Convivência com Marido Adúltero


Pergunta: 

Pastor, boa tarde. Recentemente descobri que meu marido tem um filho na rua. Isso me magoou profundamente; fiquei sem chão, foi uma decepção muito grande pois eu sempre procurei ser uma boa esposa. Não entrei em depressão porque Deus me ajudou a me erguer. Depois do ocorrido ele até voltou pra igreja, mas meu coração não se conforma com a ideia dele ter feito isso comigo. Temos um filho junto. Às vezes tenho vontade de abandonar tudo e ir embora com meu filho. Quando eu começo a pensar nisso tudo sinto raiva dele e nojo na nossa relação. Quando ele me toca lembro disso fico desanimada. O que eu faço……….? Me ajude por favor, me envie um resposta urgente n sei o que fazer.  Edma

Resposta:

Irmã, é horrível mesmo essa situação que você está vivendo. Seu sofrimento deve ser muito grande e justificado.

Você tem duas opções: separar-se do seu marido, ficar com seu filho, pedir o divórcio e pensão ao mesmo, tanto para você, quanto para seu filho. A justiça vai conceder a pensão, com certeza. Biblicamente você poderá separar-se do seu marido, porém não poderá casar-se novamente, a não ser que Deus use de misericórdia para com você. Quer separar? Pode, porém deve permanecer só.

A segunda opção, que é a que Deus espera (e até manda) é que você perdoe seu marido e reconstrua seu casamento. Ele está errado mesmo, mas será que você nunca errou também? Será que você não necessita ser perdoada de muitas coisas também? Além disso, ele demonstra estar arrependido e Deus se agrada dos arrependidos. Deus perdoará seu marido e você não? Será que você é mais justa que Deus?

Filha, perdoe seu marido e reconstrua seu casamento, seu lar, sua família. Aja com sabedoria e você não se arrependerá.

Que a graça de Deus esteja contigo, hoje e sempre

José Adelson de Noronha

9 opiniões sobre “Convivência com Marido Adúltero”

  1. Queria ver se fosse ela que tivesse feito o mesmo.. quais os conselhos voces diriam…!

    Meu marido tambem me trai com uma mulher das trevas, a vagabunda que tem caso com ele a quase 2 anos. Mas quem sou eu para perdoar! eu quero é mais que o diabo carregue a alma dela para o quinto dos infernos e que os anjos das trevas comemorem a chegada dela lá.

    Curtir

    1. Anônima, daríamos os mesmos conselhos, pois a palavra de Deus não faz distinção entre gêneros.

      Quanto ao seu caso, peça ao Senhor que lhe conceda graça para perdoar essa mulher, pois senão você corre o risco de se encontrar com ela no inferno e ter que conviver com ela lá, eternamente. É Jesus quem diz. Não eu.

      “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens (as suas ofensas), tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas” (Mt 6:14,15).

      Curtir

  2. Irma que Deus em Cristo te abençoe. Tenho vivido uma situaçao partecida com a sua porem resolvi perdoar nao so o marido mas como a outra pessoa. Como crista penso que necessita de perdoar pessoas que nos comete qwualquer tipo de agravo. Com relaçao a essa situaçao conjugal pedi a Deus que regesse minha vida em 2 Corintios 13 e Ele tem feito isso. As oraçoes que tenho feito com minhas 4 filhas tem surtido um efeito positivo na vida do meu marido. Sao 15 anos de casamento onde prevaleciam o dialogo a compreensao e o amor e eu optei nao abrir mao daqulo que eu havia conquistado na minha familia. Entao Deus colocou no meu coraçao o perdao e eu nao tenho nenhum sentimento de rancor pela outra pessoa. Confie em Deus peça a Ele e Ele concedera o que deseja o teu coraçao: que é o teu casamento restaurado. Felicidades irma

