Aconselhamento

Página dedicada a quem necessita de

 aconselhamento ou tem dúvidas bíblicas.

 

Atenção:

Os temas Namoro, Casamento, Sexo e Vícios já foram tratados aqui exaustivamente, seja em forma de mensagens, seja nos comentários adicionais.

Peço aos amados irmãos que pesquisem no site essas mensagens e comentários, antes de colocar sua questão, pois ela pode ter sido respondida com razoável grau de precisão. 

Que a graça e a paz do Senhor Jesus esteja contigo.

103 opiniões sobre “Aconselhamento”

  1. Irmão, ao acessarmos o site, está aparecendo um comentário dizendo que o site (domain name) expirou e que será cancelado, lá está dizendo para avisar ao proprietário do site. Dê uma olhada (ou peça para alguém de sua família verificar) quando puder, sobre o que é isso. Um abraço.

    Curtir

  2. Tentrei resumir, Namorei 2 anos e meio com um rapaz que tem 1 filho de 7 anos, nos temos muitas afinidades, ele nunca foi casado com a mãe do filho dele, no entanto, por diversas vezes ela disse que queria me destruir porque o amava. Enfrentei isso, mas em fevereiro ele terminou comigo sem explicação. Neste tempo ele começou a frequentar a igreja onde também frequento, e em abril ele me confessou o motivo de ter terminado comigo. No final do ano passado ele me traiu com a mãe do filho dele e ela está grávida novamente. Ele diz estar arrependido e envergonhado, diz que deixou pra trás as coisas do mundo e quer servir a Deus, e diz que me ama muito. Não sei o que fazer. Preciso de conselhos, porque acredito no arrependimento dele, e sei que isso serviu pra que ele reconhecesse a Deus, e o que eu prezo agora é ter um futuro marido que tenha a mesma fé que eu, mas eu nao tenho filhos, aceitei o primeiro porque quando eu o conheci ele já tinha, mas agora esse segundo é fruto de uma traição, sei que se eu resolver perdoar não posso ficar lembrando disso. Em meio a tudo isso o que tenho feito ate agora é aconselha lo segundo a biblia, pq as vezes ele se sente um lixo, ele disse que continuara me esperando, que sabe que vai valer a pena, que vai provar pra Deus que abandonou o pecado. Nao consigo me decidir. Parece que história como a minha não tem.

    Curtir

    1. Denise, ao contrário do que pensa o mundo está cheio de histórias como a sua. Pense bem se quer mesmo estar com esse rapaz, ele sempre vai estar de algum modo envolvido com a mãe dos filhos dele, já que tem filhos juntos e filhos são para sempre, não dá para abandoná-los, ele tem obrigação de dar assistência aos filhos. Muitas vezes a mãe dos filhos implicam com a esposa atual do homem e faz da vida dela um inferno. Então, pense bem se quer passar por tantas lutas, sempre envolvendo ciúmes, mágoas, lembranças do passado e isso de todas as partes envolvidas.

      Eu particularmente perdoaria o rapaz, mas não voltaria com ele não. Se um homem trai a moça antes de se casar, imagine depois? Recaídas com ex é muito mais comum do que pensa e no futuro quem garante que ele não vá de novo se envolver com a mãe dos filhos? Eles tem uma ligação forte que os une: os dois filhos. Ele pode ter se convertido de verdade? Pode, mas vai tempo para ver se realmente ele mudou mesmo, tem pouco tempo que tudo aconteceu, está tudo muito recente. Se fosse eu, não arriscaria não. Iria orar pra Deus tirar ele do meu pensamento e conhecer alguém temente a Deus e de preferência sem filhos. Sei que provavelmente não era o que você queria como resposta, mas fui sincera, jamais mentiria para você dizendo que essa relação tem tudo para dar certo, porque acho que pode ser mais problemas e tristezas do que alegria para sua vida. Aliás, leia nessa seção mesmo, o caso de uma “anônima” que está passando por um problema grande, porque se casou com um homem que tem filho com outra mulher. Ele também nunca foi casado com a mãe do menino, mas há problemas demais na relação, brigas, mágoas, sofrimento, a mulher está num campo de batalha e veio desabafar aqui, o sonho dela era casar, ter dois filhos e agora nem filhos quer mais, está ressentida com o marido etc.. Leia aqui abaixo para ter uma noção do que estou falando. Um abraço.

      Curtir

      1. Cacau muito obrigada pelo seu conselho e atenção, li o depoimento da anônima e estou considerando. Continuarei orando pra tomar a decisão certa. Deus a abençoe.Tão logo espero voltar para contar-lhes a decisão que tomei.

        Curtir

  3. Essa música eu dedico especialmente para a irmã “anônima” que escreveu desabafando sobre a ex mulher espírita do marido e o filho do marido e para o irmão José Adelson (conselheiro do blog).

    Irmão José Adelson, estou aqui para explicar um fato. Não sei se anda entrando na internet nesses dias, mas se estiver, talvez esteja me achando “entrona” demais em ficar respondendo as pessoas no seu site. Aliás, se eu estiver atrapalhando nessa parte, pode me dizer, não ficarei chateada. Se estivesse aconselhando, eu até poderia participar de vez em quando, mas como vejo que não está podendo responder, eu arrisco e tento ajudar as pessoas.

