Cristo Nos Purifica de Todo Pecado


  1. Se nos banhamos, cremos que o fazemos por nos acharmos sujos – e ninguém acha que é mau quando necessitamos tomar um banho. Pelo contrário, tomamos prazer em pensar que nos limpamos. Se o homem tem esta atitude sem preconceitos em relação ao seu corpo – e ainda se orgulha de estar limpo – porque razão foge de pensar do mesmo modo no tocante à sua consciência? Cristo purifica-nos de todo pecado quando reconhecemos e nos lavamos porque nos reconhecemos sujos. Está na hora de tratarmos os espíritos com o mesmo à-vontade que tratamos nossos corpos – dentro e fora da igreja. É assim tão ruim limparmos a nossa consciência, dizermos que nos vamos lavar no sangue de Jesus confessando e deixando cada pecado?
  2. Tome atenção ao quanto lhe ensina sua consciência, pois tudo quanto diz está muito próximo da verdade. O que os outros pensam e afirmam de nós, seja através de elogios ou de condenações, nunca são palavras fiéis. Mas, tudo quanto a nossa consciência afirma, devemos enquadrar dentro daquilo a que devemos dar ouvidos. Os homens preferem, no entanto, ouvir as ouvir e falar dos pecados dos outros. Para o pecador é sempre um jogo de conveniências, pois, acusando acredita que se defende!
  3. Quando somos tocados por Deus, mesmo pela dor, devemos ver que quem nos toca é Deus e por essa razão distinta devemos alegrar-nos extremosamente. Se é Deus quem nos toca, alegremo-nos, pois nunca o faria em vão, sem um claro propósito de alcançar algo de nós. Alegremo-nos, caso sejamos santos, quando é Deus quem nos toca e não a consequência do pecado.

 

Fonte: www.reavivamentos.com

46 opiniões sobre “Cristo Nos Purifica de Todo Pecado”

  1. Amada, o pr.Adelson ja partiu e está com Cristo. Nossa jornada aqui na terra eh rápida e curta. E se confiar no sistema ela fica mais curta ainda. Por isso não devemos ficar nos acusando e nos sentindo sujos por sujeira e pecados que Jesus já nos perdoou e nos lavou. Mas humanamente falando temos a tendência de nos culpar por tudo e não nos sentirmos merecedores do amor e do perdão de Deus… Nos afligimos mais com o que já fizemos do que com o que iremos fazer. Somos seres miseráveis e incompletos só nos completamos em Deus e a máxima expressão de Deus eh Jesus de Nazaré. Ele te amou e te purificou dos teus pecados. Eh gente pecador que Jesus gosta de alcançar e te vê pura se vc mudou de vida. Ele exige mudança de vida…eu mesmo durante muitos anos me senti muito sujo mas enfrentei esse sentimento desgraçado e o repreendi em nome de Jesus pois esse sentimento eh maligno e quer nos fazer dizer que Deus eh mentiroso e ele não eh. A paz

    Curtir

    1. Amada, uma das passagens que mais me tocam está em Lucas 36-50
      Veja aquela mulher (muito provavelmente uma prostituta), que fez o mais lindo gesto de gratidão para com o Mestre, ela sabia que estava diante de um Santo homem de Deus e em contraste com os seus muitos pecados, não se conteve e lavou os pés de Jesus com suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos, e o Mestre lhe disse que seus muitos pecados lhe foram perdoados. Vá em paz.

      Na verdade mesmo, quem te acusa é o inimigo tentando lhe trazer confusão, basta crer que Cristo já lhe perdoou, se estamos em Cristo as coisas velhas ficaram pra trás, eis que tudo se fez novo! Quando lhe vierem esses pensamentos, repreenda em nome de Jesus e não aceite, você agora é filha de Deus, não por ser merecedora, pois ninguém é, mas inteiramente pela graça e amor de Cristo que se entregou na cruz por todos nós. Portanto achegue-se com Fé e confiança diante de Deus, e nisso sabemos que Deus é amor e misericórdia. Abç

