Confissão de Mentiras e Salvação


PERGUNTA 

Pastor, peço um conselho do senhor. Tenho 18 anos, e estou afastada de Deus. Quero muito seguir uma vida correta, caminhando ao lado dEle. Mas pra isso preciso do perdão dos meus pecados. Durante toda a minha vida eu convivi com o pecado da mentira. Coisas bobas, como falar que não estou em casa quando alguém liga, dar desculpas mentirosas pra não ir em algum lugar ou falar alguma coisa, essas coisas. 

Mas estou arrependida, sei que isso não é certo, mesmo que esteja arraigado na sociedade esse tipo de comportamento, cresci vendo meus familiares, que também são cristãos e frequentam a Igreja, cometendo esse tipo de coisa. Sei que isso não cabe a mim observar, mas me magoa um pouco. Parece que Deus não está mostrando a eles que isso é errado. Mesmo quando eu falo que não está certo tratam esse assunto com um pouco de indiferença. 

Enfim, eu queria perguntar como eu posso obter o perdão de Deus para todas as mentiras que eu falei. Devo pedir perdão às pessoas para quem eu menti ou somente a Deus? Eu me sinto culpada com isso. Se tiver que confessar a elas, farei. Mas foi pra tanta gente que menti, e em tantas ocasiões que nem sei por onde começar. 

Me sinto sozinha, triste, já pedi tanto uma direção de Deus, pra Ele me dizer o que eu devo fazer, mas a direção nunca veio. Meus pais se divorciaram, e isso já me machuca há um ano. Os dois são muito bons comigo, mas não tenho com quem conversar esse assunto. 

Só uma última coisa. Eu faço Física na faculdade. Mas sempre me sinto culpada e preocupada se estou fazendo a vontade de Deus, se era isso mesmo que ele queria que eu fizesse, essas coisas. Essa culpa que eu sinto significa que Deus não quer que eu estude isso? Como saber se estou seguindo o caminho dEle? Muito obrigada. Juliane

 

RESPOSTA 

Filha, se Deus fosse exigir de nós a reparação de cada um dos pecados que cometemos, nenhuma pessoa entraria no céu, em tempo algum. Nem mesmo se Ele exigisse apenas a confissão a quem ofendemos de cada um dos pecados cometidos. Nem mesmo a confissão apenas a Ele, o verdadeiro ofendido. Isto porque não lembramos de todos os pecados que cometemos em nossa vida. 

Nós temos que arrepender sim, e confessar sim, que somos pecadores sim, isto é, mentimos, roubamos, adulteramos, sonegamos, fofocamos, murmuramos, cobiçamos, cometemos imoralidade, etc.. 

O que o Senhor requer de nós é que não fiquemos nos julgando santos, perfeitos, sem pecado. Nem tampouco que nos justifiquemos quando pecamos, jogando a culpa seja em outras pessoas, seja nas circunstâncias que nos cercam. 

O que o Senhor quer de nós é que aceitemos a maravilhosa Graça de Deus, que Ele nos deu, em Jesus Cristo, lá na cruz do Calvário. Somos salvos pela Graça de Deus apenas, pois Jesus já pagou pelos nossos pecados. 

É apenas pela Graça que podemos ter vida eterna com Deus. Arrependimento é reconhecer o pecado e clamar pelo sangue de Jesus para purificação. Por isso, apenas pela sua confissão a Deus, você já está perdoada e purificada, segundo diz a Palavra de Deus: “se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1:9) 

Você mentiu e deve ter prejudicado algumas pessoas com suas mentiras. Se sua confissão a elas for trazer algum benefício e se lhe for possível fazer a reparação, então você deve confessar e reparar. Mas se for trazer apenas confusão, murmuração, maledicência e até difamação contra sua família, melhor não contar nada a ninguém, pois o amor cobre multidão de pecados. É por amor às pessoas e aos seus pais que você encobrirá os pecados já perdoados por Deus. 

Quanto às pessoas da sua família ou da congregação que mentem, isso é entre elas e Deus. Se o Senhor está usando de paciência (longanimidade) para com elas, Ele tem o direito, pois afinal Ele é misericordioso e longânimo. E Ele sabe o tempo de disciplinar. Por isso, não as julgue, mas apenas exorte e ore por elas. 

E quanto aos seus estudos e profissão, qualquer uma que você escolher pode ser boa e adequada, desde que seja algo que lhe dê prazer estudar e trabalhar. Deus pode abençoá-la em todos os lugares e profissões e pode colocá-la em lugar de destaque e honra, se andar nos caminhos de Deus, se dispuser a ser sal e luz entre os colegas, professores, chefias, funcionários, clientes, etc.. A escolha é sua e as bênçãos também. 

Eu oro para que a graça e a paz do Senhor esteja em seu coração, em seu lar e para que seus pais possam reconciliarem-se e restaurarem o lar, em nome de Jesus.

