No Caminho da Obediência


PERGUNTA 

Pastor, preciso muito de ajuda. Quero me afastar da minha família, digo, pais e irmãos. Minha intenção não é deixar de falar com eles, mas já não tenho o mesmo respeito, tudo mudou no meu coração. Família não é só sangue, é mais que isso. Se eu não consigo mais conviver com eles, se meu amor por eles já não é mesmo, é pecado eu deixar de ter contato com eles? Me afastar, mudar da casa dos meus pais? Deus deixaria de ouvir minhas orações? Fiquei muito magoada com minha família porque não tive o apoio deles quando mais precisei na minha vida. Me separei ha 4 anos, e sempre desejei muito a restauração do meu casamento, ainda amo meu ex marido. Procurei desesperadamente orar pela restauração do meu casamento, mas fiquei só, muito só. Minha família não me apoiou, e ainda não me apoia, e ficaram muito magoados, no minimo com meu ex. Todos são cristãos, comprometidos com Deus, e isso me machuca mais ainda. Não tenho o mesmo respeito e consideração por eles, meus pai e irmãos pastores, minha família toda magoada com meu ex, sempre demonstrou indisposição a meu favor. Como sofri, sozinha, chorei por noites a fio, e na maioria delas em oração. Entrei em depressão, mas continuei lutando só, indo a igreja e pedindo ajuda a Deus e um milagre. Quando o divórcio saiu, fiquei tão desesperada, revoltada, sem falar com minha família. Passei quase um ano sem ir a igreja. Estou voltando, errei muito, agi sem sabedoria inúmeras vezes, errei muito no meu casamento com imaturidade. Eu preciso de ajuda. Passei a ir a um psicólogo, e por vezes tenho a ideia de que sou mais forte fora da igreja, do que buscando a Deus. Porque quando vou a igreja fico desesperada, porque acredito que Deus pode fazer um milagre na minha vida, e restaurar meu casamento, não consigo buscar a Deus sem crer nisto, sem sentir vontade de pedir a Deus por isso; porque é um desejo profundo do meu coração. Como deixar de orar por algo que se deseja tanto? o que parece correto? e ainda amando? Assim sofro, por orar, pedir, bater, e não ver nada. Por isso penso que sofro mais, e fico mais fraca indo a igreja, mais triste. E de saber que estou rodeada de pessoas que não me apoiam, mesmo que não digam. Preciso de ajuda. Eu desejo muito a restauração do meu casamento, não consigo deixar de desejar meu lar reconstruído O que eu faço? devo procurar outra igreja? Por favor ore por mim. Preciso muito de um conselho vindo dos céus, estou tão desesperada. Nunca me envolvi com ninguém pois sabia que cometeria um pecado, e também por achar que isso agradaria a Deus, nesta busca pela restauração. Ore por mim pastor, estou muito desesperada e sozinha. 

Pastor, preciso acrescenta que errei, quando meu esposo deu entrada no divórcio, fiquei muito desesperada, depois de muito pensar, axei que a melhor forma de retardar o divórcio seria pedindo uma pensão, eu teria mais tempo para orar e talvez ele desistisse. Foi pior, passei um ano inteiro me sentindo culpada, mal, chorando arrependida. Não queria nada, só mais tempo; a família dele e ele me odiaram. Tive péssimos conselhos e fiquei perdida. Desisti, e o divórcio saiu, agi com imprudência, e só aumentei o ódio do meu ex por mim. tô muito triste. Não sei o que fazer. Mas ao me aproximar de Deus, me sinto mais triste, desejando um milagre impossível. Fico grata por seus conselhos. Deus abençoe.

 

RESPOSTA 

Irmã, tenho acompanhado sua luta ao longo desses anos e a palavra que tenho para você continua a mesma: orar, crer e obedecer ao Senhor. Faça a sua parte, no que lhe compete, e a guarde sua fé, mesmo que nada do que pede aconteça. O que importa mesmo é a sua salvação, seja com marido, seja sem marido.

“É no caminho da obediência que Jesus nos transforma” Ed René Kivitz http://www.blogmundocristao.com.br/index.php/e-no-caminho-da-obediencia-que-jesus-nos-transforma/

Deus tem poder de agir em todas as coisas, em todos os casamentos, mas isso não significa que Ele irá romper com a liberdade que deu a todos os homens e mulheres de escolher seus caminhos. O seu marido tem o direito de escolher o pecado. O Senhor fala com ele o tempo todo a respeito do pecado em que está vivendo, mas não o forçará a fazer contrário.

Mas, quanto a você, também precisa obedecer à voz de Deus que manda que ame a todos, sejam eles bons ou não. Tenham eles sido compreensivos e apoiadores ou não. Sua família pode não ter apoiado você nos momentos mais críticos de sua vida, mas isso não signifique que você tenha o direito de guardar mágoas contra eles.

A vida cristã não tem opção. Ou Jesus é o Senhor ou não se entra no Reino de Deus. Se Jesus é o Senhor da sua vida, então perdoe a todos os seus parentes, tanto do seu lado, quanto do lado do seu marido. Perdoe e ore por eles, pois todos necessitam do Senhor.

Se você tem condições de morar sozinha, bancar todas as suas despesas sem fazer dívidas, é lícito que tenha sua própria casa, mas desde que não esteja saindo de casa por causa de mágoa. Mudar-se para não conseguir conviver com os pais ou irmãos, é negar-se a obedecer à voz de Jesus, que manda que amemos: “O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei” (Jo 15:12).

Como você quer ser amiga de Jesus, relacionar-se bem com Ele, se não relaciona-se bem com os da própria casa? Se não obedece ao Senhor? “Vós sois meus amigos se fazeis o que vos mando” (Jo 15:14).

Há anos que você sofre com a falta do marido e ainda quer sofrer mais, largando também os da própria casa? Largando a congregação? Não é esse o caminho.

Irmã, há lutas que são apenas nossas, baseadas na nossa fé exclusiva. O fato de seu marido ter ficado com mais raiva de você por causa da pensão pedida (mesmo que depois você tenha desistido dela) prova quem ele é de fato e isso dá uma certa razão à sua família em não se empenhar tanto pela volta dele. Essa luta é sua e você não tem o direito de ter raiva deles por causa disso. São imperfeitos? São, com certeza, mas você também o é.

Perdoe de uma vez por todas e nunca saia de casa por causa de mágoa. Corte esse mal pela raiz, para que seu coração não fique sobrecarregado pela amargura.

O Senhor tenha misericórdia de você e lhe conceda o atendimento às suas orações, trazendo seu marido de volta, transformado, é minha oração a seu favor, em Nome de Jesus.

José Adelson de Noronha

Uma opinião sobre “No Caminho da Obediência”

  1. Ótima resposta! Que Deus abençoe e conforte o coração desta irmã dando paz e capacidade de não alimentar mágoa pela família, que é o bem mais precioso que alguém pode ter. A resposta foi sábia, prudente e abençoada por Deus.

    Curtido por 1 pessoa

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s