      Curtir

  2. Pr e irmãos, peço que intercedam em favor da Mel. Ela saiu do coma induzido, mas não está bem. Hoje fui ao hospital na hora da visita pra ter notícias dela e aconteceu uma bênção pra mim. A madrasta é que ia entrar com o marido da Mel na UTI, mas na última hora a madrasta chegou pra mim e disse:” Pode entrar no meu lugar, eu não gosto de entrar e depois tanto faz eu entrar ou não, ela vai continuar na mesma”. Notei o marido dela ficar meio irritado, ele chegou a dizer:”Você quase não vê a menina, será que é tão insensível assim? Ela vai notar que você não a visita”. Ela deu de ombros e eu fiquei no impasse, sem saber se entrava ou não, aí o marido da Mel disse rispidamente, notei o tom:”Melhor não entrar mesmo, o que é feito sem amor não tem valor, melhor entrar você.” Ele me olhou e já foi indo na frente, estava tinindo de raiva da madrasta da Mel. Eu ainda vi a madrasta revirar os olhos e dizer:”Esse homem é um bom partido como marido, mas é chato demais, os dois competem pra ver quem baba mais na menina. Depois que ela internou só falta dizerem que a menina tem asas e auréola de anjo. Virou anjo a menina, mas eu me lembro bem do que esse anjo era capaz.” Ela falava com o marido, eu me afastei a tempo de ouvir o marido dizer:”Você deveria ter ficado em casa se não ia entrar pra ver a menina. Veio só pra atazanar mesmo.” Pr, a madrasta da Mel é arrogante, mas eu sempre achei também o pai da Mel antipático, lembra que falei algumas vezes? Ele é educado, gentil e bonitão, mas tem o ar antipático. Já o marido da Mel tem ar de intelectual, homem de negócio, quando ele está de óculos de sol, fica parecendo esses guarda-costas de filmes. Ele é forte e alto, grisalho, ele é tiposo, não tem ar antipático, mas ele é do tipo que constrange, não sei explicar. Ele tem a mania de olhar apertando os olhos e tem um jeito de curvar a boca, que deixa ele com cara de muito bravo. E sei pelo que já vi nas vezes que venho ter notícias da Mel, que ele não engole desaforos, ele fala o que pensa e vejo que ele odeia a madrasta da Mel, ele apenas tolera sem disfarçar a cara de desagrado. Eu entrei na UTI com o marido da Mel, ele se trasnforma com a Mel, ele é sempre estilo durão, sério, mas perto da Mel ele é tão amoroso e apaixonado, que eu achei lindo. Sempre achei estranho a diferença de idade deles, 24 anos, ela tem 22 e ele 46. Mas dá para notar que ele é vidrado nela. Também pudera, ela continua lindíssima mesmo na UTI.Mas deu pena ver ela. A princípio pensei que ela dormia, ela estava com os olhos fechados. Mas quando o marido dela pegou na mão dela, ela abriu os olhos. Ela ficou olhando para ele com olhar vago, ele falou carinhoso:”Está reconhecendo o “ogro”,amor? Ele brincou com ela, ele acariciou os cabelos dela, ela ficou olhando para ele parecendo confusa, aí ele falou de mim pra ela. Ela me olhou com o mesmo olhar, parecia nem me conhecer. Ela estava com os braços presos na cama, para não arrancar os fios e aparelhos. Então ela ficou apenas olhando para o marido enquanto ele conversava com ela, coisas comuns. Até que do nada, ela engasgou e foi horrível ver, eu pensei que ela fosse morrer, ela revirou os olhos e ficou mal, veio uma enfermeira e conversou com ela e fez um procedimento que não sei o nome, acho que é pra aspirar, não sei, mas ela ainda está muito debilitada e acho que tem hora que não engole direito e acaba se sufocando. Depois desse incidente, o marido dela pediu para a enfermeira soltar os braços dela, disse que pelo menos enquanto estava lá com ela, que ele ia olhar direito, que era pra Mel descansar um pouco daquela posição. Ela disse que tudo bem, mas que quando saissemos iria prender de novo, porque ela tenta arrancar tudo toda hora, quando bate agonia. Quando a enfermeira saiu, o marido dela continuou conversando, ela pareceu gostar de ficar desamarrada, porque ela ajeitou o avental de UTI e ficou mexendo os braços e então, ela balbuciou algo que nenhum de nós entendeu. Ela repetiu e quando ela notou que a gente não estava entendendo, ela fechou os olhos, parecia exausta do esforço de falar. O marido dela falou mais coisas, aí ela segurando a mão dele apertou e tentou de novo, dessa vez a gente entendeu, ela falou o nome do bebê dela. Me cortou o coração, ela estava com os olhos ansiosos, querendo saber do bebê. O marido dela falou que ele estava bem, saudável e que havia crescido e ganhado peso. Ela então depois de novo esforço falou:”Mãe”. O marido dela falou que ela estava lá fora e ela então ficou olhando o nada até que se lembrou de mim e me olhou e falou algo que a gente não entendeu, isso a deixa nervosa, ela fica ansiosa e ninguém a entende. Mas ela tentou de novo e falou apenas uma palavra;”ora”. Entendemos que ela queria que a gente orasse por ela. O marido falou que antes de sairmos oraríamos por ela, ela então fechou os olhos e ficou um tempinho assim, de mãos dadas com o marido. Depois abriu os olhos e falou um nome, custamos a entender, mas ela queria saber do outro filho, o que não mora com ela. O marido falou que ele estava bem, ela então do nada se engasgou de novo e pegou os fios do nariz e puxou, o marido dela falou que ela tinha de ficar calma, ele segourou a mão dela e ela ficou nervosa tentando se soltar, acho que quando ela nota os fios de monitoração e de respiração, ela fica agoniada. Antes de irmos embora, oramos rapidamente e baixinho por ela, eu me despedi dela e disse que gostava muito dela, ela apertou minha mão. Notei que por ela ser branquinha, a mão está roxa por cima devido as agulhas. O marido dela se despediu, ele falou que a amava muito, ela ficou olhando o rosto dele e quando ele tentou soltar a mão dela para sair, ela teve uma crise de choro e não queria largar a mão dele. Logo que saímos entrou a enfermeira para voltar a prender os braços dela para evitar dela arrancar os aparelhos. Dá muita pena, ela é tão linda, mas está mal. Eu achei ela muito mal, está bem debilitada e tem horas que parece que ela perde a consciencia e sai da realidade. Teve uma hora que ela balbuciou que ia ensaiar música. Ela fala mais palavras monossílabas e quando fala mais de uma palavra, fala com longa pausa. Ela falou também quando a enfermeira estava fazendo os procedimentos “Dói pára”, ela fica num nervo de dar dó. Peço então que orem por ela, para ela melhorar. Porque apesar de estar acordada, a situação dela é a mesma, só saiu da sedação, mas seu quadro ainda é delicado. Quando estávamos lá de fora, os pais quiseram notícias, o marido da Mel falou e a madrasta falou:”Ainda bem que não entrei, senão iam falar que a menina deu a crise por me ver, porque tudo a culpa é minha.” O pai da Mel queria detalhes, então o marido da Mel falou em detalhes, e falou que ela quis saber da mãe. O pai da Mel disse olhando a esposa: “Viu só?! Você deveria ter entrado, pelo menos demonstrar seu apoio, ela precisa de um amor maternal, sabe?” A madrasta ficou calada, mas notei que ela nem se importou com a bronca do marido. A Mel está com problema nos rins (que dá dores fortes), problema em um pulmão (que a deixa sufocada) e outros problemas do coração. Orem pela nossa irmãzinha, ela necessita e muito. Eu achava que ela estaria melhor e sofri um baque ao ver sua situação. Ela continua linda, mas tem as crises horríveis e está mentalmente confusa, ela mistura realidade com sonhos, acho que por ela ter sido vocalista do coral e banda, isso fica no seu subconsciente e por isso ela falou que ia ensaiar. Ela sempre teve uma beleza frágil, ela sempre teve as mãos trêmulas, agora estão mais trêmulas ainda e quando me lembro da crise dela, eu me assustei tanto, achei que ela estava morrendo. O marido dela ama muito a Mel, eu notei isso, o jeito como ele conversa com ela, de dar carinho. Eu ando culpada de ter feito aquelas coisas com a Mel no passado, você sabe pr, porque já confessei aqui no site. Antes de ir embora eu falei que tinha tempo que não via o bebê perguntei se não tinham uma foto pra eu ver. O pai da Mel disse para eu passar na casa dele para ver o bebê. Eu aceitei e fui. A babá do bebê me trouxe ele e ele estava muito cheirosinho e lindo. Ele é grandinho e loirinho, ele riu pra mim e as covinhas surgiram. Parece um bebê de capa de revista. Na sala de visitas, notei vários porta-retratos, fotos da Mel, primos dela, avós e notei a foto de um garoto loiro, lindo e a cara da Mel. O pai da Mel disse orgulhoso:”É meu neto mais velho, tem sete anos.” Ele riu e falou:”Esse menino é inteligente, esperto para a idade, sabe?” O bebê é fofo demais, ele está na casa dos avós. O marido da Mel depois de um tempo chegou e pegou as coisas do bebê e o bebê e disse que ia ficar com ele até à noite e saiu. Pr fiquei com pena do bebê, tão lindo e sem a mãe dele. Notei que o bebê vai ser parecido com o irmão mais velho, ambos tiveram a sorte de herdar a beleza da mãe. Eu não demorei e fui embora, sou meio sem graça com a família da Mel. Eles constrangem mesmo sendo educados. Ore pela Mel. Obrigada.

