ela é submissa ao Espírito de Deus.
O humilde de espírito reconhece o senhorio de Jesus Cristo sobre sua vida e está sempre dizendo em seu íntimo: “convém que ele cresça e que eu diminua”. Ele reconhece que Jesus Cristo tem direitos sobre sua vida, por ser seu Senhor. Seu desejo é servir a esse Senhor de todo o coração, honrando-o em todo o tempo. Essa pessoa não se exalta por suas obras, pois sabe que as obras foram feitas por Jesus,  por intermédio dela. Ela é dependente de Deus para tudo e se alegra por isso.
Seu único desejo é entrar no reino de Deus, que é um reino de paz, justiça, verdade, amor, gozo e felicidade eterna. Somente justos, santos, podem ter esta cidadania. Jamais um mentiroso, nem mesmo um só, entrará no reino de Deus. Para entrar nele, é preciso nascer de novo, pelo batismo nas águas e batismo no Espírito Santo. Mas, para nascer no reino de Deus é preciso morrer no reino dos homens, numa rendição total e definitiva da carne ao espírito.
O humilde de espírito é crucificado com Jesus na cruz. Mas assim como um crucificado não morre imediatamente, assim também sua carne, com suas paixões e concupiscências não morre logo. É certo que a morte é só questão de tempo, mas enquanto isso não acontece ele submete-se, diariamente à voz e ação do Espírito Santo. Deixa que o Espírito Santo se manifeste em sua vida, trazendo à luz seus pecados, transgressões e iniquidades.
E a cada pecado manifesto em seu coração, vem o arrependimento e o desejo sincero de ser liberto dele. E então o Espírito Santo começa a remover aquela raiz de pecado, fazendo com que, gradativamente seja substituída uma obra da carne por um fruto do Espírito Santo. Ele é ensinado no caminho certo, depois provado e, finalmente, aprovado. É um processo. Processo esse por vezes longo, doloroso, mas necessário.
Paradoxalmente, o humilde de espírito é recebido com honras no reino de Deus, pois todos ali reconhecem nele um legítimo herdeiro de tudo. Ele possui direitos legítimos sobre tudo no reino. Ele tem livre acesso ao trono de Deus, à hora que desejar.
Ele é cidadão de um reino celestial, superior a todos os outros reinos que existem ou já existiram, e com isso possui todos os direitos e regalias que esse reino proporciona a quem é nascido ali. O cidadão celestial possui autoridade, possui poder. Ele tem uma identidade. Ele é bem-aventurado.
Bem-aventurança é um estado de profundo bem estar. Uma pessoa bem-aventurada é feliz, completamente feliz. Nunca murmura, tendo ou não o que necessita ou deseja.
Jesus está dizendo que aquele que submete seu espírito ao Espírito de Deus vive em paz e em permanente estado de graça. É feliz por natureza. Seu coração é sempre confiante. Transborda fé em Deus e esperança no cumprimento das Suas promessas, seja qual for o problema que esteja enfrentando. Seja na luz, seja nas trevas, sua felicidade é invariável. O humilde de espírito possui paz.
Essa pessoa não é daquelas que têm momentos de felicidade, mas sim que é feliz sempre.  Isso não significa que ela viva rindo, pois todos passamos por aflição, mas significa que ela não se desespera nunca, porque sabe que Deus está no comando de sua vida e que, se algo lhe acontece é por permissão de Deus.
Porque se humilhou, essa pessoa é exaltada no reino de Deus, mas nunca se ensoberbece ou se orgulha por isso. Graças a Deus por Jesus Cristo, que em tudo nos deu o exemplo!
 Veja também esta mensagem em powerpoint:
bem-aventurados-os-humildes-de-espirito
José Adelson de Noronha

2 opiniões sobre “Humilde de Espírito”

  1. Ser humilde e estar no centro da vontade de Deus,pois muitas vezesdizemos que somos humildes com palavras mas nossos atos sao diferentes.Jesus e o propio exemplo de humildade.Sendo Filho de Deus ele se despiu de toda a sua gloria,se fez carne e habitou entre nos,se entregou em morte de cruz,que na epoca era uma da formas mais humilhantes para um homem morrer,e por nos ele deixou que o crucificassem nela.Sera que somos mesmo humildes!Quanta vezes a minima coisa nos faz ser arrogantes.Seremos humildes quando sempre nos curvar-nos perante a Potente e Poderosa Mao do Senhor e dissermos:sim Senhor aceito tua vontade para mim,mesmo que no momento esta vontade nos faça sofrer,pois Deus sabe o que e melhor para nos,nunca alguem que se humilhou diante do Senhor nao foi exaltado depois pelo propio Deus,Ele mesmo disse:Vim ao mundo para servir e nao para ser servido,façamos o mesmo,sirvamos com humildade ao Senhor e ao nosso proximo.Lindo texto,parabens irmao,me edificou muito,Deus te abençoe.

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s