Arquivo da categoria: Vícios

As Tetas de Deus


José Adelson de Noronha

“Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti.” (Is 49:15).

Uma vez perguntei à minha filha, médica pediatra, se ela, por acaso, esquecia-se por, pelo menos 3 horas, de sua filhinha recém-nascida, quando tinha que afastar-se para trabalhar. A resposta foi: “Não consigo, pai. E mesmo se esquecesse, os meus seios me lembrariam, pois sempre doem quando estão cheios de leite”.

Deus é assim com seus filhos. Ele precisa alimentar-nos, pois seu coração está cheio de amor para dar-nos. Deus está atento ao menor sinal de fome de seus filhos. Basta que expressemos essa fome para sermos atendidos. Mesmo que uma mãe se esqueça de seu filho que ainda amamenta (o que é quase impossível), Deus nunca se esquecerá de nós, desejando saciar-nos em suas tetas.

Muitos cristãos tementes a Deus passam, eventualmente, por desertos terríveis em várias áreas de suas vidas, inclusive na área de pecados por vícios insolúveis, de longa data. Pensam que Deus as abandonou. Suas forças tornam-se nulas quando tentam romper à frente, vitoriosos, mesmo que anêmicos ao final do processo. São anos e anos de vícios e pecados que dominam ao cristão e que por mais que se arrependam, peçam perdão e ainda assim não são libertos. Muitos chegam a duvidar da salvação por crerem que não são convertidos realmente, que não nasceram de novo e que não têm o Espírito Santo.

Esquecem-se que a salvação não é por obra de santidade ou de pureza, mas sim pela Graça de Deus exclusivamente. Claro, pureza e santidade são sinais, mas não são privilégios de salvos, pois muitos ímpios também os possuem e, às vezes, até com maior expressão. Da mesma forma as bênçãos materiais, como lar feliz, prosperidade material, saúde, sucesso, beleza, etc.

Quem é temente a Deus e guarda a esperança passa por aflições sim, embora mantenha a fé na vitória que realmente interessa, que é a vida eterna, concedida por Jesus Cristo na cruz do Calvário. E nesse processo de aflição, luta, derrota, queda, arrependimento, choro e esperança, embora pareça só, ele realmente nunca está sozinho.

Deus é um Pai que nos ama mais do que uma mãe com o peito cheio de leite para dar ao seu bebê. Ele está continuamente com seus olhos colocados em nós, para nos sustentar, amparar, proteger, amamentar. Jó disse que Deus não tira a vista de nós nem o tempo suficiente para engulirmos uma saliva. Graças a Deus pela sua presença. “…Contudo, eu ensinei Efraim a andar; eu o carreguei no colo; mas eles não entendiam que era a minha pessoa quem os curava e zelava por eles. Eu os conduzi com laços de bondade humana e grande amor; fui eu quem lhes tirou o jugo pesado do pescoço, e me inclinei para alimentá-los” (Oséias 11:3,4)

Creiam, Jesus é amor, é ternura, é doçura. Jesus lhes ama como nunca vocês foram amados. O pecador nunca está só em suas aflições. O próprio Senhor está com ele, pois Ele mora com o aflito e abatido. E a Sua presença é motivo de esperança, mesmo que ainda lute com maus pensamentos e pecados.

Tenham esperança, filhos! Não parem de ler a Bíblia, de orar e de buscar os filhos de Deus. Quando alguém está fraco espiritualmente, o melhor remédio e buscar os que estão fortes, mesmo que isso seja difícil. Se tiverem vontade, chorem, gritem pelas tetas de Deus. Entreguem-se qual bebê que chora com fome. Vocês têm fome de paz e têm que chorar para serem alimentados, saciados.

Os seus pecados estão perdoados por Jesus, na cruz do Calvário, e vocês podem ser libertos ainda hoje desses laços malignos que envolvem suas mentes qual tentáculos de morte.

E que possa ser dito a respeito de vocês: “Senhor, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo. Espera, ó Israel, no Senhor, desde agora e para sempre” (Salmo 131)

Carta aos Jovens


Dr. Lothar Gassmann

Meus amigos, acordem! Vocês estão sendo enganados

Foi dito a vocês: “Satisfaçam seus instintos e vocês serão felizes!”

A Palavra de Deus diz: “Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus” (Mateus 5.8). “Deus julgará os impuros e adúlteros” (Hebreus 13.4).