    Curtir

  3. Pr meu comentário é para pedir oração pra Mel (esse é o segundo nome da moça loira). Hoje fui ao hospital e fiquei na sala de espera aguardando o retorno das visitas para pegar notícia. Quem entrou foi o marido e o pai dela e na sala de espera ficou eu, a mãe adotiva da Mel e os sogros da Mel também esperando para ter notícia. Saquei uma coisa, a mãe da Mel é tipo essas madames toda arrumada, e vi que ela e os sogros da Mel não se “bicam”. A conversa entre eles estava meio tensa, peguei no ar. A mãe da Mel é dessas de ar arrogante, ela ao saber que eu e a Mel fomos colegas de classe, ela me olhou de cima a baixo me avaliando, credo, horrível, aí o sogro da Mel alfinetou:”Você então conhecia a “sapata”, a namorada dela né?” Eu tentei mudar de assunto porque a mãe da Mel ficou me encarando com ar de “cala a boca”. Eu desconversei mas o sogro da Mel falou: “Essa menina aprontou tanto na vida, que novinha desse jeito, nem 22 anos fez ainda e já está com a saúde fudida”. Eu achei uma grosseria ele falar assim da Mel, sendo que ela está mal. A mulher do homem deu um cutucão nele, mas a mãe da Mel se levantou e falou com ar de pouco caso:”Aguentar gentinha é dose, dá náusea.” Ela saiu apressada e ficou em pé mais afastada, aí o sogro da Mel (achei ele muito lingua solta) falou rindo:” A madame não gostou de ouvir a verdade, mas a menina dela aprontou tanto sim. Não é porque ela está mal que virou santa. A menina sempre foi do “babado”, isso sim”. Eu comecei a folhear uma revista pra ver se o homem parava de falar assim, estava sem graça com a mãe da Mel que estava ouvindo tudo mesmo estando afastada. Aí o primo da Mel (aquele loiro que já lhe falei que tive uma paixonite por ele, mas acho que ele sempre teve paixonite pela Mel) chegou. Ele chegou parecendo um modelo, alto e lindo. Ele foi direto na mãe da Mel e deu dois beijinhos no rosto da tia e perguntou: “Quem entrou pra ver a ‘Loirão’? Pronto, o sogro da Mel ouviu e falou me olhando:”Olha a intimidade desse playboizinho com a priminha…” Ele cutucou a mulher dele e cochichou mas deu para eu ouvir:”Esse aí pegou a priminha de jeito, aproveitou e lanchou a priminha”. E depois de um tempo ele falou:”O bebê parece com esse moço, não acha?” Nessa hora ele calou porque a mãe e o primo da Mel voltaram e sentaram no sofá perto de nós. O primo cumprimentou os sogros da Mel e o homem falou:”Veio pegar notícia da priminha?” O rapaz o olhou sem dar muita atenção e apenas meneou a cabeça.Aí, o sogro falou:”Estou notando que o bebê é a sua cara, como o sangue puxa, né?” Pr eu juro que esse tipo de conversa estava acontecendo na minha frente, o sogro da Mel é inconveniente, parecia que ele estava insinuando algo. O rapaz o olhou e abaixando a voz, ele primeiro olhou para os lados e depois falou irritado:”OLha aqui, vovozinho, pare de ficar fazendo esse jogo besta,se toca.” O primo da Mel olhou pra tia e falou:”Será que a ‘Loirão’ melhorou tia?” Ele chama a Mel de Loirão. O sogro da Mel estava encarando o rapaz e depois de um tempo ele voltou a falar:”Sem dúvida o bebê é a sua cara, até esse queixo cortado ele tem, igualzinho.” Pr, foi constrangedor, a mãe da Mel falou olhando para o homem irritada:”O que o senhor está insinuando, porque não fala às claras?” A sogra da Mel ficou sem graça, coitada, ela tentava contornar a situação dizendo que o marido só estava dizendo que o neto dela parecia com a família da mãe. Posso jurar que o sogro estava insinuando coisas na cara dura. Ainda bem que nessa hora o pai e o marido da Mel chegaram com as notícias. O pai da Mel estava desanimado e falou:”Está na mesma, igual”. O marido da Mel explicou melhor dizendo que o quadro está crítico porque ela teve complicações pós-operatório e teve um negócio que eu esqueci o nome mas que é grave e pode ser fatal. O marido estava preocupado visivelmente. Aí o primo da Mel falou rindo tentando descontrair:”Que isso gente, que caras de enterro, olha, a Loirão é uma gata e sendo assim, tem sete vidas”. Bom, ninguém riu e o marido da Mel falou para ele deixar de ser palhaço pelo menos ali, ele estava irritado com o rapaz notei. Então é isso, a Mel está mal, na UTI, com aparelhos e tudo o mais e precisa de muita oração para sobreviver. Pr, senti em pedir oração para Deus mudar o sogro da Mel, eu não sou boba e vi que ele estava insinuando que o bebê é filho do primo e não do marido da Mel. O bebê é loirinho sim, mas a mãe dele é loira e o queixo do bebê realmente é cortado que nem o do primo (um charme), mas depois vendo umas fotos em que a Mel está, ela também tem o queixo cortado que nem o do filho e primo e até o avó dela tem o queixo assim, é característica da família, a mãe adotiva não tem o queixo assim não. O sogro da Mel não é crente e eu li comentários da Mel na seção que ela escrevia, falando do sogro e das investidas dele. Bom, vendo o sogro dela de perto, vejo que ele é malicioso e mesmo a Mel estando correndo risco de vida, ele fala mal dela julgando-a, parece que se esqueceu que ela tem problemas mentais e que isso contribuiu para que ela fosse vítima de maus elementos. Eu acredito hoje, que a Mel é uma pessoa decente, ela errou em alguns pontos, mas por ser vulnerável, ela apesar de ter 21 anos, tem cabeça de criança as vezes. Peço então que ore pela Mel, eu quero que ela viva e um dia eu possa pedir perdão a ela por tanto mal que eu fiz a ela. O aniversário dela é no último dia desse mês, vai então fazer 22 anos, é muito nova pr para morrer. Sem contar que o bebê dela é um encanto, parece esses bebês de capa de revista, muito lindo, clarinho que nem a Mel. Mas eu notei que ele tem a boca do pai. O sogro da Mel devia perceber isso. A Mel tem a boca carnudinha, bonita mesmo, e o bebê tem a boquinha pequena, lábios mais fininho. É a boca do marido da Mel, uma boca mais reta, boca mais de homem, não sei explicar, mas é a boca do pai que o bebê tem. Mas do jeito que vi o sogro da Mel, ele ainda deve estar querendo o teste de paternidade para saber se o bebê é do filho dele. Credo, sinto pena da Mel, tão novinha nessa situação. Pr ela dizia que tinha 22 anos, mas ela tem 21, vai fazer 22 no final do mês, já expliquei que o pai dela achou melhor, porque no início do namoro ela tinha 19 anos apenas e ele achou que 20 anos, dava ar de mais maturidade à filha e que as pessoas falariam menos da filha. Percebi que agora todo mundo, inclusive ela, assumiu a idade real, até porque a idade dela um dia viria a público, claro. Bom, falei demais, mas é a ansiedade, quero que a Mel sobreviva, dá muita pena de ver ela assim e o bebê tão lindo sem a mãe, o marido dela tmbém está desolado, dá para ver. Ele é simplesmente apaixonado pela Mel, apesar de tão mais velho, ele a ama muito, nota-se. Bom, é isso, pr.Ore pela Mel. Obrigada.

    Curtir

    1. Pr, de novo só quero pedir oração para a Mel, eu acho que escrevendo e pedindo sempre orações por ela me sinto menos culpada de tudo que fiz a ela no passado. Olha, vou contar uma coisa. Hoje fui de novo no hospital para ter notícias da Mel e aí a avó da Mel ficou conversando comigo na sala de espera, aí ela falou que estava com uns vídeos do casamento da Mel na bolsa. Pr, mesmo sem graça arrisquei em pedir emprestado para ver. Ela me emprestou, aí eu assisti em casa com meu noivo. Eu fui no casamento dela só na igreja, na festa não porque não fui convidada e nem poderia já que nessa época a ignorava por causa de inveja e ciúmes como já falei antes. No vídeo percebi que apesar de muito bela, ela estava triste, deve ser porque as coisas do passado dela estava vindo a público. No vídeo na hora dela colocar a aliança na mão do marido, ela tremia tanto que ele teve que ajudá-la a colocar a aliança. Na festa do casamento, o primo loiro dela, disse que ia fazer uma homenagem para a prima predileta dele. Pr no vídeo deu para ver que foi surpresa, porque a Mel olhou com cara de espanto. O outro primo dela (o moreno) ainda disse rindo:”Gente, ele ensaiou muito para cantar exclusivamente para a prima querida”. Pr na festa só havia os familiares e amigos íntimos da família, eu sou bem observadora e detalhista e reparei nisso. O primo loiro dela pegou o microfone e falou:”Priminha, não poderia deixar de dar meu presente a você, sabe que eu te amo, né, Loirão.” Pr ele falou assim mesmo na festa de casamento, na frente de todo mundo. Reparei que a família da Mel encarou a homenagem normal, rindo, mas as caras da família do marido da Mel estava de dar medo, peguei até alguns lances deles cochichando entre si. O marido da Mel estava sério e não pareceu gostar da declaração tão efusiva do primo da Mel. Mas como era festa todo mundo manteve as aparências. O primo pediu para a banda tocar para ele e ele cantou a música perfeitamente bem. Ouvindo a música eu pensei assim, juro:”Isso foi uma declaração de amor e não homenagem para a prima somente.” Na época do colégio eu já pegava no ar que os primos da Mel tinha uma queda por ela. Mas no vídeo deu para pegar uma coisa, o primo cantou a música Si Tu No Vuelves e mais do que cantar, ele ainda fez com a ajuda do outro primo, um clip imitando o original, eles arrumaram até um cachorro, um labrador, para gravar o vídeo. Aí no clip aparece o primo loiro cantando a música e como no clipe original, surgia a imagem da Mel, de vez em quando. Ele cantou a música inteirinha de olhos fixos na Mel, ela parecia meio sem graça e o marido estava abraçado com a Mel por trás e sua cara era de poucos amigos, ele estava visivelmente enciumado. No final ele ainda entregou o CD com o clip de presente para o casal. A avó da Mel disse que o marido da Mel não quis ficar com o clipe e ia jogar fora, mas a avó estava perto e pegou o clipe para ela e guardou junto com o vídeo de casamento da Mel (ela tem a cópia fiel do casamento da Mel). Ela me disse orgulhosa:”Imagine se ia deixar ele jogar fora o CD, os rapazes tiveram um trabalhão para montar o vídeo e ficou tão bonito a homenagem, imagine se ia deixar o marido jogar fora só por um ciuminho bobo.” Ela ainda falou rindo na hora que me emprestou os vídeos do casamento e o clipe da música feita pelos primos:”O marido dela morre de ciúmes porque a Mel é linda e jovem e ele é muito mais velho”. Bom, eu e meu noivo vimos os vídeos e meu noivo riu e comentou:”Esse primo foi corajoso de cantar assim para a prima, claro que o marido ia achar ruim, isso não foi homenagem para os noivos e sim para a noiva apenas”. Pr, o casamento dela, a festa tudo foi impecável, mas ela estava triste. Ela foi a noiva mais deslumbrante que já vi e também a mais triste. Por incrível que pareça me deu pena. Pr reforço o pedido de oração por ela pois ela está muito mal e eu sinto muito de verdade. Pr, eu sempre invejei essa moça, mas agora vejo que ela sofreu tanto na vida e ainda sofre. Ore por ela,pr. Veja só, procurei a música que o primo da Mel cantou na festa do casamento e percebi que a voz dele é parecidíssima com a do cantor original(Miguel Bose). Veja o clipe original pr, os primos dela fizeram um clipe parecidíssimo, com fotos da Mel e com o primo loiro cantando junto ao labrador, ficou muito parecido com o original, eles fizeram um bom trabalho,sem dúvida. Mas que rolou ciúmes por parte do marido da Mel rolou e eu achei a música e o clipe parecido com uma declaração, tanto que até a Mel estava meio sem graça, porque o primo cantou olhando fixamente para ela sem desviar o olhar. Bom, vou deixar a música original para você saber e ter ideia da homenagem que o primo loiro fez à Mel. Pra mim ele tem uma paixão pela Mel até hoje. Pr deixando o blábláblá de lado, peço que lembre de orar pela Mel, ela precisa mesmo de muita oração. Quero muito que ela viva, mas está difícil a situação. Sinto muito e as culpas são um peso.