    Conheci seu blog ano passado, e eu estava decepcionada com várias coisas, estava entrando em depressão. Eu focava demais em meus problemas, e achava que não existia amor sincero da parte dos irmãos em Cristo. Mas aí, conheci seu site. Comecei a ler vários problemas das pessoas, vi que você respondia a todos sem exceção e sem distinção. Vi dedicação e até amor de sua parte para com os aflitos. Sua atenção a todos os necessitados de uma palavra tocou forte meu coração. Percebi através de seu site, o amor de Deus. Você através do site além de confortar as pessoas, também apresenta a mensagem de fé e esperança. Senti então que muitas pessoas estavam com problemas maiores que os meus. Seu site me ajudou muito. Amado, eu oro todos os dias por você (mesmo não o conhecendo pessoalmente) e espero que o tratamento esteja indo bem.

    Vou deixar uma música que dedico para você e a irmã “anônima” que está passando por problemas com a ex-mulher do marido que é espírita e com o filho do marido. Para vocês dois dedico essa música com amor. Jesus está com vocês e os ama muito.

    Curtir

  4. Me guardei pro casamento. Sonhei com um marido fiel a Deus, 2 filhos e paz pra servir a Deus em família.
    Um dia conheci meu marido na igreja. Ele se converteu e foi batizado, hoje nosso pastor o considera braço direito dele, meu marido dá estudos bíblicos na igreja e toca na banda do pastor.
    Ele já tinha um filho de 6 anos quando nos conhecemos. Ele arrumou esse filho nas bagunças mundanas da adolescência, ele nunca gostou da mãe dele, ele só morou com a mãe dele durante a gravidez e os 10 ou 11 primeiros meses do menino pra estar com o filho, pois ele continuava ficando com as mulheres que ele gostava de ficar. Um dia ele não aguentou mais a mãe do menino e levou ela de volta pra mãe dela. Como vingança ela não deixou mais meu marido ver o menino. Então meu marido recorreu a justiça pra fazer uma ordem judicial, mas ela pediu pra que fosse acordo ao invés de ordem, e ele aceitou.
    Dois meses depois de nos conhecer começamos o namoro. Ele me conquistou em apenas 2 meses porque sem eu pedir nada ele fez tudo pra estar comigo, e tudo que eu precisava. Passou muito tempo provando seu amor por mim sem eu pedir prova nenhuma. Minha família também o recebeu de braços abertos. A família dele também me ama. Ele é trabalhador e faz tudo o que pode pela família. Abri mão do sonho de meu marido se tornar pai através de mim por amor.
    O dia dele ficar com o filho é domingo. Quando ainda éramos noivos a mãe proibiu o menino de ir à igreja com a gente. Por isso passamos a ficar com ele da hora do almoço até a noitinha.
    Mas quando nos casamos a mãe do menino parece que enlouqueceu mais ainda. Muitas vezes nem conseguimos ver o menino. Ele sempre reclamou muito dela, porém de um tempo pra cá ele não fala mais nada, parece desconfiar da gente e muitas vezes prefere nem nos ver no domingo. A mãe dele sempre se dirigiu ao meu marido brigando, gritando, xingando, exigindo e manipulando. Logo começou a fazer isso comigo também. A falta de educação e de respeito dela é inacreditável. Ela sempre mostrou seu ódio gratuito por mim com palavras gritadas e gestos mal educados, porém um dia, depois de suportá-la por anos, enquanto ela falava alto muitas besteiras pra mim, falei muitas verdades mais alto ainda pra ela. Desse dia pra cá ela tá mais possessa ainda de ódio por mim, e faz tudo pra colocar o máximo de gente contra mim.
    Foi acordado judicialmente que o meu marido fica com o filho aos domingos de 9 as 21h. Como ela sempre inventa problemas, já tentamos sábado também, porém à noite quando meu marido levava o menino de volta, eles ficavam horas na praça esperando ela chegar dos passeios dela, e eu em casa esperando meu marido. Eles ficavam comigo ao telefone enquanto esperavam. Meu marido chegava em casa já era praticamente o outro dia, já que é bem longe. Já fui várias vezes lá com ele, é uma situação constrangedora. Sem contar que ele perdia muitos trabalhos. Por isso voltamos a pegar o menino domingo. Mas muitas vezes não conseguimos por não ser mais sábados como ela quer, e quando conseguimos são só poucas horas pra ele não ir à igreja, pois se ele for não conseguimos nem ver ele em próximas vezes. Ela é muito vingativa. Ela arruma problemas até com os presentes que a gente dá pra ele. Não deixa ele viajar e fazer passeios diferentes com a gente. Mas ela pode brigar, gritar, xingar e falar palavrão a vontade na frente dele, e ele pode ver e ouvir bandas e seriados que ensinam a falar palavrão, beber, brigar, insultar, agredir, enfim tudo o que ensina uma pessoa a ser insuportável como ela.
    Com tanta manipulação, problemas e estresse, não quero mais ter filhos. Eu não teria prazer nisso, muito menos paciência. Meu marido não tem tempo pra nada, e o pouco que tem é pro filho. Quando acontece dele estar em casa sem o filho estar junto, ele tem que fazer os trabalhos dele nos computadores, consertar o carro, estudar e etc. Mesmo sem tempo nem pra cuidar da própria saúde, ele quer filhos e bichos. Ele é cardíaco. Eu nunca quis bichos, e agora nem filhos.
    Um dia ele me chamou pra vermos umas casas a venda. Ele foi direto do trabalho, encontrei ele lá. Quando cheguei lá já estava tudo certo sem meu consentimento, e assim um dinheiro que juntei com meu trabalho desde antes de conhecê-lo para um projeto que eu tinha há anos foi embora junto com o fgts dele, e nem tivemos como continuar pagando a casa.
    Ele não me chama pra orar nem pra ler a bíblia. Já cansei de falar isso pra ele, não quero mais falar. Chega a ser contraditório ele ser braço direito do pastor e dar estudo bíblico na igreja.
    Sem eu nunca perguntar nada, cobrar ou pedir pra ele escolher, ele me disse que se tiver que escolher entre o filho e eu, ele escolhe o filho, e que prefere viver manipulado por uma estranha pra ficar em paz com o filho. Também me disse que meus pais, nosso pastor e várias outras pessoas falaram pra ele que a preferência deve ser do filho, pois o filho veio primeiro.
    Quando a mãe do menino começou a criar problemas por causa da igreja, meu marido me falou que não devemos falar nada de Jesus pro menino, já que a mãe é espírita e diz não aceitar nada referente a igreja nenhuma. O engraçado é que ela aceitou batizar o menino na igreja católica, já que ela pensava que o pai do menino estava com ela. Ele não lê a bíblia nem ora com o menino. Fico pensando sobre a Palavra de Deus que diz pra pregarmos em tempo e fora de tempo. Vejo esse menino caminhando a passos largos pro inferno. Não vejo meu marido buscando a Deus, e tudo o que Deus fala comigo meu marido diz que é sincretismo religioso. Deus tem me feito ficar quieta diante de meu marido, já que ele não me dá crédito, mesmo ele vendo as consequências cada vez piores.
    Quando um casal cristão se casa e tem seus próprios filhos, é fácil pra todo mundo dizer que o mais importante pra esposa é o marido, e pro marido é a esposa, já que não tem nenhuma ciumenta psicótica de fora pra atrapalhar, afinal a Palavra de Deus diz pros maridos amarem suas esposas como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela. Sobre filhos, só diz pros pais não provocarem ira neles. Porém quando um dos cônjuges tem filho fora, de repente sem a esposa esperar a preferência é do filho, pois ele veio primeiro. Daí tenho impressão que o que a Palavra de Deus fala caiu por terra bem na minha frente.
    Foi pra este marido que me guardei. Meu projeto financeiro foi embora do nada. Não quero mais ter filhos. Tenho nojo quando uma pessoa tem filhos com pessoas diferentes. Tenho convicção de que se você tiver um filho, você e a mãe dele devem ficar juntos pelo filho, e dane-se se vocês se gostam ou não, ou então não tivessem arrumado filho nenhum. Nunca case com quem tem filho com os outros.
    Foi meu marido quem me viu primeiro, foi atrás de mim e me conquistou. Hoje me sinto intrusa e excluída. Sou insegura quanto ao amor dele por mim.
    Agora estou aqui sem dinheiro e presa num tipo de casamento que nunca sonhei pra mim. Estou muito estressada, cansada e desanimada. Estou arrependida de casar. E não posso fazer nada.