José Adelson de Noronha

9 opiniões sobre “Confissão de Mentiras e Salvação”

  1. Pastor contei ao meu marido que estava grávida e na realidade não estava. Fiz isso para tratar nosso relacionamento é com o tempo acabei acreditando que estava…no final inventei um aborto, hoje tenho muito medo de uma gravidez psicológica pois sempre quis esse filho. Devo contar a verdade a ele mesmo sabendo que isso irá arruinar nossa vida ou posso apenas confessa a Deus pois já estou muito arrependida.

    Curtir

      1. Muitas mulheres por amarem demais um homem e temerem o fim do relacionamento inventam uma gravidez para salvar a relação, depois inventam um aborto e há aquelas que até roubam um bebe. Isso acontece muito mas quase sempre são descobertas e isso abala e muito a relação.

        Curtir

  2. Pastor menti mt na minha vida pra minha mãe já confessei agora falta meu pai e uma pessoa e o Facebook, eu era afastada fiz coisas horríveis estava me relacionando com outra pessoa ela morreu eu fiquei mt mal um amigo dele se aproximou de mim disse que gostava de mim é tal e ia átraz de mim todo dia eu tentava evita mas ele ensistia dps os amigos desse que morreu ficou sabendo e ficaram me chingando e me ameaçando no Facebook eu fiz um texto e nesse texto disse qe nunca fiquei com esse amigo deles mas pra eles tenho ctz que não mudou nada, vai fazer 10 meses dia 24 que ele morreu queria saber se preciso posta a vdd no Facebook ?

    Curtir

    1. Irmã, essas pessoas podem até estar levantando calúnias a seu respeito, mas se Deus fosse mostrar quem você é realmente e o que você já fez escondido, você veria que essas pessoas estão até pegando leve contigo.

      Melhor aceitar o amor maravilhoso de Deus que não revela nossos pecados ocultos e obedecer ao Senhor que manda que oremos pelos nossos inimigos, pelos que nos perseguem.

      Não publique nada, não revide, mas ore por eles. Se arrependa de seus pecados, peça perdão a Deus e, se possível, a seu pai também e viva em paz. Deixe que Deus fale com aqueles que estão caluniando seu nome, pois eles também têm coisas ocultas e Deus é quem tratará com eles, se você entregar essa causa nas mãos do Senhor.

      Que o Senhor te abençoe e guarde do mal, em Nome de Jesus.

      Curtir

  3. Pastor !
    sempre tive dentro de mi, um pecado de pensamentos errados e isso me fazia muito muito mal, sempre que ia estudar ñ me importava e deixava pra lá.Hoje tenho 35 anos e ñ tenho nada!
    sinto muito o peso dos meus pecados , olho pra pessoa julgando, e invejando as sempre por algo que tenham!
    sou mãe e sempre fiz meus filhos irarem!
    Antes provocava tanto meu esposo até ele perdia as estribeiras!
    Hoje tenho dois filhos e tenho tornado-a a vida deles um tormento ele ñ sabem o que é viver o maior presente qure Deus deu pois eu sempre estago tudo, sei que estou errada e como sei das consequência desses pecados eu muito atormentada Deus tira de mim todo esse mal que me persegui por muito anos me faz amar me faz outra pessoa!
    tira de me esse peso que ñ aguento mais! Eu quero muito viver mas ñ mas assim toma cada parte de minha vida agora em nome de Jesus

    Curtir

    1. O Senhor tenha misericórdia de você, irmã, e lhe transforme o coração, trazendo alegria de vida, não só para você, mas para toda a sua família, em Nome de Jesus.

      Você tem congregado? Tem dedicado tempo à leitura da Bíblia e à oração? Pelo menos 30 minutos por dia é primordial, pois a Palavra de Deus é vida para o nosso espírito, lâmpada para nossos pés (salmo 119).

      Curtir

  4. Do nada, caí no seu wordpress…site. Confesso que digitei no Google a seguinte frase: “perdi o amor por Jesus” e ele me remeteu a alguns seguidores de suas publicações e eu acabei lendo alguns depoimentos…me identificando com alguns participantes, mas quando lia seus conselhos “me sentia um monstro = um vazio”…não consigo mais me sentir apaixonado por Deus…não consigo mais me sentir incluído no mundo do evangelho. Sei que a salvação pela graça e misericórdia de Deus é um fato consumado…que mais dia menos dia recaio nas mãos do Senhor e Ele completa a obra em mim…mas os dias passam…e me sinto cada vez mais distante disto.

