Aconselhamento

Página dedicada a quem necessita de

 aconselhamento ou tem dúvidas bíblicas.

 

Atenção:

Os temas Namoro, Casamento, Sexo e Vícios já foram tratados aqui exaustivamente, seja em forma de mensagens, seja nos comentários adicionais.

Peço aos amados irmãos que pesquisem no site essas mensagens e comentários, antes de colocar sua questão, pois ela pode ter sido respondida com razoável grau de precisão. 

Que a graça e a paz do Senhor Jesus esteja contigo.

289 opiniões sobre “Aconselhamento”

  1. Amado, freqüentemente ouço perguntas dizendo: “Divorciei-me por esta ou aquela razão. Posso me casar novamente?” ou: “Já estou no segundo divórcio: o primeiro, por adultério de meu esposo, e o segundo por incompatibilidade. Estou namorando um homem que está no terceiro divórcio: o primeiro por incompatibilidade, o segundo porque ele cometeu adultério e o terceiro por adultério de sua esposa. Podemos nos casar?” Perguntas assim são muito difíceis de responder, pois a Bíblia não vai fundo em detalhes quanto aos motivos permitirem ou não que a pessoa se case após um divórcio.O que sabemos com certeza é isto: Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16). É plano de Deus para um casal que permaneça casado enquanto os cônjuges viverem (Gênesis 2:24; Mateus 19:6). A única permissão específica para um segundo casamento após um divórcio é no caso de adultério (Mateus 19:9) – mas mesmo assim, isto é debatido entre os cristãos. Outra possibilidade é quando um cônjuge não cristão deixa seu cônjuge cristão (I Coríntios 7:12-15). Mas esta passagem não se dirige especificamente ao segundo casamento, mas apenas a continuar casado. A mim também parece que abuso físico, sexual, ou severo abuso emocional seriam motivos suficientes para o divórcio, e possivelmente um segundo casamento. Mas a Bíblia, entretanto, não traz este ensino, especificamente.Dentro deste assunto, duas coisas sabemos com certeza: (1) Sim, Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16). (2) Deus é misericordioso e perdoador. Cada divórcio é resultado de pecado, tanto da parte de um cônjuge ou dos dois. Deus perdoa o divórcio? Claro que sim! O divórcio não é menos perdoável do que qualquer outro pecado. O perdão de todos os pecados está disponível através da fé em Jesus Cristo (Mateus 26:28; Efésios 1:7). Se Deus perdoa o pecado do divórcio, isto então significa que você está livre para se casar novamente? Não necessariamente. Às vezes Deus chama as pessoas para que continuem solteiras (I Coríntios 7:7-8). Estar solteiro é algo que não deve ser visto como uma maldição ou punição, mas ao invés disso, como uma oportunidade de servir a Deus de forma mais comprometida e incondicional (I Coríntios 7:32-36). Mas a Palavra de Deus nos diz que é melhor casar do que abrasar-se (I Coríntios 7:9). Portanto isso se aplica, às vezes, a um segundo casamento após o divórcio.Então, você pode ou deve se casar novamente? Não posso responder a esta pergunta. Afinal, isto é entre você, seu cônjuge em potencial, e principalmente, Deus. O único conselho que posso dar é que você ore a Deus pedindo sabedoria a respeito do que Ele quer que você faça. Ore com a mente aberta, e verdadeiramente peça ao Senhor que coloque Seu desejo em seu coração. Eu em seu lugar casaria com essa pessoa se a questão é se a biblia permite ou não um segundo casamento pois afinal A BÍBLIA DIZ: É MELHOR CASAR-SE DO QUE ABRASAR-SE. Deus te abençoe meu irmão.

    Curtir

    1. Pr. Will Ferrazone, me desculpe pela sinceridade, mas o senhor está completamente equivocado, em quanto ao segundo casamento. A única maneira de um cristão casar novamente é quando um dos conjunges morre, não existe outra maneira de um novo casamento. Mesmo por adultério ou por qualquer outro motivo, um cristão não poderá casar-se novamente. Uma vez casado, casado para sempre, mesmo que se divorciem, não poderão casar-se de novo. Vc já imaginou se Jesus dissesse: vou me separar de vc, não te aguento mais, é melhor eu te deixar, não consigo conviver com vc. Imagina se Ele falasse isso para Pedro, Joao e tantos outros. Deus te abençoe, e espero que vc Pr. possa ler com calma.

      Curtir

      1. Amado Gustavo, quando Jesus fala que somente em caso de adulterio pode haver separação e um segundo casamento não podemos levar isso ao pé da letra mas devemos entender o contexto histórico em que ele disse isso ou seja, ele disse isso para os fariseus e doutores da lei que estavam abandonando suas mulheres mais velhas para casarem com mulheres mais novas como muitos pastores estão fazendo hoje dia nestes tempos de apostasia… a lei mosaica permitia o divorcio somente em caso de adulterio, somente por conduta torpe por parte das mulheres e elas jamais poderiam tomar a iniciativa de se divorciarem de seus maridos, isso era prerrogativa(privilégio) apenas do homem. Jesus então os censura por estarem se divorciando por motivos banais pois eles alegavam coisas insignificantes para se separem e poderem se casar de novo(com mulheres mais novas) e entre essas coisas banais que eles alegavam para darem carta de divórcio havia alegações como: ela não me agrada mais, não sinto mais atração por ela… ou ela reclama muito etc etc. continua