      Curtir

      1. Pr lembrei de refazer outro pedido: ore pela mudança do sogro da Mel, ele é um homem grosseiro, malicioso, descrente e acho que ele está sendo usado por algum diabo para fazer o que faz. Eu notei que ele tem uma espécie de coisa ruim, algo estranho, que eu interpretei como coisa do Inimigo. Pr a Mel é uma moça meiga e doce, nas suas orações peça para Deus dar uma chance para ela ser feliz, eu sei agora as provações que ela passou e sei que foram muitas dores, sofrimentos, abusos, decepções, frustrações, enfermidades etc. Eu hoje posso dizer que amo a Mel com um amor fraternal, de irmã, eu só queria poder um dia dizer minhas confissões e pedir perdão e tenho medo de não dar tempo. Pr a mãe da Mel também é outra que precisa de mudança, ela é meio fria, estranha também, ela não parece tão preocupada com a Mel, como pode isso? Isso me dá muita pena da Mel, ver que nessa vida ela teve mais gente desprezando do que a amando e eu ainda fui uma das que desprezei, isso é triste. Eu queria muito ver a Mel feliz, com seu filhinho que é muito lindo e seu marido. Pr eu nunca coloquei fé em amor de homem, mas o marido da Mel é tão atencioso com a Mel, cuida tão bem dela, ele é sem dúvida um marido apaixonado. Outro homem no lugar dele poderia abandonar ela e procurar uma mulher sadia e normal, como muitos fazem quando as esposas adoecem, mas ele se mantem firme ao lado dela. Eu o admiro por isso, ele é o tipo de homem que se preciso for, briga por ela. Se meu noivo gostasse pelo menos um pouco assim de mim, seria muito bom. Meu noivo ainda me compara com a Mel em questão de beleza física, ele diz na minha cara que a mulher perfeita seria uma mulher com a minha cabeça e inteligência, maneira de conversar e resolver as coisas, no corpo sedutor da Mel. Isso me deixa mal, pra baixo, será que ele vai passar a vida toda me comparando? Isso é dose e nada justo, pois eu sou feia e a Mel é linda demais, sem comparações. Mas olha eu desabafando aqui de novo. Desculpa aí pr. Ore pela Mel, não deixe de orar por ela, eu acho que escrevendo estou me redimindo um pouco de minhas culpas e erros. Ore pela transformação também da mãe e sogro da Mel, porque coitada da Mel, ela não merece tanto desafeto e desamor. Obrigada.

        Curtir

  4. Continuando= Eu então perguntei quem ia consultar. Ela falou que era ela, bom pastor, acho que está explicado o fato dela parecer sempre ofegante e cansada, por que mesmo para uma grávida, ela é muito ofegante. E hoje ela estava com um vestido mais aberto e quando ela se inclinou um pouquinho, eu notei que ela tem uma cicatriz de cirurgia no peito. Pr, essa moça tem um ar tão frágil, que ela parece muito vulnerável, e notei que as mãos dela são trêmulas, ela foi pegar uma revista e eu notei. Pr como eu pude ser tão cega? Essa moça tão linda e perfeita fisicamente, com curvas sensuais, com rosto perfeito, é muito doente e fraca e ela desde que estudava comigo, já devia ter vários problemas, mas na época da escola, ela não tinha a cicatriz de cirurgia, então ela fez depois. Eu fiquei observando-a meio disfarçada, ouvi ela reclamando que estava demorando e que era melhor deixar pra outro dia. Ela tem o tom de voz manhoso sabe, como naquela época . Pr aí eu pensei como nunca percebi o problema dela? Enquanto todo mundo aguardava a vez como adultos, a loira estava agindo diferente, imatura. Ela falava baixinho, mas eu estava perto e ouvia ela reclamando: “Vamos embora, eu não gosto de hospital, está demorando”. Pr o marido dela estava numa paciência admirável, não é para qualquer um, mas ele falava com carinho: “Não vamos embora não, já estamos aqui o que custa esperar um pouco mais?” Ele pegou a mão dela e fez um carinho e eu notei que ela estava emburrada. Pr ela resmungou baixinho fazendo um bico na boca (nela fica até bonitinho, ela é bonita até fazendo biquinho) e falou: “Só falta o médico inventar mais coisa e eu internar de novo”. Aí eu saquei pr, ela estava morrendo de medo de internar, o marido dela falava para ela ficar calma, mas ela estava começando a ficar nervosa e ela levantou, falou que ia beber água. O marido dela ficou olhando a loira se afastar, pr ele é apaixonado por essa moça e sabe? É surpreendente afinal, a loira é boazinha, educada, mas estou notando ao observá-la com mais cuidado, que ela pela deficiência, tem um temperamento meio infantil, imaturo. Na verdade, ele é mais velho, o segredo deve estar aí, um jovem dificilmente teria paciência para lidar com a loira. Mas eu notei também, que ele é firme apesar de carinhoso, ele dá umas “bronquinhas carinhosas” nela, inclusive numa hora que ela deu o doido para ir embora, ele falou sério: “Não vamos embora, entendeu? Você vai fazer a consulta sim e ponto final”. Pr, eu estava pegando tudo por estar perto e por saber do problema, porque os dois falavam baixinho, tanto que ninguém estava olhando para os dois, ou percebendo o que rolava. Eu sendo observadora, é que peguei os lances, principalmente porque agora sei do problema dela. Olhando ela, pela aparência, ninguém fala que ela tem problema assim, porque por exemplo, quem tem síndrome de Down tem característica de um portador de necessidades especiais. Ela tem aparência normal, é uma mulher linda demais, a mais bonita que já vi na vida, sem dúvida. Mas é ficar observando por um tempinho e logo se nota a imaturidade, o olhar vazio, ela tem horas que te olha mas parecendo que não está te vendo e ela quando quer uma coisa, ela age imaturamente, por exemplo, qualquer pessoa saudável, mesmo que cansada com a espera e mesmo que não gostando, vai aguardar conformada.Ela não, ela estava irritada, agindo como uma criança quando quer algo e não entende direito as coisas. Como dizia, o marido dela apesar de carinhoso, é firme também, ele tem o ar super sério e ele tem o jeito intimidante, eu acho.