    Não vou dizer que sou incrédulo, mas desencantei…
    Confesso que acho que fiz tudo errado. Hoje tenho 33 anos.
    Aos 14 anos quis colocar o evangelho em casa guelas a baixo a todos que não conheciam…e fui, na medida do possível tolerante aos usos e costumes de uma igreja pentecostal tradicional = Ass.DEUS.
    Recordo-me que fui para igreja para ser curado de uma bronquite alérgica que me fez sofrer muito enqnto criança e na adolescência sofrer insultos porque enqnto os outros jogavam futebol eu ficava na sombra porque até o meu próprio suor me fazia mal. Neste começo de caminhada ganhei profetadas…espetáculos de que Deus estava me curando…e eu confesso que até senti as emoções narradas pelo amado usado ou abusado de Jesus ao ponto de jogar todos meus remédios fora e tomar posse da vitória…que durou no máximo 1 semana…na primeira crise me senti envergonhado e carente de instruções…muito ofendido..canalizei todas as minhas energias para os estudos, não vivia a parte social que todo adolescente vive…com sacrifícios conquistei 2 áridos diplomas universitários e entrei facilmente no mercado de trabalho como educador…mas nesse trajeto algo me incomodava…quando as pessoas me chamavam de gay, apesar de me sentir ofendido, eu sabia que aquilo era uma verdade…o que aconteceu? Me apaixonei por um rapaz evangélico e afastado da igreja e vivemos uma turbulenta relação na qual ele me entitulava como maldição na vida dele, embora minhas intenções era aprender com os erros…e me aperfeiçoar = famoso quebrar a cara…pois não me considerava um rapaz profano, mundano, afeminado e muito menos sem temor…mas apenas consciente de que não tinha forças para “renunciar” a nada relacionado a sentimentos.
    Conheci uma menina = a única que senti atração física e me fez sentir macho = trouxe ela para a igreja. Vivemos um conturbado relacionamento de idas e voltas…porque ela me aceitava como eu era e também tinha suas mágoas na área da sexualidade = se sentir bonita e sexy não era seu forte. Auto estima baixa ( voltei um pouco ao passado pois esta foi uma fase que foi dos 23 até os 27, 28 anos).
    Hoje me sinto afastado de Deus.
    Super abençoado no âmbito profissional, mas familiar um desastre; não sei amar meu pai = super ausente na criação e muito menos a maioria dos meus irmãos = porque parece que eles desconfiam que sou gay e se eu sair do armário eles entram de vergonha.
    Claro que estou usando muitas frases de adolescente para narrar minhas frustrações…mas ainda me sinto um jovem. Não amadureci.
    Hoje vivo me perguntando…se Deus me ama, porque além da palavra ele não manifesta nada mais íntimo para eu me apaixonar por Ele?
    Cansei de igreja. Não leio mais a Bíblia…porque com tempo vi que eu colori minha vida e ela não passou dos tons de cinza.
    Hoje mesmo, quando guardava o carro = moro sozinho = apelo a masturbação para me conter = olhei para o céu e pensei…poxa vida, daqui 20 anos estarei aposentado e minha mãe que mais amo já morreu e não fui feliz nem com ela.
    As vezes passo em frente uma igreja e vejo as pessoas em processo de adoração e me permito 5 minutos…mas me canso…parece que não existe mais “conexões espirituais”.

    Curtir

    1. rmão, que a paz do Senhor Jesus entre em seu coração e permaneça, abençoando sua alma, como um bálsamo que refresca os ferimentos não curados, não cicatrizados, é minha oração a seu favor, neste momento.

      O cristão não deve desejar viver por emoções, sentimentos, êxtases, pois isso é temporário, volátil, vazio como uma neblina que passa tão logo esquenta um pouquinho. O cristão deve viver baseado no que está ESCRITO, quer sinta emoção, que não.

      Além disso, irmão, arrependimento não é chorar, tremer, entristecer-se. Isso pode vir com o arrependimento sim, mas nem sempre. Arrependimento é dar razão a Deus de que sou pecador sim, podre, “leproso”, digno de misericórdia. Arrependimento é reconhecer meu estado de pecador e minhas ações como pecado.

      Irmão, os seus cursos e conhecimentos do mundo são um empecilho à sua fé. Não digo que deva abandoná-los, mas sim, que, na sua intimidade, deva esvaziar-se deles, para que haja espaço para que a graça de Deus possa ser derramada em seu coração. Na sua intimidade, reconheça a verdade da Palavra de Deus que diz que você nada vale. Aliás, vale menos que nada! (Isaías 40:17 e 41:24).

      Reconheça que você é miserável, não apenas por causa das suas práticas, mas sim por estar em pecado, seja ele qual for.

      Esvazie-se, como Cristo se esvaziou e a si mesmo se humilhou e pôde assim ser dirigido pelo Espírito Santo e ouvir instruções do Pai.

      Eu oro para que o Espírito de Deus te visite e opere em sua vida, transformando seu coração de uma terra seca num jardim florido, tal como um pomar que o Senhor abençoou.

      Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s