Alimentando as Ovelhas ou Divertindo os Bodes?


C. H. Spurgeon

 

Existe um mal entre os que professam pertencer aos arraiais de Cristo, um mal tão grosseiro em sua imprudência, que a maioria dos que possuem pouca visão espiritual dificilmente deixará de perceber. Durante as últimas décadas, esse mal tem se desenvolvido em proporções anormais. Tem agido como o fermento, até que toda a massa fique levedada. O diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo. A igreja abandonou a pregação ousada, como a dos puritanos; em seguida, ela gradualmente amenizou seu testemunho; depois, passou a aceitar e justificar as frivolidades que estavam em voga no mundo, e no passo seguinte, começou a tolerá-las em suas fronteiras; agora, a igreja as adotou sob o pretexto de ganhar as multidões.

 

Minha primeira contenção é esta: as Escrituras não afirmam, em nenhuma de suas passagens, que prover entretenimento para as pessoas é uma função da igreja. Se esta é uma obra cristã, por que o Senhor Jesus não falou sobre ela? “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15) — isso é bastante claro. Se Ele tivesse acrescentado: “E oferecei entretenimento para aqueles que não gostam do evangelho”, assim teria acontecido. No entanto, tais palavras não se encontram na Bíblia. Sequer ocorreram à mente do Senhor Jesus. E mais: “Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres” (Ef 4.11). Onde aparecem nesse versículo os que providenciariam entretenimento? O Espírito Santo silenciou a respeito deles. Os profetas foram perseguidos porque divertiam as pessoas ou porque recusavam-se a fazê-lo? Os concertos de música não têm um rol de mártires.

Novamente, prover entretenimento está em direto antagonismo ao ensino e à vida de Cristo e de seus apóstolos. Qual era a atitude da igreja em relação ao mundo? “Vós sois o sal”, não o “docinho”, algo que o mundo desprezará. Pungente e curta foi a afirmação de nosso Senhor: “Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos” (Lc 9.60). Ele estava falando com terrível seriedade!

Se Cristo houvesse introduzido mais elementos brilhantes e agradáveis em seu ministério, teria sido mais popular em seus resultados, porque seus ensinos eram perscrutadores. Não O vejo dizendo: “Pedro, vá atrás do povo e diga-lhe que teremos um culto diferente amanhã, algo atraente e breve, com pouca pregação. Teremos uma noite agradável para as pessoas. Diga-lhes que com certeza realizaremos esse tipo de culto. Vá logo, Pedro, temos de ganhar as pessoas de alguma maneira!”

Jesus teve compaixão dos pecadores, lamentou e chorou por eles, mas nunca procurou diverti-los. Em vão, pesquisaremos as cartas do Novo Testamento a fim de encontrar qualquer indício de um evangelho de entretenimento. A mensagem das cartas é: “Retirai-vos, separai-vos e purificai-vos!” Qualquer coisa que tinha a aparência de brincadeira evidentemente foi deixado fora das cartas. Os apóstolos tinham confiança irrestrita no evangelho e não utilizavam outros instrumentos.

Depois que Pedro e João foram encarcerados por pregarem o evangelho, a igreja se reuniu para orar, mas não suplicaram: “Senhor, concede aos teus servos que, por meio do prudente e discriminado uso da recreação legítima, mostremos a essas pessoas quão felizes nós somos”. Eles não pararam de pregar a Cristo, por isso não tinham tempo para arranjar entretenimento para seus ouvintes. Espalhados por causa da perseguição, foram a muitos lugares pregando o evangelho. Eles “transtornaram o mundo”. Essa é a única diferença!

Senhor, limpe a igreja de todo o lixo e baboseira que o diabo impôs sobre ela e traga-nos de volta aos métodos dos apóstolos.

Por último, a missão de prover entretenimento falha em conseguir os resultados desejados. Causa danos entre os novos convertidos. Permitam que falem os negligentes e zombadores, que foram alcançados por um evangelho parcial; que falem os cansados e oprimidos que buscaram paz através de um concerto musical. Levante-se e fale o alcoólatra para quem o entretenimento na forma de drama foi um elo no processo de sua conversão!

A resposta é óbvia: a missão de prover entretenimento não produz convertidos verdadeiros. A necessidade atual para o ministro do evangelho é uma instrução bíblica fiel, bem como ardente espiritualidade; uma resulta da outra, assim como o fruto procede da raiz. A necessidade de nossa época é a doutrina bíblica, entendida e experimentada de tal modo, que produz devoção verdadeira no íntimo dos convertidos.

https://verboeterno.wordpress.com/evangelismo/

2 opiniões sobre “Alimentando as Ovelhas ou Divertindo os Bodes?”

  1. Continuando: Nao entendo onde estes pregadores de doutrinas erradas querem chegar,pois este escrito que cada um dara conta de si mesmo a Deus.Eles darao conta de cada ovelha que o Senhor colocou nas maos deles para cuidaram e eles ensinam totalmente diferente da Palavra de Deus.Sera que ele nao temem O juizo de DEus que vira sobre todos! Sera que ele sao falsos profetas e falsos mestres!Se forem e melhor se arrempederem e voltarem ao começo de tudo,com Jesus mandou ou entao receberao a palavra que esta escrita em apocalipse cap.2 v.4 a 5.

    Curtir

  2. Infelizmente hoje muitas igrejas trazem o mundo para dentro das igrejas,enquanto Jesus disse que nao somos deste mundo.Muitos lideres religiosos na ansia de encher igrejas estao lançando mao de coisas mundanas tranformando a mentira em verdade dizendo que e licito fazer estas coisas,que e valido para ganhar almas,mas o que estamos vendo e igrejas cheias de gente vazia.Vazias e frustradas pois acreditaram na mentira das vas doutrinas.Jesus nao precisou de holofotes,elogios,fazer peças teatrais,se vestir de roupas de grifes,e de shows mirabolantes e muiiita propaganda sobre si para atrair multidoes. Ele atraia a todos por si mesmo multidoes.Ele atraia todos para Ele ,por ser ele mesmo ,verdadeiro,puro amor que sabia o que estava fazendo,que estava para dar a sua vida por amor de milhoes de seres humanos.O Evangelho de Cristo nao prega felicida atrairmultidoes,Ele atraia a todos por ser Ele mesmo:o Puro Amor.Esta coisa que muitos estao fazendo e mescla e mistura ,e coseguem confundir muitos,mas nao conseguem mante-los firmes na Fe.Ouço musicas na tv ditas gospeis,mas se abaixo o som nao tem diferença de uma musica mundana.O verdadeiro cristao tem que ser diferente e tem que fazer a diferença,nao entendo onde eles pensam que vao

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s