Foi dito a vocês: “Ouçam música em alto volume e vocês se sentirão bem!”

A Palavra de Deus diz: “Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranqüilidade e na confiança, a vossa força…” (Isaías 30.15). “Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração…” (Colossenses 3.15). “instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração” (Colossenses 3.16).

Foi dito a vocês: “Desliguem seu raciocínio, relaxem e não sejam críticos! Pensem positivamente e expandam sua consciência através da meditação, das drogas e de técnicas psíquicas”.

A Palavra de Deus diz: “sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações” (1 Pedro 4.7). “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé…” (1 Pedro 5.8-9).

Foi dito a vocês: “Pratiquem o ocultismo – magia, bruxaria – e vocês obterão conhecimentos sobrenaturais e poderes especiais”.

A Palavra de Deus diz: “Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor” (Deuteronômio 18.10-12). “Fora (da cidade celestial) ficam os cães, os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira” (Apocalipse 22.15). Seu lugar “será no lago que arde com fogo e enxofre” (Apocalipse 21.8).

Foi dito a vocês: “Procurem quem faz grandes sinais e prodígios, quem tem grandiosas visões e revelações, para que vocês tenham experiências especiais”.

A Palavra de Deus diz: “Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora” (1 João 4.1). “…porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos” (Mateus 24.24).

Foi dito a vocês: “Unam-se, pois todas as religiões adoram o mesmo Deus”.

A Palavra de Deus diz: “Eu sou o Senhor, teu Deus… Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20.2-3, o Primeiro Mandamento). “Não aprendais o caminho dos gentios… Porque os costumes dos povos são vaidade” (Jeremias 10.2-3). “Os ídolos são como um espantalho em pepinal…” (Jeremias 10.5).

Jesus Cristo, o Filho de Deus, diz: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14.6).

Foi dito a vocês: “Todo ser humano é filho de Deus, pois em cada um habita o espírito divino”.

A Palavra de Deus diz: “Mas, a todos quantos o receberam (a Jesus Cristo), deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais… nasceram… de Deus” (João 1.12-13). “e, tendo (Cristo) sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem” (Hebreus 5.9).

Foi dito a vocês: “Não falem de pecado, apenas de falhas, deslizes, lapsos! O bem e o mal têm a mesma origem”.

A Palavra de Deus diz: “o pecado é o opróbrio dos povos” (Provérbios 14.34). “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” (Isaías 5.20).

Foi dito a vocês: “Ouçam o seu interior. Se meditarem bastante, encontrarão a verdade dentro de si mesmos”.

A Palavra de Deus diz: “do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem” (Mateus 15.19-20). “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum…” (Romanos 7.18).

Foi dito a vocês: “Aceitem as crenças e o modo de ser de todos. Sejam tolerantes com as diferentes culturas e estilos de vida”.

A Palavra de Deus diz: “Exortamo-vos… a que admoesteis os insubmissos” (1 Ts 5.14). “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus” (1 Coríntios 6.9-11).

Por isso:

• Resistam aos maus exemplos em revistas, no rádio, na TV e na internet, que falam de “amor” mas praticam imoralidades e querem arrastá-los para a destruição.

• Mantenham-se firmes tendo por modelo ao Filho de Deus, Jesus Cristo, que é puro e santo. Ele mostrou, através da Sua vida e do Seu ensino, como age o verdadeiro amor!

• Resistam à mistura religiosa antibíblica e ao ecumenismo.

• Mantenham-se firmes nas quatro exclusividades das Sagradas Escrituras: somente a Bíblia, somente Cristo, somente pela graça, somente pela fé.

• Resistam à busca antibíblica por sinais e milagres.

• Mantenham-se firmes no maior milagre: as chagas de Jesus Cristo, que entregou na cruz Sua vida pela nossa redenção e ressuscitou milagrosamente dentre os mortos ao terceiro dia.

• Resistam ao domínio de uma cultura de “entretenimento” – que, infelizmente, se espalha cada vez mais no meio cristão. Essa tendência transforma até a cruz de Cristo em objeto de distração e blasfema contra a santidade de Deus.

• Mantenham-se firmes no Deus triuno, que é ao mesmo tempo santo e justo, amoroso e misericordioso.

• Resistam à confusão mística e às afirmações de que em todos habita uma “centelha divina”.