    Curtir

    1. Amada irmã,
      Não desanime, talvez seja isso que satanás quer, que você se desanime e desista. Procure jejuar mais, orar mais não importa se o seu esposo esteja acompanhando você nas orações. Faça a sua parte. Seja sabia. Ore também pela criança. Talvez Deus pôs eles no seu caminho para você orar mais por eles. Lembre se a esposa sábia edifica o seu lar. E peça também a Deus força para batalhar por seu casamento. Porque se você diz que a ex é espírita você precisará de toda a armadura de Deus para seguir e lembre se que para Deus nada é impossível.

      Curtir

      1. Concordo com o anônimo acima. Li todo seu desabafo e senti sua angústia e desânimo, compreendo perfeitamente. Mas penso também, que já está casada e agora é seguir em frente. Espero que Deus a fortaleça para que possa vencer essa dura batalha pela frente. Vou orar por você, amada. Um abraço.

        Curtir

        1. Ontem meu marido me disse que se não tivermos filhos o casamento vai acabar, ele casa com outra e tem os filhos. Eu casei pra ficar com ele, pensava que ele tinha casado por minha causa também. Se eu soubesse que o motivo principal era ter filhos e não amor por mim, não teria nem ficado noiva.
          Não quero nem pensar em engravidar. Não quero ter filho com ele enquanto o filho dele com a encrenqueira existir. Não quero ser a outra mãe do outro filho dele. Tenho nojo só de imaginar.
          Se Deus me fortalecer e me revestir de armadura, acho que vou acabar vencendo a batalha exterminando todo mundo a minha volta. Preciso que Deus me tire dessa batalha e me dê descanso e paz.
          Muito obrigada por orar por mim, glória a Deus pela tua vida, só Ele sabe o quanto sou agradecida quando alguém ora por mim.

          Curtir

          1. Amada, compreendo sua dor e revolta, sua decepção com o marido e toda a circunstância que a envolve. Mas a Bíblia diz:

            “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” (João 16.33).

            Para vencer a batalha, você não tem que “exterminar” todo mundo à sua volta. Essas pessoas que estão lhe afligindo e tirando a tranquilidade do seu lar e casamento estão sendo usadas pelo diabo para perturbar sua vida. Portanto, sua luta não deve ser contra as pessoas, mas contra quem está operando através da vida delas: o Inimigo de nossas almas.