    Curtir

    1. Continuando= Quando ele disse firme que não iam embora e que ela ia fazer a consulta e ponto final, a loira ficou calada, funcionou, ela ficou vendo umas revistas calada. Ela entrou antes de minha mãe e o marido dela entrou junto, sabe pr, ele é um marido que cuida dela, ama ela mesmo ela sendo assim, aérea e tudo o mais. Quando eles saíram do consultório e passaram por mim, ela sorriu para mim se despedindo, pr, me deu uma pena dela, porque ela é tão novinha, bonita, mas tem um olhar triste, olhar desamparado, sabe? O marido dela saiu de mãos dadas com ela, ele é um marido carinhoso, mas notei, ele bota limites nela, se ele for sem pulso provavelmente seria difícil, porque ela age muito imatura tem horas e se ele fosse fazer as vontades dela em tudo, ele teria ido embora e deixado a consulta de lado. Pr, você acha que pessoas com o problema dela, entende bem as coisas? Por exemplo, se eu confessar meus erros, acha que ela vai entender? Tem horas que ela fica alheia, distraída, e voando sabe? Eu quando converso com ela na igreja, mesmo sendo rápido, noto que ela não pega muita coisa do que eu digo, aí eu fico tentando levar um assunto mais simples… Pr, eu que até um tempo atrás nutria raiva e inveja dessa moça, hoje sinto compaixão e um amor fraternal por ela, um amor de irmã em Cristo, sabe? Mas não sei como ajudá-la, como conversar com ela. E pr, eu contei do problema dela para meu noivo e para uma amiga minha, mas ela falou que não ia ficar comentando com ninguém. Pr eu reparo que ela fica sempre isolada, por exemplo, ela não toma a iniciativa de chegar em ninguém, se ninguém vai até ela, ela fica sozinha. Na escola também era assim, ela só tinha a morena de companhia, e quando a morena faltava de aula, ela ficava sozinha, umas meninas não gostavam dela por achá-la patricinha, outras por achá-la chata, mas creio que no fundo, muita gente já notava algo de estranho nela ao conversar, o modo imaturo e o jeito meio infantil e por isso não fazia questão de sua companhia. Várias meninas da escola diziam: “O que essa menina tem de bonita, ela tem de burra.” Então pr, não é todo mundo que tem paciência de conversar com uma pessoa especial como ela. Pr, vc acha que ela não sabe do problema dela? O marido dela não vai contar? Concorda com isso ou não? Pr estou tentando compreender as pessoas assim como ela, tentar saber como devo agir, porque não sei. Pr, meu noivo falou que a loira é apenas uma embalagem linda, mas vazia. Bom, eu acabei discutindo com ele, aí ele falou: “Você não gostava dela e agora é fã número um?” Pr, como explicar ao meu noivo que ele está sendo muito maldoso falando assim da loira? Eu agi pior que ele, eu sei, mas me arrependi. Pr você acha que ela ainda guarda traumas do passado de tudo que ela viveu? Pr eu parei para pensar e nem consigo me colocar no lugar dela e isso me deixa mal, de ter feito ela sofrer,de não ter estendido a mão naquela época. Porque várias vezes ela tentou se aproximar de mim, e eu a evitava. Me ajuda com conselhos. Pr pensei em comprar um presentinho para ela, será que fica ruim se eu entregar depois do culto para ela? Fiz várias perguntas, mas estou com dúvidas demais.

      Curtir

  5. Pr entendi que você acha que o marido dela deve me convidar para visitar sua esposa e acho que está certo, acho que a moça (loira), jamais irá me convidar, falo isso, porque ela é retraída e acho que ela nem pensa nisso, ela é meio aérea, está quase sempre parecendo num mundo à parte. Pr se me permite quero fazer mais confissões para limpar minha alma e ter paz. Pr hoje eu percebo que a loira teve tantos dissabores e vou contar uma coisa que eu não tive nada a ver nisso, mas a julguei mal e vulgar, achei que só aconteceu com ela, por ela ser assim. Mas como presenciei vou relatar para que tenha noção do que essa moça passou. Na época eu achava que ela não prestava, que era vulgar, mas hoje, sabendo de sua deficiência, vejo que ela foi vítima de pessoas mesquinhas, eu era uma. Houve uma vez uma festa da turma, para revelar amigo secreto. A festa estava tranquila, todo mundo ia à frente para falar de seu amigo secreto e entregar o presente. Até o momento que um menino fez a seguinte descrição de seu amigo secreto: “Vou começar falando que é uma garota, ela tem uma comissão de frente de causar parafuso na cabeça de qualquer pessoa… Que peitos, uau!” Pr todo mundo começou a rir e a olhar para a loira, ela estava voando, parada no mesmo lugar, até que o menino brincou: “A senhorita “peitos maravilhas” é você mesmo.” Ele olhou para a loira, pr a coitada ficou vermelha, afinal, na frente de todo mundo o menino falar assim. Mas pr eu também fui vítima, o menino que saiu comigo falou assim: “Minha amiga é tão magra que se engolir um caroço de azeitona todos irão achar que está grávida.” Pr eu tremi de raiva porque na hora saquei que era eu, alta e magra e reta que nem tábua… Os meninos começaram a gritar: “Olívia Palito, Olívia Palito”. Pr, me deu uma raiva, mas a loira foi sacaneada pior. Como dizia ela chegou na frente, o menino entregou o presente. A regra era abrir na frente de todo mundo o presente, então ela abriu uma caixinha pequena. Ela abriu e ficou olhando voando, todo mundo começou a rir, ela ficou parada sem graça, até que o menino riu e falou: “É para você usar comigo se quiser, linda”. Pr era um preservativo, ela ficou vermelha quando percebeu o que era. Mas isso não foi tudo, ela estava com um vestido tomara que caia, e o menino dando uma piscada sacana para os amigos, deu um puxão na parte de cima do vestido da loira, deixando os seios dela a vista de todo mundo. Pr, ela entrou em pânico tentando levantar a roupa, umas meninas foram até ela ajudar a arrumar a roupa, dando bronca nos meninos que armaram aquilo. A loira desabou a chorar, o menino pediu desculpas dizendo que era brincadeira só e ele entregou o presente para ela. Era uma blusa linda, mas ela pegou o presente chorando. Mas pr, aí sem esperar, a morena (a menina que ela namorou), pegou esse menino que fez a gracinha de jeito e deu uma joelhada nas partes íntimas dele, que ele deu uma agachada e virou piada, os outros meninos começaram a rir: “Cara, pelo amor de Deus, apanhar da “maria sapatão”, que absurdo”. Pr até eu ri, impossível não rir do coitado agachado e não parou aí, a morena pegou uma caneca de bebida e jogou na cara do rapaz. A loira depois do trote, ficou tão nervosa que na hora dela revelar seu amigo secreto ela pagou mico dos bravos. Ela estava nervosa e falou: “Meu amigo é… é… é…” Pr deu um branco nela, que a galera começou a rir e falar que tinha dado “pane” nos neurônios da loira. Foi uma gozação, depois de um tempo enorme, ela conseguiu lembrar o seu amigo secreto, mas ela não fez descrição nenhuma, só falou o nome e entregou o presente e desapareceu da festa. Ela estava envergonhadíssima do trote e os meninos ficaram comentando por dias sobre os “seios lindos e fartos” da loira. Pr eu achei que os meninos tinham planejado esse trote só com ela, por ela ser vulgar, hoje eu vejo que ela era presa fácil de brincadeiras de mau gosto de muita gente. Pr, hoje de manhã, eu fui com minha mãe num consultório médico, ela ia fazer uns exames de coração (só rotina, ela é saudável). Eu fui com ela e na sala de espera estava a loira e o marido dela. Pr, ele estava todo prestativo com ela, ele é super carinhoso com ela sabe, dá para notar de longe que ele é louco por ela. Eu achava esquisito ela tão novinha com ele, mas vejo que o casamento deles, é firmado no amor, ele estava bem carinhoso com ela. Eu a cumprimentei e sentei perto.