        Curtir

        1. Jesus então os censura e diz: Moisés permitiu que voces se separassem de suas mulheres somente por motivo de traição da parte delas mas voces estão se separando por motivos banais… o divórcio só é permitido na lei mosaia em caso de adultério. Jamais por motivos fúteis como voces estão fazendo embora a intenção original do pai é que nunca houvesse divórcio e Móises só permitiu o divórcio por causa da teimosia de voces em irem contra o proposito original do Pai pois ele detesta o divórcio. Portanto Jesus não estava criando uma doutrina para a igreja, proibindo o divorcio entre os crentes por qualquer motivo grave como violencia física, psicologica, tortura etc e só o permitindo única e exclusivamente em caso de adultério de uma das partes até pq só os homens podiam ter a iniciativa do divórcio. Portanto não faz o mínimo sentido pegar o que Jesus disse num contexto especifico e particular e tomar isso ao pé da letra e criar uma doutrina que é expressamente proibido o divórcio sendo permitido apenas quando há traição. Pois é óbvio que há coisas muito piores que traição e que colocam em risco a vida da mulher ou mesmo do homem e dos filhos e Jesus não é insensato. continua

          Curtir

          1. E da mesma forma quando Jesus disse que quem se casar com a mulher repudiada comete adultério ele estava dizendo que perante Deus aquela mulher ainda estava casada e o homem que a tomasse por mullher estava adulterando com ela afinal o divórcio se deu sem um motivo justo… e isso vale para hoje, Deus continua detestando o divórcio e quem se separa POR MOTIVOS BANAIS ESTÁ EM ADULTÉRIO SE SE CASA COM OUTRA PESSOA E QUEM SE CASA COM ESSA PESSOA TBM ESTÁ EM ADULTÉRIO E Biblicamente falando é permitido sim em certos casos o divórcio como no caso da traição caso um dos dois queira se separar ou mesmo por causa de coisas mais graves pois adultério é apenas um exemplo citado, há pessoas que se revelam verdadeiros psicopatas embora talvez nunca tenham traído e se a traição faz juz á separação muito mais faz um marido que coloca em risco a vida da mulher como há tantos hoje em dia. Os mandamentos são para proteger a vida e não o contrário… Portanto o divórcio não deve ser banalizado como era na época de Cristo e como voltou a ser agora. Mas tbm não deve ser proibido em toda e qualquer circunstãncia como alguns advogam pois foge do contexto bíblico e de toda manifestação de bom senso. Resumindo, biblicamente falando não se deve aprovar sempre o divórcio pois ele é detestável á Deus, mas tbm não se deve proibi-lo sempre e ainda proibir(dizendo haver base bíblica) que a pessoa se case de novo pois há sim motivos muito sérios que justificam uma separação e que não ficam só na traição. Esta é a minha visao e tenho certeza absoluta de ser a verdade concernente a esse assunto que sempre causa polemicas. A verdade sempre está na Bíblia. E sempre está no meio termo, nem oito e nem oitenta. Deus abençoe minhas ovelhas amadas que gostam da participação deste humilde servo. Vos amo em Cristo Jesus. Deus abençoe a todos.

            Curtir

  2. Oi, a paz. Primeiramente gostaria de parabeniza-los pelo blog, muito bom mesmo!
    Bom, eu tenho infinitas dúvidas e ja perguntei para vários outros pastores e por incrível que pareça cada um da uma resposta diferente e eu fico cada vez mais confuso. Por hoje farei apenas uma pergunta e eu agradeceria muito se respondessem. Estaria tirando de mim uma grande aflição.

    01 pergunta: Na bíblia diz que quem casar não pode separar senão por causa de adultério da outra parte ou morte. Bom, eu me casei e cometi adultério, separei e agora estou noivo de outra pessoa, posso casar ou não?

    Curtir

    1. Edson, se você se divorciou antes de conhecer a verdade, de se converter creio que não haverá problema em se casar com a noiva. Agora se você já era convertido, sugiro que procure marcar um aconselhamento presencial com um pastor sério ( de uma igreja séria) para conversar e tirar sua dúvida.

      Um abraço.

      Curtir

        1. Eu não mencionei vc porque vc pode ou não ser quem diz que é…Esse assunto é sério e é melhor ser tratado pessoalmente! Nem estava lembrando de você quando respondi o Edson rsrs.

          Um aconselhamento presencial é muito melhor que num blog onde não dá para colocar tudo ( porque nem sempre entra e se entra, pode ser mal interpretado). No blog é apenas para amenizar dúvidas, mas o ideal é sim procurar um pastor sério em particular quando o assunto é delicado e até o administrador desse blog ( José Adelson) recomendava isso sabiamente quando o assunto precisava de um cuidado maior. Não falei nada demais!

          Um abraço.

          Curtir

          1. Eu respondi completamente alicerçado na palavra…. qualquer pessoa com conhecimento bíblico pode comprovar. Esse assunto é facilmente resolvido pele própria palavra e é absurdo isso de não poder se casar novamente.

            Curtir

              1. Procurando brecha para discutir como sempre!!! Eu eespondi Edson sem nem estar lembrando de você, querido! Não entendeu e veio insinuando coisas que eu não disse! Não toquei em seu nome e não falei se você era sério ou não. Sinceramente, não vou discutir!

                Um abraço.

                Curtir

Escreva seu Comentário ou pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: