Mar Revolto


 

Myriam Rebuzzi 

“Porque o mar se ia tornando cada vez mais tempestuoso” (Jonas 1:11) 

Diz uma conhecida canção que, “se as águas do mar da vida quiserem te afogar, segure na mão de Deus e vai”. Nosso viver é uma constante luta contra essas águas revoltas e muitos acabam por se afogar nas ondas das dificuldades, dos problemas do dia-a-dia, das incertezas, das desilusões, das tensões, do desânimo, das frustrações, buscando, embalde, alguma tábua de salvação. 

Certo dia, os discípulos de Jesus se encontravam dentro de um barco açoitado por fortes ventos e ondas enormes. Jesus, vendo-os em dificuldade, foi ter com eles, andando por sobre o mar. Eles julgaram tratar-se de um fantasma e ficaram apavorados porém Ele os acalmou dizendo: “Tende bom ânimo! Sou eu. Não temais”. 

Pedro, que era o mais afoito, logo lhe respondeu: “Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas” e Jesus calmamente disse-lhe: Vem! Pedro saiu do barco e caminhou por sobre as águas, olhando para Jesus, mas logo sentiu medo ao ver as ondas ao seu redor e tirou os olhos dEle. Aconteceu que começou a afundar e clamou por socorro. Jesus estendeu suas mãos, tomou-o e o levou em segurança ao barco, censurando-lhe a incredulidade. 

Todos nós podemos caminhar seguros por sobre o mar revolto da vida se estivermos com os olhos fixos em Jesus, mas o homem acaba sempre se afogando nas águas porque tira os olhos dEle. 

Jonas tirou os olhos de Deus e foi lançado ao mar, sendo engolido por um enorme peixe e, ali dentro do seu ventre arrependeu-se e clamou a Deus: “Do ventre do abismo gritei, e tu ouviste a voz. Pois me lançaste no profundo, no coração dos mares e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas passaram por cima de mim” (Jonas 2:3). 

Vocês não têm o que temer. Bem sabemos que as ondas bravias do mar têm levado muitas vidas para as profundezas do abismo mas, assim como Jonas clamou ao Senhor, dentro da baleia, e foi ouvido, vocês também podem clamar e Ele os livrará de todo mal. 

Não tirem os olhos de Jesus. Só Ele pode estender as mãos para os fazer caminhar seguros sobre as águas.

Uma opinião sobre “Mar Revolto”

  1. O que significa nossa fé? O que deveremos dar a Deus? Abriremos mão de nosso Isaac? Bom, tempestades, maremotos, atentarão contra a gente, mas como iremos recebe-las é que o nosso maior obstáculo quanto seres humanos. O comentário sobre a musica é interessante, no entanto esperaremos o mar nos afogar para então darmos as mão a Deus e esperar que ele nos guie? A vida do cristão é, ou, pelo menos deveria ser uma vida de resignação e fé, como a de Abraão. Assim nos cabe ter harmonia com Deus sempre, não esperar as muitas águas nos afogarem para então ter com ele um apelo como os que fracassam na fé e gritam: “Deus me ajude nessa hora derradeira” assim devemos estar com Ele e contar com Ele, não importando com o que vai acontecer e sim estando pronto para esse momento.

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s