            “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.” (Efésios 6.11-13)

            Amada, sei que é difícil sua situação, mas Deus não dá a alguém um problema que a pessoa não possa suportar. Continue se empenhando em servir a Deus, vá a igreja, congregue com os irmãos, participe dos cultos de oração na igreja onde frequenta. Leia sempre a Bíblia, busque forças do alto, porque somente de lá, vem sua força. Sei que palavras não vão acabar com seus problemas, mas peço que não desista de lutar. Jesus te ama e pode restaurar seu casamento e te livrar dos problemas que a cercam. Vou orar por você. Deus a abençoe e a fortaleça. Um abraço.

            Curtir

            1. Hoje meu marido me disse que “se” acontecer a separação, que não é isso o que ele quer, porque ontem ele estava alterado, etc… Penso que ele é inconstante, já me mostrou isso em várias situações.
              Sei de tudo o que você escreveu e concordo, porém estou muito cansada de lutar sozinha.
              Não foi Deus quem me deu este problema. Meu marido me conquistou de tal maneira, que quando ele me convidou pra vida dele eu aceitei e entrei de bom grado porque eu quis. Deus apenas permitiu.
              Estou há anos lutando, não quero mais esta luta, por isso entreguei tudo nas mãos de Deus, e disse ao meu marido que sobre o menino não quero saber nem participar de mais nada, e caso meu marido se interesse por outra pessoa ou se canse de mim, ele é livre pra fazer o que quiser da vida dele.
              Mais uma vez muito obrigada por continuar orando por mim, Deus te abençoe muito.

              Curtir

              1. Entendo, amada. Eu deixei duas respostas ontem pra você, embaixo de cada desabafo seu de ontem, ok? Leia as duas respostas. Você fez bem em entregar tudo nas mãos de Deus. Para evitar conflitos com o marido, evite falar mal do menino. Ignore apenas, já que está cansada. Penso que a situação está também afetando seu marido, por isso no momento de alteração ele disse que queria se separar, caso não desse filhos a ele. Os dois provavelmente estão esgotados e cansados com a situação toda. Que o Senhor possa visitar seu lar derramando paz, amor e sarando as feridas. Espere em Deus, amada, mas crendo com fé. Você não está sozinha, Deus está contigo em todos os momentos.

                “Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros nem com aqueles que maquinam o mal.” (Salmos 37:7)

                Nas minhas orações me lembrarei de você. Peço aos irmãos que lerem essa mensagem, que orem pela nossa irmã também. Um abraço.

                Curtir

                1. Na verdade eu não falo mal do menino pro meu marido. Apenas em momentos que tive oportunidades, tentei mostrar pra ele coisas erradas e estranhas, tentando ajudar, nunca deixei o menino perceber, na maioria das vezes tentei conversar em paz só meu marido e eu em casa. Mas ele sempre se irrita, me corta e não quer saber. Por isso e demais motivos já citados agora sou eu quem não quer saber de mais nada do menino.
                  Continuo esperando em Deus, creio nEle de tal maneira que tenho fé que a qualquer momento Ele fará justiça ao meu favor com seu milagre resolvendo toda esta situação inaceitável e deprimente.
                  Muito obrigada pelas palavras, agradeço também a cada que orar por mim. Deus os recompense grandemente.

                  Curtir

      2. Já orei muito e fervorosamente pelo menino e sua mãe. Até convidei ela pra nossa igreja. Ela brigando como sempre disse que não vai, e que o espiritismo é pra sempre em cada um da família dela sem exceção, e sem chance pro evangelho de Cristo. O menino também não quer, nem faz questão de estar com a gente.
        Já pensei que Deus pôs eles em meu caminho por vários motivos espirituais, porém meu marido diz que a manipuladora sou eu, mesmo tendo sido achada e convidada pra vida dele por ele. Eu aceitei de bom grado, mas eu não imaginava o que me esperava, logo fui eu que deixei eles entrarem no meu caminho, Deus apenas permitiu. Hoje, por mim eles nunca teriam nem cruzado meu caminho.
        Estou cansada de ser sábia sozinha. Não quero mais estar nesta batalha.
        Só consigo pensar em Deus fazendo algum milagre impossível nesta situação, tipo o menino e a mãe se converterem (não querem de jeito nenhum, já falaram que não vão pra igreja, não aceitam nada referente a igreja e ao evangelho), o menino e a mãe sumirem da vida do meu marido (duvido que Deus faça ou permita isso) ou Deus me levar. Eu quero ir ficar com Jesus, só Ele me ama perfeitamente, nada nem ninguém me prende aqui.

        Curtir

        1. Amada, servir a Deus não é por força e violência. Você já convidou a mãe e o menino para ir à igreja (já fez sua parte em convidar), mas ela já tem sua religião, o espiritismo. E a verdade é que ninguém quer ouvir alguém dizer que sua religião é ruim ou ouvir que tem que mudar de religião. O correto no seu caso que é complicado, é apenas orar e entregar tudo nas mãos de Deus. Não fale mais sobre igreja a eles, isso só os deixará mais enraivecidos. Quem tem que trabalhar no coração dessa mulher, abrandando o seu coração é Jesus. É o Espírito Santo quem convence a pessoa do pecado e não o ser humano.

