O Véu no Tabernáculo


Myriam Rebuzzi

 

“Pendurará o véu  debaixo dos colchetes, e trarás para lá a arca do testemunho, para dentro do véu” (Êxodo 26:33).

No tabernáculo levando por Moisés, no deserto, seguindo a ordem que Deus lhe dera, foi colocado um véu entre o lugar onde o povo se reunia e o lugar onde só os sacerdotes entravam, apenas uma vez por ano, no dia da expiação. Esse véu representava a encarnação de Jesus, que viria ao mundo para salvá-lo.

Ninguém podia atravessar aquele véu e, até para os sacerdotes, ele representava uma barreira. Atrás do véu encontravam-se a Arca (que continha as tábuas da lei, o maná e a vara de Arão), e o propiciatório, guardado por querubins (que representava o trono de Deus), símbolo do poder de Deus. Tanto a Arca quanto o Propiciatório, além de tudo o mais que foi colocado no tabernáculo, representavam a maravilhosa figura do Senhor Jesus.

Ao morrer na cruz do calvário esse véu foi rasgado e o caminho até Deus foi aberto para todos os que desejam, de coração puro, se chegar a Ele. Se naquela época era necessária a morte de animais como expiação dos pecados, o sangue de Jesus vertido na cruz, nos purifica de todo o pecado. Ele é o Cordeiro de Deus que foi sacrificado para que todos nós fossemos salvos da condenação do inferno.

O véu não existe mais, porém, “ainda agora, quando a Escritura á lida, parece que os corações e as mentes estão cobertos com um  grosso véu, porque eles não podem ver nem entender o sentido verdadeiro das Escrituras. Porque este véu de compreensão defeituosa só pode ser removido por meio da crença em Cristo” (2Coríntios 3:14 – Bíblia Nova).

Hoje temos acesso a Deus livremente. Não precisamos de sacerdotes para oferecerem sacrifícios por nós pois Jesus já o fez para sempre. “Jesus, porém, tendo oferecido para sempre, um único sacrifício pelos pecados assentou-se à destra de Deus” (Hebreus 10:12).

Lembrem-se de que Jesus se ofereceu em sacrifício por vocês, porque deseja que todo homem seja salvo. Tirem o véu que está à frente de vocês e verão o caminho novo, recém-aberto e vivificante que Cristo nos franqueou ao rasgar a cortina – o seu corpo humano – para dar-nos acesso à presença de Deus (ver Hebreus 10:20).

Uma opinião sobre “O Véu no Tabernáculo”

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s