    Curtir

  6. Pr você disse que o marido dela é benção na vida da moça (loira) e que ela é instrumento de benção na vida dele, porque ele era viúvo e com filha já casada, que agora tem a esposa. Eu contei para meu noivo que a loira é deficiente e ele me disse que é difícil lidar com pessoas com o problema da loira. Ele falou que jamais iria aguentar cuidar de uma mulher como a loira. Ele falou: “Ela é muito linda, corpo sensual e curvas belas, rosto angelical com aqueles olhos azuis e covinhas. Para o sexo não é sacrifício, claro que não, mas para conviver todos os dias, aguentar os problemas todos os dias, é duro”. Pr eu pensei em criticar a opinião dele, mas me calei, porque realmente em parte meu noivo tem razão, não falo por maldade, mas pessoas assim dão trabalho, são sensíveis ao extremo, são imaturos, por isso fiquei pensando se o casamento dela vai continuar (mas no domingo tive certeza que o casamento dela vai durar). Mas veja só, isso aconteceu no sábado a noite, eu falei com meu noivo e ele até brincou: “Você não está escondendo um segredo desses, está? Se tiver um problemas desses fale agora ou cale-se para sempre.” Eu ri também, mas no fundo, me incomodou ouvir ele falar assim. Mas como disse, no domingo de manhã, na EBD eu a vi depois da lição bíblica. Eu ouvi o pr chamar o marido dela pra conversar em particular, então aproveitei e fui falar com ela, já que ela estava sozinha. Ela estava lindíssima como sempre, pr se eu tivesse um terço da beleza dela estaria realizada, ela sem dúvida está mais bonita agora do que na adolescência. Como sempre estava com um bom perfume, com uma maquiagem leve, e perfeita fisicamente como sempre. Ela sorriu ao me ver, as covinhas dela é de arrasar, muito charme, sabe, mas agora não sinto aquela raiva que sentia antes, ao ver a beleza dela. Eu a abracei e ela retribuiu, mas ela ficou parada me olhando, não disse nada, então eu iniciei a conversa perguntando como ela estava, ela meio distraída disse que bem. Aí, ela falou: “De novo o pr quer falar com meu marido e eu tenho que ficar esperando aqui em pé, minhas pernas doem se eu fico muito tempo em pé.” Ela fez um biquinho com a boca, ela tem mania de fazer isso e uma vez ouvi os rapazes da igreja conversando e dizendo que era um charme, mas ela faz isso inconscientemente, acho que quando ela está chateada. Pr eu quase dei um fora, porque comecei a falar: “Sinto muito, fiquei sabendo de seu problema…” Ela me olhou, aquele olhar perdido, não dá pra explicar. Ela perguntou:” O quê? Do que está falando?” Nessa hora percebi meu furo e tentei consertar: “É, você esteve internada, né?” Ela sacudiu a cabeça, mas ficou calada, mas aí eu fiquei na dúvida se ela sabe que é deficiente ou não, ela sabe pr? Mas ela não percebeu nada, a vantagem é que ela demora a sacar as coisas, senão estaria em apuros. O pai dela mais uma vez vinha saindo da igreja e se aproximou da filha, ele me cumprimentou e abraçou a filha e a beijou no rosto. Eu sou observadora e detalhista e notei que ela estava séria e meio zangada. O pai dela riu e brincou com ela: “Meu bem, você ainda está emburrada? Olha que isso é pecado, hem!” Ele deu um puxão de leve no cabelo dela, mas pr ela não riu, ela ficou na dela, parada, olhando o pai. Pr, acho que lidar com pessoas com esse tipo de deficiencia é difícil, qualquer pessoa saudável, iria disfarçar a raiva na frente de outra pessoa, mas ela na minha frente, estava emburrada. O pai dela estava tranquilo e rindo, ele sacudiu a cabeça e falou: “Fala pra fulano (nome do marido dela) te levar lá em casa à tarde, se você for eu vou mostrar uns vídeos da família inéditos, recentes…” Pr parece que ele disse a palavra mágica, ela mudou na hora, riu e perguntou empolgada: “Sério, pai, nossa que legal, é de toda a família?” Pr, ela parecia uma criança empolgada com um presente que acabou de ganhar, sério. O pai deu outro abraço e dessa vez ela retribuiu o abraço e até beijou o pai, ele se despediu e foi embora. Eu comentei: “Nossa, você parece gostar de vídeos…” Ela riu e falou que os vídeos de família eram mais legais que filmes, ela falou baixinho: “Os vídeos da minha família são engraçados e divertidos.” Uma coisa tão simples, transformou ela, nessa hora o marido dela apareceu e eu tive certeza: ele ama ela de verdade, está estampado no rosto dele, então percebi que você teve razão ao me dizer que se meu noivo fosse metade do que ele é, eu poderia insistir na relação. Ele me cumprimentou e ele a abraçou como antes, eu não notei nada de diferente da parte dele, ele a abraçou e os dois saíram juntinhos. Pr, eu vi que enquanto eu estou pensando se o casamento dela vai ou não durar, se ele vai ou não ficar com ela, ele age como antes, com amor e carinho. Então, acho que eu é que tenho que me preocupar se meu casamento se acontecer pode durar ou não, porque meu noivo foi meio insensível ao falar da loira, quer dizer, no passado ele queria muito ficar com a loira, mas sabendo do problema dela, ele jamais iria por exemplo, querer um namoro, muito menos um casamento. Já o marido dela, é provável que ficou encantado pela aparência dela no início, o corpo curvilíneo e sensual, o rosto perfeito, mas depois ele se apaixonou de verdade e eu achei lindo os dois juntinhos. E logo eles terão o bebezinho, e esse deve ficar com ela, já que o outro não ficou com ela. Pr eu preciso saber se ela sabe que é deficiente, porque eu não quero dar um furo, falando com ela, algo que ela não tenha noção, ok? E porque devo procurá-la só na igreja por enquanto? Pr, desculpe estar sendo insistente e persistente, mas preciso me aconselhar e aqui está sendo maravilhoso. Pr eu também não sei direito que assunto falar com ela agora… Me ajude , porque eu quero consertar tudo de ruim que fiz a ela.

    Curtir

    1. Filha, a moça não sabe das suas deficiências e aconselhei o marido dela a não contar, a não ser que seja necessário convencê-la a fazer um tratamento novo, com outros profissionais. E te aconselho também a não contar para ninguém do problema dela. Já contou para o noivo e isso basta. Não conte mais a ninguém. Ninguém mesmo.

      E se alguém vier lhe falar qualquer coisa contra ela, insinuar algo, etc. diga apenas: vamos orar por ela?

      Meu conselho de procurá-la apenas na igreja, por enquanto, é para que o marido dela veja o seu interesse e amizade por ela e te convide a ir na casa deles, inclusive levando outras moças da Igreja, de preferência do conjunto. Se ele não convidar, então você pergunte se pode visitá-la e marque o dia. Mas a confissão a ela deve vir segundo a direção do Espírito Santo.

      O Senhor lhe abençoe, tirando toda a barreira entre vocês duas e fazendo com que se tornem grandes amigas, em Nome de Jesus.

      Curtir

  7. Pr você acha que a loira se converteu de verdade? Eu estou achando ela mais firme na igreja, eu observo bastante. Perguntei de novo pra meu noivo, não consegui segurar a língua, se ele teve uma coisinha com a loira. Ele falou que já que estava sendo tão insistente, ele ia me bater a real, disse que ela nunca topou ficar com ele, mas que ele uma vez, aproveitou a distração da loira e roubou um beijo, mas disse que foi só isso. Quase morri de ciumes, mas brigar por isso agora já parece sem fundamento, não sei. Queria falar sobre isso com a loira mas não sei como, algo me diz que ela saberá ser mais sincera.

    Curtir

    1. Filha, eu fico feliz com suas confissões pois elas servem para que a culpa saia de seu coração e servem para que você tome posição de amar a moça, ajudá-la e ampará-la.

      E oro para que Deus tenha misericórdia de você e lhe perdoe tanta maldade gratuita, tanta perversidade no coração por alguém que nunca lhe fez mal algum. Essa moça é deficiente mental desde o nascimento, pois foi gerada por pais viciados em cocaína e álcool. Ela é órfã de pai e mãe. Ela foi abusada desde a infância e passou (e ainda passa) por maus tratos da mãe adotiva, que a empurrou para um casamento, no qual ela nunca esteve preparada.

      Esses sintomas de alheamento, olhar perdido, dificuldade de concentração, de percepção do mal, inteligência limitada e até certa infantilidade é porque ela é especial, mentalmente falando. Além disso ela tem traumas terríveis, desde a infância, adolescência, juventude. E ainda desenvolveu enfermidades como TOCs, doenças cardíacas, depressão, etc.

      Ela não se casou porque quis ou porque amava o noivo, mas porque a mãe a empurrou, como se livra de um fardo. Por causa de tantos males é que ela busca amor nas pessoas e só encontra maldade, como em você. Quantas vezes ela, silenciosamente, desesperadamente, buscava seu apoio e só encontrou o mal? Logo você, uma crente em Jesus Cristo? Que discípula de Jesus você é, que não pratica o amor para com o próximo?

      E vou te repreender severamente se você sequer insinuar para a moça que ela deu de cima do seu noivo ou fez alguma coisa com ele. Nem perguntar isso a ela eu te permito, pois agora você tem acompanhado o sofrimento dela e sabe que ela nunca foi de dar de cima de homem algum. Pelo contrário.