          Amada, temos que ter cuidado com o que falamos e desejamos. Você até disse que quer ficar com Jesus, que nada e ninguém a prende aqui. Penso que falou isso devido à provação e angústia que está passando. Mas devemos pensar e medir nossas palavras. Pense que se Jesus for atender sua vontade levando-a daqui, dessa vida terrena, não será “num piscar” de olhos. Têm pessoas que dizem que quer morrer e ser levado daqui e adoecem, amargam enfermidades duras e depois se desesperam querendo a cura. Por isso, amada, pense bastante no que pede em suas orações, porque se Ele resolver e lhe atender e te levar, pode ser que a leve sem sofrimento, mas pode ser através de enfermidades e mais sofrimentos. Falo isso porque me preocupo com pessoas que desejam e pedem a morte. Pense bem, irmã no que pede a Deus, ok? Eu no seu lugar, continuaria orando pela mãe, o menino e seu marido, sem ficar em cima falando de igreja e religião (isso pode piorar as coisas). Você pode pregar o evangelho de Jesus através do seu testemunho de vida e postura. Evite bater de frente e brigar e busque a Deus, mas sem duvidar, confie. Não adianta pedir um milagre a Deus, duvidando, pensando que Ele não vai agir. Creia e confie em Deus e na sua misericórdia.

          “A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento. Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem a paz.” (Tiago 3.17-18)

          “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” (Hebreus 11:1)

          Curtir

          1. Minha intenção ao convidar ela pra nossa igreja foi apenas pra que ela conhecesse. Até dei um folheto da igreja pra ela. Apenas a convidei, nunca tentei evangelizá-la nem falar nada da igreja pra ela. Nunca falei pra ninguém mudar de religião. É ela quem fala mal da igreja e seus membros com tamanho ódio que o menino prefere não ir mais, nem estar com o pai todos os Domingos desde a manhã conforme foi acordado judicialmente ele faz mais questão. Fora as enormes e numerosas situações problemáticas que ela inventa contra a gente, complicando tudo mais ainda. Ela consegue manipular todos ao redor dela de tal forma que nós somos vistos como culpados de um mal que só existe na cabeça dela. Ela faz isso pra se vingar do meu marido por ele nunca ter sentido nada por ela, e por ele não ter ficado com ela. E agora quer se vingar de mim também por ele ter me assumido, casado comigo, estar comigo até hoje e a família dele me amar, já que nunca gostaram dela.
            Quando o menino ainda não tinha tanto medo dela, ele gostava de ir a igreja com a gente, as vezes me fazia perguntas sobre a igreja, Deus e sua Palavra, e eu sempre aproveitava estas oportunidades com o máximo de cuidado pra ensiná-lo a Verdade. Mas quando ela soube que ele ia a igreja com a gente ela proibiu. Ele reclamava que queria ir a igreja com a gente. Até que ele começou a comentar as respostas que eu dava as perguntas dele lá, e ela até hoje faz uma confusão tão grande na cabeça dele que ele não quer mais ir a igreja e ficou estranho com a gente. Ele não me fez mais perguntas, logo não falo mais assuntos espirituais com ele. As oportunidades que me surgiram pra falar de Jesus pra ele foram raríssimas depois disso, as aproveitei com cuidado, mas ele ignorou. Nunca falei sobre mudança de religião com ele.
            Sobre eu querer ir ficar com Jesus, eu sempre desejei muito isso, desde anos antes de conhecer meu marido. Quero isso porque amo Jesus, Ele é tudo o que importa pra mim. Nunca pedi pra morrer. Sempre sonhei em ser arrebatada. Quero ir ficar com Jesus de uma forma feliz. Agora com tantas coisas me desanimando, realmente estou com pressa de ir ficar com Ele, porque meu marido diz que tudo é melhor com o filho dele quando não estou junto e que eu dificultei tudo, e parece decidido em viver manipulado por uma estranha, impedindo Deus de abrir seus olhos pra tanta ação do inimigo. Também porque o menino prefere ser escravizado espiritualmente pela mãe, a ponto de não confiar mais na gente, não fazer questão de estar com o pai como deveria e não querer saber de Deus e sua Igreja. Também porque acho que Deus não vai convertê-lo, muito menos a mãe, já que eles não querem. E também porque não creio que Deus vai fazer sumir o menino e a mãe de nossas vidas. Mas principalmente porque eu quero mesmo ir ficar com Jesus, já estamos no fim dos tempos, até os chips inseridos na testa ou mão direita já estão chegando ao alcance de todos. Se Deus me arrebatar, perfeito. Mas se Ele quiser me levar pro Céu de outra forma, sempre peço que seja rápido e em paz. Ele sabe que não quero dores e sofrimentos, sempre peço isso a Ele. Ele conhece meu coração muito melhor do que eu. Por isso que há muitos anos nada nem ninguém me prende aqui. Jesus é tudo o que eu quero.
            Passei anos orando pelo menino e sua mãe. Nunca insisti nem impus nada. Com o menino, apenas aproveitei oportunidades com cuidado. Com ela, só a convidei uma vez, e prefiro não ter contato, já que ela só sabe gritar, brigar, desrespeitar e inventar problemas. Quando pego meu Telefone e tem ligações perdidas dela, dou graças a Deus por não ter visto o Telefone chamar. Não gosto de contato com quem gosta de brigas e tem prazer em bater de frente sempre.
            Sobre meu marido, já o entreguei de vez na mão de Deus, ele está comigo ainda porque quer, diz que piorei as coisas, me vê como uma problemática, prefere ser manipulado pelos outros colocando a autoria da manipulação em mim, e decidiu pensar e viver assim. Deixei bem claro pra ele que ele é livre pra fazer, ser e viver como quiser. E de tão esgotada com isso tudo, não consigo fazer mais nada. Seja o que Deus quiser. Sei que Ele me recompensará com vitórias e paz. Parando pra analisar tudo o que passo há anos, chego a conclusão que sou a guerreira mais paciente de toda a história. Mas cansei. Lutei o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Maranata, ora vem Senhor Jesus.