    Curtir

    1. Estou passando por um periodo dificil, pela segunda vez meu esposo me traiu ,isso em menos de uma ano que casamos na igreja e civil, a primeira eu perdoei e voltamos ele jurou que nunca mais faria isso comigo..Então peguei ele de novo fazendo juras de amor a outra mulher..estamos vivendo separado isso fazem dois meses…estou muito deprimida, triste porque em menos de 6 meses apos uma traição ele traiu de novo e agora?Ele queria voltar mas eu disse que primeiro ele teria que me dizer toda a verdade.Ele disse que entre em dizer a verdade e voltar ele prefere não dizer a verdade…Como pode dar certo eu perdoar uma pessoa que nem ao menos quer me contar a verdade..eu nem bem tinha me recuperado da primeira e peguei ele fazendo juras de amor pra outra dentro da nossa casa.. Me ajudem ..sei que perdoar eu tenho.Mas daria certo aceitar ele sem a verdade.Acho que quando nos arrependemos tem que ser do fundo do coração da alma e se ele fez isso de novo é sinal que não se arrenpendeu.Será que ele me ama? Preciso de ajuda , preciso de palavras de conforto tá dificil, choro muito por estar nesta situação doi muito..

      Curtir

  3. Irmã Edma que a paz e a graça do nosso Senhor Jesus Cristo esteja contigo.

    Olha, eu sou um apreciador deste blog e tenho gostado dos posts neste blog. Para ti eu digo que os pastores (o teu e o José Adelson) têm razão porque até é a vontade de Deus que perdoes o teu esposo. Erros, pecados todos nós estamos sujeitos a cometer, mas o perdoar é o que muitos de nós não conseguimos fazer. Disse Jesus “Quem dentre vós não tem pecado, que seje o primeiro a atirar a pedra…” Pelo que disseste ele mostra já estar arrependido, se está realmente, então minha querida irmã PERDOE.

    Deus te abençoe e que o Espírito Santo dá-te sabedoria como ter a atitude correcta.

    Curtir

  4. Pastor engraçado recebi o mesmo conselho do meu pastor, mas nos sentimos tão incapaz de perdoar porque somos tão ferida quando comço a pensar fico sem reação pra viver hoje ele tenta me mostrar que me ama que não vive sem mim faz tudo pra me animar mas meu coração não se conforma,me demostra um ar de falsidade da parte dele ….não sei o que pensar pastor josé adelson.

    Curtir

    1. Filha, não é o que pensar, no momento, que importa, mas ter no coração a pré-disposição em perdoar e restaurar tudo um dia. No momento pode estar sendo difícil para você perdoar, embora não devesse, porque você também pecou, mas tenha no coração a esperança em ter de volta sua família restaurada. Não feche as portas para a restauração, para a reconciliação, enquanto busca ao Senhor. Viva para o Senhor e as feridas irão cicatrizando e um dia vocês estarão bem de novo.

      Curtir

      1. Pastor José Adelson que a graça e a paz do Senhor esteja sobre a sua vida a cada instante que o Senhor Jesus realize todos os seus sonhos e o abençoe infinitamente em nome de Jesus……………………. obrigada pelo conselho. Sei que Deus com seu amor perfeito por mim me ajudará………… obrigada fique na paz de Jesus.

        Curtir

        1. Olha!!… Depois que separa pode casar sim.. a biblia em momento algum diz q nao pode.. somente o adultero que não pode se casar.. se informe mais…

          Em primeiro lugar, independentemente do ponto de vista que se tem a respeito do divórcio, é importante lembrar as palavras da Bíblia em Malaquias 2:16a: “Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel.” De acordo com a Bíblia, o plano de Deus é que o casamento seja um compromisso para toda a vida. “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6). Entretanto, Deus bem sabe que o casamento envolve dois seres humanos pecadores, e por isto o divórcio vai ocorrer. No Antigo Testamento, Ele estabeleceu algumas leis com o objetivo de proteger os direitos dos divorciados, em particular das mulheres (Deuteronômio 24:1-4). Jesus mostrou que estas leis foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus (Mateus 19:8).