      Não faça mais essa maldade com ela, perguntando se houve alguma coisa entre ela e seu noivo. Se você não confia no noivo, como irá se casar com ele?

      Continue procurando por ela na Igreja, conversando com ela, abençoando a vida dela. De hoje em diante você pode vir a ser um canal de bênçãos de Deus na vida dela, em Nome de Jesus.

      Curtir

      1. Pr eu mereço essa bronca que me deu, eu pequei muito. Hoje eu sei que eu naquela época não era crente, não era cristã. Mas desde que me bateu arrependimento de ter procedido mal com a moça, eu pedi perdão a Deus em particular e me reconciliei com Ele. Pr eu estou confessando tantas coisas, escrevendo tanto, para ajudar a me livrar de todos meus pecados, entende? Pr eu não deveria ter sido tão mesquinha com essa menina, mesmo se ela fosse sem problemas nenhum, eu sei. Mas eu não sabia dessa deficiência, porque sempre notei a falta de concentração, as notas baixas na escola, o olhar perdido, entre outras coisas, mas jamais poderia supor que era deficiente. Ela é linda, educada, e ela conversa direitinho, apesar de conversar um pouco mais lento e falar manhoso e do jeito que já falei, “você”, sai mais ou menos como “voxê” etc. Mas ela leva um assunto até direitinho apesar de “voar” bastante. Pr eu estou mais arrependida ainda. Mas quero perguntar: foi descoberto a deficiência dela no nascimento ou só agora, antes ou depois de casada? Pr também queria saber se ela sendo deficiente e o marido não, se eles podem manter o casamento ou se tem que romper a relação? Desculpe perguntar mas tenho curiosidade. Pr tenho mais coisas pra botar para fora, mas em outro momento se não se importar. Pr eu sempre fui legal com as pessoas, minha implicância foi apenas com essa moça, por inveja da beleza dela e ciumes de meu noivo. Mas estou arrependida e quero perdão de Deus e dela. Mas agora não sei se devo algum dia confessar meus erros com ela? Pr hoje eu sou nova criatura, estou de fato arrependida.

        Curtir

        1. Pr estou tão arrependida que voltei, sabe estive pensando e percebo que a loira é meio infantil sim, no modo de falar as vezes. Sabe o que lembrei? Do papel da Maria que o líder de jovens queria dar para ela, ele disse na época: “Ela tem um olhar que parece inocente e ingênuo, o papel vai ser perfeito para ela…” Na época eu surtei de raiva, porque meu noivo seria José e logo os dois teriam que ensaiar juntos e fazer cenas juntos, eu atrapalhei e fiquei com o papel para mim, já falei isso. Mas agora vejo que ela tem mesmo esse ar de inocência e pr, creio que os maus tratos da madrasta são psicológicos, ela parece ser geniosa, ela deve exercer pressão psicológica. E pr sobre tudo que disse, eu estou chocada. Com mais tempo escrevo mais, você está me ajudando a cair na real, ver que eu invejei tanto uma menina que nunca teve o melhor da vida, amigos verdadeiros e família acolhedora, mas pelo que vejo o marido é muito apaixonado por ela (também ela é linda, uma moça doce, hoje percebo isso), mas queria que respondesse a pergunta que fiz sobre o casamento deles. Você acha que eu devo procurar a moça só na igreja por enquanto? Ou devo ir na casa dela? Pr não vou perguntar nada sobre meu noivo pra ela, seria mais maldade mesmo e está claro que meu noivo é quem investiu.

          Curtir

          1. Pr na curiosidade, procurei saber e dei uma pesquisada, achei que o casamento dessa moça deveria ser anulado ao se descobrir sua deficiência mental. Mas achei no estatuto da pessoa deficiente a seguinte declaração: “As pessoas com deficiência mental e as pessoas com deficiência intelectual, em idade núbia, poderão contrair matrimônio, expressando sua vontade, diretamente ou por meio de seu responsável ou curador”.“Seja reconhecido o direito das pessoas com deficiência, em idade de contrair matrimônio, de casar-se e estabelecer família, com base no livre e pleno consentimento dos pretendentes”. Li em pesquisas que se o deficiente mental ou intelectual tiver condições de dar consentimento, de expressar sua vontade, podem se casar. Por um momento achei que seria errado ela estar casada. Mas li também que há graus de deficiências, os deficientes mentais graves, incapazes, não devem se casar. Mas os de deficiência leve podem se casar e ter família, filhos. Essa moça é mais devagar em fazer as coisas, de raciocínio, mas ela tem até curso superior, então ela é capaz de consentir, de ter discernimento e de contrair matrimônio, mesmo com as limitações. Eu sabia que ela tinha alguma coisa de diferente mas não conseguia atinar em quê (quando me explicou os sintomas, caí na real), mas agora faz sentido. Mas será que o marido dela vai querer ficar com ela? Porque ela tem curso superior, mas pesquisando na internet, vi que é possível pessoas com retardo mental leve conseguir isso, mesmo sendo difícil. Mas mesmo ela sabendo conversar direitinho, levar um assunto, mesmo que as vezes voando e aérea, e entender as coisas, ela não deixa de ser deficiente, então será que o marido dela vai querer ficar com ela agora que já sabe de sua condição? Eu vejo que ele é apaixonado por ela, mas ela é linda, perfeita fisicamente falando, mas será que ele vai permanecer com ela? Seria uma pena ele abandonar ela pr, estou até com medo de isso acontecer. Hoje conversei com a loira depois da EBD. Com mais tempo volto para escrever e contar como foi.

            Curtir

            1. Filha, o marido dela tem dado provas inequívocas de que a ama mais do qualquer outra pessoa. Ele já sabia que ela tinha alguma deficiência antes de casar, e mesmo depois de casados, procurando especialistas que comprovaram que ela tem deficiência leve, ele continua manifestando que jamais irá deixá-la, pois o amor dele por ela é grande.

              Te peço uma coisa: pare de ficar procurando males na vida dela, seja no passado, seja no presente, pois isso não melhora em nada a vida dela. E nem a sua. Quer vê-la feliz? Ore por ela todos os dias. Quer ser feliz? Ame-a todos os dias.

              Curtir

              1. Eu percebi isso ontem pr, que ele gosta muito dela, nós é que temos o hábito de ficar tentando imaginar o que o futuro nos reserva, mas gostei de seu conselho, verdade e obrigada.

                Curtir

          2. Por enquanto vá procurando por ela na Igreja apenas e desenvolva esse contato fraternal na Igreja.

            Quanto ao casamento dela, o marido realmente a ama e tem sido um verdadeiro mensageiro de Deus na vida dela. E ele tem sido muito abençoado com isso também, pois era viúvo, sem alvos na vida, tendo uma filha só e já casada.

            Agora ele tem alguém por quem se importar, viver. Essa moça é instrumento de Deus na vida dele também.

            Curtir

        2. Filha, o Senhor já lhe perdoou de todos os seus pecados. Seu reconhecimento de que é pecadora é muito bom para você mesma, pois assim sabe que o que Jesus fez por você, mesmo sendo indigna, foi por amor e não por merecimento.

          E assim como Ele amou você primeiro, assim também Ele manda que você ame as pessoas próximas, sejam elas dignas ou não. Mas graças a Deus que você tem compreendido isso e tem se mostrado mudada e disposta a ser bênção na vida dessa moça.

          Acompanhe-a mais de perto e não perca oportunidades de amá-la e abençoá-la, por menos que sejam. Isso não vai fazer com que o Senhor te ame mais ou perdoe mais seus pecados ou lhe dê a salvação, pois tudo isso Ele já lhe deu estando você em pecado: amor, perdão e salvação. Mas amando e servindo ao próximo você estará provando para si mesma que é uma discípula de Cristo e estará vivendo mais no Reino de Deus, ao invéz de apenas vê-lo à parte.

          Vai chegar o dia quem você poderá confessar à moça que pecou contra ela, sem necessidade de entrar em todos os detalhes e situações. E certamente que ela irá perdoá-la e ainda gostará de tê-la como amiga verdadeira.