            Curtir

            1. Amada, realmente tudo indica que a volta de Jesus está perto de acontecer. Os sinais de sua vinda cada dia mais está se cumprindo: o esfriamento do amor, apostasia, guerras, terremotos, a iniquidade multiplicando sobre a face da terra etc. Devemos então nos preparar para não sermos pegos de surpresa e ficarmos.

              O menino é influenciado pela mãe porque é filho dela, dificilmente ele iria deixar de ficar do lado dela. Sem contar que ela deve fazer a cabeça dele, com a versão dela dos fatos. Por isso, acho que deve continuar orando pelos dois, pela conversão deles. Se convertendo de verdade, eles iriam parar com as implicâncias e aí poderiam ter uma relação respeitosa com o menino. O menino é filho de seu marido e filho é para sempre, mas a mãe do menino se tivesse bom senso poderia ficar mais afastada e parar de atrapalhar a relação de vocês (você e o marido) e com o menino. Mas é isso: entregue seus problemas nas mãos de Deus e espere o agir dele. Deixei uma música para você e para o irmão José Adelson, no primeiro comentário, medite na letra, irmã. Deus a abençoe.

              Curtir

              1. Estou preparada pra volta de Cristo, eu quero mais é subir logo com Ele.
                Já orei muito e sem parar pela conversão deles, mas como eles se mostram cada vez mais fechados e afastados da gente, entreguei o livre arbítrio deles na mão de Deus. Estou muito cansada, preciso esquecê-los e cuidar de mim pra conseguir desestressar e descansar. Mas continuo crendo que Deus fará o milagre, seja ele qual for.
                Eu li o teu comentário lá encima, ouvi a música e comentei lá, mas não sei porquê meu comentário não apareceu. Nele estou te agradecendo pela música, pois a música é linda e abençoada, eu ainda não a conhecia, ela me emocionou.
                Também expliquei que a mãe do menino não é ex mulher de ninguém, ela engravidou no início da adolescência dela numa das poucas vezes que conseguiu ficar com meu marido pra tentar prender ele, já que ela estava sempre atrás dele e ele fugindo dela, e as poucas vezes que ele ficou com ela até a gravidez ele estava com preguiça de ir à caça das mulheres que ele gostava de ficar, pois ela já estava ali encima dele. Ele foi morar com o menino, queria conviver com ele, mesmo que pra isso tivesse que morar debaixo do mesmo teto que ela, pois ele continuava ficando com várias mulheres, e não se importava dela achar que ele foi morar com ela, que ela era mulher dele ou que ele passou a ter compromisso com ela. Ele nunca teve compromisso com ninguém, só queria diversão. A primeira namorada dele fui eu. Foi ele quem me disse isso tudo quando começamos a namorar. Uma vez minha sogra até comentou que ele nunca foi casado. O menino e a mãe são problemas porque meu marido deixa e prefere ser manipulado por ela, logo o meu problema é com meu marido. Mas entreguei ele na mão de Deus, Ele vai operar justiça ao meu favor.
                Também comentei que você é uma bênção aqui no blog, e creio que Deus se agrada muito de tua participação aqui. Acho que o proprietário do site agradece a Deus por você estar aqui com tua ajuda tão importante e abençoada. Penso que caso você não comentasse mais aqui, tua participação faria sempre muita falta, nada seria mais o mesmo aqui no blog. Você é mulher de Deus, guerreira de oração, solidária, se preocupa com o próximo, sempre disposta a ajudar. Agradeço a Deus pela tua vida, e você já faz parte de minhas orações. Desejo do fundo do meu coração que Deus te abençoe grandemente de uma forma muito especial.
                Agora vou ouvir de novo a música que você postou. Deus continue te usando e abençoando.

                Curtir

    2. Pastor, por favor preciso de seu aconselhamento!
      Sou cristã a quase 17 anos, e faz dois dias que tive pensamentos impuros, maliciosos, horríveis (que não quero nem mencionar) contra o Espirito Santo e contra Jesus. Estou desesperada, porque estou com medo que tenha blasfemiado contra o Espirito de Deus. Eu já orei, pedi perdão, mas não tenho paz. Não consigo comer, nem dormir direito, porque não sai da minha cabeça que blasfemiei. Meu coração está tão pesado, tenho uma tristeza imensa, pois nunca, nunca quis fazer tal pecado!! E ainda os pensamentos tentam surgir toda hora, mas eu os bloqueio. Já pedi perdão ao Senhor Jesus, mas me sinto um lixo, impura, tenho nojo de mim!
      Me ajude! Preciso de sua resposta!! Por favor!!

      Curtir

      1. Amada, não sou pastora, mas vou dar minha opinião. Não creio que tenha caído na blasfêmia contra o Espírito Santo, porque a pessoa que comete o pecado imperdoável não iria ficar como você: se sentindo desesperada, culpada, tristeza profunda. Uma vez, muito tempo atrás, pensei ter blasfemado contra o Espírito Santo, fiquei angustiada, achando que já tinha perdido a salvação eterna, então li estudos sobre o assunto e graças a Deus me senti aliviada.