• Mantenham-se firmes na consciência da completa corrupção e perdição do coração humano, que depende da redenção exclusivamente pela graça.

• Resistam à “cultura musical” que imagina poder atrair pessoas à fé cristã através de elementos pagãos (por exemplo, ritmos alucinantes e que levam ao êxtase, repetições de palavras como mantras ou melodias extremamente lentas que estimulam o transe).

• Mantenham-se firmes ouvindo hinos espirituais agradáveis, procedentes de corações tranqüilos e brandos.

• Resistam às tendências desta época, atrás das quais se esconde o espírito do inimigo.

• Mantenham-se firmes no Espírito de Deus que os separará deste mundo passageiro e os guiará a toda verdade.

“Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade” (Salmo 145.18). (Dr. Lothar Gassmann – http://www.chamada.com.br

Extraído de Revista Chamada da Meia-Noite Fevereiro de 2007

Marido com Distúrbios Sexuais


PERGUNTA 

Meu marido demonstra sentir desejo por mim (e por mulher msm de uma maneira geral). Ele tem um vicio de pornografia, mas isso ainda não é a minha maior duvida.. Mas eh q ele sempre quer fazer sexo anal ou oral. Da impressão q ele deseja um homem Eu não gosto disso.. não gosto mesmo. E uma vez ele me confessou q na adolescência quase penetrou um amigo com tendências homossexuais (hj esse amigo dele chama-se sabrina… operada até). Tudo q eu penso ou sinto nunca escondo dele.. eu falo com educação e respeito mas falo. Falei pra ele q sou mulher e q minha fonte de prazer principal eh meu órgão genital naturalmente. Mas ele sempre pede anal ou oral e eu odeio mas as vezes acabo fazendo só pra saciá-lo.. mas fico me sentindo usada. Ele fala q gosta mais de anal e oral msm mas q só sente vontade de fazer isso comigo. Pastor será q ele na vdd tem desejos homossexuais? Pelo menos eh o q eu sinto.. Pastor oq eu faço? Q Deus abençoe e fortalece grandemente o senhor, sua família e o ministério de vcs

 

RESPOSTA 

Filha, seu marido está pecando ao impor sobre você esses distúrbios e desvios de condutas sexuais. Como disse há pouco a outra irmã, a esposa não tem que submeter-se ao marido em coisas que contrariem a Palavra de Deus. Ela deve ouvir e ponderar com ele, mas não é obrigada a submeter-se às vontades dele, especialmente naquilo que é contrário a Deus.

No sexo, há homens que querem fazer algumas coisas contrárias a Deus e que a esposa não pode concordar, como sexo anal, sexo grupal ou sexo com violência. No sexo oral eu não sei te responder com clareza, pois não tenho base bíblica clara para afirmar se é abominação ou não. Alguns pastores pregam que seja, mas eu, pessoalmente, não sei lhe dizer, embora seja repreendido com freqüência por dizer isso.

Variação de posições ou freqüência sexual não é problema algum. Isso até dá mais sabor ao sexo que é tão fundamental ao casamento e à união do casal. É no sexo onde o casal se torna único e exclusivo e onde prevalece a entrega total de um ao outro, com amor.

Ore com ele pela libertação de seu marido desse vício, pois um demônio pode estar agindo na vida dele, subjugando-o desde a adolescência. E aja com sabedoria, para que ele não sinta desejos de novidades fora do casamento.

O Senhor continue lhe abençoando e edificando seu lar, em Nome de Jesus.

José Adelson de Noronha

Uma Terrível Expectativa de Morte


Estação Gameleira, 03set14 (1) 

Era uma vez um bebê que foi consagrado ao Senhor desde seu nascimento. Sua mãe, mediante o conhecimento que possuía e de sua fé, levou aquela criança diante de Deus e pediu que Ele a ajudasse a criar seu filho, dando-lhe condições e abençoando tanto a ela como ao bebê, a fim de fazer dele um homem de bem, de caráter, honesto e temente ao Deus único e verdadeiro … Foram muitas as lutas…

Essa mãe passou até fome para cuidar do seu bebé. Houve um tempo em que, se ela comesse um pastel ao sair do serviço, faltaria pro leite do menino, que algumas vezes teve de ser saciado com um saquinho de açúcar para chupar, porque o leite acabara. Mas com muita luta, sacrifícios, renúncias e, sobretudo com a proteção e a graça de Deus, ela fez dele um homem. Um homem de caráter, trabalhador, honesto, temente a Deus, MAS PECADOR, como todos os demais.

