Divórcio e Pensão


 Pergunta:

“O senhor é uma benção. Agradeço a

Deus pela disposição em ajudar-nos.

 Meu divórcio já saiu, e todo o tempo de separação clamei a Deus pela restauração do meu casamento e esperei meu esposo, que nunca quis a reconciliação, sofri muito, ele me humilhou e difamou, além das traições, e continua assim, fiquei retraída por mais de 2 anos; agora que o divorcio saiu, muitos me aconselharam a pedir a pensão, que é um direito meu, sendo que não temos filhos, como eu voltei para casa dos meus pais, ele se desfez de tudo que tínhamos em casa, sem nunca me consultar em nada. Eu sofri com total frieza e injustiças dele.

Penso em requerer a pensão, e oro muito pedindo que Deus faça justiça a tudo que ele me fez. Requerer a pensão fecha as portas para uma possível restauração? Se eu continuar orando? Orar pedindo a justiça de Deus é pecado? Agradeço muito”. Kel

 

Resposta:

Irmã, ao Senhor Jesus toda honra e glória. Tudo que faço é em gratidão ao Senhor, porque eu também recebi dele a consolação nos meus momentos de aflição e cegueira: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de todo o conforto, que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos confortar aqueles que se acham em qualquer tribulação, pelo conforto com que nós mesmos somos confortados por Deus” (2 Co 1:3,4).

Filha, há a lei dos homens e a Lei de Deus. Na lei dos homens é direito seu requerer a pensão, se você tem realmente necessidade e se ele tiver condições para pagar a pensão. Um bom advogado deverá ser consultado nesse caso.

É prudente que você só requeira a pensão se tiver realmente necessidade, pois todo mês será um drama na vida dele quando vir o desconto no contra-cheque ou se tiver que ir no banco depositar a pensão, no caso de ser autônomo. Isso poderá provocar maiores traumas na relação, principalmente se ele for um homem que guarda ressentimentos e se luta com dificuldades financeiras.

Na Lei de Deus a virtude é outra, conforme ensina Jesus, dizendo que mais bem-aventurado é dar do que receber. Nós, eu e você, recebemos de Deus algo tão grandioso, que é o perdão de nossos pecados e a salvação de nossas almas, que se perdermos tudo o mais (bens materiais ou pessoas), ainda assim deveríamos estar em paz e com os corações transbordantes de alegria.

Perder seus bens domésticos é pouca coisa comparado ao que você recebeu do Senhor. Veja bem, não é pecado requerer a pensão e seus direitos, mas essa justiça dos homens não satisfaz nossa alma. Se o juiz lhe conceder a pensão e a restauração de seus bens, ainda assim, dentro de pouco tempo essa vitória perderá sua glória e deixará de lhe dar prazer. Será apenas uma rotina em sua vida.

Orar para que Deus faça justiça com relação aos atos de injustiça de seu marido é perigoso, pois você mesma foi perdoada por Deus dos seus próprios atos de injustiça. Ora, se você recebeu misericórdia de Deus, não é justo que proceda da mesma forma com relação a quem lhe deve? Lembra da parábola que Jesus contou do credor incompassivo? Leia Mateus cap 18:23 a 35.

Por isso, mesmo pedindo a pensão, por necessidade, uma coisa é necessária: que você perdoe seu marido de todas as ofensas e agressões (físicas ou verbais) e humilhações que ele lhe causou, pois você também foi perdoada por Deus.

Que o Senhor lhe conceda discernimento e paz no coração, é minha oração a seu favor.

José Adelson de Noronha

2 comentários em “Divórcio e Pensão”

  1. Com todo o respeito ao Pastor, pelo que sei, Deus odeia o divórcio e adultério e separação, se voce realmente quer a restauração de seu casamento peça com fé e a terá esse é o seu deserto e se Deus te levou até ele é pq terá vitórias em voce, Ele pode reverter documentos Ele é capaz de tudo, pois, é o nosso Deus onde o impossível não existe, quanto a pensão se tem necessidade peça se não tem não peça. Mas nunca desista de restaurar seu casamento, a família é a menina dos olhos de D

    Curtir

  2. Concordo com o Pastor. Peça PENSÃO só se tiver necessidade e mesmo assim depois de orar a Deus.
    Busque primeiro o Reino de Deus e as outras coisas serão acrescentadas.
    Saiba que Deus vê todas as injustiças, mas pertence somente a Deus o destino do seu ex-marido.
    Antes de orar para a restauração do casamento, ore para a conversão dele primeiro, pois como ele pode escutar a voz de Deus se é descrente ?.
    Olha somente para Jesus e Ele lhe orientará.

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s