          A polêmica a respeito do divórcio e do segundo casamento, se são ou não permitidos de acordo com a Bíblia, gira basicamente em torno das palavras de Jesus em Mateus 5:32 e 19:9. A frase “a não ser por causa de infidelidade” é a única coisa nas Escrituras que possivelmente dá a permissão de Deus para o divórcio e segundo casamento. Muitos intérpretes compreendem esta “cláusula de exceção” como se referindo à “infidelidade matrimonial” durante o período de “compromisso pré-nupcial”. Segundo o costume judeu, um homem e uma mulher eram considerados casados mesmo durante o período em que estavam ainda “prometidos” um ao outro. A imoralidade durante este período em que estavam “prometidos” seria a única razão válida para um divórcio.

          Entretanto, a palavra grega traduzida “infidelidade conjugal” é uma palavra que pode significar qualquer forma de imoralidade sexual. Pode significar fornicação, prostituição, adultério, etc. Jesus está possivelmente dizendo que o divórcio é permitido se é cometida imoralidade sexual. As relações sexuais são uma parte muito importante do laço matrimonial: “e serão dois uma só carne” (Gênesis 2:24; Mateus 19:5; Efésios 5:31). Por este motivo, uma quebra neste laço por relações sexuais fora do casamento pode ser razão para que seja permitido o divórcio. Se assim for, Jesus também tem em mente o segundo casamento nesta passagem. A expressão “e casar com outra” (Mateus 19:9) indica que o divórcio e o segundo casamento são permitidos se ocorrer a cláusula de exceção, qualquer que seja sua interpretação. É importante notar que somente a parte inocente tem a permissão de se casar uma segunda vez. Apesar disto não estar claramente colocado no texto, a permissão para o segundo casamento após um divórcio é demonstração da misericórdia de Deus para com aquele que sofreu com o pecado do outro, não para com aquele que cometeu a imoralidade sexual. Pode haver casos onde a “parte culpada” tem a permissão de se casar mais uma vez, mas tal conceito não é ensinado neste texto.

          Alguns compreendem I Coríntios 7:15 como uma outra “exceção”, permitindo o segundo casamento se um cônjuge não crente se divorciar do crente. Entretanto, o contexto não menciona o segundo casamento, mas apenas diz que um crente não está amarrado a um casamento se um cônjuge não crente quiser partir. Outros afirmam que o abuso matrimonial e infantil são razões válidas para o divórcio, mesmo que não estejam listadas como tal na Bíblia. Mesmo sendo este o caso, não é sábio fazer suposições com a Palavra de Deus.

          Às vezes, perdido no meio deste debate a respeito da cláusula de exceção, está o fato de que qualquer que seja o significado da “infidelidade conjugal” , esta é uma permissão para o divórcio, não um requisito para ele. Mesmo quando se comete adultério, um casal pode, através da graça de Deus, aprender a perdoar e começar a reconstruir o casamento. Deus nos perdoou de tão mais. Certamente podemos seguir Seu exemplo e perdoar até mesmo o pecado do adultério (Efésios 4:32). Entretanto, em muitos casos, o cônjuge não se arrepende e nem se corrige, e continua na imoralidade sexual. É aí que Mateus 19:9 pode possivelmente ser aplicado. Muitos também se apressam a fazer um segundo casamento depois de um divórcio, quando Deus pode estar querendo que continuem solteiros. Deus às vezes chama alguém para ser solteiro a fim de que sua atenção não seja dividida (I Coríntios 7:32-35). O segundo casamento após um divórcio pode ser uma opção em alguns casos, mas não significa que seja a única opção.

          Causa perturbação que o índice de divórcio entre os que se declaram cristãos seja quase tão alto quanto no mundo não crente. A Bíblia deixa muitíssimo claro que Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16) e que a reconciliação e perdão deveriam ser atributos presentes na vida de um crente (Lucas 11:4; Efésios 4:32). Entretanto, Deus reconhece que divórcios poderão ocorrer, mesmo entre Seus filhos. Um crente divorciado e/ou que tenha se casado novamente não deve se sentir menos amado por Deus, mesmo que seu divórcio e/ou segundo casamento não esteja sob a possível cláusula de exceção de Mateus 19:9. Freqüentemente Deus usa até a desobediência pecaminosa dos cristãos para executar um bem maior.

          Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s