Não Desejo Namorar


PERGUNTA 

Olá pastor! Tenho uma dúvida e gostaria que o senhor me esclarecesse, se possível. Sou menina, tenho 18 anos, mas não tenho nenhum desejo de namorar, nem de casar. Queria dedicar mais tempo à minha profissão e à Deus, tempo este que eu estaria utilizando em um namoro ou casamento, por exemplo. Estou errada em desejar isso? E como saber o que é um Chamado de Deus e saber se Ele está me chamando para a Sua obra? Amo minha profissão, mas ela realmente exige bastante estudo e preparo da minha parte, de maneira que muitas vezes tenho que deixar de fazer um programa em família para estudar; da mesma forma, consome parte do meu tempo com Deus. Será que não é sábio eu continuar nela então?

Obrigada desde já. Que a paz esteja em seu coração! =) Juliane

 

RESPOSTA 

Juliane, você está certíssima em desejar manter-se livre de compromissos de namoro e casamento, até que o amor desperte em você, no tempo certo. A Bíblia diz: “não acordeis, nem desperteis o amor, até que este o queira” (Cantares 8:4). 

O apóstolo Paulo diz que se a moça pretende permanecer solteira, ela não estará pecando e estará fazendo melhor escolha, do que casando-se. Solteira você poderá dedicar-se mais à obra de Deus e estará livre para atender ao chamado de Deus. Mas casada, deverá cuidar do marido, do lar e dos filhos em primeiro lugar.

O Senhor chama a todos os seus filhos a fazerem a missão evangelizadora, isto é, a levarem a todas as criaturas a mensagem da salvação por meio de Jesus Cristo crucificado: “ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem porém não crer já está condenado” (marcos 18:15,16).

Essa é a sua grande missão. Esse “ide por todo o mundo” começa no seu próprio prédio, na sua escola, no seu cursinho, trabalho, bairro, etc..

Todos podemos ter uma profissão, mas nunca podemos esquecer que não somos um “advogado cristão”, por exemplo, mas sim um “cristão, advogado”.

Se quer dedicar-se à profissão, você pode. Faça com dedicação, com ética e justiça, mas sempre atenta às oportunidades de anunciar o perdão de pecados aos perdidos. Essa boa notícia é o Evangelho que Jesus mandou que pregássemos: “Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as escrituras, foi sepultado mas ressuscitou ao terceiro dia, segundo as escrituras” (1 Co 15).

Sabendo agir com ética e justiça, você não prejudicará nem a carreira, nem a família e muito menos a obra à qual o Senhor lhe tem chamado. Mas, um alerta: não valorize a profissão mais do que a Deus e nem mais do a família, pois profissão pode tornar-se um laço.

O Senhor lhe abençoe e guarde, em nome de Jesus.

José Adelson de Noronha

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s