          Pode continuar escrevendo, se desejar. O Senhor lhe abençoe

          Curtir

  8. Continuação= Depois do filme fomos arrumar os lanches, dessa vez a loira não ficou esperando que nem da outra vez, mesmo fazendo o lanche malfeito, mas fez sozinha. Fomos dormir e aí fomos trocar de roupas, para colocar o pijama ou camisola. Eu fui trocar de roupa no banheiro, eu odiava que alguém visse meu corpo magricela de tábua, sem bunda, sem peito, e pernas finas de sabiá kkkk (eu mesmo acho engraçado minha situação). Eu deitei e fiquei observando a loira atrapalhada a trocar de roupa, ela conseguiu engastaiar o top no cabelo que tinha umas pedrinhas no top e ficou lá tentando soltar o cabelo do top, a morena foi ajudar , notei que as meninas não estavam percebendo nada de estranho, acho que a morena só não assumia em público por causa da loira que não era assumida. A menina que nos convidou deixou um abajur aceso dessa vez e falou que nada de brincadeiras que nem da outra vez. Eu estava num lugar que dava para ver a loira e a morena e mesmo na penumbra, dava para ver bem. Logo percebi que as outras meninas já dormiam, menos eu, eu estava pecando feio com inveja da loira pela beleza perfeita e pecando por julgamento da vida vulgar da loira. A loira já dormia também, notei pela respiração pesada de quem dorme. Mas como não conseguia dormir, eu estava de olhos abertos e em dado momento, acho que a morena achou que todas nós já dormíamos e ela se virou para o lado da loira, e de onde estava eu vi a morena colocar a mão dentro do shortinho da loira. A morena deu um beijinho na loira e eu senti meu coração acelerar, eu queria fechar os olhos, mas não conseguia, permaneci de olhos abertos, na penumbra vendo a morena nas carícias. As meninas dormiam sem saber o que acontecia ali e eu estava fervendo de raiva. A loira se mexeu pareceu acordar e eu notei ela cochichando para a morena e eu vi a loira tentando empurrar a morena, a morena deu um amasso nos seios dela, a loira estava ficando apavorada de alguém ver e a morena parecia se divertir, eu ouvi seus risinhos baixinhos e ela falando sussurrando pra loira: “Relaxa, “mô”… (diminutivo da palavra amor). Eu vi a morena enfiar a mão no short dela de novo e com a outra mão, a morena pegou em um seio da loira dando uns apertões. A coisa estava pegando fogo ali, mas a loira tentava se afastar, ela sussurrava para a morena, mas a morena não estava nem aí com a agonia da loira. Pr, eu sempre tive medo da morena, por ela ser encrenca pura e ser de gangue (eu sempre ouvi que era e acho que era mesmo) mas meu sangue ferveu com aquilo e eu acabei falando bem alto: “Acendam a luz agora, acho que tem um bichinho aqui…” Inventei desculpa, queria que as outras vissem o que acontecia, ouvi uma das meninas resmungar e demorar um pouco para levantar e acender a luz. Pasmada e decepcionada, vi a morena com cara “de que está havendo?” apenas do lado da loira. Mas ninguém notou nada por não reparar, mas eu que estava vendo os amassos da morena e o desespero da loira de ser pega no flagra, notei que ao acender a luz, a loira estava vermelha que nem pimentão e com a alça da blusa do pijama caída deixando parte de seus seios a mostra, ela arrumou rápido e se levantou atrapalhada como sempre, tropeçou, quase caiu e foi ao banheiro, quando voltou, para minha surpresa, ela veio se deitar no meu lado, do outro lado. Ela pediu baixinho: “Dá pra chegar pra lá um pouquinho? Eu vou dormir desse lado.” Ela estava fugindo da morena, tentando evitar um flagra. A morena levantou a cabeça e deu uma olhada, mas ficou na dela. Em minutos ouvi a respiração das meninas dormindo, inclusive da loira ao meu lado, ela é meio ofegante, a respiração dela é meio arfante, sabe? Ela parece sempre cansada, como se tivesse acabado de fazer uma longa caminhada por exemplo. Mas eu não consegui dormir nada, estava com raiva da loira. Na manhã seguinte, enquanto a loira se arrumava, eu falei: “ E aí, queridinha, dormiu bem sem a sua amiga?” Eu frisei a palavra “amiga”, mas ela parece que não entendeu a ironia e falou que tinha dormido bem. Pr essa coisa me deixou fula de raiva, eu estava com tanta raiva que dando uma de quem não quer nada, eu coloquei a perna na frente da loira quando ela ia passar por mim e ela estatelou no chão, ninguém viu e a loira achou que havia tropeçado por culpa própria, porque ela se levantou sem graça falando que era meio desastrada e não tinha olhado o chão onde pisava. Eu ficava abismada com sua voação, ela não pegava nada, era muito voada. Mas a coisa não ficou aí, na hora de tomar café, eu dei um jeito de ficar do lado da loira e fingir que a jarra escorregou de mim, e derramei o suco todo em cima da loira. Ela se levantou e ficou tentando se limpar, e eu me divertindo muito interiormente. Depois, enquanto ela estava distraída tentando limpar a roupa e as meninas distraídas com ela, eu aproveitei e pinguei uma gotas de pimenta das bravas que estava num canto da mesa. E fui junto das meninas fingindo que estava tentando ajudar a limpar a roupa e os cabelos da loira. A loira disse que tudo bem, que em casa ela trocaria de roupa. Ela sentou para terminar seu café, pegou o copo de suco e eu fiquei curtindo minha “vingancinha” por ter inveja dela e ciúmes de meu ex (meu noivo hoje). A loira deu um gole e imediatamente ficou roxa (ela é bem branquinha), tossiu, os olhos começaram a escorrer lágrimas, e ela levantou apavorada falando que queria água. As meninas e mãe da anfitriã, foram tentar ajudar a loira, ela estava parecendo doida, tossindo, abanando a língua, e os olhos lacrimejando muito. Eu ri muito depois, na hora tive que me conter, hoje me arrependo muito, eu estava cega de inveja e ciúmes. A loira bebeu uns dois copos de água e a mãe da anfitriã perguntou como isso tinha acontecido e ela pegou o vidro de pimenta e falou que alguém tinha sacaneado. Eu fiz ar de santa e no bafafá o pai da loira apareceu para buscar a menina. Ele entrou para pegar a bolsa da loira e ao ver a filha ele perguntou o que tinha acontecido. Ela tentou falar mas a voz estava engasgada pelo que havia passado e seus olhos estavam vermelhos e com lágrimas ainda. A mãe da menina falou o que tinha acontecido e ele sacudiu a cabeça falando: “Esses jovens…” Aloira e a morena foram embora com ele e aí houve um “sabão” da mulher da casa. Ela falou e falou e disse: “Essa menina nunca vai se converter assim, é assim que vocês pregam para ela? Com pegadinhas?” E depois ela falou uma coisa que eu e as meninas estranhamos: “Essa menina tem problemas, não percebem? Ela é doente”. Eu e as outras meninas ficamos caladas só ouvindo, e eu arrisquei perguntar: “Que problema acha que ela tem?” A mulher abanou a cabeça: “Não sei, mas tem uma coisa nela que não é certa, sei lá, mas eu vejo que ela tem problemas, já viram como ela conversa? Não? Claro que não, vocês perdem tempo com essas imaturidades e não veem uma menina que está precisando de ajuda”. Pr essas palavras nunca saiu de minha cabeça, não sei o que houve comigo, mas estava tão cega com minha antipatia da loira, que não percebia nada que a cercava. Pr hoje eu me lembrei disso, porque ao cumprimentar a loira, e trocar umas poucas palavras com ela, notei uma coisa que não sei explicar, o olhar perdido, e mais que isso, ela é meio aérea sabe? Não sei como explicar, mas lembrei das palavras da mãe de minha amiga. Pr você disse que não preciso ter medo do marido dela, que ele ama a loira. Eu sei que ele a ama, é nítido o amor dele por ela. Ele é tão mais velho e deve amar ter uma esposinha linda e jovenzinha né? Eu continuo achando estranho, como uma menina de 22 anos pode gostar de um cara com mais de 23 anos de diferença? Pr me ajude com conselhos, com dicas, me oriente. Não sei o que fazer ou agir com essa moça, ela é um enigma completo, ela tem uma coisa diferente que ainda não captei o que é. Tem alguma coisa nela diferente das outras pessoas, mas ainda não captei, entendeu? Te escrever está me ajudando muito a colocar pra fora os “podres” de minha vida. Até mais.

    Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s