        Vou deixar um trecho de um livro Nos domínios do Espírito do pastor Estêvan Ângelo de Souza que pode lhe ajudar:

        “A blasfêmia é pecado imperdoável, não porque Deus não seja misericordioso, mas porque o que assim procede afasta-se conscientemente do plano redentor de Deus e revela por si mesmo ter um coração insensível, que não sabe afligir-se pelo pecado. sem tal sentimento é impossível o arrependimento que conduz ao perdão e à reconciliação com Deus… Satanás frequentemente tem atormentado algumas pessoas com medo de haverem cometido esse “pecado imperdoável.” Entretanto, o fato de uma pessoa afligir-se pelo temor de haver cometido tal pecado é a prova de não o ter praticado, pois os que o praticam, tão insensíveis se tornam, que nem se apercebem que estão pecando.” (Souza, p.238,239)

        Ore a Deus e quando bater os pensamentos impuros, maliciosos, clame o sangue de Jesus, isso é satanás querendo tirar a sua paz e jogar incertezas no seu coração sobre sua salvação. Um abraço.

        Curtir

      2. Amada, não creio que tenha blasfemado, o fato de estar sem paz, com tristeza, demonstra que não cometeu o pecado imperdoável. Eu deixei uma mensagem pra você, mas precisa ainda ser publicado pelo administrador do blog (ele está em tratamento contra uma enfermidade na medula óssea e por isso não tem podido aconselhar). Quando ele puder e se quiser, poderá publicar a mensagem que deixei para você.

        Curtir

  5. A paz do senhor me chamo vanessa sou evangélica e tenho muita vontade de ser usada por Deus mas sei também que tudo e no tempo dele mas quero tirar uma dúvida como faço pra ir buscando ser usada sei que é orando mas como devo orar? Me ajude por favor

    Curtir

    1. Vanessa, realmente é orando que se busca os dons espirituais. Ore com sinceridade, pedindo a Deus que a use para honra e glória do Nome Dele. Também é necessário levar uma vida condizente com a Palavra de Deus, porque não adianta orar, jejuar e não vigiar. O que quero dizer com isso, é que a vida deve estar no altar. Não existe uma regra pronta para oração, cada pessoa deve orar conforme sua necessidade e seu jeito, mas com fé e sinceridade.

      Curtir

  6. A paz do Senhor ! Pastor , namoro a 5 anos com um rapaz no momento estamos brigando demais ele não mim liga , muito difícil dizer que mim ama … E a 2 anos atrás pecamos fizermos sexo … E ainda continuamos mais quero deixar essas vontades , oq faço ? Somos evangélicos da mesma igreja , e estou pedindo sabedoria a Deus pra terminar com ele . aguardo sua resposta .

    Curtir

    1. Amada, o irmão José Adelson está internado em tratamento contra um problema na medula óssea, por esse motivo ele só está respondendo de vez em quando, quando lhe é possível. Ore por ele.

      Na minha opinião é o seguinte: se você está querendo terminar o namoro, faça isso o mais rápido possível, sem prolongar o relacionamento, porque quanto mais tempo passar, mais difícil de romper o namoro será. Sei que não é fácil terminar um relacionamento, ainda mais quando já está com a pessoa a 5 anos. Pense que é melhor terminar um relacionamento que não está lhe agradando agora do que se casar depois e ficar infeliz num casamento. Agora, se ainda gosta dele, converse com ele para juntos melhorarem os pontos negativos do namoro e fique firme para não ceder a tentação de ter relações sexuais novamente antes de se casarem. O sexo só é abençoado por Deus no contexto do casamento. Um abraço.

      Curtir

  7. Graça e paz pastor. Não eh bem uma pergunta, ta mais pra um desabafo. Passei em um concurso público e há uma imensa possibilidade de ser locada para trabalhar muito longe de casa, em cidades muito pequenas e sem estrutura. Por isso decidi que se assim for, não irei assumir, não posso pedir que meu esposo deixe o emprego dele para ir comigo, não posso manter a casa sozinha, não posso levar minha filha para um local sem estrutura de saúde e escola de qualidade e assuma de tudo não posso ir sozinha e ficar longe de minha família, por isso não decidi abrir mão do concurso, o sonho da minha vida pelo qual batalhei tanto… Sei que eh o certo a fazer, sei que minha casa eh minha prioridade e não me arrependerei disso. Mas não posso evitar ficar triste por ver meu sonho escapando de minhas mãos. Todavia há uma remota muito remota possibilidade de que eu seja chamada para trabalhar na minha cidade, então tudo seria perfeito. Meu nível de esperança está lá em baixo, mas ainda tenho umas reservas de fé, ore por isso pastor. Por favor interceda junto comigo.

    Curtir

      1. Irmã Rosalinda, tenha esperança. Ore com fé e se for da vontade do Pai, Ele pode preparar para que seja chamada para trabalhar na sua cidade. Não sou pastora mas me lembrarei de orar por você. Um abraço.

        Curtir

    1. Amado, no seu pedido de oração na outra seção, li que seu problema é a masturbação. Para vencer esse vício, além de oração e jejum (que você afirmou que faz), é necessário foco e determinação. Ocupar a mente com coisas proveitosas é boa opção (seja uma boa leitura, estudo, algum curso etc.). Já ouviu aquela frase que “cabeça vazia é oficina do diabo”? Pois é, tem um fundo de verdade, com a mente ocupada raramente temos tempo para deixar o pensamento “voar” sem destino. Importante: muitos começam com o vício de masturbação através de sites, revistas, filmes pornográficos, contos eróticos, então para se ver livre do vício, um bom começo é cortar da vida esse tipo de material. Ler a Bíblia sempre que possível também é bom para o fortalecimento da fé, leia pelo menos um capítulo por dia, a Bíblia é o manual de vida abençoada que todo cristão deve ter e praticar.

