O Homem Cheio do Espírito e a Palavra de Deus


José Mateus

www.reavivamentos.com

Pensa-se que uma pessoa cheia do Espírito é sempre alguém que pode prescindir da Leitura e compreensão da Palavra de Deus ocasionalmente. Na verdade, não haverá ninguém que necessite mais dela para sobreviver que um verdadeiro Filho do Reino cheio de graça e de poder (poder para viver e não apenas para fazer milagres!)

Existe uma grande diferença entre ser reprovado por Deus e ser-se rejeitado por Ele. A reprovação em Deus vem junto com correcção, pois faz em nós e de nós algo distinto quando Ele pega em algo que não aprova, desde que sejamos ardentes na disposição de coração que advém de se estar bem com Deus, estar certo e ser-se santo acima de tudo. Não podemos temer ser rejeitados por Deus sempre que somos reprovados, pois é Ele quem não aceita curriculum, antes corações que O querem tal qual Ele é. “Sobre a minha torre de vigia me colocarei e sobre a fortaleza me apresentarei e vigiarei, para ver o que me dirá e o que eu responderei quando for repreendido”, Hab.2:1.

A melhor maneira de deixarmos de ser teimosos, é termos razão. Sendo assim, calar-nos-emos e Deus fará resplandecer a nossa justiça. Quem tem razão precisa de muito poucos argumentos para se defender ou para se fazer ouvir, pois o justo é ouvido, mas, não somente através das suas palavras. É ouvido através de sua justiça. Temos um Deus dono da verdade que justifica os verdadeiros e o Qual faz brilhar a verdade mais que o verdadeiro, para glória de Deus. Se não tivermos razão, só deixaremos de ser teimosos colocando-nos lado a lado com a verdade ao invés de competir com ela. É uma honra Deus ser tido como certo de um jeito ou do outro, ou transparecer como Ele é pelos justos ou pelos injustos.

(www.reavivamentos.com)