É certo que a educação que ele recebeu dela foi fundamental para obter êxito na vida. Mas a raiz do pecado estava nele, como está em todo homem que nasce da carne. ..era preciso àquele homem nascer do Espírito, pois sua bondade, seu caráter e educação ainda eram insuficientes pra ser de fato um FILHO DE DEUS. Mas o Senhor é fiel, não esquece suas promessas e não rejeita àqueles que O buscam… pois aquela mãe tinha consagrado seu filho e Ele não se esquecera.

Um dia o Senhor se revelou àquele homem, que já estava com 30 anos. A vida estava toda torta, mas era guardado pelo Senhor, que no devido tempo o resgataria. Ouviu pela primeira o Evangelho que lhe foi anunciado: CRISTO FOI CRUCIFICADO, MORREU PELOS NOSSOS PECADOS, DEU SUA VIDA POR NÓS PECADORES, PARA NOS RECONCILIAR COM O PAI, MAS RESSUSCITOU… ESTÁ VIVO… FOI ATRAVÉS DE SEU SACRIFÍCIO QUE PODEMOS TER NOSSOS PECADOS PERDOADOS E NOS APROXIMARMOS DO PAI…

 Foi então que esse homem enxergou a Jesus e se arrependeu de seus pecados. Jesus Cristo mudou sua vida, encheu seu coração de amor, sua mente de conhecimento e deu-lhe a salvação. Foram 6 anos de bênçãos, de alegrias, prosperidade e muita, muita graça diante do Senhor. Nesses 6 anos esse homem exerceu o sacerdócio Santo, foi um instrumento nas mãos do Senhor, abençoou vidas, pregou o evangelho e, através de sua vida, muitas outras foram salvas.

Mas ainda havia uma fraqueza no coração daquele homem e Deus queria tratá-la. E quando foi confrontado com algumas coisas que julgava essenciais e das quais não estava preparado para renunciar, aquele homem vacilou, fraquejou. Ao invés de permanecer firme, olhando para o Autor e Consumador de sua fé, Jesus Cristo, ele olhou para o mundo, para os cuidados do mundo. E por amar mais essas coisas naquele momento do que ao Senhor, perdeu-se e afastou-se de Jesus.

Regrediu, voltou aos tempos passados, e seu estado se tornou pior do que antes. .. Deus permitiu que ele passasse por um deserto extenso, onde tudo que ele confiava lhe foi tirado… status, bens, família, dinheiro… foram 10 anos de muita tristeza, de decepções, lágrimas, sofrimento seu e das pessoas que o amavam… voltaram os vícios, os pecados mais horrendos e já não havia saída… só uma expectativa terrível de morte física e espiritual!

Um dia, já se sentindo no fundo do poço, vazio, sem esperança alguma, aquele homem se lembrou de Deus, do evangelho que mudara a sua vida e do tempo feliz que passou na presença do Senhor, de como foi abençoado e abençoava as pessoas também. .. e chorou, chorou muito. .. lembrou-se também de sua Bíblia, que estava guardada há anos, a qual ele já havia estudado tanto, aprendido tanto e recebido tanta graça e luz com seu manuseio. Então pediu ao Senhor que lhe falasse através dela, nem que fosse uma última vez, nem que fosse uma palavra de condenação, uma sentença de juízo sobre sua vida.

E, ao buscar a Bíblia, abriu-a repentinamente e eis que a palavra foi esta: “O Senhor teu Deus está no meio de ti, poderoso para te salvar; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo. Os que em tristeza suspiram pela assembléia solene, os quais te pertenciam, eu os congregarei; esses para os quais era um opróbrio o peso que estava sobre ela. Eis que naquele tempo procederei contra todos os que te afligem; e salvarei a que coxeia, e recolherei a que foi expulsa; e deles farei um louvor e um nome em toda a terra em que têm sido envergonhados. Naquele tempo vos trarei, naquele tempo vos recolherei; porque farei de vós um nome e um louvor entre todos os povos da terra, quando eu tornar o vosso cativeiro diante dos vossos olhos, diz o Senhor.” (Sofonias 3:17-20)

A palavra que o Senhor lhe deu era a única coisa que lhe sobrou e ele se agarrou a ela COM TODA SUA FORÇA E FÉ. E esta palavra se cumpriu fielmente.