      Para sua meditação leia deixo esse versículo:

      “Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que o poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo. Pois nós, que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus, para que a sua vida também se manifeste em nosso corpo mortal”. (2 Coríntios 4:7-11)

      Que Deus fortaleça a sua fé e o liberte dos maus pensamentos e desse vício. Um abraço.

      Curtir

        1. Alessandra, o irmão José Adelson que é quem aconselha no blog tem respondido só quando pode (dentro de sua possibilidade), porque ele está em tratamento contra um problema na medula óssea (ele deixou no site pedidos de oração pela sua saúde). Eu gosto do trabalho dele no blog e as vezes me arrisco a deixar minha participação, mas não sou conselheira, apenas uma pessoa que gosta muito do blog e evangelismo. Peço que ore pelo Irmão José Adelson e sua família, para que ele possa estar de volta ao trabalho de aconselhamento como antes. Talvez ele veja seu comentário e se puder lhe responda… Um abraço.

          Curtir

    2. Amado, no seu pedido de oração na outra seção, li que seu problema é a masturbação. Para vencer esse vício, além de oração e jejum (que você afirmou que faz), é necessário foco e determinação. Ocupar a mente com coisas proveitosas é boa opção (seja uma boa leitura, estudo, algum curso etc.). Já ouviu aquela frase que “cabeça vazia é oficina do diabo”? Pois é, tem um fundo de verdade, com a mente ocupada raramente temos tempo para deixar o pensamento “voar” sem destino. Importante: muitos começam com o vício de masturbação através de sites, revistas, filmes pornográficos, contos eróticos, então para se ver livre do vício, um bom começo é cortar da vida esse tipo de material. Ler a Bíblia sempre que possível também é bom para o fortalecimento da fé, leia pelo menos um capítulo por dia, a Bíblia é o manual de vida abençoada que todo cristão deve ter e praticar.

      Curtir

      1. Esse vídeo e tremendo gostei muito por muitas vezes peco por impulso mas logo vem a tristeza me cinto imunda eu acho que tenho um vício não posso ficar sozinha me dá uma vontade de ver filmes pornográficos e ao vem a vontade de se masturbar aí me ajuda não sei mais o que fazer eu oro pra Deus me libertar mas sou muito fraca Socorro eu quero muito ser usada por Deus mas dessa forma não dá

        Curtir

  8. Bom dia! Vou fazer um breve resumo, tenho 35 anos tenho dois filhos abençoados, estou com meu companheiro a 16 anos, já passei por várias tribulações, já apanhei dele quando estava grávida de meu segundo filho, ele não me agride há 4 anos, mas ele só vê meus defeitos, fala que me ama muito, mas me humilha, tudo que eu faço não está bom, só quer saber de sexo, não respeita minhas vontades tudo tem que ser como ele quer, já conversei mas ele melhora alguns dias depois começa tudo denovo, não sei o que fazer, vamos a Igreja todos os domingos, tenho meus momentos de oração durante toda semana, me ajude a tomar uma decisão, quero ir embora com meus filhos, estou desempregada, moro em São Paulo e minha família está em Minas Gerais, o que devo fazer, por favor me de uma luz. Desde já agradeço.

    Curtir

    1. Amada, vou deixar meu parecer e depois, se o irmão José Adelson (conselheiro do blog) puder e quiser, poderá lhe deixar o conselho dele (ele está enfermo e fazendo tratamento e por isso responde somente quando pode).

      O ideal para todo casal é que permaneçam juntos, pois essa é a vontade de Deus. Porém, sabemos que em alguns casos a separação acaba ocorrendo: por agressão verbal e física (que coloca a vida da mulher em risco), traição etc. Mas o ideal seria que todo casal resolvessem suas diferenças, desavenças e recomeçassem quando possível. Para Deus nada é impossível, inclusive a restauração do casamento. Por isso a necessidade de todo casal cristão estar sempre que puder assistindo palestras para casados (que geralmente quase todas as igrejas promovem sempre que podem), sempre orarem juntos em prol do relacionamento e principalmente ter muito diálogo, sem conversa nenhum relacionamento sobrevive.

      “Mas no princípio da criação Deus ‘os fez homem e mulher’. ‘Por esta razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’. Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe”. (Marcos 10:6-9)

      “Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a você mesmo, e a mulher trate o marido com todo o respeito”.(Efésios 5:33)

      “Quem causa problemas à sua família herdará somente vento; o insensato será servo do sábio.(Provérbios 11:29)

      Há muitos outros versículos na Bíblia que se aplica à família. No seu caso específico, você somente é quem deve tomar a decisão, ninguém poderá tomar a decisão por você. Ore a Deus para não tomar uma decisão precipitada e depois se arrepender, se possível procure alguém de confiança para conversar e se aconselhar. Desculpe-me não ser de muito ajuda, o irmão José Adelson se pudesse te daria um conselho melhor, mas me arrisquei a dar uma opinião. Peço que ore em favor da saúde do irmão José Adelson para sua recuperação. Deus a abençoe na decisão, querida. Um abraço.

      Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.187 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: