Prostituta, Desprezada Pelos Homens, Amada por Deus


PERGUNTA 

boa noite pastor… desculpe roubar um pouco de seu tempo,mas confesso que será de muita importância para mim. A historia que vou contar é complicada mas é a vida que tenho e que levo hoje. Começarei desde pequena para ver se pode entender melhor a vida.

Fui abandonada com 3 anos de idade e como era interior, todas as pessoas se conheciam e com pena me deixavam dormir em suas casas e davam comida ate que uma outra mulher ficou alguns anos comigo mas sem cuidados nenhum. …lembro de algumas cenas..raras…mas lembro. No dia em que fui adotada por uma família de bem com 7 anos de idade…. minha vida melhorou ou melhor se modificou. Com 7 anos tive uma mãe lembro do dia como se fosse hoje, não pela felicidade de ter uma família pois criança dessa idade no meu estado nem se dava conta disso.. fiquei meio nervosa pq chegou um povo dizendo que iria me levar para um passeio e eu feliz ..bora nunca os tivesse vistos, mas me foi dando um medo quando no caminho disseram que eu ia morar com uma mulher que seria minha mãe..quando cheguei lembro do pavor e só senti alivio quando corri para os braços do meu futuro avó.. dai tive uma família ..e comecei a estudar aprendi o que eram regras e limites….. coisa que nunca soube se tinha. comecei a ter uma vida de criança. fui para a escolinha particular.mas tudo foi mudando aos pouco quando cresci mais..não pense que perderam o interesse por mim como filha…mas quando fui crescendo minha mãe me prendia cada vez mais! não sei se ela tinha medo do historico da minha verdadeira família, mas as coisas foram ficando sufocantes. tudo começou com meus 13 anos, pq comecei a ter interesse tbm por garotos… e num desses namoros achei que tinha perdido a virgindade. Mal tivemos relaçao, mas não era tao informada nisso e achei que tinha perdido e contei para minha prima e minha prima contou para a mãe dela que contou para minha e família toda ja me reuniu e nunca mais foi a mesma coisa. ficou pior! minha mãe ja não falava mais comigo como era antes.. hoje eu a entendo profundamente, só queria me proteger… mas só duramos juntas em família ate meus 15 anos.. minha mãe mudou aquele brilho nos olhos que tinha quando eu era criança e eu já não via mais esse brilho ha anos, antes mesmo de completar meu 13 nada era como antes….então fui embora de casa. como? voce deve querer saber. eu tinha meus amigos da mesma idade e lembro que uma amiga ia completar 15 anos eu porem ja tinha completado 15. lembro que minha mãe estava na cozinha na pia fazendo almoço e era por volta das 10 horas da manha e pedi  para ajudar na festa surpresa que iriamos fazer para a amiga. ela não respondeu nada porem eu sabia que ela consentiu. ela ja não falava comigo direito.. era sempre trancada. entao fui e na empolgação não vi as horas e quando lembrei ja era 1 da tarde e me desesperei pedi para a irmã da minha amiga ligar porque eu mesma entrei em pânico, pois ja conhecia minha mãe. e para minha tristeza a conversa não saiu como deveria ter saido. Esta foi a conversa:

– mãe;alo

– Cristina: oi,dona xxx, tudo bem?

– mãe;.tudo

– cristina: a sua filha esta aflita pq não viu as horas passarem e ela ja esta voltando para casa.

– Mãe: que filha? eu não tenho filha.

– cristina; que isso dona xxx? calma; ela ta indo ai converse com ela

eu covarde e com medo tive medo de voltar. depois disso pastor minha vida virou. tao complicada, voltei para a rua com 15 anos de idade. me prostitui, abortei 4 vidas. casei com um homem que conheci desde os 17 tirei-o já de uma outra família. contei minha vida toda para ele até da prostituição na esperança de viver uma nova vida. mas não foi como esperado. sempre senti uma vocação de estar no caminho de Deus, pois nunca me senti feliz e me sinto porca pelos pecados que cometi… uma vez comentando com meu marido disse que sentia esta necessidade como se Deus me chamasse. ele me disse que não sentia tesao em evangelica mas em putinhas. fiquei triste pois ali vi que para eu ser o que eu queria tinha que me separar, mas não vejo uma luz pois nunca soube fazer nada e quem me daria abrigo e com uma filha pequena… se voce disser assim .. ore para Deus mudar o coração dele. ja pedi e sinceramente o que vem no meu coração como resposta é “larga tudo e me segue”, mas pra onde vou? não sei pastor fico profundamente triste, pq necessito de Deus e ele me chama. e eu estou sendo covarde e não quero pastor ser esta covarde para com Deus .

 

RESPOSTA 

Irmã, li com carinho e várias vezes sua história e drama e não posso lhe dizer que sei como você se sente porque nunca passei por nada parecido com isso. Por isso só posso aconselhá-la usando a Palavra de Deus, o que, aliás, é a melhor fonte de aconselhamento que temos quando necessitamos de auxílio. 

Você buscou afeto em pessoas, mas só recebeu migalhas. Todos foram incapazes de dar a você um verdadeiro amor, pois nenhum deles tem amor para dar. E não têm porque também não receberam. Nem mesmo sua mãe biológica é culpada, embora jamais devesse ter feito o que fez. 

E, filha, posso lhe assegurar que jamais você encontrará amor puro e perfeito, a não ser em Deus, na pessoa de Jesus Cristo. Lá na cruz do Calvário Jesus Cristo, o Messias redentor, revelou o grande amor de Deus por nós, pecadores. 

E antes da Cruz, Jesus fez a uma mulher, pecadora e desprezada por todos, a primeira revelação pública de que apenas nele temos paz e consolo. Uma mulher samaritana, desprezada, foi digna de receber revelação tão maravilhosa, coisa que nem os religiosos receberam. 

Leia e medite nessa passagem maravilhosa que está no Evangelho de João, cap 4. Aquela mulher tinha sede de amor. Buscou em pessoas, em homens (cinco maridos e um amante) e jamais encontrara. E Jesus vem e dá a ela a revelação maravilhosa que apenas Ele pode matar nossa sede de amor, nossa sede de Deus. E, mais do que isso, ao recebermos Jesus, nós nos tornamos fonte de água viva para que outras pessoas também bebam de Deus. 

Filha, não abra mão de Deus por causa desse homem, que por sinal, nem é seu marido (ele é marido da primeira esposa). Ele quer uma pecadora e Deus lhe chama para uma vida santa. Você já aprendeu a viver sem apoio das pessoas e não é agora, com esse homem, que você vai tornar-se dependente. Escolha Deus e deixe que Ele cuide de você e do seu bebê. Aliás, Ele já tem cuidado. 

Quando você deixar o Espírito Santo operar em seu coração, você terá condições de tirar toda a mágoa das pessoas, que, no passado, lhe entristeceram. Poderá liberar perdão a todas elas e abençoá-las, sendo fonte de água viva, conforme Jesus prometeu aos que crêem nele. 

Não tenha medo, mas apenas creia em Jesus e no descanso que Ele quer lhe dar: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11:28-30) 

José Adelson de Noronha

3 opiniões sobre “Prostituta, Desprezada Pelos Homens, Amada por Deus”

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s