Dia após dia, o Senhor foi restituindo àquele homem tudo que ele havia perdido. A sua decisão de arrepender-se e voltar-se para Deus foi a sua salvação. Aquela mãe que consagrou seu filho ao Senhor talvez não tivesse a visão total do ato que estava realizando… ela queria criar seu filho com saúde, fazer dele um homem… mas ela fez muito mais que isso… ela invocou Aquele que é o Deus do Universo, Aquele que tudo pode, Aquele que não rejeita um coração contrito e que é Fiel para cumprir sua palavra e cujos planos jamais se frustrarão. ..O grande Eu Sou…

Aquele bebê se tornou não só um homem, mas se tornou um homem de Deus, selado e separado pelo Altíssimo para o seu serviço. .. E este homem vem hoje até você, através deste testemunho, lhe dizer: CREIA NO SENHOR JESUS, ARREPENDA-SE DE SEUS PECADOS E RECEBA-O COMO SENHOR E SALVADOR DE SUA VIDA.

SE VOCÊ DESEJA RECEBER O PERDÃO DE SEUS PECADOS E TER SUA VIDA TRANSFORMADA COMO FOI A MINHA, FAÇA ESTA ORAÇÃO: SENHOR JESUS, EU NÃO TE VEJO, MAS EU CREIO QUE TU ÉS O CRISTO, O FILHO DE DEUS… QUE VEIO AO MUNDO, VIVEU ENTRE NÓS, ENSINOU-NOS E DEU-NOS SEU EXEMPLO… E REVELOU-SE A NÓS COMO O CAMINHO, E A VERDADE, E A VIDA… POR ISSO EU ME ARREPENDO DOS MEUS PECADOS, TE PEÇO PARA ENTRAR NA MINHA VIDA E NO MEU CORAÇÃO E ESCREVER O MEU NOME NO LIVRO DA VIDA. EU TE RECEBO SENHOR JESUS, COMO ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR DA MINHA VIDA E MAIS: COMO MEU SENHOR E MEU DEUS, AMÉM!

Se você fez esta oração com fé, tenha certeza de que Ele já o perdoou e o recebeu como Seu filho… Assim como foi com esse homem, assim como Ele o amou sendo ainda pecador e o resgatou por duas vezes, Ele também o AMA e QUER SALVAR VOCÊ.

Esse homem se chama Ronaldo Ribeiro e assegura que hoje é o homem mais feliz do mundo. Sua mãe se chama Lucinda Ribeiro e também entregou sua vida a Jesus Cristo e goza da mesma alegria de seu filho.

Graças a Deus por Jesus Cristo!

Ronaldo

Ronaldo Ribeiro

Restituição de Coisas Furtadas


PERGUNTA 

Pastor ha algum tempo atrás eu tinha a mania de furtar pequenas coisas, tipo corrente da minha avó, uma blusinha, nada do comércio, mas tipo da família ou de amiga mesmo. Nas graças a Deus eu já me arrependi completamente e não faço mais isso. Mas eu queria saber se eu tenho que devolver ou jogar fora as coisas ou não precisa? E se eu ganho alguma coisa que eu sei que não foi comprado mas foi pego de alguém eu posso usar ou eu vou estar pecando por aceitar esse objeto de uma pessoa? Por favor, me responda. Grata

 

RESPOSTA 

Filha, claro que deve devolver, porque não te pertencem, não são suas, mas é importante dizer que a sua salvação é exclusivamente pela Graça de Deus, independentemente de devolver ou não coisas furtadas, de pagar ou não dívidas contraídas na ignorância, de restituir o bem a quem se fez o mal.

Devemos restituir e fazer o bem, não para salvação, mas para o bem da nossa alma, para nossa paz e liberdade de consciência. Se você ainda tem essas coisas consigo, devolva às pessoas, confessando que fez aquilo por fraqueza de caráter e pedindo perdão a elas. Vai ficar envergonhada, humilhada, mas vai ficar livre.

Quanto a receber coisas furtadas, não faça isso, agora que você sabe que é pecado. Não receba, pelo próprio bem de quem furtou, e diga à pessoa porque não está recebendo. Ela também precisa conhecer a verdade do amor de Cristo por ela.

O Senhor lhe abençoe em sua caminhada e disposição em viver uma nova vida, santa e agradável a Deus.

José Adelson de Noronha